Você está na página 1de 1

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAO Setor de Superviso de Ensino ORIENTAO 009/SSE/05 Assunto: Compensao de Ausncias na Educao de Jovens e Adultos Data:

10/08/2005 Interessados: Escolas Municipais de Ensino Fundamental Fundamentao Legal : Lei de Diretrizes e Bases da Educao Nacional n9394/96 (inciso VI, artigo 24) e Indicao CEE n 08/2001 Considerando a especificidade da modalidade de Educao de Jovens e Adultos, orientamos o que segue quanto aos procedimentos de compensao de ausncia a serem aplicados pelas equipes diretoras das unidades escolares, aos alunos que ultrapassarem o limite de 25% de faltas: 1. O Orientador Educacional acompanhar regularmente a freqncia dos alunos s aulas, atravs dos registros feitos pelos professores nos Dirios de Classe e, ao constatar ocorrncia de faltas que ultrapassem o limite de 25%, dever : a) Orientar o aluno quanto possibilidade de compensao de ausncias, documentando o fato e a instruo dada, que ficar arquivado em seu pronturio. b) Orientar o professor quanto elaborao da proposta de compensao de ausncia e quanto aos registros a serem efetuados. 2. A proposta de compensao de ausncia dever levar em considerao a garantia da aprendizagem dos contedos trabalhados pelo grupo-classe no perodo em que o aluno esteve ausente, podendo ser feita de formas variadas, a saber: a) Atividades letivas na pr-aula e/ou aos sbados, planejadas pelo professor do aluno e acompanhadas por um profissional habilitado. b) Trabalhos, lies suplementares, pesquisas, projetos ou estudos individuais domiciliares, executados pelo aluno sob orientao do professor de sua classe. 3. O professor dever registrar os procedimentos efetuados referentes compensao de ausncia em campo especfico do Dirio de Classe.

Superviso de Ensino