QUADRO DOS ESTÁGIOS DE DESENVOLVIMENTO SEGUNDO HENRI WALLON

Estágios para Wallon, segundo Claude Clanet e Colette Laterrasse1 Idades Denominação e traços gerais estimadas Em geral: I - ESTÁGIO IMPULSIVO-EMOCIONAL 0 a 1 ano 0 a 2-3 Estágio de impulsividade motriz pura. Predomínio das reações meses: puramente fisiológicas (espasmos, contrações, gritos) 3a9 Estágio emocional. Aparição da mímica (sorriso). meses: Preponderância das expressões emocionais como modo dominante das relações criança-ambiente. 9 a 12 Começo de sistematização dos exercícios sensório-motores. meses: Em geral: II - ESTÁGIO SENSÓRIO-MOTOR E PROJETIVO 1 a 3 anos 12 a 18 Período sensório-motor. Comportamento de orientação e meses: investigação. Exploração do espaço circundante, ampliada mais tarde pela locomoção. Inteligência das situações. 18 meses Estágio projetivo. Imitação, simulacro, atividade simbólica. a 2-3 Aparição da inteligência representativa discursiva. anos: Em geral: III - ESTÁGIO DO PERSONALISMO Importante para a formação do caráter. 3 a 6 anos 3 anos: Crise de oposição. Independência progressiva do eu (emprego do “eu”). Atitude de recusa que permite conquistar e salvaguardar a autonomia da pessoa. 4 anos: Idade da graça. Sedução do outro, idade do narcisismo. 5a6 Representação de papéis. Imitação de personagens, esforço de anos: substituição pessoal por imitação. Em geral: 6 a 11 IV - ESTÁGIO DO PENSAMENTO CATEGORIAL anos 6a7 Desmame afetivo, “idade da razão”, idade escolar. Poder de anos: autodisciplina mental (atenção). Brusca regressão do sincretismo. 7a9 Constituição da rede de categorias, dominadas por conteúdos anos: concretos. 9 a 11 Conhecimento operativo racional, função categorial. anos:
A partir dos 11 ou 12 anos Duração variável

Natrureza contraditória da transição entre estágios Estágio “centrípeto”
de edificação do sujeito ou construção do eu.

Meio S

Estágio “centrífugo”
ou de estabelecimento de relações com o mundo.

Meio S Estágio “centrípeto”
de edificação do sujeito ou construção do eu.

Meio S Estágio “centrífugo”
exploratório e cognoscitivo ou de estabelecimento de relações com o mundo.

Meio S

V - ESTÁGIO DA PUBERDADE E DA ADOLESCÊNCIA Crise da puberdade. Retorno ao eu corporal e ao eu psíquico (oposição). Dobra do pensamento sobre si mesmo (preocupações teóricas, dúvida). Tomada de consciência de si mesmo no tempo (inquietudes metafísicas, orientação de acordo com eleições e metas definidas).

Estágio “centrípeto”
indispensável para a constituição da pessoa.

Meio S

1

Texto extraído de: Clanet, C.; Laterrasse, C.; e G. Vergnaud. Dossier Wallon-Piaget. Granica. p. 20-22. Traduzido do espanhol para apoio didático à introdução ao tema, sucedido pelo estudo de Eloísa Dantas e o próprio Wallon – contemplando as contradições concretas constitutivas de cada período e das transições entre eles. Utilizado na disciplina “Desenvolvimento Psicológico do Pré-escolar” do curso de Pedagogia da Universidade Metodista de Piracicaba, nos anos de 1999 e 2000, pelo professor Achilles Delari Junior – delari@uol.com.br. Diagramação refeita em Umuarama, em 28 de agosto de 2009.

iio.:ao).stp f' urn materiai traduzido do espanhol para iins didiilicos. esfor<. C. simulacro. ampliada mais tarde pela locomo<. Prepondenincia das expressoes emocionais como modo dominante das rela<. Tomada de consciencia de si mesmo no tempo (inquietudes metafisicas. Sedu<.7-9 anos: Constitui<. Eshigio Impulsiva-Emocional Em geral de 0 a 1 ano. ou de estabelecimento de rela<.ao trorka.:aodo eu) 1 0 texto nessa coluna iOI extraido dE'Clanet.Eshigio da puberdade e da adolescencia. Vergnaud.:ao do espa<.:ao acabada da pessoa. c.:ao.motores.5 a 6 anos: Representar.ao de substituir a sustenta<. lndependencia progressiva do eu (emprego do "eu").:oes .:aodo sujeito ou constru<. atividade simbolica.:a.:6es com 0 mundo) v . Predominio das rea(de edihca<. . fun<.:ao.0 a 2-3 meses: Estcigio de impulsividade mom::: pura.:ao dos exerdcios sens6rio . Atitude de recusa que permite conquistar e salvaguardar a autonomia da pessoa.~7 anos: Desmame afetivo. II. (esploratorio e cognoscitivo.:ao. .4 anos: Idade da grar.:ao. dura<.3 anos: Crise de oposir.18 meses a 2-3 anos: Estcigio projetivo.:aodo eu) . Eshigio sensoria-motor e projetivo ou de estabelecimento de rela<.:aodo sujeito.iio de papeis.:6escom (esploratorio e cognoscitivo.:6es puramente fisiol6gicas (espasmos. UNIMEI'. na clisciplina de Desenvolvimento PSlco16gico do Pre-t.:6ese metas definidas). indispensavel para a constitui<. leita com tpxtos completclS.:ao). orienta<. ' . 20-22).:aodo eu) . dominadas por conteudos concretos. A partir dos 11 ou 12 anos. lmita<.9-11 anos: Conhecimento operativo racional. ..Brusca regressao do sincretismo.:aocategorial. Prol Achilles Dehri Junior.:aodo outro. Comportamento de orienta<.:ao da rede de categorias. estagio "centripeto" ou de edifica<.:iiodo carater.:ode sistematiza<.lnteligencia das situa<. ou de estabelecimento de rela<.:oes crian<.ao do sujeito ou constru<.:ode substitui<. Retorno ao eu corporal e ao eu psiquico (oposi<. Apari<. "idade da razao". Poder de autodisciplina mental (aten<. I IV ." (de edifica<. idade escolar. . c.3 a 9 meses: Estagio emocional.scolar.:oes.12 a 18 meses: Periodo sensoria-motor. mas S<'rv('como uma brevl' releknCld para 0 conjunto da liJSCUsSdO. lmita<.:6es teoricas.:aoda inteligencia representativa discursiva.:ao de acordo com elei<.:ao e investiga<.:ao varicivel: estagio "centripeto". .9 a 12 meses: Come<. duvida).Natureza contraditoria das esta~ios ~ "1 .. gritos) tru<. Crise da puberdade.:6es com 0 mundo) De 1 a 3 anos: Estagio "centrifugo" omundo. Explora<. ill . t.:o circundante. contra<. Apari<.:ao da mimica (sorriso).ambiente. im portancia forma<.:ao do sujeito ou cons<. Cranica (pp. Dobra do pensamento sobre si mesmo (preocupa<.:ao de persona gens. .:ao pessoal por imita<. Dossier Wallon-Piaget. e nao tern a tun<.Eshigio do pensamento categorial . idade do narcisismo .Eshigio do personalismo De 3 a 6 anos: Estagio "centri peto".a. deste periodo para a (de edihca<. Lurso de Pedagogia. La terra sse.