Você está na página 1de 2
Financiamento da RAPS: CAPS: valores de financiamento são incorporados ao Teto Financeiro do MAC. Haverá

Financiamento da RAPS:

CAPS: valores de financiamento são incorporados ao Teto

Financeiro do MAC. Haverá repasse de acordo com as seguintes modalidades: CAPS I (R$ 28.305,00 - vinte e oito mil e trezentos

e cinco reais) mensais; CAPS II (R$ 33.086,25 - trinta e três mil

oitenta e seis reais e vinte e cinco centavos) mensais; CAPS III (R$ 63.144,38 - sessenta e três mil cento e quarenta e quatro reais e trinta e oito centavos) mensais; CAPS i (R$ 32.130,00 - trinta e dois mil e cento e trinta reais) mensais; CAPS AD (R$

39.780,00 - trinta e nove mil setecentos e oitenta reais) mensais;

e CAPS AD III (24h) (R$ 78.800,00 - setenta e oito mil e oito- centos reais) mensais.

Serviços Residenciais Terapêuticos (SRT): são duas moda- lidades deste serviço, as SRT tipo I e as SRT tipo II. Cada SRT deve ter um mínimo de quatro moradores, e o incentivo de implantação tanto da SRT tipo I como tipo II é de R$ 20.000,00 (vinte mil reais). O custeio mensal da SRT tipo I é de R$ 10.000,00 (dez mil reais) para cada grupo de oito moradores e o custeio mensal da SRT tipo II é de R$ 20.000,00 (vinte mil reais) para cada grupo de dez moradores.

Programa de Volta para Casa (PVC): o auxílio reabilitação psicossocial para pacientes com transtornos mentais egressos de longas internações, foi fixado no valor de R$ 320,00 (trezentos e vinte reais) mensais por paciente, pelo período de um ano com possibilidade de renovação.

Unidade de Acolhimento (UA): São dois tipos de UA, a tipo Adulto (destinada às pessoas maiores de dezoito anos, de ambos os sexos) e do tipo Infanto-Juvenil (destinada às crianças

e aos adolescentes, entre dez e dezoito anos incompletos, de

ambos os sexos). A UA Adulto terá disponibilidade de dez a quinze vagas, já a UA Crianças e Adolescentes terá disponibilida-

de de dez vagas (sendo implantada uma UA a cada cinco mil crianças e adoles- centes em risco para uso de drogas ou região que conta- bilize de dois mil e quinhen- tos a cinco mil crianças e adolescentes em risco para uso de drogas).

mil crianças e adolescentes em risco para uso de drogas). Alexandre Rajão. Sem nome. 1995. Desenho/Colagem

Alexandre Rajão. Sem nome. 1995. Desenho/Colagem em papel. Usuário de CAPS.

O incentivo financeiro de implantação de UA é de R$ 70.000,00

(setenta mil reais) e o incentivo financeiro de custeio mensal é de R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais) para UA Adulto e R$

30.000,00 (trinta mil reais) para UA Infanto-Juvenil.

SHR: incentivo financeiro de implantação de leitos hospitalares de atenção a pessoas com sofrimento ou transtorno mental e com necessidades de saúde decorrentes do uso de crack, álcool e outras

drogas: R$ 18.000,00 (dezoito mil reais) para a implantação de até cinco leitos; R$ 33.000,00 (trinta e três mil reais) para a implantação

de seis a dez leitos; R$ 66.000,00 (sessenta e seis mil reais) para a

implantação de onze a vinte leitos; R$ 99.000,00 (noventa e nove mil reais) para a implantação de vinte e um a trinta leitos. Este in- centivo poderá ser utilizado para aquisição e instalação de equipa- mentos, para adequação da área física, para capacitação e atualiza- ção das equipes (até 70% do valor total deverá ser gasto com obras

de adequação da área física e com aquisição de equipamentos; e no

mínimo 30% do valor total pode ser destinado à qualificação das equipes e implantação do ponto de telessaúde). O incentivo finan- ceiro de custeio anual é de R$ 67.321,32 (sessenta e sete mil tre- zentos e vinte e um reais e trinta e dois centavos) por cada leito

implantado.

Link da Saúde Mental

www.saude.gov.br/saudemental

Link da Saúde Mental www.saude.gov.br/saudemental Ênio Sérgio de Carvalho. Sem nome. 2003. Óleo sobre

Ênio Sérgio de Carvalho. Sem nome. 2003. Óleo sobre tela. Usuário de CAPS.

Coordenação Nacional de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas

Ministério da Saúde. SAF/Sul - Trecho 02 - Lote 05/06 - Torre II - Sala 13. Edifício Premium - Brasília/ DF - CEP: 70070-600. Tel: (61) 3315-9144 / Email:

saudemental@saude.gov.br

Tel: (61) 3315-9144 / Email: saudemental@saude.gov.br REDE DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL Coordenação Nacional de

REDE DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL

Coordenação Nacional de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas

saudemental@saude.gov.br REDE DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL Coordenação Nacional de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas
saudemental@saude.gov.br REDE DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL Coordenação Nacional de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas
saudemental@saude.gov.br REDE DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL Coordenação Nacional de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas
saudemental@saude.gov.br REDE DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL Coordenação Nacional de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas
Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) Rede de saúde mental integrada, articulada e efetiva nos diferentes

Rede de Atenção Psicossocial (RAPS)

Rede de saúde mental integrada, articulada e efetiva nos diferentes pontos de atenção para atender as pessoas em sofrimento e/ou com demandas decorrentes dos transtornos mentais e/ou do consumo de álcool, crack e outras drogas.

PORTARIA Nº 130/12, DE 26 DE JANEIRO: Redefine

o Centro de Atenção Psicossocial de Álcool e outras Drogas 24 h (CAPS AD III) e os respectivos incentivos financeiros.

PORTARIA Nº 121/12, DE 25 DE JANEIRO: Institui a Unidade de Acolhimento para pessoas com necessidades decor- rentes do uso de Crack, Álcool e Outras Drogas (Unidade de Acolhimento), no componente de atenção residencial de caráter transitório da Rede de Atenção Psicossocial.

PORTARIA Nº 122/12, DE 25 DE JANEIRO: Define as diretrizes de organização e funcionamento das Equipes de Consultório na Rua.

PORTARIA Nº 123/12, DE 25 DE JANEIRO: Define os critérios de cálculo do número máximo de equipes de Consultó- rio na Rua (eCR) por Município.

PORTARIA Nº 131/12, DE 26 DE JANEIRO: Institui

incentivo financeiro de custeio destinado aos Estados, Municípios

e ao Distrito Federal para apoio ao custeio de Serviços de Aten- ção em Regime Residencial, incluídas as Comunidades Terapêu- ticas, voltados para pessoas com necessidades decorrentes do uso de álcool, crack e outras drogas, no âmbito da Rede de Atenção Psicossocial.

PORTARIA Nº 132/12, DE 26 DE JANEIRO: Institui incentivo financeiro de custeio para desenvolvimento do compo- nente Reabilitação Psicossocial da Rede de Atenção Psicossocial do Sistema Único de Saúde (SUS).

PORTARIA Nº 148/12, DE 31 DE JANEIRO: Define as normas de funcionamento e habilitação do Serviço Hospitalar de Referência para atenção a pessoas com sofrimento ou trans- torno mental e com necessidades de saúde decorrentes do uso de álcool, crack e outras drogas, do Componente Hospitalar da Rede de Atenção Psicossocial, e institui incentivos financeiros de investimento e de custeio.

Componentes da RAPS

de investimento e de custeio. Componentes da RAPS Legislação DECRETO Nº 7.508/11: Para ser instituída, a

Legislação

DECRETO Nº 7.508/11: Para ser instituída, a Região de Saúde deve con- ter, no mínimo, ações e serviços de:

I - atenção primária;

II - urgência e emergência;

III - atenção psicossocial;

IV - atenção ambulatorial especializada e

hospitalar; e

V - vigilância em saúde.

PORTARIA Nº 3.088/11, DE 23 DE DEZEMBRO: Institui a Rede de Atenção Psicossocial para pessoas com sofrimento ou transtorno mental e com

necessidades decorrentes do uso de crack, álcool e outras drogas, no âmbito

do Sistema Único de saúde.

PORTARIA Nº 3.089/11, DE 23 DE DEZEMBRO: Dispõe, no âmbito

da Rede de Atenção Psicossocial, sobre o

financiamento dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS).

financiamento dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS). Ênio Sérgio de Carvalho. Gato. 2003. Óleo sobre tela.

Ênio Sérgio de Carvalho. Gato. 2003. Óleo sobre tela. Usuário de CAPS.

PORTARIA Nº 3.099/11, DE 23 DE DEZEMBRO:

Estabelece, no âmbito da Rede de Atenção Psicossocial, recursos a serem incorporados ao Teto Financeiro Anual da Assistência Ambulatorial e Hospitalar de Média e Alta Com- plexidade dos Estados, Distrito Federal e Municípios referen- tes ao novo tipo de financiamento dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS).

Distrito Federal e Municípios referen- tes ao novo tipo de financiamento dos Centros de Atenção Psicossocial