P. 1
Competências - O que são

Competências - O que são

|Views: 5|Likes:
Publicado porMarta Gomes

More info:

Published by: Marta Gomes on Nov 20, 2013
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/28/2015

pdf

text

original

COMPETÊNCIAS – O QUE SÃO?

[APOIO METODOLÓGICO DE HISTÓRIA]

José Carlos Trigueiros Marta Gomes

O desafio da qualificação profissional tem imposto um esforço sustentado e continuado nos diferentes ciclos de políticas públicas face ao reforço das competências. Neste esforço inscreve-se o compromisso assumido para a mobilização de vários mecanismos que conduzam a uma efectiva qualificação dos nossos alunos. Neste contexto, a escola assume-se, claramente como um espaço, privilegiado, de aquisição dessas competências. É no entanto necessário perceber a que nos referimos quando nos socorremos desta terminologia. COMPETÊNCIA E COMPETÊNCIAS-CHAVE: A CENTRALIDADE DA DEFINIÇÃO DOS CONCEITOS As exigências, cada vez maiores, de um mundo globalizado tornaram necessário preparar os estudantes para a aquisição de competências que se complementam num processo, também ele inovador e cada vez mais necessário de formação ao longo da vida. Não se trata apenas, de traduzir aprendizagens e saberes mais ou menos formalizados ao longo de uma determinada trajectória escolar, mas também, de partir, das trajectórias de vida dos indivíduos, extrair de modo contextualizado e especializado as soluções de acção utilizadas nas mais diversas situações dos seus percursos e contextos. É este o entendimento e a pertinência de um referencial de competências-chave. Neste sentido, assume particular importância a definição clara de dois conceitos: • • O de competência e o de Competências-chave.

Entende-se competência como uma "COMBINATÓRIA DE CAPACIDADES, CONHECIMENTOS, APTIDÕES E ATITUDES

APROPRIADAS A SITUAÇÕES ESPECÍFICAS, REQUERENDO TAMBÉM 'A DISPOSIÇÃO PARA' E 'O SABER COMO' APRENDER" (Comissão Europeia, 2004)i. E neste mesmo sentido, mas de modo mais concreto e circunscrito, a definição de
competências-chave é a de "UM

CONJUNTO ARTICULADO, TRANSFERÍVEL E MULTIFUNCIONAL, DE

CONHECIMENTOS, CAPACIDADES E ATITUDES INDISPENSÁVEIS À REALIZAÇÃO E DESENVOLVIMENTO INDIVIDUAIS, À INCLUSÃO SOCIAL E AO EMPREGO. ESTAS COMPETÊNCIAS DEVERÃO SER DESENVOLVIDAS NO ÂMBITO DA ESCOLARIDADE OBRIGATÓRIA [E] DA FORMAÇÃO INICIAL E FUNCIONAR COMO ALICERCE DE APRENDIZAGENS POSTERIORES NUMA PERSPECTIVA DE APRENDIZAGEM AO LONGO DA VIDA." (Comissão
Europeia, 2004). Estas podem ser adquiridas tanto em percursos formais de escolarização obrigatória, como podem constituir-se como fundamentos para novas aprendizagens e processos de aquisição de competências. É importante identificar os domínios destas competências-chave. Eles são: 1. 2. 3. 4. Linguagem e Comunicação, Matemática para a Vida, Tecnologias da Informação e Comunicação, Cidadania e empregabilidade.

No conjunto, estas áreas de competências concentram as competências básicas de literacia e um outro domínio, cada vez mais incontornável, o da 'literacia informática'. O quarto, cidadania e empregabilidade, é de âmbito diferente, e visa contribuir para que se desenvolvam competências nessas duas vertentes. Quanto ao referencial de

COMPETÊNCIAS-CHAVE,

ESTA É UMA ÁREA COM CARÁCTER ASSUMIDAMENTE

TRANSVERSAL, que procura trabalhar comportamentos e atitudes (de cidadania e empregabilidade), os quais são entendidos como estando fortemente dependentes do domínio das competências instrumentais básicas.
i

Comissão Europeia (2004). Key Competences for Lifelong Learning. A European Reference Framework. Working Group B "Key Competences". Bruxelas. Disponível na Internet: http://europa.eu.int/comm/education/index_en.html 1

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->