Você está na página 1de 4

Esta a Forma Fmea - Walt Whitman

Esta a forma fmea: dos ps cabea dela exala um halo divino, ela atrai com ardente e irrecusvel poder de atrao, eu me sinto sugado pelo seu respirar como se eu no fosse mais que um indefeso vapor e, a no ser ela e eu, tudo se p e de lado ! artes, letras, tempos, religi es, o que na terra s"lido e vis#vel, e o que do cu se esperava e do inferno se temia, tudo termina: estranhos filamentos e renovos incontrolveis vm tona dela, e a aco correspondente igualmente incontrolvel$ cabelos, peitos, quadris, curvas de pernas, displicentes mos caindo todas difusas, e as minhas tambm difusas,

mar de influxo e influxo de mar, carne de amor a inturgescer de dor deliciosamente, inesgotveis %actos l#mpidos de amor quentes e enormes, trmula gelia de amor, alucinado sopro e sumo em del#rio$ noite de amor de noivo certa e maciamente laborando no amanhecer prostrado, a ondular para o presto e proveitoso dia, perdida na separao do dia de carne doce e envolvente&

Eis o n'cleo ! depois vem a criana nascida de mulher, vem o homem nascido de mulher$ eis o banho de origem, a emergncia do pequeno e do grande, e de novo a sa#da&

(o se envergonhem, mulheres:

de vocs o privilgio de conterem os outros e darem sa#da aos outros ! vocs so os port es do corpo e so os port es da alma&

) fmea contm todas as qualidades e a graa de as temperar, est no lugar dela e movimenta*se em perfeito equil#brio, ela todas as coisas devidamente veladas, ao mesmo tempo passiva e activa, e est no mundo para dar ao mundo tanto filhos como filhas, tanto filhas como filhos& )ssim como na (ature+a eu ve%o minha alma refletida, assim como atravs de um nevoeiro, eu ve%o ,ma de indi+#vel plenitude e bele+a e sa'de, com a cabea inclinada e os braos cru+ados sobre o peito ! a -mea eu ve%o&

.alt .hitman, in /0eaves of 1rass/