Você está na página 1de 3

VERSÃO REDUZIDA. COLEGA JORNALISTA SOLICITE A VERSÃO COMPLETA AO NÚCLEO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL OU VEJA NOS EMAILS DE SUA REDAÇÃO.

PRF RECOMENDA CAUTELA POR CONTA DAS CHUVAS DURANTE O FERIADÃO


A previsão é de chuva para todo o Estado durante o feriado da Independência. Na chuva ou sem
visibilidade, o cuidado deve ser redobrado, a velocidade reduzida e os faróis sempre acesos.

Curitiba, 03 de setembro- Quem vai pegar a estrada no feriado prolongado deve estar em
alerta, além da visibilidade prejudicada, o risco de derrapagens mesmo com chuvas leves pode
aumentar o número de acidentes. Segundo previsões do Sistema de Meteorologia do Paraná
(Simepar), o tempo continua chuvoso pelo menos até segunda-feira. Os motoristas devem
redobrar os cuidados por causa da incidência de bolsões de nevoeiro. Os faróis devem estar
sempre ligados, mesmo durante o dia.

Dados retirados de boletins de acidentes mostram que nessas condições adversas de


visibilidade, a velocidade incompatível, a proximidade do veiculo à frente e o desrespeito à
sinalização – principalmente nas ultrapassagens, respondem juntas por 69% das principais
causas dos acidentes.

Para o chefe de policiamento da PRF no Paraná, Inspetor Gilson Cortiano, além dos cuidados
indispensáveis que devem ser tomados por causa do mau tempo, o motorista “deve estar
ciente que é responsável não só pela sua segurança, respeitar os limites de velocidade, não
beber quando for dirigir; enfim, respeitar as leis de trânsito”, afirma o inspetor.

Colega jornalista,
Condições de tráfego como fluxo de veículos, interdições, congestionamentos,
acidentes graves e outras informações de utilidade pública serão informados
pelo Twitter (www.twitter.com/191parana). As ocorrências serão postadas em
tempo real e o fluxo, a cada hora cheia.

Dê prioridade a essa consulta, deixando livres as linhas para emergências.

Não é preciso ser cadastrado para acompanhar as informações, basta acessar o


endereço acima através do seu navegador de internet.
Algumas dicas

- Faça uma revisão mecânica e elétrica no seu veículo, incluindo o bom funcionamento do
sistema de iluminação (faróis alinhados e regulados, lanternas, pisca-pisca...), os limpadores
de pára-brisa devem estar em perfeitas condições e complete a água do reservatório para a
limpeza dos vidros;
- Tenha um mapa rodoviário e conheça previamente o itinerário de sua viagem;
- Verifique a quantidade de combustível, parar pela falta é infração de quatro pontos e
R$85,13
- Verifique as condições e calibragem dos pneus, inclusive o estepe.
- Atenção para os equipamentos obrigatórios (extintor, macaco, chave de roda, triângulo,
etc.), a falta ou não funcionamento é infração de cinco pontos e R$127,69.
- Certifique-se de estar portando o documento obrigatório do veículo (CRLV) e carteira
nacional de habilitação (CNH), ambos dentro da validade, além dos documentos pessoais de
cada passageiro;
- Tenha conhecimento das condições climáticas no percurso.

Durante a viagem

- Cada ocupante do veículo deve utilizar o cinto de segurança que precisa estar funcionando e
as crianças com menos de dez anos de idade devem viajar no banco traseiro e se necessário
for, utilizar cadeirinha de segurança ou almofada de elevação.
- Respeite, obedeça e acredite nas placas de sinalização e quando se aproximar de curvas
acentuadas ou fechadas, diminua a velocidade, mas nunca freie dentro da curva.
- Mantenha distância segura do veículo da frente.
- Sinalize sempre suas manobras utilizando o pisca-pisca.
- O acostamento deve ser utilizado em caso de emergência, transitar pelo acostamento é
infração gravíssima e a multa é de 574 reais.
- Nunca olhar direto para o farol do veículo que vem no sentido oposto, desvie sempre seus
olhos para a faixa central da pista ou para a faixa contínua do acostamento.
- Ao cruzar com um veículo manter a luz baixa (nunca a guerra de faróis).
- Com neblina acenda os faróis baixos e diminua a velocidade – nunca pare na pista;
- Caso precise de ajuda, ligue 191, a PRF está 24 horas pronta para auxiliá-lo.

Trânsito de pesados será restrito no feriado

A proibição acontece nas rodovias de pista simples, sempre nos horários de maior movimento
Com o objetivo de proporcionar mais segurança para quem vai viajar no feriado da
Independência, a Polícia Rodoviária Federal vai restringir o trânsito de veículos com excesso de
largura, comprimento ou altura. Com a medida, nos horários de maior movimento (veja na
tabela abaixo), a ausência desses veículos de grande porte vai melhorar a trafegabilidade e
diminuir os riscos de acidentes graves envolvendo carros de passeio.
Estudos da PRF mostram que em 2007 no Paraná dos 3162 acidentes com feridos, 26% (834)
e dos acidentes com mortes – 109 dos 279 registrados - envolveram veículos de carga. Esses
acidentes, apesar de representarem menos de um terço do total, responderam por 40% das
348 mortes daquele ano. Outro número que dá o real cenário das mortes impressiona: 62%
das 138 mortes aconteceram em rodovias com pistas simples. Destas 86 mortes, 85 foi
resultado de colisões de veículos de grande porte com automóveis ou motocicletas. A
restrição já é tradicional em todo o país, e acontece a cada feriado nacional ou regional que
resulte no aumento de número de veículos nas rodovias.
O motorista flagrado desrespeitando a restrição será enquadrado no artigo 187 do Código
de Trânsito Brasileiro: “Transitar em locais e horários não permitidos pela regulamentação
estabelecida pela autoridade competente”, com multa de R$ 85,14, quatro pontos na
carteira, mais a retenção até o término do período de proibição.
Na operação Sete de Setembro, independente de portar autorização especial para trânsito
(AET), está proibido o trânsito de veículos com medidas acima de: 18,60m de comprimento,
2,60m de largura e 4,40m de altura.

RESTRIÇÃO EM TRECHOS COM PISTAS SIMPLES


Dia Horário

Sexta-feira, dia 04 das 16h às 22h

Segunda-feira, 07 das 16h às 22h

Núcleo de Comunicação Social


Responsável
Inspetor Fabiano Moreno
Jornalista
nucom.pr@dprf.gov.br

VERSÃO REDUZIDA. COLEGA JORNALISTA SOLICITE A VERSÃO COMPLETA AO NÚCLEO DE


COMUNICAÇÃO OU VEJA NOS EMAILS DE SUA REDAÇÃO.