Você está na página 1de 33

RESPONSABILIDADE AMBIENTAL NO

TRANSPORTE DE PRODUTOS PERIGOSOS

Adriana Mathias Baptista


amb@tozzini.com.br
Sumário

Legislação sobre Transporte

Responsabilidade Ambiental
Legislação Básica Aplicável ao
Transporte de Produtos Perigosos

! Transporte Rodoviário
" Lei 7.092/83
" Decreto 96.044/88
" Portaria 204/97

! Transporte Ferroviário
" Decreto 98.973/90
" Portaria 204/97
Decreto 96044

Veículo

• Deve portar rótulo de risco e painéis de segurança


específicos quando da carga, transporte, descarga,
transbordo e limpeza/ descontaminação

• Deverá ser fabricado de acordo com as Normas


Brasileiras ou internacionais especificas para cada
classe de produto

• Deve ter tacógrafo cujo disco deve ficar à disposição


de expedidor, contratante, destinatário e autoridades
por três meses
Decreto 96044

VEÍCULO
• Deve portar mangote para descarregamento ou
transbordo em condição emergencial, que não deve ser
usado para operação regular de descarregamento.
• Deve dispor dos EPIs e EPCs necessários para
transporte de produtos perigosos
• Deve ter Certificado de Capacitação para transporte de
produtos perigosos a granel dos veículo e dos
equipamentos
• Deve portar os documentos pertinentes
Decreto 96044

DOCUMENTOS
• Nota Fiscal
• Ficha de Emergência
• Envelope amarelo
• Certificado de Capacitação para o transporte de
produtos perigosos a granel do veículo e dos
equipamentos
• É admitido o Certificado Internacional de capacitação
para o transporte de produtos perigosos a granel .
• Estes certificados não eximem o transportador da
responsabilidade por danos causados pelo veículo,
equipamento ou produto perigoso
Decreto 96044

DEFINIÇÕES

• CONTRATANTE: empresa responsável pela contratação


do frete

• EXPEDIDOR: empresa/ local que fornece o produto

• DESTINATÁRIO: empresa/ local que receberá o produto

• TRANSPORTADOR: empresa que realizará o transporte

• CONDUTOR: profissional qualificado autônomo ou


contratado pelo transportador que levará a carga do
expedidor ao destinatário
Decreto 96044

OBRIGAÇÕES DO CONTRATANTE

• Exigir boas condições operacionais e adequadas para


a carga a ser transportada

• Fornecer ao transportador se este não tiver, os


equipamentos necessários às situações de
emergência, acidentes ou avarias com as devidas
instruções do expedidor para uso
Decreto 96044

OBRIGAÇÕES DO EXPEDIDOR
• Avaliar as condições de segurança do veículo antes de
cada viagem
• Operação de carga
• Orientar e treinar o pessoal empregado na atividade de
carga
• Exigir do transportador o emprego de rótulos de risco e
painéis de segurança
• Fornecer ao contratante se este não tiver, as devidas
instruções para uso dos equipamentos necessários às
situações de emergência, acidentes ou avarias
• Tomar precauções relativas à preservação do produto
durante o carregamento - compatibilidade entre
materiais
Decreto 96044

OBRIGAÇÕES DO DESTINATÁRIO

• Operações de descarga

• Orientar e treinar o pessoal empregado nas atividades


de descarga
Decreto 96044

OBRIGAÇÕES DO TRANSPORTADOR

• Dar adequada manutenção e utilização aos veículos

• Vistoriar as condições de funcionamento e segurança do


veículo

• Acompanhar as operações executadas pelo expedidor ou


destinatário da carga descarga e transbordo

• Transportar de acordo com o especificado no Certificado


de Capacitação para Transporte de produtos Perigosos a
Granel
Decreto 96044

OBRIGAÇÕES DO TRANSPORTADOR

• Assegurar-se que o serviço de acompanhamento


técnico especializado preenche os requisitos e
instruções específicas existentes

• Dar orientação quanto à correta estivagem da carga


do veículo, sempre que, por acordo com o expedidor,
seja co-responsável pelas operações de
descarregamento e carregamento
Decreto 96044

OBRIGAÇÕES DO TRANSPORTADOR

• Nos itens a seguir em caso de transportador autônomo


aos deveres e obrigações são do contratante.

– Providenciar o conjunto de equipamentos necessários


às situações de emergência, acidente ou avaria

– instruir o pessoal envolvido quanto à correta utilização


dos equipamentos necessários às situações de
emergência

– Providenciar rótulos de risco e painéis de segurança


Decreto 96044

OBRIGAÇÕES DO TRANSPORTADOR

• Zelar pela adequada qualificação profissional ao


pessoal envolvido no transporte bem como exames
periódicos e condições de trabalho conforme preceitos
de higiene, medicina e segurança do trabalho

• Fornecer os trajes e equipamentos de segurança no


trabalho

• Realizar as operações de transbordo conforme


procedimentos e utilizando os equipamentos
recomendados pelo expedidor ou fabricante
Decreto 96044

ATRIBUIÇÕES DO CONDUTOR

• Ter habilitações e qualificações previstas no código


nacional de trânsito e treinamento específico

• Inspecionar o veículo quanto a tanque (inclui lacres),


carrocería e demais dispositivos que possam afetar a
segurança da carga transportada antes de mobilizar o
veículo

• Ser responsável pela guarda, conservação, bom uso de


equipamentos e acessórios do veículo
Decreto 96044

ATRIBUIÇÕES DO CONDUTOR

• Examinar em local adequado e regularmente as


condições gerais do veículo

• Contatar a transportadora e autoridades e interromper a


viagem em caso alterações nas condições de partida
capazes de colocar em risco segurança de vidas, bens
e meio ambiente

• O condutor não deve proceder operações de


carregamento, descarregamento e transbordo salvo se
devidamente treinado e autorizado pelo expedidor ou
destinatário, sempre com a anuência do transportador.
Decreto 96044

CARGA

• É proibido transporte de produto perigoso com


– Animais
– Alimentos ou Medicamentos

– Outro tipo de carga

• É proibido transportar produtos para uso humano ou


animal em tanques destinados a transporte de
produtos perigosos
Decreto 96044

ITINERÁRIO
• Evitar áreas densamente povoadas ou de proteção de
mananciais, reservatórios de águas, reservas
florestais e ecológicas e suas proximidades

• Deve evitar as vias de grande fluxo nos horários de


maior intensidade de trânsito
Decreto 96044

ESTACIONAMENTO

• Somente em áreas pré estabelecidas e determinadas


pelas autoridades competentes

• Em acostamentos somente nos casos de emergências

• No caso de emergência se o veículo parar em local não


autorizado deve permanecer sinalizado e sob
vigilância(exceções: atendimento médico, pedido de
socorro ou comunicação do fato)
Decreto 96044

EMERGÊNCIAS ACIDENTES/ AVARIAS

• Adotar as medidas da Ficha de Emergência

• Transbordo conforme orientação do fabricante ou


expedidor
No caso de silêncio do contrato o ônus será suportado
pelo transportador
Princípio do Poluidor - Pagador

“Quem polui deve pagar e, assim, as despesas


resultantes das medidas de prevenção, de redução da
poluição e da luta contra a mesma devem ser suportadas
pelo poluidor.”
(Paulo Affonso Leme Machado)

“POLUIDOR: a pessoa física ou jurídica, de direito


público ou privado, responsável, direta ou indiretamente,
por atividade causadora de degradação ambiental.” (Art.
3º, IV da Lei 6938/81)
Responsabilidade Civil Objetiva

Art. 14, § 1º - Lei 6938/81:

“Sem obstar a aplicação das penalidades previstas neste


artigo, é o poluidor obrigado, independentemente da
existência de culpa, a indenizar ou reparar os danos
causados ao meio ambiente e a terceiros, afetados por sua
atividade. (...)”
Responsabilidade Administrativa

Dec. 3.179/99
• Decorre de infração a normas administrativas

• Sujeita o infrator a penalidades administrativas, tais


como:
– advertência
– multa
– suspensão de atividades
– perda ou restrição de incentivos ou benefícios fiscais
– proibição de contratar com o poder público

• Aplicável pelos órgãos ambientais governamentais


Responsabilidade Penal

Dec. 9.605/98

• Emana do cometimento de crime ou contravenção


pelo infrator

• Pena privativa e liberdade, restritiva de direitos e


multa pecuniária

• Cabe ao Ministério Público propor ação criminal


contra o infrator

• Não se aplica o conceito de responsabilidade


objetiva, sendo necessária a existência de culpa
Responsabilidade Ambiental no
Transporte de Produtos Perigosos

! Agentes envolvidos:
destinatário

" contratante do serviço


Distribuidor/Importador/
fabricante do produto

" prestador do serviço - transportador

" expedidor
Reflexos das Repartições de
Responsabilidades por Dano Ambiental

! Âmbito administrativo
" Órgãos governamentais ambientais
" Infração a normas administrativas

! Âmbito Criminal
" Ministério Público
" Responsabilidade subjetiva
Reflexos das Repartições de Responsabilidades
na Responsabilização por Dano Ambiental

! Âmbito Civil
– Ministério Público
– Conceito de poluidor/Responsabilidade Objetiva

! FOB x CIF - Considerações


Direito de Regresso

Órgão Ambiental Processo


Governamental Administrativo

Processo
Ministério Público Judicial

# Podem optar por processar o poluidor direto


(transportador), o poluidor indireto ou ambos
Direito de Regresso

Condenação Deve arcar com a Propor ação


do Poluidor multa ou autônoma contra
Indireto indenização o poluidor direto

FUNDAMENTOS: - Lei
- Contrato
Direito de Regresso

! A administração jurídica dos riscos está ligada ao


Direito de Regresso (importância da saúde financeira
do Transportador)

! Contrato como instrumento de minimização dos


riscos inerentes ao transporte de produtos perigosos
Administração Contratual da
Responsabilidade por Dano Ambiental

! Regra geral de transporte da mercadoria


transacionada:
“cabe em princípio, ao comprador providenciar a sua
retirada (da mercadoria) do estabelecimento comercial do
vendedor, contratando os serviços de transporte por sua
conta e risco”. (Fábio Ulhoa Coelho, comentando os artigos
196 e 199 do Código Comercial)

! As partes podem estabelecer no contrato


disposição diversa
Responsabilização por Dano Ambiental
Contratos

! Responsabilidade administrativa
" Infração à legislação como fato gerador
" Contrato garante direito de regresso

! Responsabilidade Civil Objetiva


" Contrato garante direito de regresso

! Responsabilidade Criminal
" Responsabilidade Subjetiva (culpa ou dolo)
" Contrato esclarece as responsabilidades
São Paulo • Rio de Janeiro • Brasília • Porto Alegre
Fortaleza • Recife • Natal • João Pessoa
New York

www.tozzini.com.br