Você está na página 1de 2
Conta de luz fica mais cara hoje na Paraíba Aprovado na semana passada pela Aneel, o
Conta de luz fica mais cara hoje na Paraíba Aprovado na semana passada pela Aneel, o
Conta de luz fica mais cara hoje na Paraíba Aprovado na semana passada pela Aneel, o

Conta de luz fica mais cara hoje na Paraíba

Aprovado na semana passada pela Aneel, o reajuste será de 6,8% para os consumidores residenciais, que vão sofrer o maior impacto.

Jornal da Paraíba

Conta de luz fica mais cara hoje na Paraíba Aprovado na semana passada pela Aneel, o

Nos demais municípios da Paraíba, o reajuste da conta de energia só deve ocorrer em agosto

Campinenses e moradores de mais cinco municípios da Paraíba - Boa Vista, Fagundes, Lagoa Seca, Massaranduba e Queimadas - vão gastar mais com a conta de energia a partir de hoje, dia em que começa a vigorar o reajuste tarifário anual proposto pela Energisa Borborema, empresa responsável pelo fornecimento de energia elétrica nessas cidades.

Aprovado na semana passada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o reajuste será de 6,8% para os consumidores residenciais, que vão sofrer o maior impacto, tendo em vista que para as indústrias houve um reajuste negativo de 1,8%. De acordo com a Aneel, o efeito médio a ser percebido pelos consumidores será de 3,1%.

O aumento, que chega ainda no período de início do ano, época em que outras tarifas e impostos também sofrem reajuste, vai pesar bastante na conta das 187 mil unidades consumidoras atingidas pela mudança, principalmente no caso daqueles consumidores que ganham pouco e precisam equilibrar as despesas para não estourar o orçamento.

Uma dessas pessoas é o vigilante Tarcísio Caetano, que até então pagava cerca de R$ 45 pelo consumo mensal de energia.

“Embora gaste pouco por passar o dia fora de casa trabalhando, à noite gosto de

jogar e usar o computador e a televisão, o que consome energia. Acredito que com esse percentual de reajuste minha conta vai aumentar cerca de R$ 20 por mês,

dinheiro que vai fazer falta em outras despesas”, afirmou.

Já na casa de Jussara Andrade, onde moram seis pessoas, o reajuste da conta vai provocar o remanejamento das despesas.

“Como tem muita gente, e o consumo é maior, acredito que vou ter que gastar

pelo menos R$ 50 a mais todo mês para pagar a conta. Como o orçamento é

apertado, infelizmente esse dinheiro extra vai ter que sair de outras despesas,

onde teremos que economizar ou adequar os gastos”, declarou.

Nos demais municípios da Paraíba, o reajuste da conta de energia só deve ocorrer em agosto, mês de vencimento do contrato de concessão da Energisa Paraíba, empresa responsável pelo fornecimento nessas cidades.