Você está na página 1de 2

Socializao por fragmentos

No primeiro captulo do seu livro Vises da tradio sociolgica, o socilogo estadunidense Donald Levine discute uma das caractersticas do nosso tempo: a viso fragmentria do mundo. Seu texto inspira um reflexo sobre o processo de socializao tal como ocorre hoje. Cada Vez mais, a socializao acontece em pequenos fragmentos. A televiso despeja imagens e as pessoas zapeiam de canal em canal. A leitura de livros substituda pela de resumos ou de resenhas publicadas nos peridicos, quando no apenas por frases e pargrafos soltos destacados em revistas semanais. Os computadores apresentam as notcias e informaes como se fossem todas iguais e tivessem a mesma importncia. Os pais entregam os filhos para as escolas e acreditam que com isso esto educando. Os estudantes demonstram uma capacidade reduzida para argumentar com fundamento e quase no tm viso histrica ou processual do que est acontecendo, pois, como diz Eric Hobsbawm, para eles at a Guerra do Vietn pr-histrica . Os mais velhos so considerados improdutivos e ultrapassados, um peso para os familiares, como se no pudessem mais dizer ou ensinar algo aos mais novos. O que importa o momento e o novo que aparece a todo instante.

1- possvel um processo de socializao que no leve em conta a experincia acumulada? Explique. 2- As mudanas atualmente so to radicais que o que foi escrito e pensado pelos que nos antecederam pouco servem hoje? 3- Como voc interpreta a fragmentao a qual se refere o texto? O quadro pintado no texto est muito carregado de tintas escuras e de pessimismo, ou a realidade essa mesmo?

Você também pode gostar