Você está na página 1de 2

lluminismo a sada do homem da sua menoridade de que ele prprio culpado (Kant, 1784).

4). A busca do conhecimento no fcil, ainda mais quando somos desde que nascemos moldados por nossos familiares e a sociedade de forma geral. Aparentemente delegamos terceiros a tarefa rdua do pensar. realmente mais cmodo que a religio nos diga o que podemos ou no fazer, seguimos os dogmas sem questionar, o que est escrito o certo (se seguem de fato seus dogmas essa j outra questo). Espera-se que a humanidade evolua, porm, o que Kant disse a duzentos e vinte e nove anos continua to contemporneo que beira tragdia. Como humanidade, buscamos o progresso, mas como humanos singulares aparentemente no buscamos nossa emancipao para pensarmos por ns mesmos. A evoluo tecnolgica algo grandioso, mostra a capacidade do ser humano em atingir patamares incrveis de conhecimento, porm, , em sua maioria utilizada de forma limitada. Acessamos diariamente as redes sociais busca de esvaecer nossa solido, de se preencher determinado vazio a qual no se admite ter, sentimo-nos prximos aos amigos, mesmo que estejam a quilmetros de distncia. Lemos e aceitamos as notcias como nos so dadas, sem questionarmos a veracidade ou se determinado meio de comunicao a alterou de forma tendenciosa. Viver nesta sociedade que tolhe nossos impulsos, constantemente nos coloca em uma crise de valores o que gera angstia e possivelmente este vazio existencial que nos cerca. V-se, que por mais que tenhamos mais informaes, no o que tem ocorrido ao

longo dos sculos. Kant afirma que somente no iluminismo o ser humano se emancipa e, que a liberdade se faz no pensamento crtico somente assim poderamos nos libertar dos grilhes da ignorncia. Ou como o mesmo diz, da paralisia que ocorre na imbecilidade. O pensamento crtico faz-se extremamente necessrio na sociedade atual e somente assim, poderemos transpor esta inrcia na qual nos encontramos. Assim como disse Kant reiteramos: Sapere aude!