P. 1
Codigo Da Praxe - Coimbra

Codigo Da Praxe - Coimbra

|Views: 5.971|Likes:
Publicado porNuno Leão
Codigo da praxe da Associação Académica de Coimbra
Codigo da praxe da Associação Académica de Coimbra

More info:

Published by: Nuno Leão on Aug 31, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

12/03/2013

pdf

text

original

Na aplicação das sanções normais o numero de colheradas é sempre ímpar.

À infracção correspondem as sanções seguintes:

• Se o infractor é chefe duma trupe esta considerar-se-á desfeita,

• Se o infractor é componente de uma trupe terá a sanção de unhas a aplicar pelo chefe e veteranos

presentes,

• Se o infractor não é componente duma trupe, aquele a quem estiver a aplicar a sanção repetila-á na
pessoa desse infractor, mas não poderá exceder o número de colheradas apanhadas mais uma.

• Se se tratar de veterano que tiver invocado o direito de também ir às unhas a um infractor debaixo de
trupe, terá a sanção de unhas a aplicar pelo chefe de trupe (vide art. 171º).

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->