RN a termo, pré-termo e pós-termo: Características e assistência de enfermagem

DOCENTE: SILVIA MANFRIN ALVES CORREIA

Classificação do RN
Classificação quanto a idade gestacional (IG): • A termo – 37 a 41 semanas e 06 dias de gestação. • Pré- termo(prematuro) – antes de completar 37 semanas(36sem e 6 dias) . • Pós –termo(pós datismo) – após as 42 semanas de gestação. Classificação qto ao tamanho: - AIG –apropriado(adequado)para a idade gestacional - PIG –pequeno para a idade gestacional - GIG –grande para a idade gestacional

Qto a estatura: - Meninos – mais ou menos 50 cm - Meninas – mais ou menos 49 cm

A estatura do RN varia de 47 a 52 cm
Qto ao peso: - muito baixo peso – peso menor que 1,499 g - baixo peso – peso menor que 2,500 g - alto peso – peso acima de 4,000 g O menino é normalmente mais pesado do que a menina

32 cm. • PC:34 a 35 cm.900g a 3.500g.• 37 a 41 sem. ●PT:+/. MEDIDAS ANTROPOMÉTRICAS RN a termo . • Peso:2. • Ganho de 30g por dia nos 3 primeiros meses. • Até o 10º dia perde de 5 a 10 % do peso de nascimento. ●PA:1 a 2 cm < que o PT. • PT< 2 cm que o PC.

-Respiração Abdominal. -Distúrbios circulatórios fisiológicos adaptativos.Características anátomofisiológicas • Aparelho respiratório: -FR 40 a 60 mrpm. -Irregular. . -Taquipnéia fisiológica. -Pulso apical. • Aparelho circulatório: -FC 120 a 160 bpm.Circulação periférica lenta. .

. • Fonte adicional de calor GORDURA MARROM (TECIDO ADIPOSO MARROMTAM).localizado entre a escápulas. produz calor por consumo de Oxigênio e aumento do metabolismo.Sistema Termo-regulador • Pouco tecido subcutâneo (pobre isolamento térmico). ao redor do pescoço. atrás do esterno. nas axilas. • Não produz calor por tremor.

– NÚMERO DE ELIMINAÇÕES: Varia de 1 a 8 por dia ou pequenas após cada mamada. • Digestão gástrica: 1h 45mim a 2h (leite materno) • FEZES:Mecônio: primeiras 24hrs. • Capacidade de 30 a 50 ml. • FEZES DE TRANSIÇÃO: 2º ao 4º dia de vida. • Por volta do 6º ao 10º dia o coto desprende-se do abdomem.• Em poucos dias atrofia-se e escurece. APARELHO DIGESTÓRIO . CORDÃO UMBILICAL • Pronto desde o nascimento. musculatura pouco desenvolvida.

• Expelido pequenas quantidades.• Conteúdo gástrico eliminado passivamente. SISTEMA GENITURINÁRIO . REGURGITAÇÃO • Maturação funcional dos rins: período variável de 6 a 18 meses. • MICÇÕES: de 10 a 20vezes/dia. • 200 a 225 ml na primeira semana. s/ náusea e contratura da musculatura abdominal. • ELIMINAÇÃO:de 30 a 60 ml nos 2 primeiros dias. até controle de esfíncter.

LINGUAGEM QUE DEMOSNTRA DESCONFORTO. • REFLEXOS: -SUCÇÃO -PROCURA -PREENSÃO PALMAR E PLANTAR -DA MARCHA -BABINSKI -PALPEBRAL (CILIAR) -MORO( OU DO BRAÇO) • CHORO:VIGOROSO.Sistema neurológico • MOVIMENTOS: incoordenados.irregulares. .involuntários. • SONO: cerca de 19 h/dia.

CAUSAS DA PREMATURIDADE: Toxemia gravídica. Traumatismos físicos e emocionais. .RN PRÉ-TERMO RN nascido até 36 sem e 6 dias de gestação. • Infecções agudas. Gravidez múltipla. Hemorragia antes do parto. • • • • • • Gestante etilista ou tabagista. Amniorrexe prematura.

• Nutrição deficiente. • Ausência de pré natal.Fatores favoráveis • Situação sócio-econômica precária. . • Trabalho difícil. • Primiparidade jovem.

• PESO: = ou < de 2500g.coloração vermelho escuro. qto mais prematuro. mais escura é a pele. MEDIDAS ANTROPOMÉTRICAS CARACTERÍSTICAS ANATOMOFISIOLÓGICAS • PELE:enrugada. • GORDURA: Tecido subcutâneo escasso ou ausente. • VÉRNIX CASEOSO: ausente ou em pequena quantidade . • Cabeça grande em relação ao corpo. • ESTATURA: abaixo de 47cm.finos. fina. • LANUGEM: qto mais prematuro mais lanugem no corpo.

face c/ aspecto senil. • Tônus muscular diminuído. • ORELHAS: cartilagem fina. . gdes lábios mal desenvolvidos e mais abertos. • GENITAIS FEMININOS: Clitóris da RN é proeminente. os testículos podem estar nos canais inguinais. • Suscetível a infecções. • Imaturidade fisiológica e dos órgãos e sistemas. poucas rugas. • Reflexos de sucção e deglutição diminuídos. • GENITAIS MASCULINOS: Bolsa escrotal não dependurada e subdesenvolvida.• ROSTO: olhos salientes. • Unhas frágeis. • POSTURA: relaxada.

o que causa hipotermia ou hipertermia.Particularidades • Centro respiratório imaturo. • Troca de todo volume hídrico em 24hrs. hipoventilação. o que ocasiona edema. ou desidratação. episódios de apnéia. . • Deficiência do sistema termo-regulador. • Imaturidade hepática que ocasiona icterícia acentuada e de longa duração e hipoglicemia. por isso há crises de cianose. • Deficiência renal.

. • Sono profundo. • Suscetível a infecções.• Fragilidade vascular c/ tendência a hemorragia. • Movimentos lentos. • Ossos do crânio e as costelas são macios.

SUPORTE DE BOA EVOLUÇÃO a)Estabelecimento e manutenção da respiração b)Aquecimento c)Aumento ponderal de peso. d)Isolamento e profilaxia das infecções .

CUIDADOS DO RN EM INCUBADORA .

• Há incubadoras c/ controle de Tº manual e automática.000 a 2.500 1. • É importante adaptar a Tº da incubadora ao peso do RN: PESO AO NASCER(Kg) 1.000 a 1.500 >2.em meio limpo.500 a 2. que deve ser limpo a cada 24hs.500 Tº DO AMBIENTE 34-35ºC 32-34ºC 30-32ºC 28-30ºC . a manual é mais segura.INCUBADORA:Aparelho utilizado para manutenção da Tº.000 2. oxigenação e umidificação. • Necessário manter o RN só de fralda. • A umidade é garantida através de um reservatório de água.

• Possui válvula de entrada de O2. • Termômetro e outros dispositivos para controle da Tº.CARACTERÍSTICAS • Possui cobertura transparente para facilitar a visualização. • Possui duas janelas laterais por onde é feito os cuidados s/ a necessidade de exposição. e para o contato c/ os pais. . • Depósito de água destilada para umidificação.

nunca álcool. • Regular a Tº adequada c/ o peso. • Manter vigilância constante. • Lavar as mãos antes e depois de cada manipulação. • Utilizar avental individualizado para cada RN.CUIDADOS • Desinfecção diária c/ água e sabão. . • Manter técnica asséptica em todos os procedimentos. • Manter o RN nú.

• Realizar limpeza das narinas e olhos c/ soro fisiológico. • Controlar o peso como rotina. para retirar o conteúdo gástrico. freqüência respiratória. • Evitar excesso de manuseio c/ o prematuro. • Observar batimentos cardíacos. . • Fazer aspiração gástrica antes de iniciar a alimentação.• Circulação de pessoal limitada. eliminação. coloração da pele e anotar. • Verificar e fazer o curativo do coto umbilical diariamente.

• Causa desconhecida. • Função placentária insuficiente para boa troca de O2 e nutrientes.RN PÓS TERMO • Gestação acima de 42 sem. . . • Aumento da mortalidade intra-uterina. devido ao sofrimento respiratório após aspiração de líquido amniótico c/ mecônio.

.rachada. • Pele macerada(aspecto de pergaminho) e descamativa (“velha”). seca. • Sinais de desidratação. e apresenta hipotermia.CARACTERISTICAS • Apresenta comprimento e circunferência da cabeça adequados. • Teve queima de gordura subcutânea o que lhe dá a aparência de delgado e alongado. mas tem aparência de mal nutrido.

• Susceptível a hipoglicemia. • Pêlos abundantes no couro cabeludo. • Quando em sofrimento fetal elimina mecônio. o que deixa o pouco vérnix esverdeado • Oligodrâmnio.• Está de olhos abertos e alerta. • Pouca ou nenhuma quantidade de vérnix . • Unhas longas. • Ausência de lanugem. • Tamanho gde do feto: parto cesariana. .

. • Retardo no crescimento intra útero.RN DE BAIXO PESO • Neonato PIG. onde o desenvolvimento e a maturação do feto estão retardados ou comprometidos.

Condições materna: toxemia gravídica.doença renal. levando a comprometimento do ambiente intra uterino.CAUSAS: .diabetes. .Insuficiência placentária: funcionamento inadequado ou impróprio da placenta. .Anormalidade fetal e placentária: Inserção atípica do cordão. . artéria umbilical única e trombose vascular umbilical.

o comprimento e o perímetro cefálico do neonato. redução do peso e comprimento ) . • Consumo materno de álcool pode causar síndrome alcoólico fetal(ocasiona retardamento mental. cocaína e metadona pela gestante reduz significamente o peso.EXPOSIÇÃO A ÁLCOOL E DROGAS • Uso de heroína.

o neonato PIG tem o cérebro e o coração maiores que os do neonato prematuro .porém as glândulas supra renais menores. bem como o fígado.PROBLEMAS PERINATAIS: • Anoxia e aspiração de mecônio por sofrer insuficiência placentária. • Variação no tamanho dos órgãos em relação ao peso corporal. baço. . corre o risco de anoxia durante o parto.

PROBLEMAS A LONGO PRAZO • Problemas de desenvolvimento • Problemas imunológicos • Problemas neurológicos .

.BOA NOITE. ...

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful