P. 1
PROJETO DO LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA EDUCATIVA

PROJETO DO LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA EDUCATIVA

|Views: 46.795|Likes:
Publicado porvitoriabarroso

More info:

Published by: vitoriabarroso on Jul 29, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/18/2015

pdf

text

original

PROJETO DO LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA EDUCATIVA

CMES PROFESSOR MONTEIRO DE MORAES

Andréa Vale Vitória Régia Barroso Pontes

2009

CMES PROFESSOR MONTEIRO DE MORAES PROJETO PEDAGÓGICO PARA O LIE 1. APRESENTAÇÃO Nº de Alunos Séries 01 Jardim I 02 Jardim II 03 1º Ano Turno da Manhã 475 03 2º Ano 02 3º Ano 03 4º Ano 03 5º Ano Total: 17 Turmas 01 Jardim I 01 Jardim II 02 1º Ano Turno da Tarde 525 02 2º Ano 02 3º Ano 02 4º Ano 02 5º Ano 05 6º Ano Total: 17 Turmas 01 6º Ano 01 7º Ano 01 8º Ano Turno da Noite 223 01 9º Ano 01 EJA I 01 EJA II 02 EJA III 1.223 Alunos Total: 08 Turmas 42 Turmas 47 Professores 10 Unidades 11 19 17 Quantidade Professores Quantidade Computadores

2. JUSTIFICATIVA A educação escolar carece de novos paradigmas que a tornem competitivas frente aos novos estímulos oferecidos à sociedade através absorção das do novas tecnologias. faz-se necessário, portanto, o a conhecimento dessas tecnologias para efetivo

aproveitamento pedagógico desses mecanismos e assim possamos efetivá-los em proveito de uma educação de qualidade. A nossa escola, como a maioria, apresenta na análise de seus critérios de eficácia, que são considerados para se avaliar seu sucesso, baixo desempenho no processo ensino aprendizado nas estratégias de ensino diferenciadas. Para combater essa carência necessitamos de cada vez mais novos recursos didáticos e o Laboratório de informática torna-se um recurso de inquestionável importância interagindo como aliado para ampliar e qualificar o acesso às informações importantes que servirão de suporte à construção do conhecimento. Sabemos que não cabe a escola apenas repassar conteúdos e contar com as famílias para a continuidade da educação e esperar dessa parceria um produto completo e integrado socialmente. Atualmente o modelo tradicional familiar está se dissolvendo mostrando que a cabeça da família pode ser avós, tios, irmãos, domésticas, e em alguns casos, vizinhos. Portanto, precisa-se observar as carências deixadas por uma sociedade em constante transformação, dinâmica e cada vez mais ansiosa por novidades. Sendo assim o aluno precisa ser acompanhado também em suas atitudes e procedimentos e cada vez mais os educadores necessitam absorver conhecimentos que possam atuar na subjetividade dos envolvidos no processo educativo. O computador, com suas infinitas possibilidades de interação com o mundo, pode vir a auxiliar tanto professores quanto alunos no árduo caminho do aprendizado.

O educador torna-se um aprendiz constante, mesclando seus saberes entre o instrutivo e o educativo para que possa cumprir seu papel de mestre, na condução do aprendizado efetivo dos alunos, sabendo de ante mão, ser um mero expectador desse processo que muitas vezes gera frutos a longo prazo, onde seu exemplo como pessoa completa provavelmente está sendo absorvido ignorado. A nossa prática no Laboratório de Informática deve ser firme e cuidadosa, procurando permeada renovar de muito estudo, pesquisa e sempre que nossas práticas, criando ambientes ou descartado, mas, nunca

proporcione interação do aluno com o objeto de aprendizagem, buscando atingir positivamente a vivência na comunidade escolar.

3. PÚBLICO ALVO Professores e em especial o aluno, pois vai motivá-lo uma vez que o computador é um instrumento da atualidade capaz de facilitar sua aprendizagem. Permitirá prepará-lo para a sociedade atual, onde as mídias estão em evidência fazendo parte do dia-a-dia das pessoas e exercendo papel preponderante nas áreas do conhecimento.

4. OBJETIVO GERAL Oferecer ao educador possibilidades de estratégias de ensino diferenciadas, possibilitando ao aluno interagir com o objeto de estudo e ao mesmo tempo proporcionar ao educando a utilização dos instrumentos tecnológicos da atualidade. 5. OBJETIVOS ESPECÍFICOS: Motivar nos alunos o interesse pela pesquisa Desenvolver no aluno a aprendizagem cooperativa Promover a interação entre alunos e professores

6. RECURSOS MATERIAL PARA A SALA DE INFORMÁTICA MATERIAL PERMANENTE GÊNERO QUANTIDADE Computadores completos No-break com capacidade para suportar cada um em média 15 aparelhos (aparelho/bateria para passar energia para os computadores. Serve para manter a energia por um período de tempo quando faltar). HUB para instalação da rede (serve para fazer a ligação da rede) Impressora (jato de tinta e laser) Armário modelo escritório com portas Cadeiras giratórias Televisão de 29” Vídeo Rack com rodas para TV e Vídeo Data-show Scanner Extensão Pen drive MATERIAL DE EXPEDIENTE Arquivo de A – Z Capas completas para os computadores, impressora e scanner Porta cd Grampeador Perfurador Tesoura Diário de classe Caderno capa dura pequeno Caderno capa dura grande MATERIAL DE CONSUMO Resma de papel A4 ou ofício Pincel para quadro branco Cartucho para impressora Grampos para grampeador Clipes médios

Rolo de fita gomada Rolo de fita durex Caneta azul, vermelha e preta Lápis com borracha MATERIAL DIDÁTICO Aquisição de software e livros Aquisição de DVDs Educativos Assinatura de revistas

7. ATIVIDADES GERAIS Projetos: Serão desenvolvidos durante todo o ano letivo de acordo com o planejamento do calendário escolar. Controle de equipamentos: Será feito diariamente, ao final de cada expediente do LIE. Procedimentos de rotina: Será elaborado um calendário de atendimento para todos os alunos, de acordo com o planejamento mensal de todas as turmas, de maneira que todos os alunos sejam igualmente atendidos pelo LIE, Biblioteca, Sala de vídeo e Recreação. 8. RESPONSÁVEL PELO LIE O professor responsável pelo LIE, deve incentivar e sensibilizar os professores da escola para o uso pedagógico dessa nova tecnologia, de modo que esta se insira no cotidiano da escola e faça parte do acervo da escola utilizado em prol da aprendizagem. O professor responsável pelo LIE, deve adotar uma atitude de cooperador diante do papel do professor como mediador do conhecimento. Deve ser criativo, proporcionar um ambiente desafiador incentivando a busca pela pesquisa, provocar situações estimulantes de aprendizagem instigando debates, reflexões e buscando garantir para que haja de fato aprendizagem. 9. METODOLOGIA Cada professor do LIE, no seu horário de trabalho, planejará suas aulas do laboratório juntamente com a coordenação e professores, de acordo com os projetos que foram elaborados para cada série,

interdisciplinando os conteúdos, em consonância com cada disciplina ministrada pelos professores da unidade escolar. 10.AVALIAÇÃO Ao final de cada bimestre, os professores do LIE, juntamente com os coordenadores de cada série, farão uma avaliação com os alunos e professores sobre o aproveitamento dos mesmos nas aulas do LIE, através de questionários sobre o desempenho obtido. Os projetos terão suas culminâncias que servirão como norteadores para as avaliações finais dos trabalhos realizados. Para cada atividade realizada diariamente, constará registro em diário com espaço para possíveis observações sobre as principais dificuldades e avanços possíveis. 11.APRECIAÇÃO CONCLUSIVA Esperamos que o nosso trabalho sirva como suporte, na superação das principais dificuldades dos alunos, no que se refere à aprendizagem e na sua vida cotidiana. Essa expectativa é positiva pois vivenciamos na escola um clima de cooperação e engajamento da comunidade escolar com a melhora do ensino aprendizagem. 12.CRONOGRAMA DE TRABALHO Funcionamento do LIE Semana Pedagógica Momento com os Data Participantes

professores, 16 a18 de Professores da escola 2009

para se discutir as orientações março de e grupo gestor. repassadas sobre o uso dos LIEs

Organização

do

ambiente

e 1ªsemana Auxiliar de serviço 23 a 27 de março de 2009 Professores do LIE.

preparação das atividades para o atendimento das turmas.

Atendimento por salas e turnos: Projeto Semana Santa.

2ªsemana Professores e alunos 30/03 a 08/04 por série.

Culminância do projeto

08 de abril

Toda escolar.

comunidade

Anexos

HORÁRIO LIE MANHÃ 2009

1ª SEMANA 1ª TEMPO
7:20 / 8:00 8:05 / 8:45 2ª feira Atendimento dos monitores RECREIO 3ª feira 3º Ano A 3º Ano A RECREIO 3º Ano B 3º Ano B 4ª feira 1º Ano A 1º Ano B RECREIO 1º Ano C Jardim I 5ª feira Jardim II A Jardim II B RECREIO 2º Ano C 2º Ano C 6ª feira 2º Ano A 2º Ano A RECREIO 2º Ano B 2º Ano B

2ª TEMPO
10:25/11:05

9:40 /10:20 Manutenção

2ª SEMANA 1ª TEMPO
7:20 / 8:00 8:05 / 8:45 2ª feira Confecção de atividades RECREIO 3ª feira 4º Ano A 4º Ano A RECREIO 4º Ano C 4º Ano C 4ª feira 4º Ano B 4º Ano B RECREIO 5º Ano B 5º Ano B 5ª feira 5º Ano A 5º Ano A RECREIO 5º Ano C 5º Ano C 6ª feira Atendimento alunos 2º Tempo RECREIO Reajuste falta ou feriado

2ª TEMPO
10:25/11:05

9:40 /10:20 Manutenção

PS: As turmas atendidas na 1ª semana serão atendidos novamente na terceira semana As turmas atendidas na 2ª semana serão atendidos novamente na Quarta semana

Importante... Os horários do Lie estão em sintonia com os horários da Biblioteca / Recreação / Sala de vídeo e parquinho HORÁRIO LIE TARDE 2009

1ª SEMANA: POLIVALENTE

hora/dia
13:15 / 13:55 14:00 /14:40 14:50 / 15:10 15:20 / 16:00 16:00 / 16:40

2ª feira

3ª feira

4ª feira

5ª feira

6ª feira Reajustes de horários monitoria RECREIO

JI JII
RECREIO

4ªA 4ªA
RECREIO

1ªA 1ªB
RECREIO

3ªB 3ªB
RECREIO

5ªA 5ªA

2ªA 2ªB

3ªA 3ªA

5ªB 5ªB

4ªB 4ªB

2ª SEMANA: HORA AULA

hora/dia
13:15 / 13:55 14:00 / 14:40 14:50 / 15:10 15:20 / 16:00 16:00 / 16:40

2ª feira

3ª feira

4ª feira

5ª feira

6ª feira Confecção de atividades Confecção de atividades RECREIO MANUT MANUT

agendar agendar
RECREIO

agendar agendar
RECREIO

agendar agendar
RECREIO

agendar agendar
RECREIO

agendar agendar

agendar agendar

agendar agendar

agendar agendar

IMPORTANTE!!!! As turmas serão atendidas quinzenalmente: 1ª e 3ª semanas, turmas polivalentes (horário fixo), 2ª e 4ª semana, hora aula. Os professores hora aula deverão agendar o atendimento de acordo com as conveniências de sua disciplina. O planejamento poderá ser intermediado pela coordenação, mas estarei à disposição dos professores para maiores esclarecimentos e sugestões. Atenciosamente, Profª Andréa. HORÁRIO LIE NOITE 2009

1ª SEMANA

Hora / Dia 2ª feira 18:45 às 20:00 20:10 às 21:25 Eja I

3ª feira Confecção de atividades

4ª feira Eja III Agendamento Professor hora/aula

5ª feira Atendimento dos monitores

6ª feira Agendamento Professor hora/aula Agendamento Professor hora/aula

Eja II

Manutenção

Reajuste falta ou feriado

2ª SEMANA

Hora / Dia 18:45 às 20:00 20:10 às 21:25

2ª feira
Agendamento Professor hora/aula

3ª feira Confecção de atividades

4ª feira

5ª feira

6ª feira

Agendamento Atendimento Agendamento Professor Professor dos hora/aula hora/aula monitores

Agendamento Agendamento Professor Manutenção Professor hora/aula hora/aula

Reajuste falta ou feriado

Agendamento Professor hora/aula

PS: As turmas atendidas na 1ª semana serão atendidos novamente na terceira semana As turmas atendidas na 2ª semana serão atendidos novamente na Quarta semana

Os professores hora aula deverão agendar o atendimento de acordo com as conveniências de sua disciplina.

ATRIBUIÇÕES DO PROFESSOR DO LIE

• • • • • • •

Elaboração do Projeto Pedagógico para o LIE; Definir junto ao Grupo Gestor da escola o funcionamento do LIE, considerando as orientações do NTE e MIE; Planejar juntamente com o Coordenador e professor regente (da turma ou disciplina) as atividades pedagógicas a serem desenvolvidas no LIE; Registrar e arquivar todas as atividades planejadas e executadas em cada aula; Auxiliar o professor em suas aulas realizadas no LIE; Incentivar e sensibilizar os professores da escola para o uso pedagógico do LIE; Viabilizar a infra-estrutura necessária ao funcionamento regular do LIE, no que se refere à organização do espaço físico e no agendamento do atendimento no LIE; Realizar pesquisas e estudos para auxiliar no planejamento dos professores, em horários reservados para esta atividade; Acompanhar os alunos em seus trabalhos e pesquisas individuais, de acordo com a disponibilidade do LIE; Desenvolver projetos na área de informática educativa envolvendo toda a comunidade escolar; Zelar pela manutenção, conservação e limpeza dos equipamentos e recursos do LIE; Abrir e fechar o LIE no início e fim do expediente; Checar periodicamente todos os equipamentos do LIE; Registrar no livro de ocorrências, entradas e saídas de material do LIE; Participar de reuniões e eventos dirigidos aos professores do LIE; Solicitar atendimento da assistência técnica, ao setor competente quando necessário; Exigir do NTE/CRP o acompanhamento pedagógico para o LIE; Contribuir com a formação de todos os professores em área de informática educativa; Avaliar constantemente o trabalho desenvolvido no LIE; ATRIBUIÇÕES DO PROFESSOR DE SALA DE AULA

• • • • • • • • • • • •

• ; • • • •

Planejar juntamente com o professor do LIE e coordenador as atividades pedagógicas a serem desenvolvidas no LIE Entregar antecipadamente ao professor do LIE o planejamento das aulas a serem desenvolvidas no LIE; Registrar e avaliar as aulas realizadas no LIE, apontando suas necessidades e de seus alunos; Acompanhar seus alunos ao LIE com o apoio responsabilizando-se pelas atividades desenvolvidas; do professor-LIE,

Garantir um trabalho integrado das atividades curriculares e LIE.

NÃO É ATRIBUIÇÃO DO PROFESSOR DO LIE • • • Substituir qualquer professor em eventuais ausências; Receber a turma no Lie sem prévio planejamento e sem a presença do professor da disciplina ou turma; Terá a obrigatoriedade de realizar trabalhos técnico-administrativos da escola.

CMES PROFESSOR MONTEIRO DE MORAES

“SEMANA SANTA”

ANDRÉA VALE VITÓRIA RÉGIA BARROSO PONTES

MARÇO / ABRIL 2009 JUSTIFICATIVA

A semana que antecede a Páscoa nos ajuda a conhecer a história dos últimos dias de Jesus e é nossa obrigação “guardar” seu significado. “Se compreenderdes estas coisas sereis felizes, sob a condição de as praticardes” (J0. 13,17). OBJETIVOS Levar os alunos a conhecer a história dos últimos dias de Jesus. Mostrar a Semana Santa como a Maior Semana da Igreja Cristã Mostrar o verdadeiro significado da paixão, morte e ressurreição do Cristo.

ELABORAÇÃO E EXECUÇÃO DO PROJETO Professores do LIE PÚBLICO ALVO Toda a comunidade escolar PERÍODO Março / Abril de 2009 METODOLOGIA Sensibilização: Mostrar aos professores o projeto explicando seu conteúdo e desenvolvimento; Xerocar a música “Um certo Galileu” de Pe. Zezinho e distribuir para que os professores trabalhem na sala de aula.

DESENVOLVIMENTO

Alunos do Jardim ao 5º ano Conversa inicial “Falando sobre a Semana Santa” Vídeo “Jesus o filho de Deus” (30 minutos) Vídeo “Um certo Galileu” (música karaokê – 4 minutos) Conversa final – Indagações / Relato dos alunos e professores Alunos do Eja I, II e II – 6º ao 9º ano Conversa inicial “Falando sobre a Semana Santa” Vídeo “ A vida de Jesus” (10 minutos) Vídeo “ Ele Vive” (10 minutos) Indagações / Relato dos alunos e professores Vídeo “Um certo Galileu” (música karaokê – 4 minutos) Conversa final CULMINÂNCIA Apresentação teatral da paixão de Cristo RECURSOS Computador Data show Xerox Internet / Youtube Pen drive Extensão

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->