Classificação e Nomenclatura dos seres vivos

 Classificar = agrupar por critério de alguma semelhança.  Nomenclatura = dar nomes aos seres vivos (universalizar)

a inicial pode ser maiúscula ou minúscula. Musca domestica (Mosca). todo nome científico deve ser escrito em itálico (tipo de letra fina e inclinada). . Ex: Canis familiaris (cão). Cada organismo deve ser reconhecido por uma designação binominal. a sua espécie. em homenagem a Oswaldo Cruz.  O nome relativo ao gênero deve ser escrito com inicial maiúscula e o da espécie com inicial minúscula.Regras da Nomenclatura    O nome do gênero e da espécie devem ser escrito em latim e grifados. onde o primeiro termo indica o seu gênero e o segundo. Em obras impressas. Ex: Homo sapiens (Homem).  OBS: Nos casos em que o nome da espécie se refere a uma pessoa. Ex: Trypanosoma cruzi (ou Cruzi) — nome dado por Carlos Chagas ao micróbrio causador da doença de Chagas.

A classificação dos seres vivos  São sete conjuntos básicos de classificação: REINOFILOCLASSEORDEMFAMÍLIAGÊNEROESPÉCIE REFICOFAGE .

.

.

.

.

eles são da mesma espécie. isto é. . não podem dar origem a descendentes. que também pode originar descendentes. Ex2: de um jumento com uma égua nascerá um burro (macho) ou uma mula (fêmea). Por isso. originando descendentes férteis. isto é.Conjuntos de classificação Partindo do menor agrupamento para o maior » Espécie: é um grupamento de indivíduos com profundas semelhanças entre si. Portanto o cavalo (e a égua) e o jumento são de espécies diferentes. Ex1: cavalo e da égua. com capacidade de se cruzarem naturalmente. Eles podem cruzar-se e dão origem a um descendente fértil. Estes animais serão estéreis.

Assim. como. . embora não sejam idênticas. por exemplo. Gêneros podem ser agrupados e formar uma família  O conjunto de gêneros mais aparentados entre si do que com quaisquer outros forma a família. o lobo (Canis lupus) e a raposa (Vulpes vulpes) fazem parte da família dos canídeos (Canidae). o cão (Canis familiaris) e animais aparentados a ele.» Gênero: é o conjunto de espécies que apresentam semelhanças.

Felidae) fazem parte da ordem dos carnívoros (Carnivora).daí o nome da ordem. . embora possuam diferenças mais significativas do que a divisão em gêneros. muito próximos ou parecidos. Assim o cão. Famílias podem ser agrupadas e formar uma ordem  O conjunto de famílias mais aparentadas entre si forma uma ordem.» Família: é o conjunto de gêneros afins. isto é.  Esses animais tem várias semelhanças e normalmente se nutrem apenas de carne . o lobo e a raposa (da família dos canídeos) e o tigre (da família dos felídeos .

o macaco e os seres humanos (da ordem dos primatas .Lagomorpha) fazem parte da classe dos mamíferos Mammalia).Primates) e o coelho (da ordem dos lagomorfos . . Assim a raposa (da ordem dos carnívoros).» Ordem: é um grupamento de famílias que têm semelhanças Ordens podem ser agrupadas e formar uma classe  Um conjunto de ordens mais aparentadas entre si forma uma classe.Rodentia). o rato (da ordem dos roedores . que nas fêmeas são desenvolvidas e produzem o leite que alimenta os filhotes.  A característica mais marcante dessa classe é a presença de glândulas mamárias.

Em seu lugar forma-se a coluna vertebral. Nos animais que possuem vértebras (vertebrados).» Classe: é a reunião de ordens que possuem fatores distintos de outras.Osteichthyes). a galinha (da classe das Aves Aves). Classes podem ser agrupadas e formar um filo  O conjunto de classes mais aparentadas entre si forma um filo. o boi (da classe dos mamíferos). como os seres humanos.Amphibia) e a cobra (da classe dos répteis Reptilia) fazem parte do filo dos cordados (Chordata). com função de sustentação. uma estrutura chamada notocorda. mas comum às ordens que a ela pertencem. A notocorda pode desaparecer ou não. o sapo (da classe dos anfíbios . na fase de embrião. Assim. a notocorda desaparece durante o desenvolvimento embrionário.  Esses animais são semelhantes porque possuem. . a tainha (da classe dos peixes .

 Os animais são semelhantes porque são pluricelulares. Filos podem ser agrupados e formar um reino  O conjunto de filos mais aparentados entre si forma um reino. heterotróficos e tem tecidos especializados.» Filo : é a reunião de classes com características em comum. Assim. . o filo dos cordados e todos os outros filos de animais formam o reino dos animais (Animalia). mesmo que muito distintas entre si.

.» Reino: é a maior das categorias taxionômicas. mesmo que existam diferenças enormes entre eles. Fungi. Possui apenas cinco divisões: Animalia (Metazoa). Vegetalia (Plantae ou Metafita). Protista e Monera. que reune filos com as características comuns a todos.

consideraremos cinco grandes reinos de seres vivos: Monera Protista Fungi Animalia Plantae . sendo o reino Monera subdividida em Eubacteria e archaeobacteria. Aqui.Existem cinco reinos básicos de seres vivos. porem estudos recentes é adotada seis reinos. E ainda existem os Vírus q não são classificados em nenhum reino por não possuir célula e apenas o material genético.

eucariontes e autótrofos Pluricelulares.REINOS CARACTERÍSTICAS REPRESENTANTES Monera Protista Unicelulares e procariontes Unicelulares e eucariontes Bactérias e algas azuis Protozoários e certas algas Fungi Uni ou pluricelulares. eucarionte e heterótrofos por ingestão Fungos Plantae Animalia Todos vegetais Todos os animais . eucariontes e heterótrofos por absorção Pluricelulares.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful