Você está na página 1de 53
PIN – 2013 DIAGNÓSTICO E PROPOSTA DE DIRETRIZES DE ENGENHARIA CIVIL PARA O MUNICÍPIO DE
PIN – 2013
DIAGNÓSTICO E PROPOSTA DE DIRETRIZES
DE ENGENHARIA CIVIL PARA O MUNICÍPIO DE
PEDRO LEOPOLDO, MINAS GERAIS.
Alexandre Eustáquio Guimarães Moreira
Fernando Vieira de Faria
Fernando Henrique Abreu Miranda
Marconny Pereira Coelho
Raphael Costa Jorge
METODOLOGIA DE Metodologia do Trabalho TRABALHO APRESENTAÇÃO ORIENTAÇÃO ESTUDO DEMOGRÁFICO • Professor
METODOLOGIA DE
Metodologia do Trabalho
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
ORIENTAÇÃO
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
• Professor Orientador
Claudio Roberto
Magalhães Pessoa
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
PESQUISA
PESQUISA
INTERVENÇÃO
INTERVENÇÃO
IDENTIFICAÇÃO
IDENTIFICAÇÃO
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
• •
Em fontes
Em fontes
• •
Proposta para
Proposta para
• •
Características
Características
bibliográficas
bibliográficas
melhoria na
melhoria na
que influenciam
que influenciam
confiáveis, visitas
confiáveis, visitas
no cotidiano dos
no cotidiano dos
qualidade de
qualidade de
SANEAMENTO BÁSICO
técnicas, materiais
técnicas, materiais
moradores
moradores
vida dos
vida dos
cedidos pela
cedidos pela
moradores
moradores
prefeitura, dentre
prefeitura, dentre
EQUIPAMENTOS DE
outros
outros
INTERESSE SOCIAL
METODOLOGIA
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
• Trabalho proposto
pela disciplina de
Projeto Integrado da
Universidade FUMEC
TRANSPORTES
INTERVENÇÃO
HISTÓRICO DO MUNICIPIO
HISTÓRICO
DO MUNICIPIO
METODOLOGIA DE História TRABALHO Fundado em meados de 1674 por Fernão Dias; APRESENTAÇÃO ESTUDO DEMOGRÁFICO
METODOLOGIA DE
História
TRABALHO
Fundado em meados de 1674 por Fernão Dias;
APRESENTAÇÃO
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
Entre 1890 e 1895 o crescimento e a formação do centro do vilarejo
se efetivou, com a instalação da fábrica de tecidos e a construção da
estrada de Ferro Central do Brasil.
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
Figura 1 – Inauguração da Fábrica de Tecidos (1893)
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
SANEAMENTO BÁSICO
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
Fonte: Prefeitura Municipal de Pedro Leopoldo
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
TRANSPORTES
Elevado a condição de distrito subordinado ao município de Santa Luzia
do Rio das Velhas em 1901, sendo que nesta mesma ocasião, teve o seu
nome alterado para Pedro Leopoldo
Elevado a condição de município em 1923;
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE Crescimento da cidade TRABALHO APRESENTAÇÃO ESTUDO DEMOGRÁFICO MEIOS FISICOS E VEGETAÇÃO A
METODOLOGIA DE
Crescimento da cidade
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
A principal razão para O crescimento econômico e demográfico pode
ser atribuído a sua vocação para a produção de cimento, já que conta
com uma das maiores reservas de calcário do país, com mais de 800
milhões de toneladas do mineral
O crescimento atual da cidade é impulsionado principalmente no
crescimento do Vetor Norte da RMBH
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
Figura 2 – Cimentos Cauê S/A Vista da Fábrica
Figura 3 – Holcim Vista da Fábrica
SANEAMENTO BÁSICO
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
Fonte: Cimento Cauê - 2013
TRANSPORTES
Fonte: Cimento Holcim - 2013
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE TRABALHO População x Densidade APRESENTAÇÃO ESTUDO DEMOGRÁFICO Densidade Cidades População
METODOLOGIA DE
TRABALHO
População x Densidade
APRESENTAÇÃO
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
Densidade
Cidades
População
Demográfica
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
(hab/km²)
Belo Horizonte
2.375.151
7.167,02
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
Confins
5.936
140,15
Esmeraldas
60.271
661,13
SANEAMENTO BÁSICO
Jaboticatubas
17.134
15,38
Lagoa Santa
52.520
228,27
EQUIPAMENTOS DE
Matozinhos
INTERESSE SOCIAL
33.955
134,59
Pedro Leopoldo
58.740
200,49
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
Ribeirão das Neves
296.317
1.917,90
São José da Lapa
19.799
413,09
Vespasiano
TRANSPORTES
104.527
1.468,49
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE Principais Acessos TRABALHO APRESENTAÇÃO ESTUDO DEMOGRÁFICO CIDADE Km ACESSO Belo Horizonte 40
METODOLOGIA DE
Principais Acessos
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
CIDADE
Km
ACESSO
Belo Horizonte
40
MG 10-424
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
Confins
7,7
MG 424
Esmeraldas
53,5
MG 432-040
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
Jaboticatubas
51,9
MG 10
Lagoa Santa
28,2
MG 10
SANEAMENTO BÁSICO
Matozinhos
8,1
MG 424
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
Ribeirão das
Neves
23,1
MG 40
São José da Lapa
15,1
MG 424
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
Vespasiano
21,6
MG 424
TRANSPORTES
INTERVENÇÃO
ESTUDO DEMOGRÁFICO
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
METODOLOGIA DE Censo 2010 TRABALHO APRESENTAÇÃO Censo do IBGE 2010, uma população total de 58.740
METODOLOGIA DE
Censo 2010
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
Censo do IBGE 2010, uma população total de 58.740 habitantes.
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
Tabela 1 – População por setor censitário
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
Urbana
Rural
Total
Homem
Mulher
Total
Homem
Mulher
Total
SANEAMENTO BÁSICO
24363
25590
49953
4383
4404
8787
58740
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
Fonte: Censo IBGE/2010
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
TRANSPORTES
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE Crescimento Populacional TRABALHO APRESENTAÇÃO A partir de 1970 quando contava com pouco mais
METODOLOGIA DE
Crescimento Populacional
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
A partir de 1970 quando contava com pouco mais de 20.000 habitantes passando
para pouco menos de 60.000 habitantes em 2010
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
Figura 4 – População por setor censitário
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
58.740
53.957
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
41.549
30.007
SANEAMENTO BÁSICO
20.670
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
1970
1980
1991
2000
2010
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
Fonte: Adaptado do Censo IBGE/2010
TRANSPORTES
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE Munícipios Circunvizinhos TRABALHO APRESENTAÇÃO ESTUDO DEMOGRÁFICO MEIOS FISICOS E VEGETAÇÃO
METODOLOGIA DE
Munícipios Circunvizinhos
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
SANEAMENTO BÁSICO
EQUIPAMENTOS DE
Tabela 4 – População por setor censitário
INTERESSE SOCIAL
Fonte: Censo IBGE/2010
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
TRANSPORTES
Figura 6 – Mapa da Região Metropolitana de Belo Horizonte
Fonte: Censo IBGE/2010
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE Comparação do crescimento TRABALHO APRESENTAÇÃO ESTUDO DEMOGRÁFICO MEIOS FISICOS E VEGETAÇÃO
METODOLOGIA DE
Comparação do crescimento
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
SANEAMENTO BÁSICO
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
Figura 7 – Gráfico comparação do crescimento da população
Fonte: Censo IBGE/2010
TRANSPORTES
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE Projeção Populacional TRABALHO APRESENTAÇÃO Projeção populacional de Pedro Leopoldo MG ESTUDO
METODOLOGIA DE
Projeção Populacional
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
Projeção populacional de Pedro Leopoldo MG
ESTUDO
72.116
DEMOGRÁFICO
68.010
64.138
74.260
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
70.033
58.740
66.046
53.957
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
R² = 0,9806
41.549
SANEAMENTO BÁSICO
30.007
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
20.670
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
1970 1980 1991 2000 2010 2013 2014 2015 2016 2017 2018
TRANSPORTES
Figura 8– Projeção Populacional 2013 a 2018
Fonte: Desenvolvido pelos alunos, 2013
INTERVENÇÃO
MEIO FÍSICO E VEGETAÇÃO
MEIO FÍSICO
E VEGETAÇÃO
METODOLOGIA DE Clima TRABALHO APRESENTAÇÃO A cidade de Pedro Leopoldo apresenta um clima tropical de
METODOLOGIA DE
Clima
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
A cidade de Pedro Leopoldo apresenta um clima tropical de altitude.
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
http://3.bp.blogspot.com/-
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
tJzDzPFDwJM/UGvDqD9vk-
I/AAAAAAAAB1w/7FFKejt195U/s1600/climas_
Pedro Leopoldo
SANEAMENTO BÁSICO
do_brasil.gif
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
TRANSPORTES
Figura 9 – Climas do Brasil
Fonte - Clima do Brasil, 2013
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE Relevo TRABALHO Existem dois grandes domínios físicos, o gnáissico e o cárstico. APRESENTAÇÃO
METODOLOGIA DE
Relevo
TRABALHO
Existem dois grandes domínios físicos, o gnáissico e o cárstico.
APRESENTAÇÃO
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
SANEAMENTO BÁSICO
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
TRANSPORTES
Figura 10 – Vista Pedro Leopoldo
Fonte – Detetive particular Pedro Leopoldo MG
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE Sítios Arqueológicos TRABALHO Região com mais de 150 importantes achados de fósseis humanos
METODOLOGIA DE
Sítios Arqueológicos
TRABALHO
Região com mais de 150 importantes achados de fósseis humanos
APRESENTAÇÃO
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
SANEAMENTO BÁSICO
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
Figura 11 - Gruta da Lapa Vermelha
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
TRANSPORTES
Figura 12 - Luzia - O fóssil humano mais
antigo das Américas com cerca de 12 mil
anos .
Fonte: Blog Tempo dos Homens, 2013. Crédito fotográfico Roney Torres
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE Representação Hidrográfica TRABALHO O município encontra-se na Bacia do Rio das Velhas.
METODOLOGIA DE
Representação Hidrográfica
TRABALHO
O município encontra-se na Bacia do Rio das Velhas.
APRESENTAÇÃO
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
RIBEIRÃO DA MATA
RIBEIRÃO DO URUBU
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
SANEAMENTO BÁSICO
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
RIBEIRÃO DAS NEVES
TRANSPORTES
Figura 13 – Bacias Hidrográficas
Fonte: Prefeitura Municipal Pedro Leopoldo adaptado pelos autores,2013
INTERVENÇÃO
PLANEJAMENTO FÍSICO TERRITORIAL
PLANEJAMENTO
FÍSICO
TERRITORIAL
METODOLOGIA DE Zoneamento do município TRABALHO APRESENTAÇÃO ESTUDO DEMOGRÁFICO Zona Urbana – ZU: MEIOS
METODOLOGIA DE
Zoneamento do município
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
Zona Urbana – ZU:
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
Zona Rural – ZR:
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
Zona de Usos
Especiais – ZE:
SANEAMENTO BÁSICO
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
Zona de Expansão
Urbana – ZEU:
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
Zona de Proteção
Ambiental – ZP:
TRANSPORTES
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE Código de obras TRABALHO Multa, embargo, interdição e demolição pela prefeitura. APRESENTAÇÃO
METODOLOGIA DE
Código de obras
TRABALHO
Multa, embargo, interdição e demolição pela prefeitura.
APRESENTAÇÃO
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
Figura - Falha na fiscalização pela Prefeitura Municipal
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
SANEAMENTO BÁSICO
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
TRANSPORTES
Figura 14 – Irregularidade Caçamba
Fonte: Grupo PIN – 2013
INTERVENÇÃO
SANEAMENTO BÁSICO
SANEAMENTO
BÁSICO
METODOLOGIA DE Abastecimento de Água TRABALHO APRESENTAÇÃO 91% do abastecimento deriva do Sistema Integrado da
METODOLOGIA DE
Abastecimento de Água
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
91% do abastecimento deriva do Sistema Integrado da Bacia do
Paraopeba
Figura – Mapa Linha Azul
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
VARGEM
DAS FLORES
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
R 10
SANEAMENTO BÁSICO
RIO DAS
SERRA
VELHAS
AZUL
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
RIO
MANSO
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
Figura 15 – Abastecimento de Água
Fonte: COPASA, 2013
TRANSPORTES
Investimento de R$ 190 milhões, entre os anos de 2010 e 2012
Beneficiando mais de um milhão de pessoas
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE Esgotamento Sanitário TRABALHO São 11.512 ligações de esgoto que atingem 42.624 habitantes
METODOLOGIA DE
Esgotamento Sanitário
TRABALHO
São 11.512 ligações de esgoto que atingem 42.624 habitantes
APRESENTAÇÃO
Figura 12 – Lançamento de esgoto no curso do Ribeirão da Mata
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
SANEAMENTO BÁSICO
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
Figura 16- Lançamento de Esgoto
Fonte: Os autores PIN, 2013
TRANSPORTES
No Distrito de Fidalgo e Quinta do Sumidouro não existe sistema de
coleta de esgotamento sanitário.
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE ETE Pedro Leopoldo /Confins TRABALHO APRESENTAÇÃO ESTUDO Projetada para atendimento ao munícipio de
METODOLOGIA DE
ETE Pedro Leopoldo /Confins
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
ESTUDO
Projetada para atendimento ao munícipio de Pedro Leopoldo, distrito de
Vera Cruz de Minas e as localidades de Tapera e Santo Antônio da Barra,
com a possibilidade da inclusão do Município de Confins.
DEMOGRÁFICO
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
Serão 97.954 habitantes em final de plano – ano 2030,
Vazão média de 191,11 l/s.
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
Figura 12 – Obra da ETE Pedro Leopoldo / Confins
SANEAMENTO BÁSICO
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
TRANSPORTES
Figura 17 - ETE
Fonte: Os autores PIN, 2013
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE Manuelzão – Meta-2014 TRABALHO APRESENTAÇÃO 11 ETE´s na região do Ribeirão da Mata:
METODOLOGIA DE
Manuelzão – Meta-2014
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
11 ETE´s na região do Ribeirão da Mata:
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
6 em operação;
3 em obras;
1 a licitar;
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
1 em pré operação;
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
SANEAMENTO BÁSICO
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
Figura 19 – Pescaria no rio das Velhas
Fonte: Projeto Manuelzão, 2013
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
TRANSPORTES
Figura 18 – Nadar no Rio das Velhas
Fonte: Projeto Manuelzão, 2013
“Essas ETE´s estão
localizadas em sete
municípios e podem
beneficiar mais de
630 mil habitantes”
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE Drenagem Pluvial TRABALHO APRESENTAÇÃO Todas as ruas da região central, contam com sistema
METODOLOGIA DE
Drenagem Pluvial
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
Todas as ruas da região central, contam com sistema de drenagem,
escoando as agua diretamente para os ribeirões da Mata e Neves.
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
Os principais problemas de inundação ocorrem nas regiões mais baixas,
próximas do encontro dos Ribeirões das Neves e Mata, e na lagoa de
Santo Antônio.
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
SANEAMENTO BÁSICO
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
TRANSPORTES
Figura 20 – Rua Camilo Alves da Silva alagada em 2010
Fonte: Mix Noticias – Pedro Leopoldo, 2010.
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE Dispositivos de drenagem TRABALHO APRESENTAÇÃO ESTUDO DEMOGRÁFICO Pode se perceber em visita a
METODOLOGIA DE
Dispositivos de drenagem
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
Pode se perceber em visita a cidade que a Prefeitura Municipal de Pedro
Leopoldo implantou recentemente, ao longo do Ribeirão da Mata
próximo a entrada a da cidade escadas d’ água, que buscam dissipar a
velocidade com que a agua atinge o curso d’água.
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
SANEAMENTO BÁSICO
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
TRANSPORTES
Figura 21 – Dispositivos de drenagem implantados em 2013
Fonte: Os autores PIN, 2013
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE Resíduos Sólidos TRABALHO APRESENTAÇÃO A legislação para o gerenciamento de resíduos sólidos do
METODOLOGIA DE
Resíduos Sólidos
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
A legislação para o gerenciamento de resíduos sólidos do município de
Pedro Leopoldo é estabelecida pela Lei Ordinária n° 2205/1996 de
27/08/1996.
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
SANEAMENTO BÁSICO
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
TRANSPORTES
Figura 22 – Coleta de lixo na região central
Fonte: Os autores PIN, 2013
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE Limpeza Pública TRABALHO APRESENTAÇÃO RESPONSÁVEL - Secretaria Municipal de Serviços Públicos
METODOLOGIA DE
Limpeza Pública
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
RESPONSÁVEL - Secretaria Municipal de Serviços Públicos
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
A divisão do lixo é feito pelos habitantes, que separam os resíduos em
duas categorias: “lixo úmido” e “lixo seco”;
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
A coleta e o transporte do “lixo úmido” são feitos por empresa
terceirizada, a Contorno Construtora de Obras Ltda, sendo este
destinado ao Centro de Tratamento de Resíduos Macaúbas, em Sabará;
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
São recolhidos pela empresa aproximadamente 35 ton/dia de “lixo
úmido”;
SANEAMENTO BÁSICO
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
“Lixo seco” é recolhido por dois caminhões cedidos pela Prefeitura e
levado até um galpão nos arredores do município, onde a associação
dos catadores de papel de Pedro Leopoldo, a Ascapel, realiza a
separação dos materiais recicláveis;
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
São recolhidos cerca de 50 ton/mês de material reciclado;
TRANSPORTES
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE Hospitalares e Industriais TRABALHO APRESENTAÇÃO RESPONSÁVEL - Secretaria Municipal do Meio Ambiente
METODOLOGIA DE
Hospitalares e Industriais
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
RESPONSÁVEL - Secretaria Municipal do Meio Ambiente
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
A Prefeitura terceiriza a coleta de resíduos hospitalares produzidos
pelas unidades de saúde pública;
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
A Serquip recolhe o lixo hospitalar duas vezes por semana, para
incinerarão do mesmo em sua sede na cidade de Contagem;
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
São recolhidos cerca de 3.913 kg/mês de lixo hospitalar na cidade;
A destinação do lixo industrial é por cada indústria;
SANEAMENTO BÁSICO
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
É obrigatório a apresentação de contrato com empresa especializada,
além do Programa de Gerenciamento de Resíduos Sólidos por estas
unidades privadas;
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
TRANSPORTES
INTERVENÇÃO
EQUIPAMENTOS DE INTERESSE SOCIAL
EQUIPAMENTOS
DE INTERESSE
SOCIAL
METODOLOGIA DE Habitação TRABALHO APRESENTAÇÃO Arquitetura mesclada por construções antigas, comum em cidades do
METODOLOGIA DE
Habitação
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
Arquitetura mesclada por construções antigas, comum em cidades do
interior, modernizando com novos empreendimentos imobiliários
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
SANEAMENTO BÁSICO
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
Figura 23 – Construções na região central
Fonte: Os autores PIN, 2013
TRANSPORTES
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE Segurança TRABALHO APRESENTAÇÃO ESTUDO DEMOGRÁFICO 9ª Delegacia Seccional do 3°Departamento de
METODOLOGIA DE
Segurança
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
9ª Delegacia Seccional do 3°Departamento de Polícia Civil/MG;
182ª Cia PM Especial, do 36º BPM localizado em Vespasiano;
5º Pelotão BM localizado em Vespasiano.
Unidade Prisional de Pedro Leopoldo
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
SANEAMENTO BÁSICO
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
TRANSPORTES
Figura 24 – Construções na região central
Fonte: Os autores PIN, 2013
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE Educação TRABALHO APRESENTAÇÃO ESTUDO DEMOGRÁFICO Índices de escolaridade superiores às
METODOLOGIA DE
Educação
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
Índices de escolaridade superiores às médias regional e estadual
93% da área escolar são de responsabilidade pública;
97% da população de 2 a 14 anos matriculadas nas escolas;
Escola Técnica de Formação Gerencial do SEBRAE.
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
Ensino Médio
Ensino
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
Pré Escola
Estadual
Fundamental
4
5
4
SANEAMENTO BÁSICO
4
Privado
Municipal
9
Municipal
Estadual
EQUIPAMENTOS DE
Privado
13
Privado
INTERESSE SOCIAL
18
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
Figura 25 – Gráficos Quantidades de escolas
Fonte: IBGE, 2009
TRANSPORTES
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE Saúde TRABALHO APRESENTAÇÃO ESTUDO DEMOGRÁFICO 79 leitos para internação em estabelecimentos de
METODOLOGIA DE
Saúde
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
79 leitos para internação em estabelecimentos de saúde;
1,35 leitos por mil habitantes;
Média histórica nacional em 2009, que foi de 2,26 leitos por mil
habitantes.
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
Média Historica Nacional da Quantidade de Leitos
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
3,71
3,66
2,96
2,7
2,41
2,26
SANEAMENTO BÁSICO
1.990
1.992
1.999
2.002
2.005
2.009
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
Figura 26 – Gráfico leitos, média histórica nacional
Fonte: IBGE (2009)
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
TRANSPORTES
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE Esporte, Lazer e Turismo TRABALHO APRESENTAÇÃO ESTUDO DEMOGRÁFICO MEIOS FISICOS E VEGETAÇÃO
METODOLOGIA DE
Esporte, Lazer e Turismo
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
Parques, praças, quadras poliesportivas
Estádio César Julião de Sales;
CEPPEL, reconstruído pela administração do município ano 2008/2012;
Circuito das Grutas;
Parque Estadual do Sumidouro, com suas trilhas e belas paisagens.
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
SANEAMENTO BÁSICO
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
TRANSPORTES
Figura 27 – Parque Nacional do Sumidouro
Fonte: Instituto Carste Crédito A.Auler
INTERVENÇÃO
CAPACIDADE PRODUTIVA Ensino Médio MUNICIPAL Estadual 4 5 Privado
CAPACIDADE
PRODUTIVA
Ensino Médio
MUNICIPAL
Estadual
4
5
Privado
METODOLOGIA DE Capacidade Produtiva TRABALHO APRESENTAÇÃO ESTUDO DEMOGRÁFICO Pedro Leopoldo possui segundo dados
METODOLOGIA DE
Capacidade Produtiva
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
Pedro Leopoldo possui segundo dados do IBGE (CENSO 2010) um PIB a
preços correntes no valor de R$1.050.218,00 reais. Setor secundário
representando 43,76%, setor terciário 40,25% e posteriormente o setor
primário representando 1,76%.
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
PIB por setores - Censo 2010
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
459656
422771
SANEAMENTO BÁSICO
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
18447
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
Indústria
Serviços
Agropecuária
TRANSPORTES
Figura 28 – PIB nos setores da economia
Fonte – Censo IBGE, 2010
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE Movimento Adicionado Fiscal TRABALHO APRESENTAÇÃO Movimento adicionado Fiscal do Município 35,0%
METODOLOGIA DE
Movimento Adicionado Fiscal
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
Movimento adicionado Fiscal do Município
35,0%
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
16,0%
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
6,0%
3,0% 3,0% 3,0% 1,5%
1,0%
1,0%
SANEAMENTO BÁSICO
0,9%
0,8%
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
TRANSPORTES
Figura 29 – Gráfico movimento adicionado fiscal para o Município
Fonte: Secretaria de estado da fazenda de Minas Gerais (2011)
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE TRABALHO Coeficiente de Gini e IDH APRESENTAÇÃO Pedro Leopoldo encontra se com seu
METODOLOGIA DE
TRABALHO
Coeficiente de Gini e IDH
APRESENTAÇÃO
Pedro Leopoldo encontra se com seu coeficiente igual a 0,41
Os
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
municípios circunvizinhos possuem coeficiente de Gini igual a 0,36,
Fonte IBEG, Censo demográfico 2000.
.
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
Segundo o programa das Nações Unidas (PNUD), o IDH varia de 0 a 1,
sendo que quanto mais próximo de 0, piores são as condições de vida
da população e quanto mais próximas de 1, melhores são estas
condições. O indicador leva em conta a longevidade, educação e renda
da população.
SANEAMENTO BÁSICO
CRESCIMENTO
REGIÃO
IDH - 1991
IDH - 2000
MÉDIO
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
Norte da
RMBH
75,9%
81,3%
7,1%
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
Pedro
74,8%
80,7%
7,9%
Leopoldo
TRANSPORTES
Figura 30 - Evolução do IDH
Fonte: Censo IBGE / 2010
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE TRABALHO Dificuldades de Crescimento APRESENTAÇÃO ESTUDO DEMOGRÁFICO MEIOS FISICOS E VEGETAÇÃO
METODOLOGIA DE
TRABALHO
Dificuldades de Crescimento
APRESENTAÇÃO
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
O município de Pedro Leopoldo possui hoje um impedimento em seu
crescimento que é a falta de uma área para construção de um novo
distrito industrial, pois os existentes já estão ocupados segundo a
empresa que administrava o distrito industrial do município, a
CODEMIG, que há um tempo cedeu sua área para a prefeitura.
.
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
SANEAMENTO BÁSICO
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
TRANSPORTES
Figura 31 - Mapa dos parques industriais em Minas
Fonte: CODEMIG, 2013
INTERVENÇÃO
TRANSPORTES
TRANSPORTES
METODOLOGIA DE Estrutura da cidade TRABALHO APRESENTAÇÃO ESTUDO DEMOGRÁFICO MEIOS FISICOS E VEGETAÇÃO
METODOLOGIA DE
Estrutura da cidade
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
Terminal rodoviário responsável pela mobilidade dos seus habitantes;
A malha ferroviária que corta a cidade é pertencente à FCA, que
atende as grandes empresas da cidade, mas não atende o transporte
urbano, apenas comercial de cargas;
Ao longo do trajeto da linha ferroviária, percebe-se que a mesma traz
insegurança para a população.
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
SANEAMENTO BÁSICO
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
TRANSPORTES
Figura 32 – Esquerda Linha Férrea FCA,
direita pontilhão FCA.
Fonte Grupo Pin 2013
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE Frota TRABALHO APRESENTAÇÃO Aumento de 19,4% da frota de veículos da cidade, destacando
METODOLOGIA DE
Frota
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
Aumento de 19,4% da frota de veículos da cidade, destacando o
aumento de 68,6% de utilitários neste mesmo período.
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
Percebe-se uma grande concentração no transporte feito por bicicletas
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
SANEAMENTO BÁSICO
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
TRANSPORTES
Figura 33 – Bicicletário terminal rodoviário
Fonte Grupo Pin 2013
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE Vias de transporte TRABALHO APRESENTAÇÃO ESTUDO DEMOGRÁFICO Semáforos eletrônicos,
METODOLOGIA DE
Vias de transporte
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
Semáforos eletrônicos, estacionamento rotativo;
Possível perceber inúmeras placas de sinalização vertical tampadas pela
vegetação. Problema que contribui para a insegurança do transporte na
cidade.
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
SANEAMENTO BÁSICO
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
TRANSPORTES
Figura 34 – Vegetação impossibilitando a visualização da placa .(02)
Fonte Grupo Pin 2013
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE Vias de transporte TRABALHO APRESENTAÇÃO ESTUDO DEMOGRÁFICO Predominância de pavimentação por
METODOLOGIA DE
Vias de transporte
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
Predominância de pavimentação por asfalto;
Poucas ruas na área urbana calçadas ou com pavimentação de terra
batida;
Comum ver patologias no asfalto da cidade, com buracos e rachaduras.
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
SANEAMENTO BÁSICO
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
Figura 35 – Condição do asfalto
Fonte - Grupo Pin 2013
TRANSPORTES
Figura 36 - Operação tapa buracos
Fonte Grupo Pin 2013
INTERVENÇÃO
PROPOSTA DE INTERVENÇÃO
PROPOSTA DE
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE Pontos negativos TRABALHO APRESENTAÇÃO Degradação dos ribeirões que cortam o munícipio; ESTUDO
METODOLOGIA DE
Pontos negativos
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
Degradação dos ribeirões que cortam o munícipio;
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
Falta de estrutura para recebimento de novas empresas;
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
Degradação do meio ambiente por explorar de maneira
inadequada os recursos naturais;
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
SANEAMENTO BÁSICO
Não possui um sistema adequado de drenagem pluvial.
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
TRANSPORTES
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE Potencialidades TRABALHO APRESENTAÇÃO Presença de grandes indústrias de destaque nacional, com uma
METODOLOGIA DE
Potencialidades
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
Presença de grandes indústrias de destaque nacional, com
uma das maiores reservas de calcário do pais;
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
Próximo ao verto norte de crescimento da capital;
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
Acesso privilegiado ao Aeroporto Internacional de Confins;
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
SANEAMENTO BÁSICO
E a qualidade de vida de uma cidade do interior;
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
TRANSPORTES
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE Proposta de intervenção TRABALHO APRESENTAÇÃO ESTUDO Elevação do greide da Rua Luiz Pires
METODOLOGIA DE
Proposta de intervenção
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
ESTUDO
Elevação do greide da Rua Luiz Pires Dias Guimarães
no bairro Santa Maria, ao longo da lagoa formada nos
período de chuvas que todos os anos submerge a rua.
DEMOGRÁFICO
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
SANEAMENTO BÁSICO
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
TRANSPORTES
Figura 37 – Rua Luiz Pires Dias Guimarães inundada
Fonte: Zemlya Consultoria e serviços, 2013
INTERVENÇÃO
METODOLOGIA DE Localização TRABALHO APRESENTAÇÃO ESTUDO DEMOGRÁFICO MEIOS FISICOS E VEGETAÇÃO PLANEJAMENTO
METODOLOGIA DE
Localização
TRABALHO
APRESENTAÇÃO
ESTUDO
DEMOGRÁFICO
MEIOS FISICOS E
VEGETAÇÃO
PLANEJAMENTO FISICO
TERRITORIAL
Rua Luiz Pires
Dias Guimarães
SANEAMENTO BÁSICO
EQUIPAMENTOS DE
INTERESSE SOCIAL
CAPACIDADE
PRODUTIVA MUNICIPAL
TRANSPORTES
Figura 38 – Lagoa de Santo Antonio
Fonte: Google Maps, 2013
INTERVENÇÃO
Obrigado! Alexandre Moreira Fernando Vieira Fernando Miranda Marconny Pereira Raphael Costa
Obrigado!
Alexandre Moreira
Fernando Vieira
Fernando Miranda
Marconny Pereira
Raphael Costa