P. 1
Relatório do trabalho prático nº8

Relatório do trabalho prático nº8

|Views: 542|Likes:
Publicado porCésar Tavares

More info:

Published by: César Tavares on Oct 20, 2013
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/11/2015

pdf

text

original

Relatório do trabalho prático nº8

Diálise de uma mistura de amido e glucose

Realizado por:  César Tavares, nºmec.: 49978  Fábio Agostinho, nºmec.: 50340 Curso: Química Turma: T1B

Unidade Curricular: Laboratório de Química 1 Data de realização da experiência: 11/05/2010

Este processo é fundamentado no facto de. Posteriormente. Depende do peso molecular e características da membrana. utilizou-se uma manga de diálise onde se colocaram. essas alíquotas foram utilizadas em dois testes. Resumo Este trabalho teve como objecto de estudo a compreensão da forma como se processa uma diálise. Os 2 testes anteriormente referidos foram também realizados ao retentato. Para isso. o que permite analisar a variação dos níveis de açúcares no dialasato ao longo do tempo de diálise. Estes testes têm por base reacções de oxidação/redução entre os açúcares e os reagentes utilizados. em conjunto. amido e glucose. mergulhando-a numa mistura de iodo e água e agitando a solução. periodicamente. as quais originam um precipitado avermelhado e permitem determinar os valores da absorvância.Diálise duma mistura de amido e glucose T. até ser atingido o estado de equilíbrio.8 1. uma vez que possui um elevado peso molecular. Ao longo do processo retirou-se.P. e vice-versa. ao longo do tempo de diálise. que permanece durante todo o processo dentro da manga de diálise. Este facto corrobora a hipótese de que a glucose atravessa a membrana da manga de diálise. esta experiência teve como principal objectivo separar uma mistura de amido e glucose. Verificou-se que no teste de DNS os valores de absorvância. Este processo é lento e depende do tamanho das moléculas e do seu peso molecular. Para isso. recorrendo ao processo de separação referido. as espécies de cada uma das soluções atravessarem os poros da membrana de forma a igualar as concentrações dentro e fora do espaço compreendido por essa membrana. passando do retentato para o dialasato. Introdução teórica ao processo de separação: Diálise A diálise é um processo físico-químico através do qual duas soluções (de diferentes concentrações) são separadas por uma membrana semipermeável. alíquotas de dialasato para tubos de ensaio. O transporte de solutos no processo dialítico pode ocorrer através de três mecanismos:  Difusão: É o fluxo de soluto de acordo com o gradiente de concentração. 2. são directamente proporcionais ao tempo de diálise. sem interferência do amido. 1 . sendo transferida massa de um local de maior concentração para um de menor concentração. assim como a quantidade de precipitado formada no teste de Fehling.

Convecção: É a perda de solutos durante a ultra filtração. Durante a ultra filtração ocorre o arrasto de solutos na mesma direcção do fluxo de líquidos através da membrana  Esquema 1 – Diálise de uma mistura que contém moléculas grandes (representadas pelos pontos maiores) e moléculas pequenas (representadas pelos pontos pequenos) 2 .8  Ultra filtração: É a remoção de líquido através de um gradiente de pressão hidrostática (como ocorre na hemodiálise) ou pressão oncótica (diálise peritoneal).P.Diálise duma mistura de amido e glucose T.

uma vez que esse procedimento já tinha sido realizado anteriormente. sendo estas as seguintes: .Não foi necessário ferver a manga de diálise.P.Diálise duma mistura de amido e glucose T. uma vez que estas já se encontravam preparadas.Não foi necessário preparar as soluções de Fehling. amido e DNS. Parte experimental/Materiais e métodos Nota: Foram introduzidas algumas alterações relativamente ao procedimento presente no protocolo da experiência. 3 .8 3. .

Gráfico 1 Nota: Os valores que constam no gráfico referem-se apenas ao dialasato.8 4. 4 . não inclui o retentato. Tratamento de dados e resultados Tabela 1: Registo dos valores de absorvância e da formação de precipitado vermelho para as diversas amostras de dialasato e também para o retentato.P. ou seja.Diálise duma mistura de amido e glucose T. *Ver a secção do relatório Discussão.

1 – Aspecto da mistura de DNS e dialasato para o teste dos açúcares redutores. Fig.8 Fig. Fig.4 – Aspecto do retentato e do dialasato após a conclusão da experiência. 5 .2 – Aspecto do precipitado cor de tijolo aquando da mistura de dialasato com as duas soluções de Fehling.P. em que se procedeu à medição da absorvância.3 – Aspecto da manga de diálise após a conclusão da experiência.Diálise duma mistura de amido e glucose T. Fig.

Para uma melhor compreensão dos resultados da experiência é necessário conhecer bem essas reacções e algumas das propriedades dos seus produtos. representada pela semi-equação: Sendo o meio é altamente alcalino.8 5. Discussão/resposta ao questionário Como indica o procedimento. durante a diálise foram retiradas amostras de 10 em 10 minutos para realizar testes de forma a validar os resultados previstos. Para isso realizámos dois testes de presença de açúcares redutores. o equilíbrio entre o ácido gerado (açúcar oxidado) e a sua base conjugada é muito deslocado no sentido da formação da base conjugada. o teste de Fehling e o teste de açúcares redutores com DNS.Diálise duma mistura de amido e glucose T. logo. No decorrer da experiência era esperada a passagem de glicose de dentro da manga para a solução hipotónica. em ambos os casos. representada pela equação: Assim. A reacção de oxidação que ocorre com a glucose é. podemos fazer a aproximação a uma reacção completa. 6 . podemos considerar que o açúcar C6H12O6 é oxidado não a C6H12O7 mas sim a C6H11O7 -. o que foi comprovado pelos testes realizados.P.

Atendendo à lei de Beer-Lambert. Assim. ao verificar que o valor de absorvância para o retentato aumentou ao longo do tempo de diálise (ver Tabela1 e Gráfico1). o que se verificou ao adicionar o DNS a cada uma das amostras de dialasato (ver figura1).5-dinitrossalicílico (DNS). e sabendo que a absorvância está dependente de 3 variáveis. conclui-se que a concentração de glucose no dialasato foi aumentando. através da medição da absorvância a 540 nm (comprimento de onda mais próximo permitido pelo colorímetro utilizado) foi possível quantificar a concentração de açúcares redutores. sendo que a reacção de redução pode ser representada pela semi-equação: A equação global relativa a reacção redox é: O composto referido acima possui um máximo de absorvância a 550 nm. sendo que nesta experiência duas destas se mantiveram fixas (variando a concentração).Diálise duma mistura de amido e glucose T. Nesta reacção o DNS é reduzido a ácido 3-amino-5-nitrossalicílico. a glucose origina um composto laranja. neste caso a glucose. o que significa que esta atravessou membrana da diálise.P.8 Ao reagir com ácido 3. 7 .

quando o que deveria ter sido adicionado era a solução de Fehling1 e a solução de Fehling2. pois através dos valores da absorvância e.Diálise duma mistura de amido e glucose T. também o teste de Fehling comprovou a passagem de glucose devido ao facto de este ao reagir com as duas soluções de Fehling originar um precipitado (Cu2O). podemos deduzir que a diálise não atingiu o equilíbrio porque. podemos chegar a equação global: O método de determinação de açúcares redutores utilizando o DNS tem uma maior sensibilidade que o método onde são utilizadas as soluções de Fehling. O teste com as soluções de Fehling apenas nos permite indicar a presença ou ausência dos açúcares redutores na solução (a formação de precipitado indica a presença). atendendo a que a absorvância é 8 .+ 2e- Cu2O + H2O Somando essa semi-equação com a semi-equação de oxidação da glucose.P. através de dados fornecidos por colegas de outros grupos que realizaram a experiência no mesmo dia e sobre as mesmas condições. insolúvel em água e cor de tijolo (ver figura2). A semi-equação de redução que representa essa reacção é: 2Cu2+ + 2OH. Apercebemo-nos do erro cometido porque a solução apresentava uma estranha cor azul-marinha opaca em vez da cor azul-escura translúcida prevista.8 Para além do teste com DNS. No entanto. foi adicionado à amostra de retentato a solução de Fehling1 e a solução de DNS. é possível fazer uma estimativa da concentração de açucares redutores em solução. atendendo à lei de Beer-Lambert. que aumenta de quantidade consoante a quantidade de glucose (ver Tabela1). ao passo que o teste com o DNS permite uma quantificação. provavelmente devido a formação de um ião complexo de cobre. Não foram obtidos dados para a absorvância do retentato porque. por lapso. da quantidade de açúcar presente na solução analisada.

8 directamente proporcional à concentração de açúcares na solução. o que não se verificou experimentalmente. Ao contrário do amido. o amido não saiu pela membrana da manga de diálise. a amilopectina e a amilose. o iodo passou pelos poros da membrana da manga de diálise. para desta forma termos oportunidade de repetir qualquer um dos testes caso considerássemos necessário adoptar esse procedimento. e sabendo que a reacção do iodo com a glucose origina um composto azul. ter misturado as duas soluções de Fehling ao mesmo tempo e imediatamente depois colocar o tubo de ensaio no banhomaria. instantaneamente. então conclui-se que o iodo presente no solvente atravessou a membrana (reagindo com a glucose no interior da manga). e impossibilitando assim a sua passagem pelos poros da membrana semipermeável que constitui a manga de diálise. pois a reacção oxidação/redução só ocorre em ebulição. o que torna menos prováveis outras reacções indesejáveis. Como o retentato foi ficando cada vez mais azul. Esta conclusão é sustentada na observação experimental da mudança de cor do retentato ao longo da diálise. o que não se verificou experimentalmente (ver Figura4). possuindo por isso um elevado peso molecular. fazendo com que este adquirisse uma cor azulada. Esta observação pode ser explicada pelo facto do amido ser constituído por uma mistura de dois polissacarídeos. Tal como previsto e observado experimentalmente. porque se isso acontecesse este reagiria com o iodo presente no dialasato.Diálise duma mistura de amido e glucose T. Para além disso. para que o equilíbrio tivesse sido atingido teria de se verificar que a absorvância do retentato fosse igual (ou muito próxima) do valor de absorvância do dialasato. De forma a salvaguardar-nos de erros como o relatado anteriormente deveríamos ter guardado a manga com o retentato até ao final da realização de todos os testes. de forma a maximizar o rigor dos testes de presença de açúcares redutores deveríamos. uma vez que ao fim de 60 minutos de diálise o valor de absorvância do retentato era maior que o valor do dialasato. Deste modo a reacção redox ocorre mais cedo. 9 .P.

org/wiki/Diálise (consultado no dia 20 de Maio de 2010 às 14h30m) . g) Os valores obtidos para a absorvância. podemos concluir o seguinte: a) b) c) d) e) f) O amido não saiu pela membrana da manga de diálise. . foram coerentes com a previsão teórica. 2009/2010. pág.codigofonte. 9 a 11 e 85 a 93. e a evolução da presença de quantidade de precipitado de óxido de cobre.Guia de trabalhos práticos e aulas práticas de Laboratório Q1. 7. Bibliografia .http://pt. A diálise não atingiu o estado de equilíbrio.P. e à discussão dos resultados.Diálise duma mistura de amido e glucose T. A diálise é um processo relativamente lento de separação.8 6. A glucose conseguiu atravessar a membrana da manga de diálise.wikipedia.net/galeria/cliparts/BEQUER. Conclusões Atendendo aos resultados obtidos. departamento de química da Universidade de Aveiro. possui uma maior sensibilidade comparativamente ao teste em que são utilizadas as soluções de Fehling. O teste de análise da presença de açúcares redutores utilizando o DNS. O iodo também conseguiu atravessar a membrana da manga de diálise.http://www.jpg (consultado no dia 20 de Maio de 2010 às 15h32m) 10 .

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->