Você está na página 1de 2

CIRCULAR N 3.512 Dispe sobre o pagamento do valor mnimo da fatura de carto de crdito e d outras providncias.

A Diretoria Colegiada do Banco Central do Brasil, em sesso realizada em 25 de novembro de 2010, com base nos arts. 20 e 22 da Resoluo n 3.919, de 25 de novembro de 2010, e tendo em vista o disposto no art. 10, incisos VI e IX, da Lei n 4.595, de 31 de dezembro de 1964, DECIDIU: Art. 1 O valor mnimo da fatura de carto de crdito a ser pago mensalmente no pode ser inferior ao correspondente aplicao, sobre o saldo total da fatura, dos seguintes percentuais: I - 15%, a partir de 1 de junho de 2011; e II - 20%, a partir de 1 de dezembro de 2011. (Revogado pela Circular n 3.563, de 11/11/2011.) Pargrafo nico. As instituies financeiras e demais instituies autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil que emitam carto de crdito devem divulgar aos seus clientes, a partir de 1 de maro de 2011, o cronograma de pagamentos mnimos de que trata o caput. (Revogado pela Circular n 3.549, de 18/7/2011.) 1 O disposto no caput no se aplica aos cartes de crdito cujos contratos prevejam pagamento das faturas mediante consignao em folha de pagamento. (Includo pela Circular n 3.549, de 18/7/2011.) 2 As instituies financeiras e demais instituies autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil que emitam carto de crdito devem divulgar aos seus clientes, a partir de 1 de maro de 2011, o cronograma de pagamentos mnimos de que trata o caput. (Includo pela Circular n 3.549, de 18/7/2011.) Art. 2 As instituies financeiras e demais instituies autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil devem encaminhar as informaes relativas aos servios tarifados e respectivos valores, nos termos do art. 20 da Resoluo n 3.919, de 25 de novembro de 2010. 1 A remessa das informaes deve ser efetuada com observncia do prazo de trinta dias antes do incio da cobrana, nos casos de majorao do valor de tarifa e de incio de cobrana de nova tarifa, exceto no caso dos servios prioritrios relacionados a carto de crdito, que devem observar o prazo de 45 dias. 2 A reduo do valor de tarifa deve ser informada at o dia til seguinte ao da ocorrncia. 3 Fica o Departamento de Monitoramento do Sistema Financeiro e de Gesto da Informao (Desig) autorizado a adotar as medidas necessrias execuo do disposto neste artigo. Circular n 3.512, 25 de novembro de 2010.

Art. 3 Esta circular entra em vigor em 1 de maro de 2011. Art. 4 Ficam revogadas as Circulares ns. 3.371, de 6 de dezembro de 2007, 3.377, de 21 de fevereiro de 2008, e 3.466, de 11 de setembro de 2009. Braslia, 25 de novembro de 2010.

Alexandre Antonio Tombini Diretor Este texto no substitui o publicado no DOU de 26/11/2010, Seo 1, p. 49, e no Sisbacen.

Circular n 3.512, 25 de novembro de 2010.