Você está na página 1de 1

Sala de Esgrima

A Sala de Armas do Colégio Militar nasce pela mão do seu


Fundador, O Cor. António Teixeira Rebelo, numa escola anexa
ao aquartelamento de S. Julião da Barra, decorria o ano de 1803
tendo como Mestre de Armas o 1º Tenente Teotónio Roiz de
Carvalho. Começa assim a existência da mais antiga Sala de
Armas Nacional.

Com a passagem do CM de S. Julião da Barra para as actuais


instalações no Largo da Luz, a instrução da esgrima passou a
ser leccionada no ginásio descoberto, actual jardim da
enfermaria, alternando com as aulas nas áreas das camaratas
(gerais).

Com a construção do actual ginásio, que na sua planta original


contemplava a sala de esgrima, passaram aí a ser dadas todas
as instruções da modalidade. Por motivo de necessidade, a
esgrima teve de deixar essas instalações, passando a funcionar
nas salas laterais existentes ao lado do ginásio até 1983.

No inicio do ano lectivo de 1983/84 as aulas de esgrima voltam


a ser dadas na Sala de Esgrima, com as dimensões de 22 x 11 metros, apresentando três pistas, das quais duas são metálicas. Todas as pistas
estão electrificadas, com material de solo ou aéreo. A sala está equipada com material eléctrico para as 3 armas - Florete, Sabre e Espada.

Actualmente a sala de esgrima funciona com 119 alunos do 4º e 5º ano do CM. Frequentam as aulas de Esgrima em regime de ACC 44 alunos
dos vários anos do CM. A Sala actualmente tem como Mestre - Major Hélder Alves.