Você está na página 1de 2

EXCELENTSSIMO SENHOR JUIZ DE DIREITO DA ... VARA CVEL DA COMARCA DE .......

(Qualificao completa: nome, nacionalidade, estado civil, profisso, documentos e


endereo), representada por seu advogado que a esta subscreve, conforme documento de
procurao anexo aos autos (doc. Xxx), vem, perante Vossa Excelncia, propor a presente

AO DECLARATRIA DE NULIDADE DE CLUSULA CONTRATUAL

contra (Qualificao completa: nome, nacionalidade, estado civil, profisso,


documentos e endereo), com fundamento no art. 25 do CDC, pelos fatos e fundamentos que a
seguir expe:
O autor, em ....., comprou da empresa-r uma casa localizada na chcara na cidade
de ......
Ocorre que depois de algum tempo, o autor comeou a perceber que alguns
componentes da casa apresentaram problemas.
Entrou em contato com a empresa-r para que fosse realizada uma vistoria na casa e
uma avaliao do dano e da efetivao dos reparos que seriam necessrios para que fossem
sanados os problemas.
No entanto, a empresa-r recusou-se a sanar os problemas, mesmo sendo oriundos
da construo, pois alegou que a responsabilidade dos problemas estavam assumidos pela
corretora (Nome) que efetuara a venda do imvel, de acordo com a clusula (XXX) do contrato
existente entre as duas (doc. Xxx).
Basta esclarecer que a corretora que efetuar a transao uma empresa de
pequeno porte, e no possui patrimnio ou garantia suficientes para arcar com a responsabilidade
pretendida.
Ademais, de acordo com o que reza o art. 25 do CDC, a clusula supracitada est
ilegalmente colocada no contrato, pois a empresa-r no pode ser exonerada da eventual
responsabilidade.

Do exposto, requer a autora que Vossa Excelncia se digne:


a) a citao da empresa-r no endereo acima mencionado, para que, se desejar,
conteste a presente ao no prazo legal, sob pena de sofrer os feitos da confisso e revelia quanto
matria de fato;
b) a julgar procedente o pedido e que seja declarada nula de pleno direito a clusula
em questo do contrato referido;
c) condenar a empresa-r ao pagamento dos honorrios advocatcios, bem como as
despesas processuais e demais verbas sucumbenciais;
d) autorizar a produo de provas que se fizerem necessrias, entre elas o
depoimento pessoal do ru, sob pena de confesso, e inquirio das testemunhas abaixo arroladas,

que comparecero a audincia independentemente de intimao.


D-se causa o valor de R$ .......

Termos em que,
Pede deferimento.
Local e data.
Advogado
OAB n