P. 1
Dicas de como fazer uma redação pro ENEM

Dicas de como fazer uma redação pro ENEM

|Views: 11|Likes:
Publicado porhamilton brito
Dicas de como fazer uma simples redação do ENEM
Dicas de como fazer uma simples redação do ENEM

More info:

Categories:Types, School Work
Published by: hamilton brito on Oct 07, 2013
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/28/2014

pdf

text

original

Dicas de como fazer uma redação pro ENEM. Por Hamilton Brito. 24 de setembro de 2013. Obs.

: Esta é a forma mais simples de estruturar a sua redação (em 4 parágrafos). No entanto, isso não significa que você não possa fazer mais de 4. Mas, cuidado! Lembre-se que a redação só tem 30 linhas e mais de 4 parágrafos já pode comprometer o “visual” da redação. 1° Parágrafo: Introdução: Neste parágrafo introdutório, você pode começar com uma abordagem geral a cerca do tema. Pode ser uma informação histórica, um dado estatístico. Pode começar como uma pergunta, PORÉM SE VOCÊ FIZER PERGUNTA NA REDAÇÃO VOCÊ DEVE RESPONDÊ-LA OU DAR SUBSÍDIO PARA O LEITOR (CORRETOR) CONCLUIR A RESPOSTA. Por isso não é recomendado fazer pergunta, mas nada impede que se faça. Após esta abordagem geral, coloque ponto em seguida. Após este ponto, ESCREVA SUA TESE, ou seja, O SEU POSICIONAMENTO, que VOCÊ IRÁ DEFENDER. A tese nada mais é do que o seu ponto de vista (você é a favor ou contra?) ou simplesmente a ideia que você irá COMPROVAR COM SUAS ARGUMENTAÇÕES. JAMAIS ESCREVA NA TESE: “ eu sou contra...” ou “eu sou a favor”. A redação é impessoal. Portanto, escreva sempre de forma impessoal, sem se incluir. Assim, a sua tese pode ser simplesmente uma frase onde você deixa o ponto que você irá defender na redação. Por exemplo, suponha que você fosse fazer a redação do ENEM do ano passado, cujo tema falava sobre a Imigração para o Brasil no Século XXI. Duas possíveis teses poderiam ser: Tese 1: “O Brasil possui uma situação política e econômica bastante estável atualmente, o que favorece a imigração de centenas de pessoas para as terras brasileiras .Como se pode ver, em momento algum o autor disse “ eu sou a favor” ou “eu sou contra”. Porém, ele defendeu a ideia de que o Brasil é fonte de atração populacional devido a sua situação política e econômica. Em outras palavras, o autor DEIXOU CLARO O SEU POSICIONAMENTO, que ele irá defender na redação, através da argumentação. Tese 2: “Muitos imigrantes não têm qualificação profissional e quando chegam ao Brasil acabam sendo explorados, ganhando abaixo do salário mínimo”.  Aqui, novamente o autor se posicionou a respeito da imigração. Como se pode perceber, a argumentação será feita sempre defendendo a ideia da exploração dos imigrantes que não têm boa qualificação profissional. Enfim, tese é esse posicionamento. Seja contra ou a favor, mas SEMPRE RESPEITANDO OS DIREITOS HUMANOS. NUNCA DEIXE DE FAZER A SUA TESE. E LEMBRE-SE QUE VOCÊ VAI DEFENDÊ-LA NA SUA ARGUMENTAÇÃO. 2° parágrafo: Desenvolvimento: aqui você OBRIGATORIAMENTE deverá começar a defesa da sua TESE. Para isso use exemplos, dados estatísticos (sempre citando a fonte dos dados, seja IBGE, INCRA ou mesmo um jornal ou revista que você leu) ou o que você achar que vai enriquecer a sua argumentação. NÃO ESQUEÇA QUE VOCÊ DEVE USAR AS MARCAS ARGUMENTATIVAS, caso contrário seu texto vai ser dissertativo-expositivo, mas O ENEM QUER DISSERTATIVOARGUMENTATIVO. As Marcas Argumentativas são conjunções ou expressões que mostram a sua argumentação. Alguns exemplos dessas marcas são portanto, por exemplo, contudo, entretanto, no entanto, mas, porém, aliás, ainda, embora... E muitas outras. Nunca deixe de usar estas marcas. Como disse, são elas que vão deixar seu texto argumentativo e se você não as usar seu texto vai ficar expositivo e perderá ponto na competência argumentação (que vale 200 pontos). 3° parágrafo: Desenvolvimento: continuação da sua argumentação. Você pode, por exemplo, citar exemplos no 2° parágrafo e aqui no 3° citar dados estatísticos. Ou você pode colocar dados estatísticos e exemplos no 2° e aqui no 3° continuar falando sobre outras informações que você julgar importantes para a sua defesa. Mas NÃO ESQUEÇA DE USAR AS MARCAS ARGUMENTATIVAS. Elas nunca podem deixar de ser usadas. Tanto no 2° quanto aqui no 3° parágrafo você deve usá-las. Mas a ordem das coisas é você que decide. 4° parágrafo: Conclusão: este é o melhor parágrafo, a meu ponto de vista. Não porque é o último mas porque aqui você pode ficar mais “livre”. A conclusão OBRIGATORIAMENTE terá que ter a sua PROPOSTA DE INTERVENÇÃO, ou seja, a SOLUÇÃO que você vai dar para o problema apresentado (lembre-se que a redação do ENEM sempre costuma ter um foco social ou ambiental, mas sempre apresentando uma problemática que você terá que dar solução para ela). NUNCA DEIXE DE DAR A PROPOSTA DE INTERVENÇÃO. Afinal ela vale 200 pontos. Você deve sempre descrever a sua Proposta. Evite usar termos como “temos que fazer campanhas...” ou “o governo deve criar medidas para solucionar...” ou “temos que conscientizar as pessoas...” estas expressões são CONDENÁVEIS. Você pode até falar de campanhas MAS é necessário que você entre em detalhes: que tipo de campanha será? Como elas serão feitas? Onde serão feitas? Enfim, SEMPRE DEIXE CLARO A SUA PROPOSTA. NÃO BASTA SÓ DIZER O QUE FAZER, MAS DEVE-SE DIZER COMO VAI FAZER. A sua “liberdade” na conclusão esbarra nos direitos humanos. Portanto, não ofenda e nem crie propostas absurdas. É livre o seu pensamento, mas ele não pode ofender ninguém e nem a lei. Por exemplo, JAMAIS. NUMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO, DIGA QUE A CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA DEVE SER EXTINTA. Isso é do ponto de vista jurídico IMPOSSÍVEL, pois existem as chamadas cláusulas pétreas na Constituição que não podem ser mudadas. A Constituição não pode ser EXTINTA mas ela pode ter muitas cláusulas alteradas através da s Emendas Constitucionais”. Portanto, volto a dizer, NÃO DEIXE DE DAR A SUA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO. O ideal é que você sempre detalhe a sua proposta, mas caso você tenha dificuldades nisso, não deixe de pelo menos citar a sua proposta, justamente porque ela vale 200 pontos e ninguém quer perder estes 200 pontos. N° de linhas: Não existe um número de linhas ideal. Tudo vai depender da forma como você vai estruturar a sua redação. Mas o ideal é que você escreva cada parágrafo entre 5 e 7 linhas. Evite escrever cada parágrafo com menos de 4 linhas ou mais de 8 linhas. Em 4 linhas você não escreve nada e acima de 8 linhas você escreve coisas que vão “encher linguiça” e vão deixar teu texto cansativo e o corretor vai perceber que você tentou enganá-lo escrevendo muito mas sem coisas aproveitáveis. Se você seguir estes passos com certeza a sua redação vai melhorar bastante. Mas para isso não basta saber as estruturas. Você deve ter conhecimento de mundo. Você deve ler bastante, assistir jornais, ler livros, revistas, caso contrário de nada vai adiantar você saber destas dicas. Então ESTUDE, LEIA e PRATIQUE muitas redações que com certeza você vai subir tua nota, dependendo, claro, do teu conhecimento de mundo.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->