P. 1
Bonsai ♣ Livro em Português

Bonsai ♣ Livro em Português

|Views: 7.457|Likes:
Publicado porGutoReiz
Livro curto e muito simples, ótimo para iniciantes na arte Bonsai, bastante objetivo e com informações suficientes para iniciar na arte Bonsai, e com muitas dicas e técnicas que podem ser aproveitadas até mesmo por antigos amantes da arte Bonsai.
Livro curto e muito simples, ótimo para iniciantes na arte Bonsai, bastante objetivo e com informações suficientes para iniciar na arte Bonsai, e com muitas dicas e técnicas que podem ser aproveitadas até mesmo por antigos amantes da arte Bonsai.

More info:

Published by: GutoReiz on Aug 22, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/20/2015

pdf

text

original

Origem do Nome

___O objetivo principal dos chineses quando começaram a cultivar o bonsai era
poder contemplar a natureza de perto através da árvore miniaturizada plantada em pedras ou em bandejas. Daí vem o significado da palavra bonsai:

___BON = bandeja ou bacia SAI = cultivo. Ou seja, "cultivado em uma bandeja". ___Este nome pelo qual a arte do Bonsai é mais conhecida atualmente, é uma
palavra japonesa. Porém, na China, diz-se mais naturalmente panorama ou paisagem (Jing) e não cultivo ("Sai", pronúnia japonesa do ideograma "Zai" cultivo). Daí se origina-se o nome Penjing (Paisagem em bandeja). Fonte: Revista O Mundo do Bonsai nº4

Origens do Bonsai

___Durante muito tempo constavam nesta página poucas e desatualizadas
informações sobre a história desta arte, pois eu havia pesquisado apenas em livros e revistas nacionais ou traduzidos para o português(que ainda não são muitos). Após realizar algumas pesquisas, em outras fontes, pude verificar que o pouco que havia escrito não era muito "profundo" e agora disponibilizo dados mais precisos.

___Pois bem, a história provavelmente começou na China. Uma das primeiras
referências ao Bonsai é feita em uma lenda que data por volta da Dinastia Han, entre 206 AC e 220 DC, ou seja, a mais de 2000 anos atrás. De acordo com a lenda, Fei Jiang Feng da Dinastia Han possuía o poder mágico de reduzir a Terra, miniaturizando montanhas e rios, árvores, pássaros e feras, casas, barcos, carruagens e seres humanos os quais eram colocados em uma espécie de vaso. Levando em consideração as crenças místicas da época, podemos concluir que provavelmente Feng não era nenhum feiticeiro ou algo parecido, ele poderia ser um artista de Penjing (palavra chinesa que significa "paisagem em uma bandeja").

___Por volta da época da Dinastia T'sin(265-420 DC), a arte do Penjing passou a
ser descrita em registros escritos e novas referências continuam a ser encontradas nos registros escritos da Dinastia Tang(618-906 DC). Acredita-se que o mais antigo registro em pintura também data dessa época.

No Japão...
___Provavelmente, o Bonsai chegou ao Japão devido ao Budismo e, apesar dos
primeiros registros sobre o Bonsai no Japão datarem por volta do século XIII, acredita-se que o Bonsai chegou a esse país por volta do século XI, ou seja, há 1000 anos atrás, pois os registros do século XIII já ilustram o Bonsai como uma arte muito disciplinada.

1

___Com o passar do tempo, a arte adquiriu as características que possui atualmente. Na China, a técnica utilizada era a coleta de plantas naturalmente miniaturizadas, principalmente em locais montanhosos, e replantá-las em vasos. Foi no Japão que se criaram as técnicas para se fazer com que mudas comuns, passassem a ter o aspecto de árvores velhas com a utilização de ferramentas apropriadas para poda, modelação dos galhos, etc.

Outras Histórias
___Existem, porém, outras hipóteses a respeito do surgimento do Bonsai. Uma delas diz que o bonsai surgiu devido a invasão da China pelos povos Bárbaros. Pois, como muitos pessoas fugiam e se deslocavam para outros lugares, havia a necessidade de trazer um "pedaço", como lembrança, das terras onde moravam. Outros ainda dizem que o Bonsai surgiu na Índia e foi trazido para a China e o Japão com o Budismo.

História do Bonsai no Brasil
____No início do século XX, quando ocorria as primeiras emigrações japonesas para
Brasil, provavelmente, os japoneses trouxeram consigo os primeiros bonsai e as técnicas para fazê-los. Começava, a partir desse momento, a história do Bonsai no Brasil.

___Durante muitos anos a arte, praticamente, permaneceu restrita aos japoneses e

seus descendentes. Após a algum tempo, começaram a ser vendidos alguns exemplares na Feira do Bairro da Liberdade em São Paulo. Começava então a popularização do Bonsai que foi intensificada pela influência norte americana. Nos Estados Unidos o bonsai se popularizou um pouco mais cedo. A chegada ao Brasil dos filmes Karatê Kid, que faziam uma verdadeira apologia à arte e foram reprisados várias vezes na televisão, serviu como uma grande forma de divulgação. Deste modo a arte do Bonsai cresceu e hoje temos diversas associações e, inclusive, um encontro nacional todos os anos.

___ Os estilos de Bonsai são as formas que o bonsai pode ter e por isso todas

existem na natureza. Dos cinco primeiros estilos básicos de bonsai, derivam os demais.

2

Chokkan(Ereto formal)
___Este estilo baseia-se nas árvores gigantes que crescem

isoladamente. Deve ter um único tronco reto e rígido, e uma distribuição de galhos perfeita, diminuindo a medida que o tronco se afasta do solo, formando um triângulo. Os galhos podem ser horizontais ou dirigidos para baixo, mas nos dois casos devem se harmonizar com a árvore.

Moyogi(Ereto informal)
___O bonsai neste estilo tem um único tronco com
certa sinuosidade ou inclinação. Esse estilo assume uma forma correspondente à maioria das árvores nas praças, parques, ruas, e na própria natureza. ___O bonsai Moyogi pode ter galhos exageradamente tortuososos, ou com pouco tortuosidade. O mais importante é que a árvore possua um aspecto geral de informalidade.

Shakan(Inclinado)
___O bonsai shakan tem o tronco inclinado e sempre reto, independente de ser groso ou fino. A diferença entre este estilo e o estilo Fukinagashi(varrido pelo vento) é o fato de os galhos crescerem nos dois lados da árvore.

Kengai(Cascata)

___No estilo Kengai a maior parte da árvore cresce para baixo, atingindo um nível inferior ao da borda do vaso. A diferença entre este estilo e o estilo HanKengai(semi cascata) é que no bonsai Kengai a parte da árvore em queda realmente cai enquanto que no estilo Han-Kengai ocorre uma insinuação de queda,

3

uma queda parcial. Para este estilo são utilizados vasos mais profundos que os comumente utilizados para os outros estilos de bonsai. ___Este estilo é baseado na situação que ocorre na natureza com as árvores que nascem nas encostas dos penhascos.

Han-Kengai(Semi Cascata)
___O bonsai han-kengai é semelhante ao Kengai. Tem um aspecto horizontal e geralmente uma parte da árvore se inclina para baixo porém, com uma inclinação menos acentuada que a do estilo Kengai. É plantado em vasos mais rasos que os utilizados para o Kengai.

___Estes são os estilos de bonsai que derivam dos estilos básicos. No caso de

observarmos um bonsai com características de dois estilos, por exemplo, um bonsai de raízes expostas(Neagari) geralmente é um Moyogi, o seu estilo não será Moyogi e Neagari, somente Neagari. Ou seja o bonsai irá assumir o estilo específico e não o básico no caso de possuir características de dois estilos.

Neagari(Raiz exposta)
___O bonsai neagari possui raízes grossas aparentes, que sustentam o tronco
acima do solo. Este estilo é característico do bonsai chinês, pois é muitas vezes utilizado pelos chineses.

Fukinagashi(Varrido pelo vento)
</TD< TR> ___A característica do bonsai
fukkinagashi é possuir todos os galhos "caídos" para um lado, como se fossem soprados constantemente pelo vento.

Hokidachi(Vassoura)

4

___O bonsai hokidashi tem o tronco vertical, com os
galhos muito ramificados formando uma copa única. De certo modo, parece uma vassoura invertida.

Nejikan(Tronco retorcido)
___O tronco da árvore deve percorrer um movimento axial. O Nejikan é um
belíssimo estilo e produz um efeito ainda mais interessante em espécies de tronco particularmente bonito.

Sharimiki(Madeira-Exposta)
___Não é difícil encontrarmos na natureza uma árvore com troncos inicialmente
vivos, mas com uma terminação seca e morta, muitas vezes por ter sido atingido por um raio. São essas árvores que o estilo Sharimiki representa. Este estilo é obtido através da coleta de árvores na natureza (Yamadori) ou artificialmente (Jin, Shari e Madeira-Arrastada).

Bankan(Serpentina)
___Este talvez seja o mais excêntrico de todos os estilos, pois o bonsai Bankan tem
um tronco formando círculos e arcos consecutivos.

Bunjingi(Minimalista)
___O estilo Bunjingi é a presença de um minimalismo no cultivo do bonsai,
provalvelmente por influência do Zen. O bonsai bunjingi não tem aspecto de profundidade e possui uma razoável tortuosidade, passando na maioria das vezes uma idéia de simplicidade e leveza.

Sekijoju(Raiz-sobre-rocha)

___As raíze são aparentes como no
neagari, mas nesse caso abraçam firmemente uma pedra ou pedaço de rocha antes de penetrar no solo.

Ishitsuki(Árvore na rocha)
___Este estilo é semelhante ao anterior. A diferença é que neste estilo as raízes não
vão de encontro ao solo como no estilo anterior.

5

Netsuranari(Raízes interligadas)
___O bonsai netsuranari caracteriza-se por apresentar várias árvores que crescem
de uma única raiz serpentiforme.

Kabudachi(Troncos múltiplos)
___Neste estilo vários troncos partem de um
único tronco mais grosso. Os troncos devem aparecer a poucos centímetros da superfície pois, desta forma tronco-mãe será mais curto. O estilo da árvore da figura ao lado é chamado Sokan(Tronco Duplo).

Saikei(Paisagem em uma bandeja)
___Neste estilo é criada uma paisagem-miniatura formada por árvores que são
pequenas mudas ou mame bonsai de árvores de folhas muito pequenas.

Yose-Uê(Floresta)
___ Neste estilo representa uma floresta que deve ter mais de nove árvores na
mesma bandeja. Quando o número de árvores é abaixo deste, o estilo não é considerado Floresta, é considerado Árvores em Grupo.

Yamamori(Árvores em Grupo)

2 3 5 7 9

árvores: árvores: árvores: árvores: árvores:

Soju Sambon-Yose Gohon-Yose Nanahon-Yose Kyuhon-Yose

6

Métodos para se fazer um Bonsai
___Exitem vários métodos que são utilizados para se obter um bonsai. Alguns mais
práticos, outros mais difíceis, porém, através de qualquer um deles podemos obter um bonito bonsai.

Misho (Cultivo a partir de sementes)
___Este método de obtenção de mudas a partir de sementes requer muito tempo e
paciência, mas é muito prazeroso, pois permite que você acompanhe todo o desenvolvimento da planta passo a passo, desde seus primeiros momentos de existência, até sua transformação em um bonsai. ___Para a obtenção de um bonsai misho é necessário escolher sementes férteis e planta-las em vasos com terra preparada e cultivar as futuras mudas até atingirem um tamanho e grossura do tronco razoáveis para iniciar um trabalho de educação, para que sejam transformadas em bonsai.

Yamadori (Mudas colhidas na natureza)
___A prática do Yamadori esta ligada à origem do bonsai. Este método consiste na procura e coleta, na natureza, de araki: mudas que sirvam como matéria-prima para obtenção de um bonsai. ___Após encontrada a planta devemos ter bastante cuidado na hora de retira-las, para que as raízes permaneçam intactas. O modo correto para isso é cavar ao redor e embaixo conservando as raízes da planta na terra onde esta plantada. O torrão, então, será retirado do solo e posto sobre o saco escolhido para acondicioná-lo. Após envolvido, deverá ser amarrado várias vezes com uma corda, para que seja transportado de forma segura. Chegando ao seu destino a planta será plantada num vaso ou ainda no solo. ___As árvores recém transplantadas devem ser colocadas à meia sombra protegidas dos raios diretos do sol e do vento. Como este é o estágio de crescimento de raízes novas, as mudas têm de ser regadas nos três primeiros meses, duas vezes ao dia. Mas é aconselhável não molhar a terra demais. É necessário regar apenas o suficiente para deixar a terra levemente umedecida. ___Após um ano, a planta deverá ser replantada e seu torrão deverá ser desmanchado, substituindo o máximo da terra original por solo para bonsai.

Mudas de viveiro

7

___A prática do Yamadori é muito gratificante, porém outro método poderá ser utilizado para se obter um bonsai que, inclusive, é mais prático e mais aconselhável para iniciantes: o bonsai a partir de mudas de viveiro. ___Nesse caso, o mesmo processo visto anteriormente na prática do Yamadori, deverá ser utilizado no plantio e cuidados posteriores. ___Veja também poda das folhas e poda das raízes.

O Vaso Ideal

___Após aplicado um dos métodos para se obter um bonsai é necessário a escolha
de um vaso ideal e que se harmonize com a árvore, pois o vaso é parte do trabalho e não apenas um acessório.

Medidas do vaso
___Estabelecendo regras, poderíamos dizer que a altura do vaso deverá ser igual
ou menor do que a largura da base, ou considerando-se a metade das raízes principais. E que o comprimento deve ser de aproximadamente 2/3 da altura da árvore. E ainda que, se a altura da árvore for menor do que a largura, determina-se o comprimento do vaso como pouco mais de 2/3 da largura da árvore. Concluindo, o volume visual do vaso não deve ser maior do que 26% do volume visual da árvore, inclusive no estilo cascata(kengai), no qual o vaso deve ser mais profundo.

___Estas seriam as regras antes da escolha de um vaso, porém em quase tudo
existem exceções. Por isso não é interessante ficar apenas memorizando regras e sim entender que para escolha do vaso devemos, simplesmente, observar com atenção o vaso e a planta. Após uma atenta observação veremos se a cor, o tamanho, a textura, enfim todos os aspectos do vaso, se harmonizam com as características da planta. Tanto um vaso muito grande quanto um vaso muito pequeno formam um conjunto desarmonioso com a planta. O interessante é achar o meio termo.

___Esta é a forma pela qual podemos limitar o comprimento do tronco e dos
galhos, regulamos o número de galhos e folhas, e podemos também diminuir o tamanho das folhas. ___As podas de galhos secundários, de ramificações ainda menores e de folhas são chamadas de podas de refinamento, e as podas de tronco ou até mesmo de galhos primários são chamadas podas drásticas.

8

Poda das folhas
___Através desta podemos reduzir o tamanho das folhas, a medida em que podamos os novos brotos, mas essa técnica só deve ser feita em plantas sadias e de crescimento vigoroso. Além disso podemos aumentar ou diminuir a densidade e estabelecer o formato da parte aérea da planta.

Poda das raízes
___Esta deve ser realizada, principalmente, durante o replantio, cuja frequência depende da espécie da planta utilizada e do grau de desenvolvimento. Geralmente em plantas jovens com crescimento ativo, o replantio é feito a cada dois anos, em espécies cujas as raízes crescem mais rapidamente, este é feito uma vez por ano, já nas plantas de crescimento mais lento, como os pinheiros e os carvalhos, o replantio é feito a cada três ou cinco anos. ___Para se fazer um correto replantio, o torrão deve ser desprendido cuidadosamente do vaso com uma faca ou uma ferramenta adequada para isso e a planta deve ser retirada segurando-a pela base do tronco.

9

___Então utilizando um palitinho de bambu ou madeira, a terra em volta do torrão deve ser desprendida e as raízes em volta do torrão devem ser desenroladas. Depois disso deve ser removida cuidadosamente, 60 a 80% da terra do torrão e a poda então será feita nas raízes que parecem estar muito vigorosas e nas que crescem verticalmente sob o torrão.

10

___Depois de tudo isso a planta deve ser plantada em um vaso utilizando uma mistura de terra anteriormente preparada.

Amarrações
___As amarrações - ou aramações - são feitas para estabelecer a direção dos
galhos e troncos, adequada ao estilo do bonsai. É importantíssimo ter em mente que cada planta tem a sua natureza e cresce com suas peculiaridades. Por isso, a aramação deve ter como objetivo modelar a planta de modo a enfatizar um formato que a planta já tem ou fazê-la ter mais características de uma árvore antiga; entretanto, sempre respeitando a planta e a sua natureza. Isso é muito importante. Existem pessoas por aí que, infelizmente, judiam das plantas, forçando-as a ter um determinado formato por meros caprichos artísticos ou coisa parecida. Esse não deve ser o objetivo. O objetivo não é fabricar uma planta nova de acordo com as preferências de estilo da pessoa, o objetivo não é brincar com a planta e, se não der certo, jogar no lixo; pelo contrário, o que se pretende é um trabalho do homem em conjunto com a natureza, já que ele faz parte da mesma. Se um bonsaísta ama a natureza, ele deve saber respeitá-la.

11

___Pois bem, as aramações deverão ser feitas utilizando arames de cobre ou de alumínio e deve-se tomar cuidado ao efetuá-las em plantas com crescimento vigoro para que os galhos não sejam estrangulados com o passar do tempo. ___O arame deve ser enrolado ao longo do tronco fazendo um ângulo de aproximadamente 45 graus - normalmente é fincado(ancorado) na terra antes e daí começa-se a aramação pela base do tronco. Depois de enrolado o arame em torno do galho, aí então o galho é modelado. ___Não existe um período certo para permanência do arame, pois pode variar muito, dependendo da grossura do galho, da espécie em questão e do rítmo de crescimento durante esse tempo. Dessa forma, uma amarração poderá ser retirada após dois meses, enquanto que outra poderá ser retirada após um ano ou até mais tempo para surtir efeito.

Adubação
___A adubação é o método pelo qual é feita a reposição de nutrientes para o
bonsai. Também é obtido através desta um crescimento mais vigoroso da planta, o que nos permite obter mudas para bonsai em menos tempo.

___Existem dois tipos de adubação: orgânica e química. Devido às vantagens que
acredito ter o uso de adubos de origem orgânica, optei por tratar aqui apenas sobre esse tipo de adubação. Por que não adubos químicos? É simples. Primeiramente, porque esse tipo de adubo oferece grandes riscos às plantas se suas doses não forem administradas corretamente. E, além disso, já que podemos obter os mesmos efeitos com o uso de substâncias 100% naturais, fabricadas pela própria mãe natureza, não tem nada de mal em fazer uso delas e deixar as substâncias químicas(inorgânicas) de lado.

___Pois bem, quais são esses adubos naturais? Temos uma verdadeira infinidade de

opções: casca de ovo, esterco, folhas secas, húmus de minhoca, farinha de osso, torta de mamona e muitas outras.

___Uma dica de mistura muito boa para adubo é dada pelo Mestre Hidaka: 20%
de farinha de osso e 80% de torta de mamona.

Solo
___A composição ideal do solo para bonsai vai variar de acordo com o clima de
cada região e o tipo de planta. A mistura deve manter a umidade ideal para o bom desenvolvimento do bonsai, sem que, ao longo do tempo, se torne compacto. É importante ressaltar que, na arte do Bonsai, a questão da mistura ideal para o solo é levada bastante a sério, devido ao fato de estarmos lidando com uma árvore que esta plantada em um recipiente bastante raso.

___Para os pinheiros e os carvalhos, pode ser feita uma mistura de 4 partes de
terra preta com 6 de cascalho fino.

___Para as outras espécies, podem ser utilizadas 6 partes de terra preta, 3 partes
de cascalho fino e 1 parte de folhas secas bem maceradas ou composto orgânico.

12

___É interessante saber que, de acordo com o clima da região onde se mora, é

possível balancear a quantidade de pedrisco e terra ou matéria orgânica(húmus de minhoca, pode ser utilizado) utilizados na mistura. Por exemplo, em regiões onde se chove bastante, é interessante acrescentar mais pedrisco para facilitar a drenagem; já em regiões que possuem uma estação seca(como Brasília, por exemplo), é interessante acrescentar mais matéria orgânica à mistura para reter mais água. ___E, além disso, para facilitar a drenagem, o fundo do vaso poderá ser preenchido com uma leve camada de cascalho grosso.

Cuidados Gerais
___Esta seção tem como objetivo ajudar os iniciantes na arte do bonsai, citando os
principais cuidados que deve-se ter com um bonsai já formado ou com um bonsai em formação.

uma for 1 abundantemente todosou duas vezesapor dia. Se a planta parade interior, não aserá necessário regar os dias, pois terra demora mais secar quando planta está em ambiente fechado.

___Certifique-se de que está regando corretamente o bonsai. Regue

2 ___Evite regar durante o sol forte.
___Como toda árvore da natureza, faz bem para o Bonsai sentir diretamente
variações 3 todas asde interior)climáticas: chuva, ventos, sereno, etc.(*Com exceção das plantas Logo, procure deixá-lo em um local a céu aberto ou na sacada de uma varanda, por exemplo.

4 ___Procure descobrir as particularidades da espécie de planta em questão. 5 que os galhos não sejam estrangulados, pois a planta poderá adquirir marcas que 6
nunca mais sairão. ___Utilize sempre para a composição do solo do bonsai, uma mistura que mantenha a umidade, que não torne o solo compacto ao longo do tempo e que permita uma boa drenagem da água.

___Quando forem feitas amarrações com arame, é preciso prestar atenção para

Água
___Regar um bonsai às vezes pode ser uma tarefa díficil, pois não existe uma regra
geral para a quantidade de água que devemos administrar para a rega de um

13

bonsai. Vários fatores influenciam nesta questão: a espécie, o tamanho da árvore, o tamanho e o material de que é feito o vaso, a composição do solo, o clima da região, a época do ano, etc.

___O ideal é que o solo onde está plantado o bonsai possua uma composição que
facilite a drenagem da água, para que possa ser feita uma rega diária de manhã cedo, ou duas vezes por dia nos dias muito quentes (uma de manhã e a outra no fim da tarde), até que a água comece a sair pelos oríficios no fundo do vaso, os quais devem ter um tamanho razoável para uma boa drenagem da água.

___Porém devem ser tomados alguns cuidados, pois uma rega muito exagerada faz
com que o solo torne-se encharcado, o que poderia causar o apodrecimento das raízes e, em conseqüencia disso, a morte da planta.

___E, além disso, poderá ser feita uma rega de imersão, no caso de um
ressecamento do bonsai ou após um reenvasamento, colocando o bonsai dentro de um recipiente (uma bacia ou pia) com o nível da água dois dedos superior à altura do vaso, durante aproximadamente 1 minuto.

Luz solar
___A luz é um fator importante para o cultivo do bonsai, pois esta influencia no
crescimento, no fluxo da seiva, na tonalidade e tamanho das folhas e diversos outros fatores, que estão diretamente ligados à saúde da pequena árvore.

___O ideal é que o bonsai fique meio período do dia (preferencialmente durante a
manhã) exposto ao Sol e durante o resto do dia na sombra. Mas isso não quer dizer que esta é a forma correta, pois não exite uma regra que nos diga quanto tempo um bonsai deve ser exposto ao sol. A maioria das espécies utilizadas para bonsai podem ficar até o dia inteiro em pleno Sol. Nesse caso de maior exposição à luz solar, a atenção deve ser redobrada para que não ocorra desidratação.

___Outro fator importante a ser observado é que plantas recém transplantadas, ou
que tiveram sua raízes podadas, não devem ficar muito expostas à luz solar e ao vento. Devem ficar em locais sombreados e protegidos, em cima de uma mesa dentro de casa por exemplo, durante duas ou três semanas.

___Todas as espécies de plantas que possuam caule lenhoso, podem ser utilizadas
para se obter um bonsai, com excessão das que possuem frutos ou folhas muito grandes, pois pelo fato de no bonsai a genética da planta não ser alterada, o bonsai teria proporções entre o tamanho de seus frutos ou folhas e seu tamanho total, que

14

estariam fora do comum e por isso, não poderia representar um cenário da natureza. ___Aqui nesta seção constarão apenas algumas espécies, dentre dezenas de outras que podem ser utilizadas para se obter um bonsai. Espécies Utilizadas Internacionalmente

NOME COMUM Amoreira Buxinho Camélia Carmona Cedro-Japonês Falso-Cipreste-Anão Ficus Junípero-jacaré Junípero-comum Junípero-chinês Pessegueiro Pinheiro Primavera Romãzeira Serissa Ulmus

NOME CIÊNTIFICO Morus alba Buxus sempervirens Caméllia spp Carmona Microphylla Cryptomeria japonica Chamaecyparis obtusa Ficus benjamina Juniperus horizontalis Juniperus communis Juniperus chinesis Prunus persica Pinus Bougainvillea Glabra Punica granatum Serissa foetida Ulmus Parvifolia

Espécies brasileiras

NOME COMUM Araçá Caliandra Cerejeira-do-Rio-Grande Goiabeira Ipê-Amarelo Jabuticabeira Manacá Pitangueira

NOME CIÊNTIFICO Psidium cattleianum Calliandra tweedi Eugenia involucrata Psidium guajava Tabebuia umbrellata Myrciaria cauliflora Brunfelsia hopeana Eugenia uniflora

15

FERRAMENTAS

___A medida que um praticante da arte do bonsai começa a se aprofundar mais na
arte, ele sente a necessidade de adquirir algumas ferramentas que serão muito úteis para a realização de alguns trabalhos. Inicialmente, quando uma pessoa inicia-se na arte, talvez, uma tesoura de poda e um palitinho já "quebram o galho". Mas, aos poucos, ela sentirá a necessidade de utilizar algumas ferramentas, as quais foram criadas, em sua maioria, pelos japoneses. ___Aí vão elas: PARA PODAS DA FOLHAGEM Tesoura Básica ou tradicional: utilizada para a poda diária de galhos finos e folhas. Temos uma versão nacional para essa ferramenta (marca Corneta) que pode ser encontrada nas casas de ferragens. Na verdade, ela foi criada para realizar a colheita de uvas e maçãs, mas demonstra eficiência na poda de folhas de um bonsai também. Tesoura básica ou tradicional de cabo longo: utilizada para podas mais delicadas. Com ela podemos fazer podas nas áreas mais internas da folhagem. PARA PODAS DE GALHOS Alicate de corte lateral: com essa ferramenta podemos efetuar podas de galhos grossos. Alicate de corte côncavo: possibilita fazer o acabamento das podas de galhos. Serrote: usado para poda de galhos muito grossos, que seriam impossíveis de serem realizadas com os alicates. PARA PODAS DAS RAÍZES Para as podas das raízes mais finas pode ser utilizada uma tesoura de jardinagem bem afiada. E para podas de raízes mais grossas, podemos utilizar um alicate de raiz (semelhante ao alicate de corte côncavo). É possível também utilizar a tesoura básica ou tradicional. Nesse caso, é bom evitar podar as folhas com a mesma tesoura que foi utilizada para podar as raízes ao menos que ela seja lavada antes.

16

Pois existem microorganismos e substâncias em uma parte que podem não ser benéficas para outra. OUTRAS FERRAMENTAS Palitinho: esse é essencial para retirar a terra das raízes e desmanchar o torrão. Além disso, também é essencial para colocar de volta a terra nos espaços entre as raízes. Alicate para cortar arame: indispensável para quem usa a técnica de aramação. Temos uma versão nacional dessa ferramenta que é utilizada pelos eletricistas. Porém, para que a eficiência de seu corte se iguale ao da ferramenta japonesa, é necessário que seja amolada. Pá: Tem grande utilidade quando se quer praticar o yamadori(coleta de mudas para bonsai na natureza).

___Primeiramante, gostaria de realizar uma breve observação. Gostaria de
esclarecer que não simpatizo muito com o termo utilizado para título desta seção: "links". Sendo esta página brasileira, deveria ser toda escrita em língua portuguesa. Se desejasse acrescentar termos em Inglês, seria mais interessante fazer uma outra página toda traduzida para o Inglês, mas não misturar termos da língua inglesa com os da língua portuguesa. Isso é o que mais vemos as pessoas fazendo nos dias globalizados de hoje, porém isso não deveria ser assim. Em páginas portuguesas(de Portugal) ou páginas de países que adotam o espanhol, percebemos nitidamente um total respeito à lingua dos seus países. Muitos utilizam os termos "correio-e" ao invés de "e-mail", por exemplo. Porque não começamos a fazer isso no Brasil também?

___Cultura e língua de uma nação estão intimamente ligadas e, por isso, a
preservação de uma leva a preservação da outra.

___O uso da palavra "enlaces" ou da expressão "outras páginas" seria muito

mais interessante, pois todo o significado da palavra "links" está embutido nessas palavras. Apesar disso, achei melhor manter o termo "links", pois verifiquei que a página já está sendo bastante visitada por pessoas de outros países: europeus, africanos, latino-americanos, asiáticos, norte-americanos etc. E, dessa forma, talvez a palavra "links" facilite o entendimento do visitante estrangeiro que deseja cadastrar sua página.

___Pois bem, chega de papo e vamos enfim aos... ENLACES!

17

PÁGINAS BRASILEIRAS

Terra Bonsai

http://www.terrabonsai.com.br

Bonsai - Mario Alberto Garcia Leal

http://www.bonsai.vserver.com.br

Sociedade Brasileira de Bonsai

http://www.sbbonsai.org.br

PÁGINAS ESTRANGEIRAS
Bonsai, Arte Vivo

http://www.bonsaillopx.cjb.net
LAS BONSAI Bonsai e Outras Artes

http://www.geocities.com/lasbonsai http://www.bonsaidet.hpg.com.br 18

Arte en el Cultivo, BonsaiS RozA

http://www.granavenida.com/bonsais/
Associacio Bonsai Llevant

http://www.arrakis.es/~bonsaillevant/

Bonsai en el Uruguay y el Mercosur

http://www.run.to/bonsai

19

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->