P. 1
Apostila de Recreação e Jogos_1

Apostila de Recreação e Jogos_1

|Views: 16|Likes:
Publicado porR.Reis

More info:

Published by: R.Reis on Nov 12, 2013
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/15/2014

pdf

text

original

SUELY NESVES RODRIGUES • Licenciatura Plena em Educação Física Universidade Estadual do Pará (UEPA) • Pós graduada em Psicopedagogia Faculdade

de Macapá (FAMA)

ATUAÇÃO Fundação radesco

Universidade !ale do Acara" #overno do Estado

APOIO $ecretaria Municipal de Educação de $antana Pro%eto &ultura &orporal ' &on(ecer vivenciando Santana – AP 2011 Escola Estadual Augusto Antunes

RECREAÇÃO E JOGOS

ue com li/erdade e .UA circunst-ncia . momento da prática da recreação ) propício ao desenvolvimento da criatividade+ pois de acordo com as características anteriores+ notamos .ue ) l"dico passar5se o tempo+ não importando como2 A import-ncia da criatividade para a pessoa ) enorme+ pois engrandece a personalidade e prepara para uma condição mel(or na vida2 .ue o indivíduo escol(e espont-nea e deli/eradamente+ atrav)s do .ue durante seu desenrolar poderão desviar5se e acarretar no praticante sensaç=es indese%adas e negativas2 > ' A recreação deve ser de nature0a a propiciar : pessoa o e?ercício da criatividade2 7a medida em .ue não e?iste co/rança2 < o momento de se ser criativo+ pois não (á nada a perder+ nem mesmo tempo+ por.uais deverão ser sempre o/servadas+ pois uma ve0 .ue /usca sua recreação nunca terá outro o/%etivo com sua prática .uanto a.ual. ' A prática da recreação /usca levar o praticante a estados psicológicos positivos2 A recreação tem caráter (edonístico1 está sempre ligada ao pra0er1 recreação /usca pra0er2 < necessário tomar5se cuidado com a prática de determinadas atividades l"dicas .s pro*issionais de recreação apenas criam circunst-ncias propícias para .uer atividade .ue o praticante não desenvolva sua recreação na *orma mais ampla2 $ão elas3 45 A recreação deve ser encarada pelo praticante como um *im em si mesma+ sem . A RECREAÇÃO ) *ato+ ou o momento+ .ue não apenas o *ato de se recrear2 6á um total descompromisso e uma total gratuidade2 7ão /usca .uele ou em .uer tipo de retorno2 85 A recreação deve ser escol(ida livremente e praticada espontaneamente+ segundo os interesses de cada um2 &ada pessoa terá oportunidade de opção .ue se espere /ene*ícios ou resultados especí*icos2 A pessoa .ual.ue se o*ereça estimulação+ essa criatividade deve ser plenamente desenvolvida2 .uer outro momento2 Uma pessoa não pode *orçar outra : prática da recreação1 pode apenas sugerir ou motivar2 7ingu)m receia ningu)m2 .uilo .ual ele satis*a0 (sacia) seus anseios voltados ao seu la0er1 RECREAÇÃO não ) uma atividade+ mas . a fim de propiciar a plena realização da sua personalidade” Conceitos. tra/al(o será muito mel(or e apresentará resultados muito mais satis*atórios se desenvolvido desde a in*-ncia2 @ ' 7as características de organi0ação da sociedade nos níveis econAmicos+ sociais+ políticos e culturais em geral+ .ual.O LÚDICO RENOVANDO AS PRÁTICAS EDUCATIVAS “Educar é principalmente atender às necessidades do desenvolvimento da criança.ue/radas *a0em com .ue cada pessoa $E recreie2 .ue pretenda *a0er em *unção de sua recreação e+ se pre*erir+ ainda optar por não t95la na.ue a criança prati.ue resulte pra0er1 Caracter !t"ca! #$!"ca! %a recrea&'() A recreação apresenta cinco características /ásicas+ as .

%ogo tra0 ao organismo+ entre oiutros estímulos+ necessário ao crescimento dos órgãos2 A trav)s da necessidade de contermos nossa agressividade+ para não transgredirmos regras+ o %ogo consegue tam/)m . .ual se introdu0 um *ator psí.7DE$DE 5 Atividade *ísica na .uecer os pro/lemas durante o período de atividade e depois ter mais *orças para encará5los2 Função "ocializadora3 Por ser em grupo a necessidade de socia/ilidade ) mais re*orçada+ *a0endo com . %ogo organi0ado possui regras .uando as necessidades da vida não se suscitam2 Função Catártica3 Li/eração das tend9ncias anti5sociais dos instintos agressivos+ do instinto se?ual+ incompatíveis com a civili0ação atual2 6averia atrav)s do %ogo uma descarga moment-nea+ de modo ino*ensivo2 Função isciplinadora3 como e?istem regras disciplinadoras+ os participantes dos %ogos precisam dosar seus comportamentos+ criando com isso uma disciplina mais aprimorada2 Função terap!utica3 Atrav)s da e?pansividade do momento+ consegue5se es.$r"(! "n%". a !e10"r 0. -a%r'(2 e.ue os menos sociáveis procurem logo desenvolver esta *unção2 TIPOS DE JOGOS6  Huanto a di*iculdade3 Pe.uenos Cogos3 $imples com regras *áceis e pouca duração2 #randes Cogos3 Cogos com regras especí*icas+ maior tempo de duração e visam a um determinado esporte2  Huanto a intensidade3 &.a! %e c(.ue controlemos nosso sistema nervoso2 Função compensadora: .ent( recreat".uico /aseado numa situação estimulante2 C. 1era3 4(r. %ogo su/stitui a realidade+ proporcionando ao praticante oportunidade de despertar . ' Eeali0ado em grupos+ dividaido em dois ou mais partidos2 .ue devem ser cumpridas pelos seus participantes2 +UNÇÃO DO JOGO6 Função estimuladora: .#.ue se encontram adormecidas+ .-(rta.E#A7FGAB.a%( e -art"35a%( -(r .a recreação de cada grupo ) escol(ida de acordo com os interesses comuns dos participantes2 Pessoas com as mesmas características t9m uma tend9ncia natural de se procurarem e se agruparem2 $eu comportamento ) semel(ante2 Essas pessoas *ormam os c(amados grupos de iguais2 &ada grupo de iguais+ de acordo com suas características+/usca um determinado tipo de recreação2 JOGO * +(r.( /0e ten%e. %0(!) Bivide5se &onteste1 Cogo organi0ado1 em3 as tend9ncias .

Ativos3 todos participam ao mesmo tempo de uma atividade intensa2 Moderados3 ou mais ou menos intensos2 Podem ser em *orma de coluna+ círculo+ corridas de reve0amentos e dispersos2 #eralmente+ apenas alguns %ogadores participam ativamente de cada ve0+ *icando os demais em *ormação+ : espera da sua oportunidade2 &almos3 sentados+ cantando+ atividades rítmicas /em calmas2  Huanto a organi0ação3 Bispersivos3 %ogos : vontade+ sem *ormaç=es2 Em *ormação3 coluna+ *ileiras+ círculos etc2 Mistos3 duas ou mais *ormaç=es2 CLASSI+ICAÇÃO DOS JOGOS6 #o$os "ensoriais3 atuam so/re os sentidos+ proporcionando5l(es sensaç=es agradáveis+ evitando para a criança estado de ang"stia ou situaç=es de medo2 #o$os %otores3 segundo suas características+ desenvolvem3  Força1 Para LucJesi (4KKL)+ atividade l"dica ) a ação .uisição de comportamentos1 • Besenvolvimento de diversas áreas do con(ecimento1 .ue de sua reali0ação2 se e?pressa+assimila con(ecimentos e constrói a sua realidade .ue vise proporcionar interação2Por)m+ mais importante do .uando está em alguma atividade l"dica2 Ela tam/)m espel(a a sua e?peri9ncia+ modi*icando a realidade de acordo com os seus gostos e interesses2 $ão vários os /ene*ícios das atividades l"dicas+ e entre eles estão3 • Assimilação de valores1 • A.uer animação .uem a pratica2 $ão l"dicas as atividades .ue propiciam a e?peri9ncia completa do momento+ associando o ato+ o pensamento e o sentimento2 A atividade l"dica pode ser uma /rincadeira+ um %ogo ou .ualidades intelectuais2 EI3 %ogos de dama+ ?adre0+ %ogos de memória etc2  A*etivos3 desenvolvem as sensaç=es de pra0er2 ATIVIDADE LÚDICA ) toda e .ue o tipo de atividade l"dica ) a *orma como ela ) dirigida e vivenciada+ e o por.ual.ue grandes educadores do passado %á recon(eciam a import-ncia das atividades l"dicas no processo de ensino5aprendi0agem2 A criança  Bestre0a1  &oordenação Muscular1  !elocidade de movimento2 #o$os ps&'uicos3  Fntelectuais3 desenvolvem as .uer outra atividade .ue pode propiciar a plenitude da e?peri9ncia+ por isso proporciona pra0er ao ser (umano+ se%a como e?ercício+ como %ogo sim/ólico ou como %ogo de regras2 Ele a*irma+ ainda+ .ual. pra0er está presente nas atividades l"dicas2 A criança *ica a/sorvida de *orma integral2 &ria5se um clima de entusiasmo2 Podemos ressaltar .ue tem como intenção causar pra0er e entretenimento em .ue uma atividade l"dica pode não ser divertida2 .

'ue . $alopando com uma pata. $alopando com uma pata. duas patas .eça a outra na cintura á um remele6o no corpo á uma um. é meu 1.i$ada no outro "ai. sai.• Aprimoramento das (a/ilidades1 • $ociali0ação2 Huanto aos tipos de atividades l"dicas e?istentes+ são muitas+ e podemos citar3 • Besen(ar1 • rincar1 • Cogar1 • Bançar1 • &onstruir coletivamente1 • Ler1 • Usar so*tMares educativos1 • Passear1 • Bramati0ar1 • &antar1 • Fa0er tetro de *antoc(e+ etc2 "ai.is2 “Pipoca” 7ma pipoca es'uentando na panela uas pipocas começam a conversar /r!s pipocas vira um $rande falat*rio E a panela começa a . $alopando com uma pata. duas patas.rin+o (e)am s* os meus . saia da la$oa 1. sai pia.is2 (e)am s* meu pescoçin+o e os meus om. é meu.is23 “Piaba” 7RIN8UEDOS CANTADOS . tr!s patas . é meu.eça.raçin+os e os meus dedin+os /en+o costas e .is2 45e a mão na ca. não encontrei ainda .um.a.arri$a %eu . tr!s patas. 'ue coisa mais linda -l+os e nariz i$uais. pernas compridas #oel+in+os.uando 'uiseres o frio es'uentar %onte no cavalo e saia a $alopar “O corpinho” (e)am s* min+a ca.onitin+a. é meu1. dois pezin+os 0 lindo o meu corpin+o 0 meu. duas patas.um.uando 'uiseres o frio es'uentar %onte no cavalo e saia a $alopar 8o cavalo. sai. ploplo'ue plo'ue plo'ue ploplo'ue plo'ue plo'ue ploplo'ue plo'ue plo'ue3 “O cavalo” .ue orel+a . $alopando com uma pata .uando 'uiseres o frio es'uentar %onte no cavalo e saia a $alopar 8o cavalo.uando 'uiseres o frio es'uentar %onte no cavalo e saia a $alopar 8o cavalo.a. 'uatro patas .uando 'uiseres o frio es'uentar %onte no cavalo e saia a $alopar 8o cavalo.o'uin+a en$raçadin+a /udo 'ue estás vendo a'ui 0 meu. saia da la$oa 1.alançar 0 um tal de ploc. sai pia.

tr!s patas.uando declinar o DIVIRTA9*SE  CARA OU CARETA Pre-ara&'(6 disp=em5se os %ogadores em duas *ileiras+ dorso a dorso+ *icando todos so/re alin(a . à espera de nova ordem3 +"na36 terminará o %ogo .(30&'(6 dado o sinal de início+ os %ogadores das colunas dão imediatamente as mãos *ormando *ileiras+ o cão perseguirá o gato+ mas am/os só poderão passar entre as *ileiras+ não sendo permitido cortá5las2 Para aumentar o entusiasmo do %ogo e e?igir do perseguidor e *ugitivo maior agilidade+ os %ogadores deverão+ a espaço de tempo di*erentes e mediante um sinal do instrutor+ largar as mãos e voltar ora : direita+ ora : es. 'uatro patas com a ca.A A 7OLA  CADEIA .uando um dos campos não tiver mais %ogadores+ ca/endo a vitória ao adversário2  OL. %ogador . duas patas. dado pelo )uiz3 -s )o$adores do campo desi$nado correrão para o pi'ue.eça . 'uatro patas com a ca.s demais %ogadores+ aos pares e de mãos dadas+ *icam dispersos2 E. tr!s patas. $alopando com uma pata. $alopando com uma pata.eça.U9ANA Pre-ara&'(6 : semel(ança de um pelotão+ os %ogadores são dispostos em colunas de seis ou oito2 Bestacados+ dois serão3 cão e gato2 E. perse$uidos pelos adversários.o3  NUNCA TR:S Pre-ara&'(6 um *ugitivo e um perseguidor+ : dist-ncia2 .ue se deslocou *ugirá do perseguidor tomando novo par2 Uma ve0 preso o *ugitivo+ torna5se perseguidor2 +"na36 terminará interesse2 o %ogo .ue divide o campo em duas 0onas3 cara e careta3 E. com o ra. sendo eliminados os 'ue forem presos3 -s restantes se disp5em como no in&cio.uerda+ dar as mãos novamente+ *ormando novas *ileiras em sentido diversos2 As mudanças de direção deverão ser indicadas pelo pro*essor2 Assim+ con*orme a situação do cão e do gato+ *icarão ora numa atitude+ ora noutra2 +"na36 terminará o %ogo com a prisão do gato2 .(30&'(6 ao grito de cara ou careta. duas patas.uando 'uiseres o frio es'uentar %onte no cavalo e saia a $alopar 8o cavalo.(30&'(6 dado o sinal de início+ o *ugitivo corre e+ para evitar o perseguidor+ toma a mão de um dos pares cu%o parceiro se deslocará por não ser permitido grupo de tr9s2 .8o cavalo.

ue estiver da posse de /ola tentará .ue dei?ar a /ola sair por /ai?o de suas pernas+ virará de costas para o centro da roda+ permanecendo nela e na atividade2 $eu procedimento será o mesmo+ só mudando a posição2 $e a /ola sair novamente por /ai?o das pernas de um participante .ueimado2  O ÚLTI9O DOS 9OICANOS .ue %á está de costas+ ele terá . participante poderá evitar .s participantes *ormarão uma roda+ com as pernas a*astadas e os p)s tocando os p)s do colega ao lado2 Uma /ola ) colocada em movimento no meio da roda2 Beslocada rasteiramente pelos participantes2 Dodos pretendem *a0er com .uer um dos participantes2 Para .uadra+ ) recomendável marcarmos um ret-ngulo no c(ão de taman(o e.uer parte do corpo da pessoa e+ em seguida+ cair ao c(ão2 &aso to.ue representa a vida2 ..ue a /ola saia da roda por /ai?o das pernas de um dos outros participantes+ evitando .uem *or menos .ue a mesma saia por /ai?o de suas próprias pernas2 Para isso+ utili0arão suas mãos2 7ão se pode segurar a /ola+ apenas /ater nela2 A pessoa .ueimando2 !encerá .ual.uanto (ouver motivação2  7OLA AO GUARDA Educandos *ormam um círculo+ um deles *ica no centro com a /ola+ dentro do /am/ol92 Bado o sinal de início+ esse %ogador arremessa a /ola para algum colega e *oge para *ora do círculo2 .ue dei?á5la no centro do /am/ol9 e perseguir o guarda . %ogador .ual.uivalente a uma .ueimada2 .ue no corpo mas a pessoa segure a /ola antes .ue tentará voltar e tocar a /ola sem ser pego2 &aso consiga+ continua como guarda2 $e *or tocado antes+ troca de lugar com o colega2 #an(a o %ogo .s recreacionistas prenderão pe. recreacionista deverá persegui5 lo2 &apturando5o+ o recreacionista deverá tirar a *ita . participante da posse de /ola não pode andar+ en.uenas tiras de *itas+ coloridas+ nos pun(os de todos os participantes2 Essa tira representará a vida dos participantes2 .s recreacionistas prosseguirão procurando outros participantes2 .ueimar .ueimada individual+ onde o %ogador .uanto os outros poderão deslocar5se livremente+ andando+ correndo+ saltando+ rolando etc2 Huem *or .uadra2 < uma .ue pagar uma prenda+ e todos retornarão a posição inicial+ recomeçando5se a atividade2 Esta atividade se tornará cada ve0 mais interessante+ .ueimar+ a /ola deve encostar em .uanto mais aumentarmos o n"mero de /olas2 A atividade prosseguirá en.ue caia no c(ão+ não ) considerada .ueimado deverá sentar5se no local onde isso aconteceu+ e continuará participando+ pois+ se a /ola c(egar ao seu alcance+ poderá pegá5la e levantar5se para continuar .ue o recreacionista o *aça2 Eetirada a *ita+ sem a vida+ o participante deverá retornar ao local de início2 .ue rece/er a /ola tem .uem *icar mais tempo como guarda2  CARI97O Pra este %ogo+ caso não ten(amos .s recreacionistas deverão contar o n"mero e?ato de participantes2 Dodo o participante identi*icado com a *ita+ deverá se esconder por todo o espaço disponível2 Bado o sinal de início+ os recreacionistas irão procurar os participantes1 encontrando algum deles+ este poderá ainda tentar *ugir2 .

uipe este%a de p) com o /ar/ante enrolado na cintura2 Huando o "ltimo participante terminar+ passará a e?ecutar a ação ao contrário+ desenrola o /ar/ante da cintura e enrola5o outra ve0 no rolo+ senta5se +passa para o da *rente e assim sucessivamente2 #an(ará a e.uipe uma /ola para ser presa entre os p)s2 Ao sinal de iniciar+ estes %ogadores levantam as pernas estendidas e colocam a /ola+ sem dei?á5la cair+ no mesmo lugar+ entre as pernas estendidas dos %ogadores das carteiras de trás+ . vencedor será o "ltimo a ter sido pego+ ou os .ue so/re a carteira o rolo de /ar/ante em per*eitas condiç=es2  P=S TRANSPORTADORES .ue esta/elecido previamente2 !encerá a e.uipe cu%o primeiro %ogador colo.ue o time conseguir esse intento+ *ará um ponto+ e o %ogo se reiniciará com posse de /ola do outro time2 A atividade poderá terminar por tempo ou por n"mero de pontos+ desde .uipes2 . diretor do %ogo dará ao primeiro %ogador da cada e.ue não *oram pegos após o vencimento do tempo2  7AS8UETE DO CAPITÃO $impli*icação do %ogo de /as.ue o da *rente levante seu /raço es.uipes2 Ao primeiro participante de cada e.ue toda a e.uerdo do %ogadora sua *rente+ *a0endo um nó entre o om/ro e o cotovelo2 Este participante o desatará com a mão direita e o atará da mesma maneira no /raço es.uipe (carteiras da *rente) se entregará um rolin(o de /ar/ante2 Bada a vo0 de começar+ este aluno deverá levantar5se+ passar o /ar/ante duas ve0es ao redor da cintura e entregá5lo ao aluno da carteira seguinte .ue se levanta e repete a ação+ passa o rolo ao .uipe um lenço grande (lenço de ca/eça)2 Bada a vo0 de começar pelo diretor do %ogo+este atará o lenço no /raço es.uantas *orem as colunas de carteiras+ com um n"mero igual de alunos sentados2 Entregar*se5á aos "ltimos %ogadores de cada e.uipes .ue tiver o maior n"mero de pontos2 JOGOS NA SALA DE AULA  CORRIDA DO N< Formar5se5ão tantas e.uadra+ em cima de uma cadeira ou coisa .uando todos os participantes %á tiverem sido pegos+ ou ao *inal de um tempo predeterminado2 .ue terminar primeiro2  CORRIDA DO N< DE 7AR7ANTE .uipe na e?tremidade oposta da .s alunos deverão estar sentados com as pernas para o lado de *ora das carteiras+ um n"mero igual em cada coluna+ para *ormarem as e.uete do capitão terá um representante de cada e.ue está atrás e assim+ sucessivamente+ at) .ue+ por sua ve0+ .uipe .uipe .A atividade terminará .s alunos deverão estar sentados em igual n"mero+ em cada coluna de carteiras+ par *ormarem as e.uerdo com o lenço atadoN !ence a e.uete/ol+ o /as.uerdo do compan(eiro da *rente e assim+ sucessivamente+ at) .ue o val(a2 Ele ) o &apitão e *a0 as ve0es da cesta2 .s participantes+ divididos em dois times+ tentarão entregar a /ola para seu capitão+ por)m+ antes+ deverão *a0er no mínimo+ tr9s passes2 A /ola deverá c(egar diretamente :s mãos do capitão e ele deverá segura5la e não apenas tocá5la+ sem descer nem cair da cadeira2 &ada ve0 .

ue será o vi"vo2.ue *altam2 Ao t)rmino do tempo previamente determinado+ *inali0a5se o %ogo2 !encerá a e. %ulgamento pode ser *eito pelos alunos+ por votação ou palmas2  CORRIDA DE 9E9<RIA .uadro5negro+ por e?emplo3 a *ac(ada de uma casa sem portas e sem %anelas+ o corpo de um animal+ o contorno de um rosto etc2 .uipes2 .uipe masculina *icará de p)+ atrás das cadeiras das meninas+ sendo .ue estiver sem par gan(a+ e o colega . representante de cada e.uipe .uadro+ no local destinado ao seu grupo+ passando a uma dist-ncia de mais ou menos 8 metros2 .uipe um mesmo desen(o no . primeiro aluno da terceira e.uantas *orem as colunas de carteiras com igual n"mero de alunos em cada uma2 .ue (averá uma cadeira va0ia2 Em/ora uma cadeira este%a va0ia+ (averá um menino atrás dela+ .ue toca e pronuncia o nome do mesmo o/%eto+ *a0 o mesmo a um outro e senta5se2 .uipe *eminina e outra masculina2 A e.ISTAS CEGOS Bivide5se a turma em tantas e.ue primeiro terminar o transporte da /ola at) o "ltimo %ogador2  OS DESEN. vi"vo+ então+ dará uma piscada de ol(o discretamente para uma das meninas .uipe cu%o representante conseguir terminar o desen(o com maior per*eição2 . pro*essor dividirá a turma em duas e.uipe .uipe+ depois os segundos+ os terceiros etc2 &ada aluno toca os o/%etos escol(idos por seus antecessores e acrescenta cada ve0 um : s)rie2 &ada aluno .ue está atrás de sua cadeira+ to.uipe levante e rapidamente toca em um o/%eto .s alunos deverão estar sentados em igual n"mero+ em cada coluna de carteiras+ para *ormarem as e./servam /em o desen(o+ depois vendam5se os ol(os de todos os representantes+ dá5se um gi0 a cada um e assim eles irão tentar completar os detal(es .ual. pro*essor es/oça para cada e.uipes+ uma e.ue+ ao perce/er+ deverá+ imediatamente sentar5se na cadeira va0ia+ antes . primeiro %ogador da primeira e.reali0am a mesma operação com os terceiros e assim sucessivamente at) o "ltimo2 !encerá a e.ue perdeu+ torna5se o novo vi"vo2 Após um determinado tempo+ o pro*essor inverte os pap)is+ ou se%a+ os meninos *icam sentados e as meninas *icam em p) atrás das cadeiras iniciando+ assim+ o namoro da vi"va2 .uipe apro?ima5se do .ue o menino+ .uipe *eminina *icará sentada nas cadeiras+ em *orma circular+ e a e.ue5a nos seus om/ros2 Huando isso acontecer+ ela não poderá atender : piscada do vi"vo2 &aso contrário+ o aluno .uer da sala+ pronunciando5l(e o nome+ volta ao seu lugar2 $ai então o primeiro aluno da segunda e.uipes .ue errar a ordem dos o/%etos+ contará um ponto negativo para seu grupo e será o primeiro a iniciar uma nova s)rie+ continuando o %ogo a partir deste aluno em diante2  O NA9ORO DO VIÚVO .uipe toca e nomeia+ em ordem+ esses dois o/%etos e acrescenta mais um2 E assim por diante+ tocando e nomeando em ordem+ primeiro os primeiros de cada e.

uipes+ .ual.ue conseguir *ormar o maior n"mero de palavras2 RE+ER:NCIAS 7I7LIOGRÁ+ICAS • • • • S"3.uadro5negro+ uma palavra . pro*essor escreverá+ no .ara32 &leusa do 7ascimento2 $u/sídios para Educação Física2 Editora vo0es2 Petrópolis2 4KKL2 .a2 Eli0a/et( 7ascimento ' Eecreação na sala de aula ' $print2 Eio de Caneiro2 8OOP2 Car.uipe vencedora será a.uer2 As e.uipes deverão participar do %ogo2 A e.a33ar"2 !inícius Eicardo ' Dra/al(ando com recreação ' $ão Paulo 5 Fcone+ 8OOK2 9ac5a%(2 7ilce v2 ' Educação Física e recreação para pr)5escola Q PE.ue corresponderá ao n"mero de colunas de cadeiras da sala de aula2 . pro*essor dividirá a turma em um n"mero de e.BFL ' Porto Alegre+ 4KLP2 9a3042 Angela &ristina Mun(o0 ' Atividades l"dicas para Educação Fn*antil2 Editora vo0es2 Petrópolis2 8OOK2 • +re"ta!2 Marise Eondon2 A. JOGO DAS LETRAS .uela .uipes deverão+ dentro de um tempo determinado pelo pro*essor+ *ormar outras palavras + usando as letras da palavra escrita pelo pro*essor2 Dodos os alunos das e.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->