Você está na página 1de 1

Sistemas Termomecnicos para Produo Industrial de Etanol Celulsico

Zanini, P. R. de O. ; Seleghim, P Jr. Objetivos


Desenvolver um reator de banca para testar um mtodo de pr-tratamento hidrotrmico do bagao-de-cana.

(1)
-na curva de saturao:

(2)

Mtodos/Procedimentos
Testes foram realizados em um reator de bancada e as amostras resultantes foram examinadas com anlise termogravimtrica (TG/DTG) e anlise trmica diferencial (DTA) visando perceber alteraes no bagao-decana pr-tratado.

Resultados
Observou-se na elaborao do sistema (reator em si) diversas dificuldades, tais como a usinagem (necessitando simplificaes de projeto), controle do sistema (visando manter presso e temperatura constantes no reator atravs de controlador PID).
Figura 2: Diagrama Presso x Temperatura do processo

Recolheu-se dos experimentos fibras do material e tambm a gua. Nas anlises trmicas, pode-se notar alteraes do material, tais como a reduo do teor de hemicelulose (curva DTG sem inflexo no segundo evento), maior disponibilidade de celulose (curva TG indicando maior variao de massa no segundo evento) e a ausncia de resduo ao fim da TG.

Concluses
Uma vez caracterizado o material pr-tratado, pode-se utilizar o aparelho desenvolvido para chegar s condies de maior eficincia do prtratamento proposto e assim utilizar estes parmetros para desenvolver um reator de processamento contnuo com este fim.

Figura 1: Curvas TG/DTG comparativa do bagao in natura e daquele pr-tratado 223C e 15minutos

Uma vez colocado em operao, a vlvula escolhida para realizar a despressurizao apresentou tempo de abertura considervel, podendo o processo ser otimizado com a troca desta. Feita a modelagem do processo termodinmico, temos as seguintes equaes: -antes da saturao:

Referncias Bibliogrficas
Teixeira, H. F. M. da C. Dimensionamento de um mini reator de bancada para processo de exploso de vapor, TCC, EESC/USP, 2009