Você está na página 1de 21

SEMICONDUTORES ORGNICOS

HISTRIA
PRIMEIROS

OBSERVAES EM MATERIAIS A BASE DE CARBONO: 1920 POR J. SAMEJIMA. PRIMEIROS TESTES COM DERIVADOS DO CARBONO: 1947-HIROO INOKUCHI.

COBRE

EM P: NO CONDUZ ELETRECIDADE EM P: CONDUZ ELETRECIDADE

GRAFITE

ESTRUTURA GRAFITE

PRIMEIRO

SEMICONDUTOR ORGNICO: VIOLANTRONA

MAIS

TESTES E COMPROVAO DE CONDUTIVIDADE: 1949 E 1954

1954

PRIMIRA VEZ EM QUE FOI CITADO O TERMO SEMICONDUTOR ORGNICO

DEFINIO
SO

POLIMEROS COM CAPACIDADE DE TRANSMITIR ENERGIA ATRASVS DE SI, POSSIVEL ATRAVS DA ALTREO DE SUAS MOLCULAS.

SEU

GAP DE BANDA, SALTO DE ENERGIA, FICA MENOR QUE 3 eV, MAIOR QUE 0, QUE O CARACTERIZA COMO SEMICONDUTOR

AS

INTERAES ENTRE ORBITAIS ATOMICOS GERA BANDAS DE ENERGIA

HOMO

COM ELTRONS LUMO VAZIA

SISTEMAS COMO CONJUGADOS


Deslocao

eletrnica

Excitao dos eltrons Transporte intermolecular de densidade eletrnica.

Sobreposio

Empacotamento das nuvens eletrnicas Transporte intermolecular de densidade eletrnica

Tipo-p

Sistema conjugado - excessivo HOMO com alta energia Alta mobilidade de carga Instabilidade ao ar e/ou luz

*EXEMPLIFICANDO COM SEMICONDUTOR INORGANICO DE SLICIO

Tipo-n

Sistema -deficiente LUMO de baixa energia Mediana a boa mobilidade de cargas Maior estabilidade ao ar

*EXEMPLIFICANDO COM SEMICONDUTOR INORGANICO DE SLICIO

QUALIDADES SMO
VANTAGENS:

Flexibilidade Facilidade de purificao


DESVANTAGENS: Instabilidade trmica Instabilidade ao ar

APLICAES
TRANSISTORES OLEDS CELULAS

TIPO FET

SOLARES

OFETS
FUNCIONAM

ELTRICO USADOS E AMPLIFICADORES E SUBSTITUEM TRAMSFORMADORES PO TER UMA ALTA IMPEDNCIA

ATRAVS DE CAMPO

OLEDS
DIODOS

COMPOSTOS DE CARBONO EMISSORES DE LUZ QUANDO RECEBEM UMA CARGA ELETRICA.

AS

CLULAS SOLARES POLIMRICAS SO UMA VARIEDADE DE CLULAS SOLARES QUE PRODUZEM ELETRICIDADE A PARTIR DE LUZ SOLAR USANDO POLMEROS SEMICONDUTORES

CELULAS SOLARES

SMO LQUIDO CRISTALINO


HOMOGENEIDADE

FILME FINO ORGANIZAO UNI OU BIDIMENSIONAL RESPOSTA ESTMULO MAGNTICO, ELTRICO E/OU PTICO

NA FORMAO DO

ORGANIZAO DA MATRIA
NEMTICA

Maior fluidez Maior facilidade de empacotamento e formao de filme fino

ESMTICA

Organizao em lamelas Livre rotao das molculas

CRISTAL

Maior rigidez Interaes do tipo -stacking muito favorecidas

COLUNAR

Muita organizao Mxima interao tipo-stacking Conduo de densidade de carga ao longo do eixo