P. 1
Geologia Estrutural

Geologia Estrutural

|Views: 47|Likes:
Publicado porAna Luísa Luz
Aula de Geologia estrutural
Aula de Geologia estrutural

More info:

Categories:Types, Presentations
Published by: Ana Luísa Luz on Feb 08, 2014
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/08/2014

pdf

text

original

Foliações:Classificação e Processos Geradores

1

Conceito Estrutura planar presente em rochas de natureza diversa, excetuando as fraturas e estruturas rúpteis.

2

Conceito Estrutura planar presente em rochas de natureza diversa.

3

Foliação Classificação de Foliação ♣ Quanto à natureza: Primária X Secundária 4 .

bandamento composicional. bandamento composicional). bandamento textural) e magmáticos (ex: foliação de fluxo magmático.Foliação ♦ Primária: Ex: Foliação composicional formadas por processos sedimentares (ex: estratificações cruzadas e plano paralelas. 5 .

MECANISMOS FORMADORES DE FOLIAÇÃO PRIMÁRIA EM ROCHAS SEDIMENTARES 6 .

S0 FOLIAÇÃO PRIMÁRIA 7 .

S0 FOLIAÇÃO PRIMÁRIA T 8 .

MECANISMOS FORMADORES DE FOLIAÇÃO PRIMÁRIA EM ROCHAS ÍGNEAS Cristalização Fracionada em Câmara Magmáica S0 9 .

MECANISMOS FORMADORES DE FOLIAÇÃO PRIMÁRIA EM ROCHAS ÍGNEAS Fluxo Magmático 10 .

MECANISMOS FORMADORES DE FOLIAÇÃO PRIMÁRIA EM ROCHAS ÍGNEAS Fluxo Magmático 11 .

MECANISMOS FORMADORES DE FOLIAÇÃO PRIMÁRIA EM ROCHAS ÍGNEAS Fluxo Magmático 12 .

MECANISMOS FORMADORES DE FOLIAÇÃO PRIMÁRIA EM ROCHAS ÍGNEAS Derrames vulcânicos S0 13 .

MECANISMOS FORMADORES DE FOLIAÇÃO PRIMÁRIA EM ROCHAS ÍGNEAS Derrames vulcânicos S0 14 .

♦ Secundária: Foliação gerada durante os processos deformacionais /metamórficos 15 .Classificação de Foliação .

16 .Classificação de Foliação Secundária Subdivisão baseada em: → Espaçamento entre domínios com variáveis intensidades de deformação e proporção da rocha ocupada pela foliação → Regularidade do domínio de foliação e da orientação preferencial → Continuidade lateral (planar ou lenticular) → Características distintivas entre domínios. tais como variação na composição dos leitos e grau de orientação preferencial dos minerais.

Espaçamento entre domínios com variáveis intensidades de deformação Espaçada X Contínua 17 .Classificação de Foliação ♣ Secundária a) Critério 1 .

descontínua (crespa) (Rough) Zonal Discreta Contínua (> 70% de volume de clivagem ou xistosidade) Planar Crenulação 18 .→Espaçamento entre domínios com variáveis intensidades de deformação Composicional Difusa (Difuse) Bandada (Banded) Disjuntiva Foliação Espaçada (< 70% de volume de clivagem ou xistosidade) Estilolítica (Stylolitic) Anastomótica (Anastomosing) Irregular/curva.

Cada interface caracteriza uma interface composicional e textural. distribuídos de forma alternada. de composição diferenciada. ♠ Ocorrência: Pode ser encontrada em rochas de variáveis graus metamórficos.Classificação de Foliação Secundária Espaçada → Composicional ♠ Definição: Foliação formada por um conjunto de leitos paralelos. tabulares ou lenticulares. 19 .

Classificação de Foliação Secundária Composicional S1 Sn Carbonato / Pelito Bandamento Gnáissico 20 .

Ex: Gnaisses. Ex: Leitos espaçados de piroxênio em dunitos.Classificação de Foliação Secundária Espaçada → Composicional: Metamórfica e Primária ♠ Classificação ♠ Difusa: Baixa definição dos leitos. A variação de composição ocorre de forma mais contínua. Amplo espaçamento entre leitos que estão imersos em uma rocha com litologia predominante. com composição bem definida e repetitiva. ♠ Bandada: Leitos bem definidos. Os leitos são menos espaçados (Não quero dizer espessos!!!) que são mineralogicamente distintos entre si. Contatos entre leitos ainda não bem definido. 21 .

ZC 22 .Classificação de Foliação Secundária Composicional Espaçada Bandada D1 – Bandamento composicional D2 .

Classificação de Foliação Secundária Anastomótica ou paralela Foliação Disjuntiva: Classificação quanto à regularidade do domínio de foliação (Paschier & Trouw 2006) 23 .

ESTILOLITOS – ROCHAS CARBONÁTICAS DISSOLUÇÃO 24 .

25 .Classificação de Foliação Secundária Espaçada Disjuntiva Foliação Disjuntiva: Classificação quanto à regularidade de orientação preferencial.

Classificação de Foliação Secundária Espaçada Disjuntiva Classificação quanto à regularidade do domínio de foliação 26 .

Classificação de Foliação Secundária Espaçada Disjuntiva – Crenulação 27 .

Classificação de Foliação Secundária Contínua 28 .

→Clivagem filítica: Clivagem de filitos. minerais não visíveis a olho nu) X Xistosidade (médio a alto grau metamórfico. minerais visíveis a olho ) →Clivagem ardosiana: Clivagem típica de ardósias. 29 . tabulares. Geralmente. Filossilicatos moderadamente visíveis. →Foliação Gnáissica (Contínua): Minerais visíveis. Filossilicatos não são visíveis. Pode apresentar estiramento ou não.Classificação de Foliação Secundária CLASSIFICAÇÃO COM BASE EM OUTRAS DENOMINAÇÕES →Clivagem (Baixo grau metamórfico. paralela ao bandamento metamórfico. →Foliação de forma: plano marcado pela orientação de minerais planares.

espaçada.Foliação Secundária Classificação abandonada (termos genéticos) Clivagem de fratura: Foliação não penetrativa. disjuntiva (O termo era usado para classificar um sistema de fratura que posicionava-se no plano axial das dobras) 30 .

filítica. 31 . ♣♣ Milonítica .ZONAS DE CISALHAMENTO. com diminuição na granulometria da rocha.Foliação Secundária Relação de foliação com outras estruturas versus Significado da foliação ♣♣ Plano Axial – DOBRAS Pode ser uma Clivagem ardosiana. Xistosidade * Relações geométricas no plano de perfil (S. Z e M/W) * Relações geométricas no plano horizontal: Determinação do ângulo de caimento da dobra.

Foliação Secundária Associada com dobras – Foliação Plano Axial 32 .

Foliação Secundária Associada com dobras – Foliação Plano Axial Refração de foliação (Arco interno) Foliações convergentes (em leque) → maior competência Foliações divergentes: → menor competência 33 .

Foliação Secundária Associada com dobras – Foliação Plano Axial Refração de foliação (Arco interno) Foliações convergentes (em leque) → maior competência Foliações divergentes: → menor competência 34 .

Foliação Secundária Associada com dobras – Foliação Plano Axial Refração de foliação (Arco interno) Foliações convergentes (em leque) → maior competência Foliações divergentes: → menor competência 35 .

por recristalização tectônica. há a diminuição da granulometria da rocha e formação de uma matriz de grãos de menor granulometria. Só RECRISTALIZAÇÃO 36 . podendo estar acompanhado de microfraturamento de fases minerais mais competentes.Foliação Secundária Foliação milonítica Associada com zonas de cisalhamento por fluxo coaxial ou não coaxial. Grãos recristalizados Porfiroclasto Protólito Tectonito Redução da granulometria + desenvolvimento de orientação preferencial (Foliação) Processos cristal-plásticos Nesta foto não há fragmentação. Nesse caso.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->