Você está na página 1de 2

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHO UEMA CENTRO DE ESTUDOS SUPERIORES DE BACABAL CESB PROFESSOR: DAMIO VELOSO DISCIPLINA: FILOSOFIA ALUNO:

O: KAIRON BRUNO SILVA CRUZ CD.: 0137A207

RESENHA CRITICA DO LIVRO:

O QUE IDEOLOGIA
MARILENA CHAU

Bacabal 2013

RESENHA DO LIVRO: O QUE IDEOLOGIA MARILENA CHAUI No livro, O que ideologia da Marilena Chau, pode se observar que ela usa dos recursos de passagens histricas e cronolgicas passadas at chegar ao modo de pensar ideologia de Marx, sendo que, ela tambm destaca ao longo de sua obra a importncia de outras concepes a cerca do tema. O livro dividido em cinco captulos, sendo que o primeiro apenas uma breve apresentao sobre o que se tratar a respeito do tema. J no captulo 2, a autora nos mostra alguns exemplos do que considerado, de fato, ideologia. Atravs de alguns conceitos formados e desenvolvidos na filosofia e na cultura da Grcia antiga, Marilena Chau nos d a primeira pista sobre o que ideologia. J no seu primeiro capitulo, Chau destaca a questo de maior preocupaes dos filsofos gregos, em sua poca, com relao a explicao do movimento que para eles significava qualquer alterao de uma realidade, seja ela qual fosse. Com base nisso, Chau d incio ao livro falando sobre a Teoria Aristotlica das Quatro Causas, elaborada para dar conta do problema do movimento. Segundo a Teoria, as diferentes relaes entre as quatro causas: Material, Formal, Motriz ou Eficiente e Final, explicam tudo o que existe, o modo como existe e se altera, e o fim ou motivo para o qual existe. O filsofo grego Aristteles afirmou que s h conhecimento da realidade do mundo quando h conhecimento de sua causa. Sendo que a causa considerada mais importante por ele, a Final, pois entende-se pela finalidade de qualquer coisa, ao que foi destinada ela. Logo depois dela, encontram-se a causa Formal, que baseia-se na natureza da coisa, a causa Material, que a propriedade ttil ou de constituio, e a mais considerada inferior das causas, que a Motriz. Esta ltima causa era assemelhada ao trabalho do escravo, que tem por objetivo apenas servir ao seu senhor. J a causa mais nobre, a causa Final, era relacionada aos senhores, que tinham suas vontades saciadas pelo trabalho dos outros. No terceiro livro, Marilena Chau vai deixando claro a origem do termo ideologia, bem como seu desenvolvimento a partir dos mais variados pensadores