Você está na página 1de 6

COBRANÇA E NEGOCIAÇÃO DE

DÍVIDAS POR TELEFONE


Lembretes para reforçar

5
Dorival dos Santos Machado julho2009
•EM ALGUNS CASOS ATÉ VALE ELOGIAR...

•IMAGINE QUE, PELO HISTÓRICO, ELE SEMPRE PAGOU


CORRETAMENTE

•SALIENTE ESSE ASPECTO POSITIVO, QUE SEMPRE CUMPRIU


COM SUAS OBRIGAÇÕES, SEMPRE ARCOU COM OS
COMPROMISSOS

•COM ISSO VOCÊ NA VERDADE ESTÁ DESAFIANDO O


DEVEDOR A MANTER ESSA REPUTAÇÃO QUE TEVE ATÉ
ENTÃO.

Dorival dos Santos Machado julho2009


•OUTRO PRINCIPIO BÁSICO PARA SE OBTER A
COOPERAÇÃO DE UM DEVEDOR É OUVI-LO

•CLARO QUE TEMOS UM TEMPO E QUANTO MAIS


OBJETIVIDADE MAIS GENTE COBRAREMOS

•O DESAFIO É ESTE: SABER QUANDO OUVIR E QUANDO


CORTAR...

Dorival dos Santos Machado julho2009


•PERSIGA SEU OBJETIVO

•O PRINCIPIO ESSENCIAL NA COBRANÇA PELO TELEFONE É


CONSEGUIR O RECEBIMENTO, MAS NA AUSÊNCIA DESTE,
DEVE-SE PROCURAR OBTER UMA PROMESSA DE
PAGAMENTO, UMA DATA, ANTES DE DAR POR ENCERRADA
A LIGAÇÃO

•E DEPOIS DISSO, FAZER O ACOMPANHAMENTO

Dorival dos Santos Machado julho2009


•ESTUDE O CASO ANTES DE LIGAR

•MOTIVE O PAGAMENTO MOSTRANDO AS VANTAGENS


EM SALDAR O DÉBITO

•POR OUTRO LADO FALE DAS CONSEQUÊNCIAS


NEGATIVAS PELO NÃO PAGAMENTO

•CONSULTE O HISTÓRICO PARA QUALIFICAR QUE TIPO


DE PERFIL TEM ESSE DEVEDOR

Dorival dos Santos Machado julho2009


•ÀS VEZES É MELHOR UM MAU ACORDO DO QUE UMA BOA
BRIGA

•DAR CONDIÇÕES PARA O DEVEDOR SALDAR É O MELHOR


CAMINHO PARA A RESOLUÇÃO DE DÉBITOS
PROBLEMÁTICOS

Dorival dos Santos Machado julho2009