P. 1
A importância do ministério infantil - Apostila

A importância do ministério infantil - Apostila

5.0

|Views: 7.499|Likes:
Publicado porFernanda Medeiros
Fiz esta apostila com textos sobre a importância do ministerio infantil e a
evangelização de crianças...
Para ajudar professores do Ministério Infantil,
Permito que leia e copiem minhas idéias à vontade!
É sempre bom compartilhar. Só tem me entristecido ver pessoas que pegam meus textos, minhas historias de vida rs e passam adiante como se fossem DELES e ficam recebendo créditos por algo que NÃO fizeram. Isso é realmente chato e triste tbm...

Já outros, eu entendo que já acharam minhas coisas sem créditos espalhadas por ai rs, eu escrevo mto...rs

Fico mto feliz e me sinto honrada qdo um texto é passado adiante, que Deus seja glorificado por isso, que Ele vá ha lugares aonde talvez eu nunca vá, e fale a corações que talvez eu nunca conheça!!!

Então,
Quer levar? Compartilhar? Pode!
Mas mantenha os créditos ou as devidas fontes...
Eu sinceramente de coração agradeço ;)

As idéias aqui compartilhadas que não são de minha autoria adicionei os devidos créditos e sua fonte, caso não conste em algo, e esteja como DESCONHECIDO é porque já encontrei assim, se souber de quem é basta me dizer e adiciono ok?

Minha intenção não é prejudicar ninguém...
Apenas compartilhar oq aprendo e aprender com oq vcs compartilham, para que assim "JUNTOS possamos ir crescendo cada dia mais"
Deus os abençoe!!!

Fernanda Medeiros
http://meu-cantinho-e-minhas-coisinhas-prefe.blogspot.com.br/
Fiz esta apostila com textos sobre a importância do ministerio infantil e a
evangelização de crianças...
Para ajudar professores do Ministério Infantil,
Permito que leia e copiem minhas idéias à vontade!
É sempre bom compartilhar. Só tem me entristecido ver pessoas que pegam meus textos, minhas historias de vida rs e passam adiante como se fossem DELES e ficam recebendo créditos por algo que NÃO fizeram. Isso é realmente chato e triste tbm...

Já outros, eu entendo que já acharam minhas coisas sem créditos espalhadas por ai rs, eu escrevo mto...rs

Fico mto feliz e me sinto honrada qdo um texto é passado adiante, que Deus seja glorificado por isso, que Ele vá ha lugares aonde talvez eu nunca vá, e fale a corações que talvez eu nunca conheça!!!

Então,
Quer levar? Compartilhar? Pode!
Mas mantenha os créditos ou as devidas fontes...
Eu sinceramente de coração agradeço ;)

As idéias aqui compartilhadas que não são de minha autoria adicionei os devidos créditos e sua fonte, caso não conste em algo, e esteja como DESCONHECIDO é porque já encontrei assim, se souber de quem é basta me dizer e adiciono ok?

Minha intenção não é prejudicar ninguém...
Apenas compartilhar oq aprendo e aprender com oq vcs compartilham, para que assim "JUNTOS possamos ir crescendo cada dia mais"
Deus os abençoe!!!

Fernanda Medeiros
http://meu-cantinho-e-minhas-coisinhas-prefe.blogspot.com.br/

More info:

Published by: Fernanda Medeiros on Sep 18, 2013
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/20/2016

pdf

text

original

“... Amas-me? Apascenta os meus cordeiros!” Exemplo de cordeirinho?

AQUI... rs

Posso ser só um cordeirinho... Mas já sou parte do rebanho!!!
( Fernanda Medeiros )

Ministério infantil... nasceu primeiro no coração de Deus...

João 15.21 "Apascente os meus "cordeiros" Sabe o que é cordeiro? não? cordeiro é filhote de ovelha. Se nós somos ovelhas de jesus, as crianças são seus cordeirinhos... Ele nos disse para "apascenta-las" sabe porque? por que os cordeiros são a parte mais frágil de um rebanho... são presas mais fáceis para lobos e leões... E o diabo anda em derredor bramando como leão buscando a quem possa tragar... apascente suas ovelhas, mas não se esqueça dos seus cordeiros... (Fernanda Medeiros) http://meu-cantinho-e-minhas-coisinhas-prefe.blogspot.com.br/ _____________________________________________________________________________

Pra onde está me levando?

"deixai vir a mim os pequeninos e não os impeçais... " (Marcos 10.14,13)

sabe o que mais me impressiona neste versículo? não é o fato de Jesus amar as crianças também, mas perceber que "quem" estava "impedindo" as crianças não eram os pais, nem o mundo, muito menos o diabo, eram os próprios "discípulos!!!" pelas mãos dos discípulos estavam sendo conduzidas para longe de Jesus. E suas mãos? para onde as esta levando??? (Fernanda Medeiros 2009) http://meu-cantinho-e-minhas-coisinhas-prefe.blogspot.com.br/ _____________________________________________________________________________

Quem excluiu as crianças???

Marcos 16.15 Pregar a "toda" criatura inclui as crianças... elas estão por toda parte na bíblia! Sendo curadas (a filha de Jairo...) ouvindo os sermões de Jesus (Mateus15.38) indo até Ele (marcos 10.14) clamando no templo (Mateus 21.16) na presença do Senhor (2cronicas 20.13) no culto de arrependimento (Esdras 10.1) Isso sem falar de Samuel; Josias; Timóteo; a criada de Naamã... Quando Deus chamava o povo ao arrependimento sempre dizia : congregai "todo" povo, e para quem não entende-se especificava claramente: homens, mulheres, jovens, anciões e "crianças" (Fernanda Medeiros 2009) http://meu-cantinho-e-minhas-coisinhas-prefe.blogspot.com.br/

Escolinha... De quê???

Vamos ter aula "de quê???"
Em menos de um ano no ministério infantil e já me deparei com uma infinita variedade de "escolinhas" por várias igrejas deste mundo a fora... Parece que muitos esqueceram do próprio aviso escrito em suas portas: "Escolinha Bíblica Infantil" Escolinha, porque haverá ENSINO; Bíblica, porque será O ASSUNTO a ser estudado; e infantil, porque é para crianças... Mas eu já vi outros "tipos" de escolinha, bem chamarei de salas... (Já que nelas não ha ensino nenhum... ) Tem a sala-circo, onde o professor que deveria estar ali para ensinar só faz palhaçada e entretenimentos. Tem a sala-cinema, onde a criança só assiste a dvd's e de tudo que é tipo. Tem a sala-pintura, onde só se desenha ou pinta folhas xerocadas. Tem a sala-play ground, onde só se brinca o tempo todo, e do que quiser. Tem a sala-fastfood, coma o quanto puder, boca cheia é sinonimo de silêncio. Tem a sala-lixão, onde o lugar é sujo, feio e a criança pode brincar com "lixo" que chamam de brinquedos. Sala-dormitório, durma o quanto puder! Também tem a sala-depósito de crianças, as pessoas guardam elas lá e retiram depois do culto. E temos também a sala-prisão, se descuidar eu fujo! Onde a tia ainda diz que é difícil dar aula porque a criança tenta "fugir" o tempo todo!!! (nestas escolinhas até EU fugiria...) Na maioria das igrejas, existem realmente poucas com salas onde há ensino bíblico, onde há culto a Deus, onde podemos realmente chamar de: "escolinha bíblica infantil" Preste muita atenção! o que você tem ensinado aos pequeninos que Deus te confiou???

Que igreja é lugar de palhaçada? Lugar de encher a pança? Lugar de assistir tv? Lugar de brincadeira? .... Lugar de quê??? Lembre-se do que Jesus disse: "Minha casa será chamada casa de oração" (Lucas 19.46) Deus disse para Moisés: "Tira as sandálias dos teus pés porque o lugar que você esta é terra santa" (exôdo 3.5). Mas não era só areia e mato? Não. A presença de Deus estava ali! O mesmo acontece na igreja. É lugar de prestar culto a Deus, lugar de adoração, lugar onde DEUS esta!!! (Fernanda Medeiros) http://meu-cantinho-e-minhas-coisinhas-prefe.blogspot.com.br/ _____________________________________________________________________________

Conduzindo uma criança...

Tomei uma criança pela mão, a fim de andarmos juntos pelo caminho, eu deveria conduzi-la ao Pai. A tarefa me amedrontou, tão grande me pareceu a responsabilidade. Falei, então , com a criança sobre temer o Pai, não cometer erros, falei da severidade do Pai, falei sobre o Pai ser justo, e falei o quanto ela deveria mudar para agrada-lo. No cair da tarde, nos encontramos com o Pai. A criança se escondeu por trás de mim; tinha medo, não queria nem olhar para aquela face tão cheia de amor. Pois lembrou-se da minha descrição; não quis colocar sua mãozinha na mão do Pai. Fiquei entre a criança e o Pai. Refleti. Eu tinha sido muito severa... ... Tomei uma criança pela mão. Eu deveria levá-la ao Pai. Senti-me esmagada pela multidão ,de coisas que deveria ensinar-lhe. Não demoramos, corremos todo caminho. Falei de todas as maravilhas do Pai, do que Ele podia fazer e criar. Mostrei muitas destas coisas pelo caminho, apontando -as para criança que via tudo maravilhada. E ao cair da tarde, encontramos o Pai,A criança O olhou de relance. O Pai lhe estendeu a mão, mas ela não se interessou o bastante para tomá-la. foi para trás de mim, e voltou para olhar as maravilhas. Eu estava de novo entre ela e o Pai. Refleti. Lhe mostrei tantas, tantas coisas... ... ...Tomei uma criança pela mão para levá-la ao Pai. Meu coração estava cheio de gratidão e privilégio. Andamos de vagar. Moderei meus passos aos dela. Falei do amor do Pai por ela.E esse amor fez com que ela se arrepende-se de seus pecados. Falei sobre seu perdão. E ela sentiu gratidão. Falei sobre suas bênçãos. E ela admirou suas maravilhas. Ao fim do dia, encontramos o Pai.Os olhos da criança brilharam. Ela olhou com amor e confiança para a face

do Pai. Correu para Ele, colocando suas mãos nas mãos Dele. Naquele momento fui esquecida. E me alegrei... ... (Mudei um pouco a estória, escrevi como lembrei, mas depois achei... mas ela foi escrita por Alta mãe Erb em seu livro: "Educação cristã dos filhos" e também pode ser encontrada no livro: " sete necessidades básicas da criança" de John m. Drescher. __________________________________________________________________________

Quem sou?!?
Eu sou a criança que vai a escolinha, senta-se e espera enquanto a tia faz de tudo menos me ensinar... Eu sou a criança esperando calada a tia ver meu desenho, enquanto ela termina sua conversa particular... Eu sou a criança esperando pacientemente que a tia termine de folhear sua revista... Sou a criança que entra ansiando por um sorriso ou apenas ser notada... Sou a criança que aguarda tranquilamente enquanto a tia termina seu bate-papo com as amigas... Sou a criança cheia de perguntas aguardando por respostas, sem reclamar, enquanto as tias trocam ideias entre si, ou baixam a cabeça fingindo não me ouvir... Sou a criança calada no fundo da sala, pra quem a tia nunca diz nada, pois se estou calada, isso é bom, porque não "atrapalho" o culto... Sou a criança agitada, mas como não dou trabalho, ninguém quer saber o por que... Sou a criança arrastando "pedaços" que me deram pra brincar...e ainda estou sorrindo... Você deve estar pensando que sou uma criança paciente, do tipo que não da trabalho... Engana-se!!! Sabe quem sou? EU SOU A CRIANÇA QUE NUNCA MAIS VAI VOLTAR!!!

Depois gastam tempo e se esforçam pra que eu retorne, mas quando fui pela primeira vez tudo que deviam ter feito era apenas a pequena gentileza, tão simples, de me tratar com amor... Eu criei este texto ao ler o discurso de “Sam Walton” sobre venda e vendedores, fiquei lendo , pensando, e escrevendo o que se assemelhava a nós... (Fernanda Medeiros) http://meu-cantinho-e-minhas-coisinhas-prefe.blogspot.com.br/

_____________________________________________________________________________

Professora de crianças, recreadora, babá, voluntária, o que sou ????

Neste início de século, nos deparamos com um dilema bem antigo e ao mesmo tempo tão atual. Ministério com crianças na igreja. O professor da escola Bíblica Dominical ou a tia do cultinho, ou a mãe que ajuda a cuidar das crianças durante o culto, o voluntário, "alguém" para "cuidar" das "crianças". Quantos professores e em tantas igrejas, não sabem ao certo o que são, porque estão exercendo tal função, ou quem me chamou para estar ali? A alta rotatividade de professores nas extensas escalas semanais, a desistência inesperada de muitos professores, o abandono da classe de repente, o desânimo constante, a auto valorização deteriorada, o desespero da liderança infantil, nos indica que algo não vai muito bem. Porque a grande maioria dos cristãos e muitos líderes das igrejas evangélicas não acreditam que para o trabalho com crianças é necessário ser chamado, capacitado e ungido por Deus para esta obra? Não ouvimos abertamente, mas as ações nos revelam tal descaso com a vida dos pequeninos em nossas igrejas atualmente, não há preparo dos professores, não há investimento na liderança e professores do ministério infantil, ou seja, o evangelismo, o ensino e discipulado com crianças atualmente não é levado a sério, não anda em sintonia com a vontade e o coração do Pai. Quem trabalha com crianças na igreja ou em qualquer outro lugar, primeiramente necessita de um queimar no seu coração pois é chamado por Cristo para este ministério. Não é uma ocupação domingueira, não é uma falta de opção e sim um compromisso com vidas infantis, um ministro de Deus para pastorear e formar espiritualmente esta geração. Tenho presenciado o descaso com este ministério nestes dias, o coração de Deus está dolorido de ver tantas crianças sofrendo , famintas dentro e fora de muitas igrejas, não estão nas mãos de servos compromissados, preparados e chamados por Deus para este ministério. É preciso urgentemente resgatar o chamado para esta obra, creio que você já ouviu algumas destas frases:"Estamos precisando de irmãos para ajudar com as crianças"."Alguém pode ajudar pelo menos uma vez no mês, com as crianças"? "Eu ainda não sei qual o meu chamado, por enquanto sou professora de crianças"."Só entro na escala mensal, não posso "perder" o culto!" Somos poucos ninguém quer "ficar com as crianças"."Se você não tem nada para fazer na igreja, venha ajudar a "cuidar" das crianças". Abramos o nosso coração para receber de Deus o verdadeiro chamado ministerial com crianças, Deus está a procura de servos e servas dispostos a cumprir com amor e seriedade este chamado, que para Deus, não é inferior a qualquer outro ministério, pelo contrário, quem não se tornar como um destes pequeninos , não entrará no Reino dos céus, eis a nossa

referência, as crianças são preciosas para Deus, não serve qualquer um para ser ministro na vida dos seus pequeninos, tem que ser um ungido do Senhor. Deus diz em sua palavra o que você é na obra com vida de crianças: " você é propriedade exclusiva de Deus, um sacerdote real, chamado para proclamar a Jesus, resgatando as crianças das trevas para sua maravilhosa luz. I Pedro 2:9 (Leia e medite neste versículo)Deus te abençoe, servo(a) fiel, para esta obra tão especial na vida de crianças. No amor de Jesus. Cláudia Guimarães- escritora do livro: pastoreando crianças desta geração _____________________________________________________________________________

Lições de Davi...

Salmo 51.10-13 "Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova em mim um espírito reto. Não me lances fora da tua presença e não retires de mim o teu Espírito Santo. Torna a dar-me a alegria da Tua salvação e sustém -me com um espírito voluntário. ENTÃO, ensinarei aos transgressores E os pecadores a Ti se converterão." ... Muitos até estão "tentando" ensinar, mas sem um coração puro; sem espírito reto; sem a presença de Deus; sem o Espírito Santo; sem a alegria da salvação; e sem um espírito voluntário... seus ensinos de nada valerão... (Fernanda Medeiros) http://meu-cantinho-e-minhas-coisinhas-prefe.blogspot.com.br/ _____________________________________________________________________________

Como aprenderei se alguém não me ensinar?!?

Quem nunca ouviu a famosa frase: "Eu já fui professora de escolinha, mas criança da muito trabalho" ou quem sabe estas: "eu não quero na minha turma crianças problemáticas e "bagunceiras" "não gosto de dar aula tal dia porque vem muita criança" Parecem familiar? pois é... Mas eu pergunto: "que tipo de visão é essa?" Estas pessoas não estavam com o coração no que faziam, por isso nunca entenderam que ser tia não é querer crianças "quietas" que não atrapalhem o culto, mas evangelizá-las, para que haja a salvação delas... Se não quisermos as crianças "problemáticas" onde fica a "salvação"? é o mesmo que colocar uma enorme placa na igreja: "só para pessoas salvas" A maioria das pessoas não entende que a criança precisa e pode ser salva. Tanto é que grandes pregadores surgirão de crianças, que um dia foram "evangelizadas" e não só entenderam, como aceitaram a Jesus em seus corações. Mas, quando os pais, responsáveis ou professores de escolinha não têm esta visão acabam agindo como os discípulos e afastando as crianças de Jesus. E satanás se aproveita disso, enviando os "lobos" em busca dos cordeiros e nos roubando as crianças!!! Uma criança problemática devia ser a motivação de um professor; uma sala cheia, motivo para agradecer a Deus pela oportunidade; deviam entender que, como li recentemente em um livro: "a criança "quietinha" de sua aula hoje, poderá ser o membro quietinho de sua igreja amanhã; mas aquele que te deixa de cabelo em pé, poderá sacudir o mundo em nome de Jesus!!! ( livro: ensinando para transformar vidas) Quando comecei no ministério infantil tive muito trabalho em fazer com que as crianças entendessem que elas também faziam parte da igreja, parte do culto, parte de um rebanho... Elas vieram de ministérios e professores (se é que podemos assim chamá-los) que plantaram más sementes em seus corações, mas que com a graça de Deus, tive o prazer e o privilégio de poder arrancar a tempo... Os professores de escolinha deviam ser os primeiros a entender que: "a escolinha é parte da igreja, estamos em um culto, Deus também esta aqui!!!" pois se isso não estiver no coração dos professores , dificilmente estará no coração dos alunos... satanás sabe que desviando uma criança do caminho hoje, terá um problema a menos amanhã; por isso fará de tudo para impedir o plantio e destruir as sementes; ele teme o que a criança pode se tornar... Precisamos cuidar de nossas crianças, impedindo que satanás as "arranque" da igreja, e ajudalas a crescer!

(Mas muitos de nós mesmos as temos arrancado...) Deveria ser : "um planta, o outro rega e Deus da o crescimento" ; mas infelizmente o que temos visto hoje é : "um planta o outro arranca e Deus não pode fazer crescer..." Até mesmo faraó não queria permitir que as crianças fossem com o povo de Israel... (êxodo 10) Parece que todo inferno sabe a importância que tem a salvação dos pequeninos; menos os que deviam se importar... Timóteo 2.10 diz que: desde a "infância" ele aprendeu; isto significa que alguém o ensinou; pois já disse o eunuco a Filipe: "Como poderei entender se alguém não me ensinar???"(atos8.31) Só aquele que crê será salvo; Jesus disse que os pequeninos podem crer,(Mateus 18.6) mas como crerão se não há quem pregue? Como diz um poema que eu gosto: " a missão do professor não é julgar o solo, o tempo, as pessoas, sua missão é lançar sementes... "E se sua missão é ensinar, que não hajam mais desculpas, mas dedicação ao ensino!!!" (Romanos 12.7) (Fernanda Medeiros) http://meu-cantinho-e-minhas-coisinhas-prefe.blogspot.com.br/ _____________________________________________________________________________

Filho de peixe...
Filho de peixe, peixinho é ?!?

Tem se tornado cada vez mais comum ver adultos com esse tipo de raciocínio... Li recentemente no livro: "pastoreando crianças desta geração", da autora Claudia Guimarães, um texto onde dizia: "filho de crente crentinho não é, mas muitas pessoas pensam que salvação é algo hereditário ou genético, por isso não apresentam o plano de salvação para as crianças" ...Andei observando, é isso é realmente verdade! Os pais acham que porque "eles" aceitaram a Jesus, seus filhos também automaticamente o receberam... Muitas crianças que evangelizo, dizem que "seus pais" não as deixam ler a bíblia porque são crianças demais pra isso... Dizem que quando tiverem "idade" aprenderão sobre o assunto. Que as crianças não precisam acompanha-los sempre a igreja, já são de Jesus mesmo; porque toda família é... Já outros dizem que a criança é ainda "inocente", e não tem pecado, mas a bíblia diz que todos nascemos no pecado, quando Adão pecou ele separou toda humanidade de Deus!!! Por isso todos nós precisamos de Jesus. Tudo bem, concordo que recém nascidos são pequenos demais para entender,

e por isso mesmo Deus não levará em conta o tempo da ignorância... mas dizer que "toda" criança é inocente? Uns chegam até a colocar uma idade: "até aos 8 ela é inocente" mas estes mesmos, quando a criança completa os 8, não fazem nenhuma questão de lhe apresentar o plano de salvação... As vezes a criança já tem oito, nove...doze...e ainda nem ouviu dos pais a respeito da salvação! E se ouviu, também deixaram claro que ela ainda não precisa disso. Quando a bíblia é bem clara: *todos nascemos em pecado (salmo58.3/51.5) *possuímos natureza pecaminosa (romanos 5.12) *a alma que pecar, essa morrerá (Mateus 18.3/Ezequiel 18.4) *todo aquele que nele crer será salvo (João 3.16) Se você prestar mais atenção na bíblia, no que diz respeito as crianças, vai aprender muita coisa, como lá em Mateus 18, onde a maioria das pessoas só sabe ler pelo lado de que Jesus usava a criança para falar a respeito de recém nascidos na fé, mas nunca tire um texto de seu contesto, nunca use algum versículos isolados... Jesus, embora você não queira aceitar, também falava sim sobre as crianças, literalmente, por isso colocou uma delas no colo e explicou que: * a criança pode crer * pode ser escandalizada * não deve ser desprezada * e assim como pode ser salva; pode perder-se... Li outro texto com palavras duras de aceitar, falava sobre Apocalipse 20.12 João diz que viu grandes e pequenos que compareciam para o juízo diante do trono do cordeiro. Eu sempre pensei que se tratava de grandes e pequenos em relação a posição social, como: reis e mendigos... ...mas neste texto (que se não me engano é de walter brunelli) o autor dizia que o termo "pequenos" usado ali, é mikron (gr), o mesmo usado na bíblia frequentemente quando se trata de "crianças" Se isso for verdade, muita gente estará em sérios problemas... ... "Que homens, mulheres e "crianças" aprendam e temam ao Senhor, e tenham o cuidado de cumprirem a sua palavra" (deuteronômio 31.12) ... (Fernanda Medeiros) http://meu-cantinho-e-minhas-coisinhas-prefe.blogspot.com.br/ _____________________________________________________________________________

Levando a sério

Porque será que muitas pessoas não levam o ministério infantil a sério? isso é o que a maioria de nós perguntamos... Mas acho que encontrei algumas pistas... estava andando de metro outro dia e ouvi a coisa mais absurda possível vinda da boca de uma professora de algum ministério infantil... (vamos torcer pra não ser do meu nem do seu ok?) ela dizia: "nossa o zezinho é mesmo uma peste, e a escolinha parecia um inferno ontem, parecia que o culto não ia acabar nunca!" Que tipo de pessoa diz uma coisa destas e quer ser levada a sério? Devíamos ser as primeiras a defender nosso ministério, nosso chamado, nossas crianças, mas não só ouvimos as criticas como somos as primeiras a fazê-las! Fale mal do Corinthians pra ver só o que acontece! se a pessoa não for convertida você até apanha! Seu time pode estar lá em baixo, mas ainda assim é o melhor do mundo! Assim deviam ser os professores do ministério infantil, pessoas que lutam e defendem seu time! Mas o que vemos são professores vencidos pelo cansaço, professores desanimados, murmurando, reclamando da vida, dizendo coisas como: "quem dera hoje houvesse menos crianças na aula; hoje não preparei nada; espero que zezinho não venha; espero que o culto não demore; não vejo a hora de ir pra casa; hoje estou com uma preguiça..." E fora isso, tem o outro problema, onde muitos tem colocado pessoas sem visão sem chamado, sem competência, sem amor, para fazer algo tão importante... Então os que são chamados precisam despertar. Por isso eu sinceramente aconselharia tais "professores" a acender a luz, varrer a casa e com diligência encontrar sua dracma perdida; aquele "algo de valor" que em algum momento você perdeu e nem se deu conta, pare um pouco seu ritmo, desacelere e preste atenção no que tem feito e "como" tem feito, quando eu estava na mocidade, aprendi algo muito importante nesses versículos e vou dividir com vocês: "e, regressando eles, terminados aqueles dias, ficou o menino Jesus em Jerusalém, e não o souberam seus pais. Pensando, porém que viria de companhia pelo caminho, andaram o caminho de um dia, e procuraram-no entre parentes e conhecidos. E como não encontrassem, voltaram a Jerusalém em busca dele. E aconteceu que passado três dias o encontraram no templo, assentado entre doutores ouvindo e os interrogando"(Lucas 2.43-46)

Note que levaram apenas "um dia" para deixá-lo para trás e "três" para voltarem e descobrirem onde o perderam... As vezes você começou com Deus, mas com o passar do tempo Ele ficou para trás e você nem se deu conta ainda!!! Por isso anda tão cansado, desanimado e sabe se lá mais o que. É necessário voltar ao início, e caminhar novamente com Jesus... Sabe, a historia da dracma perdida fala sobre alguém que perdeu algo de valor, mas quando perdemos não jogamos fora de propósito, então vamos procurar até achar! O que você fazia e não faz mais? lembra? orar de madrugada; se dedicar, ou pequenos detalhes como arrumar sua sala, prepara uma lembrancinha, sorrir mais, meditar na bíblia... Agora, digo a você que não esta nem ai, que esta na escolinha só para ter um cargo, um nome, uma posição na igreja aos olhos dos outros, por favor retire-se! ou se prepare para receber de Deus o mais duro juízo! porque Ele mesmo diz: "não sejam todos mestres, sabendo que de Deus receberão o mais duro juízo" (Tiago 3.1) E voltando ao assunto, as pessoas só levarão a escolinha a sério quando NÓS a levarmos a sério!!! NÓS mudamos a visão das pessoas ao nosso respeito. Para que haja uma mudança a nossa volta, ela precisa começar dentro de nós primeiro (Fernanda Medeiros) http://meu-cantinho-e-minhas-coisinhas-prefe.blogspot.com.br/ _____________________________________________________________________________

O professor

Não é qualquer pessoa, como dizem por ai, que pode ser professor de crianças, no ensino bíblico. A bíblia diz: "muitos de vós NÃO sejam mestres, sabendo que receberemos mais duro juízo" (Tiago 3.1) ... qualquer um pode "ficar" com as crianças, ouvi alguém dizer, e concordo, que a palavra "ficar" é usada lá fora para: falta de compromisso! "estão namorando?" "não. Estamos só ficando." Por isso, para ser professor precisa ter chamado, e no mínimo estar ciente de três coisas: *precisa de intimidade com Deus, buscar mais de Deus, orar, jejuar, trabalhar

"com" Ele, e não pra Ele. (somos cooperadores com Deus) * precisa conhecer o que ensina: a bíblia!!! ler ela "inteira", meditar em suas palavras... se você fosse professor de matemática, teria que estudar sobre matemática, mas se vai "ensinar" a bíblia, precisa estudar a bíblia! Se mesmo um professor de matemática não se aperfeiçoar, só souber que dois e dois são quatro, tudo o que poderá ensinar se resumirá a isso... Agora tem professores hipócritas que dizem aos seus alunos para amar a bíblia, que a bíblia é a palavra de Deus, que precisam conhecê-la; e no entanto eles mesmos não leêm!!! "...instruidor dos néscios, mestre de crianças, que tens a forma da ciência e da verdade na lei; tu pois que ensinas a outro, não ensinas a ti mesmo?" (romanos 2.18-24) Ouvi muitas histórias quando criança, uma delas era assim: "Um velho sábio era muito respeitado, e todos o obedeciam. Uma mãe subiu a montanha onde ele morava e disse: "diga a este meu filho que não coma muito açúcar porque faz mal " ele respondeu: "vá, leve seu menino e retorne daqui duas semanas" duas semanas depois ela voltou: "aqui está o menino... "ele se abaixou, olhou nos olhos do menino e disse: "não coma muito açúcar, porque faz mal" sua mãe ficou revoltada: "mas que palhaçada é essa? você me faz esperar duas semanas, sobe morro, desce morro, e só diz isso? por que não disse isso há duas semanas?" ao que ele respondeu: "porque há duas semanas EU também comia muito açúcar..." por isso eu insisto: estude a bíblia mais e mais a cada dia, Deus tem muito mais a te ensinar, tem coisas que Deus te dirá em particular, coisas que nenhum curso, faculdade, ou livros poderá dizer... *Amor... para ensinar é preciso amor... a pessoa que ama "tira" qualquer impedimento, e a que não ama "cria"! Já viu uma pessoa que está amando? se ela por exemplo for encontrar seu amado, e alguém diz: "tá chovendo" ; ela responde: "tenho guarda-chuva!" se a pessoa insiste: "o transito parou!"; ela logo diz: "vou de metro..." Não importa como, mas a pessoa que ama "sempre" dará um jeito!!! sabe porque? por que ela ama... Agora a que não ama... suas frases preferidas são: "não dá; não posso; não tem jeito; não consigo; impossível; ó dia; ó vida; ó azar..." mas quando existe amor, existe um jeito. Professor, busque a Deus, abra sua bíblia e ame de todo seu coração... sabendo que: "qualquer, pois, que violar um destes menores mandamentos e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele porém, que os "cumprir" e "ensinar", será chamado grande no reino dos céus. (Mateus 5.19) (Fernanda Medeiros) http://meu-cantinho-e-minhas-coisinhas-prefe.blogspot.com.br/ ____________________________________________________________________________ FIQUE SABENDO

MUITOS DIZEM QUE A CRIANÇA É O "FUTURO" DA IGREJA, MAS SE ELA NÃO FIZER PARTE DA IGREJA" HOJE", DIFICILMENTE ESTARÁ NA IGREJA AMANHÃ... CRIANÇAS CRESCEM, SATANAS SABE DISSO, DESVIANDO UMA CRIANÇA DO CAMINHO HOJE, SERÁ UM CRISTÃO A MENOS AMANHÃ. OU PASTOR, EVANGELISTA, MISSIONÁRIO, OBREIRO, MINISTRO, LEVITA, PROFESSOR... É COMO UMA MUDA DE ÁRVORE, ENQUANTO PEQUENA PODE SER FACILMENTE ARRANCADA COM AS MÃOS, MAS TENTE FAZER ISSO DEPOIS QUE CRESCER E CRIAR RAIZES ... (Fernanda Medeiros) http://meu-cantinho-e-minhas-coisinhas-prefe.blogspot.com.br/ _____________________________________________________________________________

Professores... e ensino...

"Como poderei entender, se alguém não me ensinar?" (Atos 8:31) Muitas vezes reclamamos... Reclamamos que os alunos não fecham os olhos pra orar... Que não nos ouvem... nem prestam atenção... que sempre conversam na hora da pregação... Que nunca limpam a sujeira que fazem... Que não mantem a sala organizada... Que nunca praticam o que aprendem... Que vivem correndo pelo meio da igreja... Que colam chicletes nas cadeiras... Que brigam com seus coleguinhas de mesa... que rabiscam as mesas... Cada escolinha, cada professor já me veio com uma lista ENORME de reclamações... Sabem o que eu "VIVO" reclamando com meus pequenos alunos? NADA!!! sim , você leu direito... Pode estar ai pensando que isso é um absurdo...rs Não... não é... No inicio eu "vivia" sim, reclamando de varias coisas... Até me deparar com este versículo citado acima... Desde então eu vejo o problema, e falo sobre ele uma vez só... e não preciso viver repetindo aos mesmos alunos as mesmas coisas... Como eles aprenderam algo que não ensinei? ...digo ENSINEI, não apenas mencionei... Por que muitas vezes fazemos isso: "esperamos" mas não "ensinamos"

ENSINE primeiro, espere ver resultados DEPOIS... Anotei tudo que meus pequenos faziam de errado... E conversei com eles, explicando o porque de ser errado, e o por que de eles agirem diferente... Por exemplo... Trabalhamos com recicláveis e recortes... No final da aula havia um mundo de papel picado nas mesas e no chão pra limparmos... Mas o certo é ensinarmos a serem responsáveis pelo que fazem... Expliquei a eles que cada um ia arrumar a sua bagunça, jogar lixo no lixo, e guarda seu material... Eu deixaria os potes de cada coisa aberta em minha mesa e quando terminassem, colocassem cada coisa em seu lugar... Simples assim... No fim da aula... tudo limpo... eles teem prazer em ajudar sim... As vezes a falha é sua em não dizer o que deve ser feito... e esperar que façam por si... VOCÊ é como um capitão ou capitã de um navio... É você quem diz: "Você ai ajuste as velas! Vocês dois a estibordo. Você suba ao mastro. Você coordenadas..." É você que da a cada criança uma tarefa, de acordo com aquilo que sabem fazer... e ficaram felizes em ser úteis... criança gosta muito de ajudar!!! Coloque-os na recepção, recebendo na porta as crianças que chegam, coloque um pra fazer a chamada, outro pra entregar os materiais as mesas, um pra ler o texto, outro pra fazer a oração do dia. Ensine-os a participar... Ensine também coisas como o porque de se comportar corretamente na igreja... Sem correria, sem gritos, sem sujar... Disse aos meus sobre Moisés e a sarsa... Deus disse: "Tire as sandálias, o lugar que pisa é santo!" Falei aos meus: "Ué... mas não era ali só areia e mato?" "Não!!! Era um lugar aonde Deus estava! Todo lugar que Deus esta é lugar santo! deve ser respeitado... Deus esta aqui... neste lugar nos reunimos pra busca-lo, adora-lo e Ouvi-lo juntos! Não apenas seus pais ou responsáveis... mas cada um de vocês também... então nada de correr, de gritar ou colar chicletes em cadeiras... Orar de coração, não conversar na hora da palavra..." E etc... Depois de eu ter explicado, eles mudaram de comportamento... Eles APRENDERAM... e hoje fico feliz ao ver as vezes um deles explicando a uma criança nova, porque ela não pode jogar lixo no chão... Ai diz: "entendeu? Agora da aqui, deixa que jogo no lixo pra você..."

Um de meus exemplos mais recentes... Observei que eles não sabiam se comportar com uma criança nova... Então expliquei um versículo onde diz que devemos tratar os recém chegados, como gostaríamos de ser tratados... Falei: "Quem aqui gosta de ir numa festa e ser deixado de lado sozinho? quem gosta de chegar num lugar e ser maltratado? Ignorado... Ninguém né... mas as vezes vocês fazem isso aqui... Quando temos uma criança nova, ela não conhece vocês, ela as vezes nunca ouviu falar de Jesus, e nem sabem orar, elas tem problemas, e vem aqui... senta com vocês... Dai vocês a ignoram... nem dizem oi, nem dizem nada, mas sentam com suas panelinhas de sempre... agora imaginem pior... digamos, isso vocês não fazem, mas E SE... E se brigassem com ela por ter sentado em seu lugar sem saber? E se reclamasse porque ela pegou um lápis que você queria usar primeiro... E se você se comporta mau, dando péssimos exemplos de comportamento... Ela veria Jesus em você? Ela desejaria voltar aqui algum dia? Ela teria aprendido alguma coisa com você? Será que você a ajudou em alguma coisa? Deus deseja usar vocês também... A partir de hoje... prestem mais atenção aos novatos... E mostre a eles o que significa amar Deus e ao próximo... Então aconteceu...eu nem imaginava... Numa quarta feira houve uma reunião especial, vieram muitas crianças pela primeira vez. E meus alunos me surpreenderam com suas atitudes, de uma forma que me tocou profundamente... Nunca mais esquecerei do que vi aquele dia, e do que tenho visto desde então... Eles corriam até as crianças novas, e faziam de tudo para fazê-la sentir-se bem vinda ali... Se apresentavam com um largo sorriso, a cumprimentavam, se ofereciam pra ajuda-la em tudo, falavam a ela de Jesus, brincavam com ela...davam bons exemplos... e o tempo todo me davam um sinal de positivo...rs Porque a criança estava feliz... e sentindo-se querida... E os meus pequenos ficaram mais felizes ainda, eufóricos no final da aula me diziam: "Cê viu tia? eles disseram que vão voltar muuuuitas vezes, e que se sentiram muito bem aqui, disseram que nunca foram tão bem recebidos, e que somos crianças muito legais... falamos pra eles trazerem toda família tia! Nas próximas aulas a gente vai fazer isso de novo, é muito

bom né tia? Vem mesmo muitas crianças novas! e agente nunca tinha sabido o que podia fazer..." as vezes você reclama do comportamento de seus alunos... Mas NUNCA ensinou a eles "o que" "e como" pode ser feito... "Como pois aprenderam se NINGUÉM os ensinar?" ENSINE... ensine tudo! Ensine a orar, a meditar, a buscar a Deus... Deus as confiou aos seus cuidados, para que VOCÊ as ensine, não para que espere ver resultados sem nenhum esforço ou plantio... Só assim você verá as coisas mudarem , porque quando você semeia, Deus pode dar o crescimento! Mas se você nada plantar, nada também colhera... Ensine... ou terá passado seu tempo em vão... (Fernanda Medeiros) http://meu-cantinho-e-minhas-coisinhas-prefe.blogspot.com.br/ _____________________________________________________________________________

Você decide... que virá pois a ser este menino? (Lucas 1.66)

Perguntaram a um menino em uma favela de São Paulo: "O que você vai ser quando crescer?" Ele respondeu: "Bandido ou missionário, depende de quem chegar primeiro." "E então? o que você vai fazer a respeito??? " muitos se enganam achando que ministério infantil é assunto apenas para professoras de escolinha, Jesus pediu para que a "igreja" apascentasse seus cordeiros... Deixei parte deste blog voltado apenas para este assunto, na barra lateral tem bastante material sobre evangelismo infantil... Espero que seja útil a todos... porque...

...Posso ser só um cordeirinho mas já sou parte do rebanho... (Fernanda Medeiros) http://meu-cantinho-e-minhas-coisinhas-prefe.blogspot.com.br/ _____________________________________________________________________________

se eu começasse meu ministério de novo...

Se eu começasse o meu ministério de novo... Eu olharia mais nos olhos das crianças, pararia mais para ouvir o que elas tem a me dizer, sentada no chão, ao seu lado, ouvindo as novidades da semana. Oraria mais por meus alunos, sua vidinha, seu ministério, sua família, pediria muito a Deus por ela, sabendo que Ele estaria abençoando minhas crianças. Eu me prepararia muito mais, leria mais a Bíblia, oraria mais por meu ministério. Participaria dos treinamentos e reciclagens para professores, eu não deixaria para sábado à noite todos os preparativos da minha aula. Eu jamais daria uma aula sem estar realmente preparada, sem um planejamento, nunca mais seguraria a revista para ler a lição, como se estivesse lendo uma bula de remédios. Chegaria mais cedo, uns 30 minutos antes de começar a aula, estaria sempre esperando as crianças com um largo sorriso de boas vindas. Investiria mais na vida das crianças, eu as amaria mais, daria mais do meu tempo, minha atenção, dedicação e buscaria ser tudo aquilo que Deus

gostaria que eu fosse. Mas, Aleluia! O Senhor me diz “... eis que faço novas todas as coisas”. Apocalipse 21:5. Sei que não preciso olhar para trás e me lamentar, chorar por tudo aquilo que poderia ter feito, toda minha omissão, ignorância, preguiça... Posso sim, olhar firmemente para o Autor e consumador da fé, Jesus ( Hebreus 12:2) e sei que posso todas as coisas naquele que fortalece. Em Jesus. Eu posso começar meu ministério de novo... Achei este texto em um blog, mas sua autora é Claudia Guimarães, escritora e palestrante, sei por que li seus livros rsrsr... Como diz um velho ditado: "Não posso voltar atras e fazer um novo inicio, mas posso começar agora e fazer um novo fim..." ____________________________________________________________________________

Indisciplina? Não na minha aula!!!
Já assistiu o filme: ao mestre com carinho?

(também não é do meu tempo, mas eu gosto...) hoje ele me parece mais interessante, um professor que pegou uma sala que ninguém queria e transformou numa sala que todos desejaram... Li, esses dias em um blog um texto que gostaria de comentar aqui, uma professora dizia o quanto é quase impossível para os professores de ministério infantil ensinar hoje em dia, por causa de muita indisciplina por parte das crianças... E ela escreveu vários exemplos; e por toda indisciplina na sala de aula ela culpava as crianças e os pais /ou responsáveis... Eu discordo totalmente, pra mim se há indisciplina em sala de aula só existe um único culpado, e este alguém é você professor... "Não é sua sala? não são seus alunos?" você pode até não concordar comigo, mas ouça primeiro o que eu tenho a dizer: Antes de ser professora, eu tinha contato com algumas delas, e as ouvia dizendo as mesmas coisas que li no tal blog, eu insistia com elas que isso podia ser diferente, e elas só diziam: "claro, não é você quem esta ali..." se hoje elas vissem minha sala teriam que concordar comigo, estou ali , é e diferente...Quando comecei é claro que não foi fácil! as crianças foram "acostumadas" a fazer o que quisessem, a se divertir e se distrair durante o "culto dos adultos" e alguns professores realmente não sabiam o que fazer...uns empurravam com a barriga, outros faziam as malas... Admito que eu não tinha experiência nenhuma, então a primeira coisa que resolvi fazer foi observar meus alunos: quem são eles? porque se comportam desta ou daquela forma? qual o

"motivo" de tal atitude? na minha primeira semana me apresentei e disse que as coisas iriam mudar bastante ali. Mas que contava com eles para mudança acontecer, notei que a sala estava meio abandonada, como quase não davam aulas, não tinha material, a sala não era organizada, as "tias" que passaram por ali contavam no dedo tudo que precisava ser feito para melhorar, mas nunca levaram ao conhecimento do pastor, nem fizeram algo a respeito, acho que esperavam Deus descer do céu e tomar as providências sozinho... Muitas vezes você pode achar que seu pastor não colabora, quando na verdade ele não entende do assunto, não sabe nem o que acontece, porque Deus colocou "você" ali exatamente para auxilia-lo nesta área!!! Muitas professoras ficam esperando que o pastor as chame pra perguntar as coisas, quando na verdade ele espera que elas digam alguma coisa, e assim nada acontece... No primeiro dia, disse as crianças que escrevessem tudo o que queriam na escolinha e anotassem num pedido de oração e elas escreveram: brinquedos, cortinas, tv, dvd, livros, decoração, radio, computador... eu também escrevi, depois juntamos todos os pedidos e oramos a Deus, porque a obra é Dele! De tudo o que precisávamos as duas coisas mais importantes pra começar nós já tínhamos: "Deus e muuuuuitas crianças " Graças a Deus Ele nos mandou um pastor segundo Seu coração, que colocou cortinas na sala, fez uma pintura linda e colorida que escolhemos, e ajudou a mudar as coisas; pessoas vieram para ajudar a reformar e organizar, na primeira semana uma sra. apareceu a porta dizendo que Deus a enviou ali para doar brinquedos! Depois recebemos doações de tapetes, bichos de pelúcia, almofadões de pelúcia para a sala dos pequenos, depois foram chegando tv, dvd, radio, livros... o computador...e quando os pais viram nossos esforços passaram a colaborar também! mais professoras se juntaram a mim e a outra irmã que começou comigo, e trabalhamos juntas a cada dia para melhorar, para ensinar... Quando fomos orar agradecemos junto com as crianças a Deus por ter dado tudo e muito além do que pedimos... e por saber que muito mais ainda iria fazer. As vezes você esta ai reclamando de suas condições quando na verdade não é que Deus não faça, mas é sua visão que é tão pequena que Deus nem cabe nela! você não tem objetivos, não tem metas, Deus cumpre o desejo do coração mas e se você nada desejar??? e se você não colocar nada diante de Deus??? Sou testemunha de que coisas acontecem quando nós oramos uma vez minha irmã foi para o grupo de evangelismo e ao chegarem todos lá viram que havia poucos folhetos, o líder então orou junto com eles: "Deus nós estamos aqui, queremos ir evangelizar, não temos material para tantas pessoas que vieram hoje, a obra é Sua, esperamos Sua resposta" passado 5 min. um carro parou e começou a descarregar materiais de evangelismo, o sr. dizia: "nem sei se vocês precisam disto, mas eu senti tão forte Deus me dizendo no coração pra vir aqui que se não venho, não fico em paz!!!" Deus deseja fazer muito mais, mas precisa de pessoas que arregacem as mangas e estejam dispostas a fazer a diferença. Ele socorre aquele que se esforça! "...socorri um que era esforçado..." (sl 89.19)

...Não, não esqueci que o assunto é disciplina, estou chegando lá, é que as vezes para haver disciplina outras coisas precisam ser mudadas, como a própria sala, os métodos, a visão das pessoas, e do professor... Sobre as aulas, a primeira coisa que fiz foi estabelecer as "regras" da sala! toda criança precisa de limites, precisa de regras, isso também é sinal de amor, porque quem ama corrige; então as coloquei num mural para que todas pudessem ver sempre! assim não ia precisar ficar lembrando, ou a criança vir dizer que não sabia... Li com elas e expliquei cada uma: não falar palavrão, não gritar, prestar atenção na lição, não conversar na hora da pregação; fui colocando de acordo com os erros que vi ali... e mostrando na bíblia porque era errado. Coloquei um cartaz na porta: "culto infantil"; coloquei outro lá dentro: "A escolinha faz parte da igreja, estamos em um culto, Deus também esta aqui" (se isto não estiver no coração do professor primeiro, dificilmente estará no dos alunos...) Mudei os métodos de ensino tornando as aulas diferentes a cada dia, com trabalhos manuais, atividades, brincadeiras educativas (veja na apostila que fiz na barra lateral do blog) logo nenhum aluno queria perder aulas ou ficar de fora, alguns pais vieram até perguntar se eu estava dando doces na escolinha porque as crianças ficavam impacientes pra vir, outros disseram que quando não vinham as crianças choravam... Tudo ia bem, até que um belo dia um aluno de dez anos chegou na sala super indisciplinado, fazia brincadeiras sujas e dizia palavrões, na hora o repreendi e avisei que primeiro eu sempre iria repreender e depois colocaria para fora, ele então quis me enfrentar, chutou minha mesa derrubando tudo no chão, cerrou os punhos e preparou um golpe como se fosse um boxeador: "então me coloca agora que eu quero ver! olha só o seu tamanho!" apesar de ser muito mais velha, tenho só um metro e meio...ele era quase maior que eu...então falei: "muito bem, eu gostaria muito que você participasse e espero que você volte, porque nós te amamos e Jesus mais ainda, mas só vai entrar aqui quando estiver disposto a me obedecer, agora você vai pra fora, porque aqui eu sou a autoridade e não importa o meu tamanho, precisa aprender me respeitar..." abri a porta e chamei um obreiro enorme que estava ali na recepção:"por favor acompanhe este meu aluno até onde esta sua avó; mas se ele for me respeitar pode traze-lo de volta" o menino ,claro saiu sem questionar. Mas por dentro eu estava muito triste, e não via a hora dele retornar, porque são justamente estes que mais quero nas aulas, eles precisam ouvir a palavra porque só ela tem o poder de transformar vidas quando plantadas no coração... Conversei com a sala a respeito dele, para que o tratassem muito bem, e não caçoassem dele, expliquei o quanto Jesus o amava. E gostei da atitude deles, e das coisas que disseram , como que o ajudariam... Passado 10 min. ele estava de volta bem diferente: "com licença tia, a sra. me desculpa? prometo que vou obedecer, mas quero ficar aqui..." Por isso antes de dizer algo, devemos pensar muito bem, porque teremos que cumprir ou nunca teremos crédito. Procurei saber muito mais a respeito dele e o porque de suas atitudes tão hostis, ele sempre estava querendo discutir com os colegas, insistia que quando riam era dele, disse que ia ser bandido quando crescer e me dar um tiro...e toda vez que dizia algo ruim queria que eu desse uma resposta ruim:" você não entendeu? disse que vou te dar um tiro! não vai dizer que me odeia? que não liga?" mas eu o amo muito pra fazer isso, só vivia insistindo: "claro que não! nós aqui amamos você, nunca vamos deixar de te amar de torcer por você, de te esperar para aula todo dia, não importa o que você diga..." eu, as professoras, os alunos sempre dizíamos a ele palavras de amor e carinho, dizendo o quanto ele era especial e importante... Soubemos que morava com a avó, que sua mãe estava presa e que riam dele na escola, e isso lhe causou revolta e rebeldia...então trabalhamos muito com ele, mas com relação as aulas nunca mais atrapalhou a pregação e dizia aos novatos: "silencio pessoal... a tia já me pôs pra fora uma vez..."

A cada dia celebrávamos as mudanças dele, isso não tem preço! quis comprar uma bíblia, começou a me trazer os estudos que fazia em casa sozinho, a ser o primeiro a chegar, a ser meu ajudante recebendo os alunos, a contar testemunhos pra sala, e chegou o dia que testemunhou que sua mãe estava livre e ali assistindo o culto na igreja!!! e ele disse:" hoje sou um novo "Pedro" (vou chamá-lo assim)sou uma nova criatura em Jesus, o antigo um dia foi colocado pra fora da sala , mas eu serei um pregador do evangelho de Jesus, conta pra eles como eu mudei tia..." sabe isso vale todo esforço, cada lágrima, toda luta, nada pode ser comparado, isso não tem preço... Este foi só um exemplo de indisciplina por parte da criança (porque as vezes o problema é a sala, os métodos, ou "seu" modo de agir); existem muitos outros e você terá que descobrir as causas para então trabalhar com cada criança de uma forma diferente. Já procurou saber porque uma criança chora tanto em sua sala? uma vez perguntamos a uma mãe e ela contou que seu filho de dois anos ficou com trauma depois que uma enfermeira machucou o bracinho dele quando a mãe não estava por perto, tivemos que trabalhar com ele de forma a tratar esse trauma e mostrar que nunca o machucaríamos. Outro exemplo é você usar de sabedoria e fazer do indisciplinado um aliado, veja a seguir...

Uma professora me disse certa vez: "você não vai conseguir dar aula direito porque tem um menino chamado Luis (vou chamá-lo assim) que não para quieto, ele abre a porta pra olhar lá fora o tempo todo!" Então resolvi trabalhar diferente com ele, falei na aula: "vou precisar de um ajudante e vou escolher...você Luís! é uma tarefa super importante!" ele ficou muito animado! "preciso que cuide da porta pra mim, pra que ninguém a abra sem autorização, porque isso tira a atenção dos alunos, da tia e das pessoas no culto dos adultos também, então se você vir alguém tentando abrir a porta me avise ok?" ele: “pode deixar tia vou ficar de olho!" e sabe o que aconteceu? acertou! ele não abriu a porta nem uma vez! e sempre que eu olhava pra ele me dava um sinal de que estava alerta... No final fui lhe agradecer pela ajuda, e todo animado ele dizia: "cê viu tia? ninguém abriu a porta hoje! não pode atrapalhar o culto né tia? Jesus não gosta disso, pode deixar sempre comigo agora tá tia? toda aula eu vou estar aqui de olho no pessoal!!!" Por isso digo, cada caso deve ser tratado de forma diferente, e como você vai saber? dedicando tempo a conhecer seus alunos; mudando seu próprio modo de agir e orando muito a Deus para fazer aquilo que você não puder, e lhe dar direção para o que pode!

Por isso insisto que se há crianças indisciplinadas na sala a culpa é do professor, se Deus te colocou com esta turminha, é para que você ore por seus alunos, conheça seus alunos, para saber pelo que orar, consagre sua sala como nós aqui fazemos, todo inicio de mês nós professoras ungimos cada cantinho, entregando tudo a Deus, a sala os materiais, os alunos e professores, as aulas (...) para que Ele aja ali, para que vidas possam ser transformadas através da pregação da palavra, para que não haja ali rebeldia, para que não haja acidentes, enfim, damos a Ele o lugar Dele... Só digo uma coisa muitíssimo importante: sem "nascimento" não há crescimento! não espere atitudes cristãs de uma criança que ainda nem tem a Cristo!!! isso tem sido onde muitos professores tem falhado, dizendo a criança que é pecado fazer isso ou aquilo, ela nem se importará, porque o que ela precisa primeiro é conhecer Jesus e Ele a convencerá de que aquilo é errado, e só assim ela deixara de fazê-lo... "na verdade foi depois que me converti que tive arrependimento..."(je31.19) "...o amor de Deus fez com que eu me arrependesse" (rm 2.4) Para iluminar um quarto não lançamos fora as trevas, mas deixamos a luz entrar e eis que as trevas desapareceram!!! Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida. (João 8.12) Não fomos chamados para lançar fora as trevas, mas para acender a luz... (Fernanda Medeiros) http://meu-cantinho-e-minhas-coisinhas-prefe.blogspot.com.br/ __________________________________________________________________________

Ó dia... Faça a diferença!!!

Pra quem não conhece aqui esta o hard...
...ou muitos de nós... Se você, professor está numa escolinha sem recursos, desorganizada, feia, mau cuidada, suja... e pensando: “coitadinho de mim”, ó dia, ó vida, ó azar... Procure se levantar! Deus diz: “levanta-te, poe-te em pé e falarei contigo" (Ezequiel 2.1) Não são as coisas a sua volta que precisam mudar, é você! Você está ai pra isso! Pra fazer a diferença. Se outros disseram que era impossível, mostre a eles o que Deus é capaz de fazer quando se acredita. Pare de ficar se lamentando para os outros: “minha escolinha não é boa porque o meu pastor não me ajuda; não consigo dar aula se não me derem material; Se fosse assim, se fosse assado... eu tivesse mais isso, mais aquilo...” (quando comecei a dar aula, todo meu material era reciclável, nem por isso deixei de ensinar, tanto que eles preferem até hoje aulas com rolinho, tampinha... *veja-os na lateral: trabalhos manuais)

Deus quer que você faça o que “puder” e o que não puder, confie Nele para fazer! olhe só o que Jesus disse: “Esta fez o que podia; antecipou-se a ungir o meu corpo para a sepultura. Em verdade vos digo que, em todas as partes do mundo onde este evangelho for pregado, também o que ela fez será contado para sua memória." (marcos 14.8,9) a mulher fez o que podia!!! como diz o evangelista Tl. Osborn: "quando não puder fazer tudo o que quer, faça tudo o que puder!" Deus quer que você tenha sonhos, metas, objetivos para que Ele possa realizar. " Deleita-te também no SENHOR, e te concederá os desejos do teu coração" (salmo 37.4) “ O desejo do justo Eu o cumprirei” mas e se você não desejar nada?!? Arregace as mangas, vá em frente! Passe adiante sua visão, peça aos irmãos para te ajudar, faça uma pintura nova, uma decoração que não precisa ser cara, mas feita com muito amor; arrume sua sala, organize-a, deixe-a sempre limpa; ame seus alunos, ensine-os; e pode esperar... coisas extraordinárias irão acontecer!!! Mas uma coisa eu te digo! Cuide primeiro do que é seu; já vi professoras de escolinha rindo enquanto crianças quebravam tudo pela frente! Se quer achar engraçado, deixe pra fazer isso quando for na sua casa, duvido que alguém fique rindo enquanto quebram suas coisas... Não digo pra não lhe darem brinquedos, mas que existe uma grande diferença entre brincar e quebrar; e você pode ensinar isso a ela. Então comece a cuidar melhor de tudo que sua escolinha tem, lave, costure, concerte, e se houver necessidade JOGUE NO LIXO. Nunca deixe lixo para crianças brincarem , a casa de Deus não é lugar de lixo e duvido que Ele goste de ver a escolinha cheia deles. Se você não cuidar do que é seu, pra que Deus vai te dar mais?!? Faça isso, a partir de hoje coloque seu coração, mude sua visão, tenha objetivos específicos, faça aquilo que você puder, e você vai se surpreender com o que seus olhos irão ver. Você pode estar ai pensando: “mas é tão pouco o que tenho” saiba que uma vez um garotinho colocou nas mãos de Jesus tudo o que tinha, 5 pães e dois peixes, e você sabe muito bem o que Jesus fez!!! O que você tem para colocar hoje em Suas mãos?!? Não espere as coisas mudarem, “faça” com que elas mudem! Deus te colocou ai onde está pra isso. Então “seja” a diferença que tanto espera ver... seus alunos agradecem... (isso vale pra qualquer pessoa que passa a vida a espera de uma mudança!!!) Fernanda Medeiros http://meu-cantinho-e-minhas-coisinhas-prefe.blogspot.com.br/ __________________________________________________________________________

Disciplina em sala de aula O que pode causar problemas de disciplina?

AS CRIANÇAS Crianças inquietas: Têm um período breve de atenção; Ficam mais agitadas quando o professor dá uma aula e não permite que eles participem; Não conseguem ficar sentadas por muito tempo sem atividades com movimentos. Sugestões: Supere isto com participações como cânticos rápidos com movimentos e por último cânticos lentos; brincadeiras de visão; atividades enquanto repetem versículos para memorizar; antes de começar uma história cante algo para chamar a atenção, etc. Crianças egocêntricas: Querem ser o centro das atenções; Não pensam nos sentimentos dos demais. Sugestões: Supere isto com conselhos pessoais e muita oração. Cristo deve ser preeminente na vida, não o “eu”. O amor pensa nos outros! Realize atividades em duplas, trios, divida responsabilidades, peça ajuda na arrumação, no lanche; explique a importância de amar, cuidar, servir o outro. Crianças desenfreadas: Fazem o que querem em casa; Impacientes, rudes, iradas, ciumentas. Sugestões: Supere isto com o ensino da palavra por preceito e exemplo. Dê formas específicas em que as crianças possam ser amáveis. Dê exemplo de personagens bíblicos que pensavam antes de agir. Lembre-as o local em que estão, o motivo de estarem na Igreja e o que Deus pensa de tais atitudes. Crianças maliciosas: Podem estar passando por situações difíceis em casa (por exemplo: divórcio, pais negligentes, abuso, doenças mentais...) Má escolha de amizade; Violência vista na televisão, Falta de modelos apropriados, Uso de álcool ou drogas. Sugestões: Supere isto ao ensinar e viver o amor de Cristo. Ore constantemente por esta criança; ela necessita da ajuda de Deus. Confie que o Senhor fará que a Palavra de Deus toque em seu coração e tenha vitória A SALA

Uma sala desordenada leva as crianças a serem desordenadas; Pouca luz ou muito brilhante; Sala muito fria ou muito quente; Cadeiras de tamanho inadequado; bagunça; Sugestões: Remova as distrações antes da aula; Recolha os brinquedos que as crianças tenham trazido antes da aula; Diminua as interrupções. Organize sua sala com amor, faça uma decoração adequada, deixe-a um lugar prazeroso, agradável... O PROFESSOR

Falta de preparo - Professor que não prepara a aula com antecedência, fica perdido em sala e não sabe o que fazer. “Maldito o que faz com negligência o trabalho do Senhor”. (Jeremias 48:10) Falta de organização - Professor que deixa as crianças dominarem o ambiente, fazerem tudo o que querem, deixa os brinquedos pelo chão, cadeiras desarrumadas, papel, tesoura, lápis e outros materiais espalhados pela classe. As crianças são desorganizadas por natureza, o professor não pode ser; ao contrário, deve ensiná-las e treiná-las a serem organizadas. Sugestões: Faça um esboço da aula; pratique-a em voz alta; Planeje um horário para seu tempo de ensino; Decida como ensinar o versículo; Organize os visuais e ponha-os na ordem em que vai usá-los. Ao entregar um material ou brinquedo só o faça depois de guardar o que não será mais utilizado. Incentive as crianças a recolherem o que cai no chão, a jogar o lixo no lixo. Fracasso em conseguir a atenção das crianças antes de começar- Sugestões: Faça uma dinâmica, uma atividade atrativa com músicas, movimentos, brincadeiras ou fantoches para introduzir a aula. Falta de autoridade- Sugestões: Imponha autoridade por sua atitude e exemplo; Não seja autoritário nem permissivo. O tom de voz é muito importante, falar olhando nos olhos da criança, falar pausadamente. Linguagem pobre- Sugestões: A mudança do tom, ritmo e volume ajudará a manter a atenção; Na medida do possível, modifique o tom de voz dos personagens da história que está contando. Não use palavras que estejam muito abaixo do nível de seus alunos, não os trate como bebês, nem use vocabulário que não possam entender. Seja equilibrado. Mau exemplo- Sugestões: O professor tem que viver o que ensina; Não se distraia com conversas com outros professores na hora da aula. No momento da aula, você precisa ter toda sua atenção voltada para as crianças. Mesmo no momento das brincadeiras, é importante que você se aproxime delas, conquiste as que são frias e distantes, brinque com elas, converse, você precisa fazer parte da vida delas. VEJA A EQUAÇÃO: Oração + Preparação adequada + Apresentação apropriada da lição = um aluno sem problema de disciplina. O "professor" é a chave para uma classe bem disciplinada. OUTROS LEMBRETES IMPORTANTES! Seja coerente: faça o que diz! Não prometa ou faça ameaças que não possa cumprir. Não se desculpe por inabilidades. Evite correções verbais constantes como: “Calem-se”, “Sentem-se quietos!” Ao contrário, quando estiverem muito desordenados, chame-os para outra atividade. Use uma forma positiva como: “Queridos, andem sem fazer barulhos...” em vez de: “Não corram!”... Evite gritar; Elogie as crianças livremente; especialmente as mais bagunceiras quando estiverem comportadas. Deixem que se divirtam antes ou depois da lição; use brincadeiras e músicas movimentadas. Crianças possuem muita energia e precisam gastá-la de alguma forma; se não for fazendo atividades dirigidas pela professora, será fazendo bagunça. Prepare ATIVIDADES EXTRAS, como jogos (ex: vivo ou morto, dança da cadeira), caso o culto se estenda. Mesmo que tenha "uma" criança na sala, não deixe passar a oportunidade de ensiná-la. Valorize-a! PROCURE AJUDA! Chame os líderes e/ou os responsáveis pela criança que não se comporta. Como podemos prevenir que os problemas de disciplina aconteçam? A disciplina não depende de ter um grupo de alunos com bons modos, senão de ter um professor que combate os problemas antes que surjam. Descubra seus alunos (Pastoreie-os). Veja a criança como um indivíduo. Conheça as características básicas da idade das crianças com quem trabalha. Compreenda que as crianças diferem em necessidades e respostas. Conheça o que há por trás de cada criança, seus interesses, ambições, dificuldades, necessidades, níveis de maturidade,...Interceda por elas; Saiba estabelecer bons modos. Dê instruções claras. Diminua

suas exigências e expectativas; estabeleça regras .Corrija o comportamento errado com amor; Investigue a sua vida. Você está agindo como um exemplo que as crianças devam seguir? Planeje sua lição/ aula; Demonstre amor e atenção por cada criança. Aceite a criança do jeito que ela é: olhe além da superfície. Dê a criança palavras de estímulo. Ouça o que ela diz e como diz; Introduza seus alunos na vida cristã, disciplinando-os, ensinando valores e princípios cristãos; Nunca perca o controle! Você não ganhará o controle da classe, perdendo seu autocontrole. O professor precisa estar calmo, cheio do Espírito, controlado pelo Espírito. Deus nos adverte quanto à ira (Prov. 14:17,29; 15:1,18: 16:32; 19:11; 25:28,29:20,22);Assegure-se de evangelizá-las e educá-las. Leve-os à Cristo. Ensine-lhes a Palavra para que possam crescer. Fonte: APEC / Adap. Luci Ellen Luz __________________________________________________________________________

Tu me amas?
"Se me ama... apascenta meus cordeiros" (João 21.15) Isso não foi dito para apenas alguns de nós, mas para todos aqueles que amam a Jesus!!! Pense nisso... Cordeiros são os filhotes das ovelhas, que por falta de cuidado e atenção acabam se tornando presas fáceis para os "lobos".

Posso ser só um cordeirinho... Mas sou parte do rebanho!!! (Fernanda Medeiros) http://meu-cantinho-e-minhas-coisinhas-prefe.blogspot.com.br/ ___________________________________________________________________________

Educação cristã

O que a educação cristã não é: 1- Educação cristã NÃO É memorização de fatos e textos bíblicos. Certamente que "inclui" conhecimento de grandes histórias e fatos bíblicos: como David matou Golias; onde Paulo foi nas suas viagens missionárias; os nomes das doze tribos de Israel. Saber que a bíblia protestante tem 66 livros, 1.189 capítulos e 31.173 versículos é interessante. E poder citar textos de cor pode ter muito valor na luta contra o pecado. Mas os fariseus eram campeões de concursos de ebs (escola bíblica sabatina), sem ter a mínima noção do que era educação cristã. Todos nós conhecemos pessoas "craques" de bíblia, mas com vidas fracassadas. O próprio diabo conhece bem a bíblia, mas nem por isso tem uma educação cristã (veja Tiago 2.19; Mateus 4.6) conhecimento bíblico é fundamental, mas não é a essência da educação cristã. Educação verdadeiramente cristã toca o coração, a vida do indivíduo. 2- educação cristã NÃO É moralização. Ame a seu próximo. Não tire o que não lhe pertence. Respeite os idosos. Não brigue com sua irmã. Certamente princípios morais são importantes, e fazem parte da educação cristã. Mas a bíblia não foi escrita como livro de etiqueta. O problema é quando "moralizamos" de uma maneira que seria tão apropriada a uma sinagoga, mesquita, ou igreja mórmon ou evangelica. Uma mensagem ou lição que recomenda moralidade e compaixão "sem" falar de Cristo permanece subcristã, mesmo que o mensageiro consiga provar que a bíblia exige este comportamento. O que a educação cristã é:

Certa vez, uma menina em idade pré-escolar tinha de fazer o papel de Maria, mãe de Jesus, numa peça teatral natalina. No inicio, tudo ia bem, e Maria sorria com satisfação enquanto admirava o boneco na manjedoura. Mas logo os animais, e pastores, e reis magos, e outras pessoas encheram o palco, até que ninguém podia ver o berço humilde. A menina, então, levantou o boneco acima da cabeça de todos, onde ela ficou até o final da peça. Depois, quando alguém perguntou porque ela fez isso, a menina declarou; "todos estavam tirando o seu lugar...eu tinha de levantar Jesus!" O que é educação verdadeiramente cristã? Numa palavra, é (ensino, pregação, discipulado)

focalizada na pessoa de Cristo. Jesus Cristo é o que faz a educação cristã "cristã"! Ele é o destaque, a distinção entre ensino religioso e ensino cristão. Ele é o ponto central de TODAS as escrituras. Educação cristã se resume Nele estar presente em todo ensino que se diz cristão. (David Merkh e Paulo França-livro: "101 ideias criativas para professores") Concordo plenamente com isso, já vi muitas vezes crianças citando versículos que aprenderam de cor em suas escolinhas sem fazer a mínima ideia do que significam; e professores ensinando : não atire o pau no gato, não roube goiaba...deixando a criança com a ideia errada de que basta ser bonzinho para se ir pro céu...

Sou Fernanda Medeiros,
Autora do Blog: http://meu-cantinho-e-minhas-coisinhasprefe.blogspot.com.br/ Fiz esta Apostila para ajudar professores aqui do ministério infantil, com textos de minha autoria e textos onde citei seus devidos autores e a fonte, aonde vocês podem conferir muito mais coisas interessantes sobre suas obras... Meu objetivo aqui não é de forma alguma prejudicar alguém... Só peço que ao “compartilhar” MEUS textos, façam como fiz, e mantenham seus autores... Assim como digo em meu blog: Permito que leia e copiem minhas idéias à vontade! É sempre bom compartilhar. ... Só tem me entristecido ver pessoas que pegam meus textos, minhas historias de vida rs e passam adiante como se fossem DELES e ficam recebendo créditos por algo que NÃO fizeram. Isso é realmente chato e triste também... Já outros, Eu entendo que já acharam minhas coisas sem créditos espalhadas por ai rs, eu escrevo muito...rs Fico muito feliz e me sinto honrada quando um texto é passado adiante, que Deus seja glorificado por isso, que Ele vá ha lugares aonde talvez eu nunca vá, e fale a corações que talvez eu nunca conheça!!! Só entendam que de minha parte é triste quando pessoas chegam a mim dizendo: "Eu vi este seu texto ai, É DO FULANO DE TAL não é seu..." quando na verdade é uma historia de minha vida...

Então, Quer levar? Compartilhar? Pode! Mas mantenha os créditos ou a fonte... Eu sinceramente de coração agradeço .

As idéias aqui compartilhadas que não são de minha autoria estarei colocando sempre os devidos créditos, caso não conste, e esteja como DESCONHECIDO é porque encontrei assim, e preciso de sua ajuda para saber de quem é, e registra-la. Como disse, minha intenção não é prejudicar ninguém... Apenas compartilhar o que aprendo e aprender com o que vocês compartilham, para que assim "JUNTOS possamos ir crescendo cada dia mais" Deus os abençoe!!! Att Fernanda Medeiros http://meu-cantinho-e-minhas-coisinhas-prefe.blogspot.com.br/

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->