Você está na página 1de 6

Conduo no regime

permanente
Conduo com fontes
(1)
+ V = +
c
c
T
t
T
C
P
2
k
= 0 Regime permanente
0 k
2
= + V T
Exemplo: Um corpo cilndrico, com uma fonte interna uniforme
e com transferncia unidirecional, na direo radial.
Propriedades fsicas constantes.
Regime permanente
Superfcie mantida temperatura T
o
Encontrar o perfil de temperaturas e o calor que deve ser
dissipado para manter condies permanenentes
Equao (1)





C.C.1 r = 0;

C.C.2 r = R; T = T
0

0 ) (
1
= +
dr
dT
r
dr
d
r
k
0 =
dr
dT
T
0

r
Z
(
(

|
.
|

\
|
=
2
2
0
R
r
1
4.k
R
T T
L R RL
dr
dT
k Aq Q
R r
2
2 t t = = =
=
R
r
d
h(T - T

)
Incluir uma capa isolante
de espessura d, com
condutividade trmica k
is
e
transferncia por conveco
a um meio com
temperatura T

.
L R RL
dr
dT
k Aq Q
R r
2
2 t t = = =
=
R
d R
T T k
L Q
o is
) (
ln
) (
2
1
+

= t
) ( ) ( 2
1
+ = T T L d R h Q t
Exerccio
Um fio de conduo de eletricidade de raio R, condutividade eltrica K
e

(O
-1
.cm
-1
) e condutividade trmica k, transporta uma densidade de
corrente I (A/cm
2
). Achar a distribuio de temperatura em regime
permanente
Considere um fio de cobre de 2mm de raio e
5m de comprimento.
a) Encontrar a densidade de corrente para que a temperatura no eixo do
fio seja de 30C se a superfcie do fio mantida a 28C.
b) Se o fio for encapado com borracha ( k=0,16 W/m K) de 1mm de
espessura e estiver exposto a um ambiente a 15C com h= 12 W/m
2
K,
calcular o raio crtico de isolamento e a temperatura da superfcie do fio.

Dados: Para o cobre a resistividade eltrica a 20C 1/k
e

=1,72 x 10
-6

ohm.cm e a condutividade trmica k=416 W/m K