Você está na página 1de 1

TRIBUTAÇÃO E CORRUPÇÃO NO BRASIL - CADÊ OS PROTESTOS?

Júlio César Zanluca

O brasileiro parece ter esquecido que paga altíssimos tributos, uma carga igual ou
superior aos países ricos, como EUA, Alemanha e Japão, e com serviços públicos
quase nulos. Ou você está satisfeito com o SUS, com a escola pública e com a
corrupção desenfreada em todos os níveis de governo?

Os protestos públicos contra a alta carga tributária são mínimos. A última


manifestação visível na mídia foi contra a MP 232 (no início de 2005) – em que
várias entidades lideraram movimentos entre profissionais liberais e pequenas
empresas contra aquele aumento expressivo de tributos.

Lembrando que quem paga todos os tributos neste país somos nós mesmos – pessoas
físicas, pois os impostos, contribuições e outras formas de encargos são
simplesmente repassados aos preços de produtos e serviços – empresas não pagam
tributos, apenas os recolhem, em nome de seus clientes!

A preocupação maior da mídia brasileira (que influencia diretamente as opiniões


populares) é com a escola de samba na avenida, o triângulo amoroso das novelas, a
derrota do time, quem vai para o paredão no Big Brother, se vão aumentar o bolsa
família, etc. etc. Será que existe “mídia independente” neste país, ou todas foram
tomadas por meros interesses comerciais, já que o principal anunciante é o próprio
governo federal, via mega-estatais como Petrobrás e Banco do Brasil?

A mídia nacional é concubina de luxo do governo federal (vide episódio do


jornalista Boris Casoy - foi demitido da Record porque criticava a ferocidade
tributária e outros desmandos do lulismo).

Há um nítido esquecimento dos fatos neste país. A corrupção, amplamente


escancarada em 2005, com provas e fatos inequívocos contra altos escalões dos
mandantes federais, sumiu da mídia.

Os recordes sucessivos de arrecadação e gastos do governo federal provocam poucos


debates... A dívida pública não pára de crescer... Será que todos nós estamos
anestesiados, ou nos acostumamos à dor de pagar tributos espoliatórios,
preocupando-nos apenas com nossos dilemas particulares, enquanto nossa pátria vai
à bancarrota com a gestão deste "governo popular” que trata o Brasil como um
feudo?

É hora de você e eu manifestarmos-nos. Escreva para jornais, proteste contra os


altos tributos para senadores e deputados. Envie este artigo para a mídia,
manifestando-se contra a falta de independência editorial e nítida subserviência
ao governo federal.

É o mínimo que podemos fazer – se não fizermos nada, logo escancararão nossas
poupanças, nossas rendas, em nome da “solidariedade social” e do “imposto dos
pobres”! Abra o olho!