P. 1
Trabalho de Teologia Sistematica - Sobre Deus

Trabalho de Teologia Sistematica - Sobre Deus

|Views: 2.884|Likes:
Publicado porDaniel Deusdete
Trata-se de um trabalho escolar sobre Deus e seus atributos
Trata-se de um trabalho escolar sobre Deus e seus atributos

More info:

Published by: Daniel Deusdete on Jul 09, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/12/2013

pdf

text

original

TEOLOGIA SISTEMÁTICA - NOTURNO

PROF. GEOMÁRIO QUESTÕES PARA PESQUISA

1. Em que sentido Deus é cogniscível e incogniscível? É cogniscível no sentido de que podemos conhecê-lo, pois Deus se deu a conhecer aos homens por meio de sua revelação quer seja natural, por meio dos céus e da terra, por meio das coisas criadas, quer seja pela consiciência humana, a lei moral existente dentro de cada uma de suas criaturas, quer pela Bíblia, a fonte principal de informação a respeito de Deus em Seu caráter e trabalho. É incogniscível no sentido de que não podemos compreendê-lo em sua plenitude haja vista a limitação do homem. Também é incogniscível no sentido de que o homem pela sua própria natureza pecadora adâmica é incapaz por si só de conhecê-lo. Somente a graça de Deus pode ajudá-lo a compreender as coisas espirituais. 2. O quê é conhecimento adquirido? É o conhecimento que tem a ver com o conhecimento a posteriori, isto é, o conhecimento que vem após a observação da criação e dos eventos redentores demonstrados nas Escrituras. Deriva-se da revelação geral e especial de Deus. É resultado de pesquisa. Ultrapassa o conhecimento inato ou ingênito (a priori, o semen religionis e o sensus divinitatis). O conhecimento inato é inerente à constituição da alma humana, enquanto que o conhecimento adquirido é derivado ou produto da observação, estudo ou reflexão. Só pode ser obtido pelo processo exaustivo da percepção e reflexão, raciocínio e argumentação, depende do esforço humano. Contudo, precisamos ultrapassar o mero conhecimento intelectual e chegar ao conhecimento experimental.1

1

http://ricardodemoraes.blogspot.com/2007/09/doutrina-de-deus.html Página 1 de 6

ALUNO: http//:eucreioanimaamin.blogspot.com

TEOLOGIA SISTEMÁTICA - NOTURNO
PROF. GEOMÁRIO QUESTÕES PARA PESQUISA

3. É possível definir Deus? Por quê? Não, não é possível. Deus não pode ser compreendido em sua plenitude pela natureza humana, porque o homem é um ser finito, limitado, mas podemos estudar e compreender os seus atributos. 4. O que queremos dizer ao atribuir personalidade a Deus? Queremos com isso, torná-lo acessível a fim de melhor o compreendermos. Deus é pessoa. Possui personalidade e existência própria, inteligente, independente de nós humanos. Quando dizemos que Deus é pessoa isso significa que com ele podemos nos relacionar. Podemos orar a ele, adorá-lo, louvá-lo e ele pde falar conosco, alegrarse conosco e nos amar. 5. O quê é infinitude divina? A infinitude divina é um atributo incomunicável de Deus, é exclusivo. Somente Deus é infinito. Deus não tem início nem fim. Isso no que concerne ao espaço e ao tempo. Para nós existe o passado, o presente e o futuro, mas para Deus, não. Tudo é como se fosse um eterno presente. 6. O quê a Escritura quer dizer quando fala do nome de Deus no singular? Signigifica que Deus é autoexistente, autosuficiente e que se basta a si mesmo. Deus não precisa dos homens, nem das coisas criadas, nem de coisa alguma, pois

ALUNO: http//:eucreioanimaamin.blogspot.com

Página 2 de 6

TEOLOGIA SISTEMÁTICA - NOTURNO
PROF. GEOMÁRIO QUESTÕES PARA PESQUISA

ele se supre a si mesmo. Por isso que seu nome no singular, Jeová, significa “eu sou o que sou”. Somente Deus é, ninguém mais. Por isso que no hebraico o verbo ser/estar pertence exclusivamente a Deus. Quando os judeus querem dizer algo como nós dizemos “eu estou em casa” ou “eu sou inteligente” ele diz: “eu casa”, “eu inteligente”. 7. Qual a diferença em termos gerais entre os nomes: El; Eloim; Adonai; Elyon; de um lado, e Shaddai, El Shaddai e Jeová, de outro? EL O nome mais simples pelo qual Deus é designado no Antigo Testamento é o nome El, possivelmente derivado de ul, quer no sentido de ser primeiro, ser senhor, quer no de ser forte e poderoso. ELOHIM O nome Elohim deriva provavelmente da mesma raiz ou de alahh, estar ferido pelo temor; portanto, mostra Deus como o Ser forte e poderoso, ou como objeto de temor. O nome serve para indicar plenitude de poder. ELYON O nome Elyon é derivado de alah designa Deus como alto e exaltado Ser, (Gn 14.19,20; Nm 24.16; Is 14.14). Encontra-se especialmente na poesia. Observação: Contudo, esses nomes não são nomes próprios, no sentido estrito da palavra, pois também são empregados com referência a ídolos, (SI 95.3; 96.5); a homens, (Gn 33.10; Êx 7.1); e a governantes, (Jz 5,8; Êx 21.6; 22.8-10; Sl 82.1). ADONAI

ALUNO: http//:eucreioanimaamin.blogspot.com

Página 3 de 6

TEOLOGIA SISTEMÁTICA - NOTURNO
PROF. GEOMÁRIO QUESTÕES PARA PESQUISA

Este nome relaciona-se com os anteriores, quanto ao seu significado. É derivado de dun (din) ou de adan, ambos os quais significam julgar, governar e, assim, revelam Deus como Governante todo Poderoso, a quem tudo está sujeito e com quem o homem se relaciona como servo. Nos primeiros tempos, era o nome com o qual Israel normalmente se dirigia a Deus. Com o tempo foi suplantado pelo nome Jeová (Yahweh). Todos os nomes mencionados até aqui descrevem Deus como o Altíssimo, o Deus transcendente. Os nomes que ainda vamos ver mostram que este Ser exaltado resolveu estabelecer uma relação mais próxima com as Suas criaturas. SHADDAI e EL-SHADDAI O nome Shaddai é derivado de shadad, ser poderoso, e indica que Deus possui todo o poder no céu e na terra. Segundo outros, porém, é derivado de shad, senhor. Num ponto importante difere de Elohim, o Deus da criação e da natureza, em que Shaddai considera a Deus como sujeitando todos os poderes da natureza e fazendo-os subservientes à obra da graça divina. Embora dê ênfase à grandiosidade de Deus, não apresenta como objeto de temor e terror, mas como fonte de bem-aventurança e consolação. É o nome com o qual Deus apareceu a Abraão, o pai dos que crêem, (Êx 6.2). YAHWEH É especialmente no nome Yahweh, que gradativamente superou os nomes anteriores, que Deus se revela o Deus da graça. Sempre foi tido como o mais sagrado e o mais distintivo nome de Deus, o nome incomunicável. Os judeus temiam supersticiosamente usá-lo, visto que liam (Lv 24.16) como segue: "Aquele que blasfemar o nome de Yahweh será executado". Daí, ao lerem as Escrituras, substituíram-no por Adonai ou por Elohim. O seu sentido é explicado em (Êx. 3.14), onde se traduz “Eu sou o que sou” ou “Eu serei o que serei”. Assim

ALUNO: http//:eucreioanimaamin.blogspot.com

Página 4 de 6

TEOLOGIA SISTEMÁTICA - NOTURNO
PROF. GEOMÁRIO QUESTÕES PARA PESQUISA

interpretado, o nome indica a imutabilidade de Deus. O nome contém a segurança de que Deus será para o povo dos dias de Moisés o que foi para os seus pais – Abraão, Isaque e Jacó. Salienta a fidelidade pactual de Deus (Êx 15.3; Sl 83. 19; Os 12.6; Is 42.8). Este nome não é empregado a mais ninguém, senão unicamente com referência ao Deus de Israel. 8. Qual o significado do nome Kúrios (Senhor)? KURIOS O nome Yahweh é aplicado algumas vezes por variantes de tipo descritivo, como "o Alfa e o Ômega", "que é, que era, e que há de vir", "o princípio e o fim", "o primeiro e o último", (Ap 1.4,8,17; 2.8; 21.6; 22.13). Todavia, quanto ao mais, o Novo Testamento segue a Septuaginta, que substitui por Adonai, e o traduz por Kurios, derivado de kuros, poder. Esse nome não tem exatamente a mesma conotação de Yahweh, mas designa a Deus como o Poderoso, Senhor, o Possuidor, o Governador que tem poder e autoridade legal. É empregado não somente com referência a Deus, mas também a Cristo. 9. Em que sentidos diferentes é usado o nome do Pai no Novo Testamento? Nos seguintes sentidos: para expressar a relação Pai e Filho dentro da Trindade; para expressar a relação entre Deus e os seus filhos por adoção (os crentes em Jesus Cristo, nascidos de Deus, conforme Jo 1:12 e 13) e para expressar a relação entre o Pai, por criação, e as suas criaturas. Muitas vezes se diz que o Novo Testamento introduziu um novo nome de Deus, a saber, Pater (Pai). Mas isso, a rigor, não é certo. O nome Pai é empregado com

ALUNO: http//:eucreioanimaamin.blogspot.com

Página 5 de 6

TEOLOGIA SISTEMÁTICA - NOTURNO
PROF. GEOMÁRIO QUESTÕES PARA PESQUISA

alusão a Deus mesmo em religiões pagãs. É utilizado repetidamente no Antigo Testamento para designar a relação de Deus com Israel, (Dt 32.6; SI 103,13; Is 63.16; 64.8; Ml 1.6; 2.10), enquanto que Israel é chamado filho de Deus, (Êx 4.22; Dt 14.1; 32.19; Is 1.2; Jr 31.20; Os 1.10; 11.1). Nestes casos o nome expressa a relação teocrática especial que Deus mantém com Israel. No sentido geral de originador ou criador é empregado nas seguintes passagens do Novo Testamento: (ICo 8.6; Ef 3.15; Hb 12.9; Tg 1.18). Em todos os outros lugares ele serve para expressar a relação especial da primeira Pessoa da Trindade com Cristo, com o Filho de Deus. 10. Como se dividem os atributos de Deus? Há diversas formas de classificação dos atributos de Deus, mas o que mais se destaca pelo seu uso é a divisão dos atributos de Deus em comunicáveis e incomunicáveis. Atributos incomunicáveis de Deus são aqueles que são exclusivos da divindade que não podem ser compartilhadas com o homem devido à sua natureza finita, limitada, por exemplo: a imutabilidade de Deus, a infinitude de Deus; a onisciência de Deus, a independência de Deus. Os atributos comunicáveis de Deus são aqueles que podem ser compartilhados conosco ou comunicados, exemplo: o amor, o conhecimento, a misericórdia. O presente trabalho de pesquisa relacionado ao Antigo Testamento sobre o Profetismo em Israel visa apresentar de forma resumida o quê vem a ser o movimento conhecido como profetismo, mas para isso se faz necessário alguns esclarecimentos preliminares sobre o assunto.

ALUNO: http//:eucreioanimaamin.blogspot.com

Página 6 de 6

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->