Você está na página 1de 1

Anotaes de Malloch, S.; Trevarthen, C.Musicality: Communicating the vitality and i nterests of life.

In: Malloch, Stephen, Trevarthen, Colwyn (Eds.). Communicativ e musicality: Exploring the basis of human companionship. New York: Oxford Unive rsity Press, 2009, pp. 1-11 O poder da musicalidade para facilitar e energizar o sentido na comunicao... "Para crianas traumatizadas e aquelas cujo desenvolvimento as levou em direo ao iso lamento comunicativo, como aquelas com autismo e sndrome de Rett, o engajamento d a sua musicalidade pelo outro pode ser um cabo de resgate para a socialidade hum ana" (p. 6) Pulso: "sucesso regular de eventos comportamentais ao longo do tempo, vocal ou ge stural, a produo e percepo desses comportamentos sendo o processo pelo qual duas ou mais pessoas coordenam suas comunicaes, passam o tempo juntas e pelo qual podem an tecipar o que pode acontecer e quando aconteceria. Qualidade: "contornos modulados de expresso se movendo ao longo do tempo. Esses c ontornos podem consistir de atributos psicoacsticos de vocalizaes - timpre, altura, volume - ou atributos de direo e intensidade do corpo movente Atributos de qualidade frequentemente co-ocorrero multimodalmente, de mo do que uma ondulao da mo ser acompanhada de um 'swoop' da voz. Daniel Stern: vitality contours narrativa: pulso e qualidade se combinam para formar narrativas de expresso e int eno. isso permite compartilhar um sentido de simpatia e significado situado en um sentido compartilhado de tempo que passa. Estrutura narrativa dramtica musicalidade: "habilidades humanas inatas que tornam a prodo e apreciao da msica possv eis (...) Definimos musicalidade como a expresso de nosso desejo humano por apren dizagem cultural, nossa capacidade inata para se mover, lembrar e planejar em si mpatia com os outros, que faz nossa aprecisao e produo de uma variedade sem fim de n arrativas temporais e dramticas possvel"