Você está na página 1de 3

HISTÓRIA DA FOTOGRAFIA – Resumida

MARCOS ROSA (Arte-Educador/Fotógrafo/Professor)

FOTOGRAFIA
Definição: Foto= Luz
grafia= Escrita
É a escrita e registro da luz. Imobiliza a ação, é um registro de uma cena
real; um congelamento do tempo.
Fotografia é um mundo pessoal. Exprime nossos sentimentos sobre
pessoas, natureza e o mundo que nos cerca. Compreende-se como uma
expressão artística, um misto de técnica e criatividade.

Principais elementos da fotografia: Linha, Forma, Padrão, Textura,


Volume (é o que caracteriza a imagem)
Pensamento do autor: Se a arte é aristocrática, a fotografia é sua
manifestação democrática.
“Fotografia é o repouso do tempo ou seja a arte de você
paralisar um momento inserida na criatividade e sensibilidade
do fotógrafo”
Em fotografia a fonte da imagem é a luz; considera-se vários fatores:
Luz: Origem, Intensidade, Direção, Difusão, Variação.

Origem da Fotografia:
Sua invenção, revolucionária para a história da humanidade, tem no
entanto referenciais muito antes dela existir. Abaixo alguns fatos que
contribuíram para o seu processo, muito antes dela surgir, lembrando
que ela aparece como uma tentativa de aperfeiçoar métodos de
impressão sobre o papel, dominado pelos chineses no século VI e
difundidos na Europa cerca de 600 anos depois.

384-322 aC. – Aristóteles observa um eclipse parcial do Sol projetado


em uma superfície plana, através de orifícios em uma chapa.

956-1038 – Al-Hazen descobre o significado da relação entre as


dimensões da abertura de um orifício e a nitidez da imagem.

1214-1294 – Roger Bacon estuda a óptica geométrica, e a


determinação do foco dos espelhos esféricos através da câmara
obscura, tentando explicar o fenômeno do arco-íris.
Séc. XVI – Renascimento

Leonardo da Vinci cria uma câmara escura, na tentativa de registrar o


mundo.

Séc. XVII – A câmara já tinha um formato pequeno e era um auxiliar


para os pintores.

Séc. XVIII – O cientista alemão Johann Heinrich Schulze descobre e


experimenta a ação enegrecedora da luz sobre misturas de
cal(carbonato de cálcio) e nitrato de prata, e descobre que eles são
sensíveis à ação da luz.

Séc. XIX
Em 1827 na França, Joseph Nicéphore Niépce litógrafo e oficial do
Exército, gravou uma imagem de uma casa de pombos sobre um telhado
em uma chapa de metal. Esta exposição durou 7 horas. Foi a primeira
foto, impressa pela luz do sol.
O químico inglês Herschel descobre o tiosulfato de sódio, eficaz agente
fixador das imagens.
Em 1829 Niépce encontra Daguerre.
Em 1837 Daguerre cria o daguerreótipo: chapa de cobre polida que
reflete luz; um positivo direto e único. O tempo de exposição girava
entre 15 a 30 minutos.

Em 1839 a Academia de Ciências da França reconhece


oficialmente o nascimento da fotografia.
Em 1841, o inglês Willian Henry Fox Talbot inventa a calotipia, o
primeiro processo negativo/positivo sobre papel. Daguerre e Talbot
anunciaram na mesma época suas descobertas, mas para os ingleses a
invenção do processo negativo/positivo de Talbot foi a base da fotografia
moderna.
O primeiro negativo era de papel translúcido exposto na câmara e
revelado numa solução de ácido gálico e nitrato de prata, e fixado em
brometo de potássio.
Entre 1841 e 1851 este processo talbótico foi bastante popular, sendo
empregado até 1860.
Em 1844, publica-se o primeiro livro do mundo ilustrado com fotografias
entitulado como “THE PENCIL OF NATURE”
Em 1880 surgiu o filme, aperfeiçoamento de uma emulsão à base de
gelatina. Passou a receber uma nova composição de brometo de prata
responsável por um menor tempo de exposição.
A popularização da Fotografia
A revolução fotográfica

- George Eastman, 1854-1932, não satisfeito com as chapas úmidas de


colódio, resolveu investir em pesquisas, fundando a Kodak em 1889
dando grande impulso à popularização da fotografia.
- A Kodak pensou em um nome que poderia ser falado em todas as
línguas.
- 1888 – a primeira câmara Kodak que custava U$ 25 e incluía uma
carga de 100 fotos
- Primeira câmara “caixote” – a fotografia tornou-se uma das mais
incríveis e revolucionárias invenções e a mais popular forma de arte.
- A Kodak lança a campanha publicitária: “Você aperta o botão, e nós
faremos o resto”

Hércules Florence e a Fotografia no Brasil

Uma das versões mais importantes da história da fotografia é o


surgimento dela no Brasil.
Se foi em 1839 que Daguerre anunciou oficialmente ao mundo sua
invenção. Seis anos antes em 1833 , Antoine Hercules Romuald
Florence, francês radicado no Brasil, já realizava sua primeira
fotografia através da câmara escura – que seria o embrião da máquina
fotográfica. Hércules Florence chegou ao Brasil em 1825, casou-se com
uma brasileira, e se instalou em Campinas por volta de 1830. Era
desenhista de grande talento, desenvolvia uma série de invenções e
procurava processos alternativos de impressões. Foi quando lhe
informaram que os sais de prata escureciam quando expostos à luz. Esta
dica foi fundamental para as pesquisas de Florence. Fatos comprovados
afirmam que o termo “fotografia” foi inventado por Hércules Florence
em 1834. Daguerre intitulou sua invenção de daguerreotipia; Talbot –
que os ingleses consideram o inventor da fotografia – chamou-a
calotipia. Niépce intitulou sua invenção de heliografia, impressão pela
luz do sol. E Florence chamou-a de fotografia, impressão pela luz.