P. 1
lição para pequeno grupo 2014

lição para pequeno grupo 2014

|Views: 640|Likes:
Publicado porEdivan Moises

More info:

Published by: Edivan Moises on Feb 15, 2014
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/28/2015

pdf

text

original

Pequenos Grupos

3

Las Grandes Oraciones

ESTUDO RELACIONAL DA BÍBLIA
2014

Pertence a:

________________________________

Estudo Relacional da Bíblia

4

LÍDERES DE ESPERANÇA

No evangelho de João, 17:12, encontramos um belo e forte texto:

“Estando eu com eles no mundo, guardava-os em teu nome. Te-
nho guardado aqueles que tu me deste, e nenhum deles se perdeu...”

Nos escritos de Paulo Jesus é descrito como o “segundo Adão”. No
Éden, o primeiro Adão teve a incumbência de cultivar e guardar o jar-
dim, porém, fracassou. Jesus veio para vencer onde Adão havia caído.
De certa forma, encontramos nessa frase de Jesus, uma semelhan-
ça na referência à missão recebida por Adão. Aqui no texto joanino, o
Salvador diz que Ele guardara o rebanho que recebera, e nenhum se
perdeu.

Estamos vivendo um momento especial em nossa igreja. Atualmen-
te, temos 10 mil pequenos grupos e um rebanho de 120 mil pessoas
reunidas semanalmente nos lares. São pessoas cuidando de pessoas.

O seu desafio, querido líder, é ajudar seu grupo a crescer espiritual-

mente nas atividades da comunhão, relacionamento e missão. Com o
acompanhamento semanal, você irá observar onde seu grupo precisa
de mais atenção e apoio. Dessa forma, você estará guardando seu
grupo para que ninguém se perca. E uma vez que se alimentam do pão
celeste e vivem em comunidade com os amigos, consequentemente
irão em busca dos perdidos.

Bem-vindos à estrada do discipulado!

Pr. Moisés Moacir da Silva

Presidente da união Nordeste Brasileira

Palavras do Presidente

Pequenos Grupos

5

O índice de usuários das redes sociais tem aumentado vertigino-
samente em nosso país. Apenas em dezembro de 2012, só o face-
book, recebeu 44 milhões de visitantes e esse índice cresce a cada
dia. Em relatório publicado em 27/09/2012 o IBOPE apontou um
crescimento de 16% no numero de usuários da internet, chegando a
83,4 milhões na ocasião.1

Esses dados revelam que nossa sociedade está ficando cada vez

mais virtual e essa nova onda tem afetado os relacionamentos no mun-
do real. Segundo a psicóloga e socióloga Sherry Turkle, “por conta
dessa virtualização das relações os indivíduos estariam perdendo a
capacidade de lidar com as complexidades das relações humanas.” 2
Por isso, investir no pequeno grupo como COMUNIDADE REAL é
fundamental para assegurar o equilíbrio das relações afetivas que nos
ajudam como discípulos de Cristo a crescer nas dimensões da Comu-
nhão, do Relacionamento e da Missão.
Os temas de nossas lições para 2014 tem a proposta de criar muito
mais interação e estimular ainda mais a afetividade e companheiris-
mo cristãos, com o objetivo de estabelecer conexões reais. São te-
mas para discussões participativas que englobam as várias situações
e faixa etárias da vida. Entenda o novo layout das lições através da
seguinte legenda:

ESPIRITUALIDADE

focalizam o desenvolvimento espiritual;

JOVENS

assuntos que interessam diretamente a juventude;

SOLTEIROS

Temas para ajudar a viver essa fase importante da vida;

Apresentação

Estudo Relacional da Bíblia

6

MULHERES

Contemplam o universo feminino com suas peculiaridades;

HOMENS

Abordam questões diárias do mundo masculino;

MORDOMIA

Levam o membros a administrar a vida com sabedoria;

TRABALHO

Ajudam nos desafios da vida e relações profissionais;

ENFRENTANDO CRISES

Estimulam a fé e esperança na superação dos problemas;

RESTAURAÇÃO

Mostram como o amor de Deus age em nosso favor;

FAMÍLIA

Enriquecem o convívio familiar.

CASAMENTO

Refletem nas bênçãos e segredos da vida conjugal feliz.

Oro, para que a sua participação seja efetiva, criando as condições

para a edificação espiritual de cada pessoa, de forma que nesse mun-

do cada vez mais virtual vivenciemos a COMUNIDADE REAL.

1 forte abraço!

Pr. Manoel Chaves - @Pr_ManoelChaves
Dir. Ministério Pessoal – UNeB

1 http://www.ibope.com.br/pt-br/noticias/Paginas/Internet-no-Brasil-cresceu-16-nos-ultimos-12-meses.aspx

2 http://www.brasilescola.com/sociologia/relacoes-virtuais-amigos-verdade.htm

Pequenos Grupos

7

As quatro etapas de um Pequeno Grupo relacional:

1. Confraternização: Recepção, colocando a
conversa em dia e quebra-gelo.

2. Adoração: Louvor, oração, meditação,
testemunhos e estudo.

3. Estudo comparado da Bíblia: Ênfase na
aplicação do texto à vida.

4. Testemunho: Planejamento evangelístico do
grupo, oração intercessória, duplas.

1. Nome do grupo:

2. Nosso lema:

3. Nossa oração:

4. Hino oficial:

5. Nossa bandeira:

6. Nosso texto bíblico:

Programa

Ideais do Grupo

Estudo Relacional da Bíblia

8

Planejamento

O que faremos

Quando faremosQuem organiza

Obs./Avaliação

Comunhão

O que faremos

Quando faremosQuem organiza

Obs./Avaliação

O que faremos

Quando faremosQuem organiza

Obs./Avaliação

Missão

Relacionamento

Pequenos Grupos

9

SUGESTÕES DE ATIVIDADES A SER PROMOVIDAS
E REALIZADAS PELO PG

1. Culto Familiar de pôr-do-sol na sexta-feira na casa de membros e
amigos - uma vez por mês;
2. Vigília em PGs – trimestral ou semestral;
3. Campanha de assinaturas das lições da Escola Sabatina – anual;
4. Jornada Espiritual – anual;

1. Comemoração dos aniversariantes – trimestral;
2. Passeio ou excursão – semestral ou anual;
3. Encontros sociais – bimestral;
4. Visitação nos lares dos membros do PG:
a. Líder – visita todos os membros duas vezes por ano (semestral);
b. Membros – visitam uns aos outros a cada trimestre;

1. Distribuição de materiais missionários – semanal e na datas espe-
ciais (Calvário, Impacto Esperança, Dia do Amigo, etc.);
2. Visitas missionárias aos interessados e afastados – semanal;
3. Estudos bíblicos – semanal (estabeleçam uma meta – mínimo de 4
estudos por dupla);
4. Visitas e/ou doações para hospitais, asilos, orfanatos e maternida-
des – trimestral;
5. Classes Bíblicas – cada PG deve ter pelo menos uma classe de
estudos da Bíblia em outro dia da semana e estimular os membros
a levar seus amigos à CB da igreja no sábado ou domingo.

Comunhão

Relacionamento

Missão

Estudo Relacional da Bíblia

10

Relatório de

Acom

panham

ento

ACOMPANHAMENTO DAS ATIVIDADES

10º

11º

12º

13º

1. Quantos alunos estudaram diariamente a lição:

2. Quantos leram a Bíblia diariamente:

3. Quantos realizaram o culto familiar:

4. Quantos estão lendo algum livro do Espírito de Profecia:

1. Quantos participaram da reunião do pequeno grupo:

2. Quantos realizaram visitas aos membros:

3. Quantos participaram de encontros sociais da Unidade/PG:

4. Quantos realizaram alguma ação solidária (doação de sangue, roupas, alimentos, etc.):

1. Materiais missionários distribuídos durante a semana (livros, folhetos, dvd’s...):

2. Quantos oraram pelos 5 amigos da oração intercessora:

3. Quantas visitas missionárias foram realizadas aos interessados e afastados:

4. Quantos deram estudos bíblicos:

5. Quantos visitantes estiveram presentes na última reunião do pequeno grupo:

6. Quantidade de duplas missionárias da Unidade/PG:

C

o

m

u

n

h

ã

o

R

e

la

c

io

n

a

m

e

n

to

M

is

s

ã

o

1º Trimestre

LÍDERES:

Dicas e auxílio para as lições desse trimestre podem ser encontradas em:
www.facebook.com/lideresdesperanca

Promova interação nas redes sociais, postando fotos, notícias, curiosi-
dades dos PG’s da sua igreja:
www.twitter.com/liderdesperanca
Hashtag: #LideresDeEsperanca

MEMBROS:

Enquetes, discussões e artigos sobre os temas desse trimestre podem
ser encontrados em:
www.facebook.com/AdventistasNordeste

Pedidos, testemunhos e correntes de oração podem ser compartilhados em:
www.facebook.com/OrarParaSalvar

Recursos Adicionais:

www.twitter.com/liderdesperanca
Hashtag: #LideresDeEsperanca

www.facebook.com/AdventistasNordeste

www.facebook.com/OrarParaSalvar

Curta, promova, compartilhe !!!

Estudo Relacional da Bíblia

12

I TRIMESTRE

1. Viver para servir ............................................................................ 13
2. Pregadores da Justiça .................................................................. 15
3. O propósito dos dons espirituais .................................................. 18
4. Pais de Esperança ....................................................................... 22
5. Quando Deus diz: espere ............................................................ 24
6. Entediado e infeliz ........................................................................ 27
7. Bençãos em dobro ....................................................................... 29
8. Ética nos negócios ....................................................................... 32
9. Antes que seja tarde ..................................................................... 34
10. Consertando os erros ................................................................... 36
11. Assumindo a responsabilidade ..................................................... 39
12. Compartilhando sua história ......................................................... 41
13. Abrindo o coração ......................................................................... 43

II TRIMESTRE

1. Como investir a minha vida............................................................ 49
2. Amplitude do perdão ..................................................................... 52
3. Entrega total .................................................................................. 55
4. Segurando as pressões ................................................................ 58
5. Vencendo o estresse ................................................................... 61
6. Maravilhosa graça ........................................................................ 63
7. Estar com Deus nas primeiras horas da manhã ........................... 67
8. Recebendo a visita de um anjo ..................................................... 70
9. Vencendo gigantes ........................................................................ 72
10. Responsabilidade .......................................................................... 75
11. Responsabilidade paterna ............................................................. 77
12. Decisões ........................................................................................ 79
13. O poder do amor ............................................................................ 82

III TRIMESTRE

1. Aliviando a dor .............................................................................. 87
2. Mudança nos relacionamentos ..................................................... 89
3. Confiança plena ............................................................................ 91
4. Elias e o murmúrio suave de Deus ............................................... 94
5. Maravilhosa graça ........................................................................ 96
6. Comunhão com Deus .................................................................... 98
7. Sim ou não?!? ............................................................................... 101
8. Aguardando o noivo ...................................................................... 103
9. Paz na tempestade ........................................................................ 106
10. Lídia - a mulher de negócios ......................................................... 108
11. O dom de ser fiel ........................................................................... 110
12. Em tempos bons e maus ............................................................... 113

IV TRIMESTRE

1. Cuidando dos outros ..................................................................... 117
2. Dor, sofrimento e graça total ......................................................... 119
3. Síndrome de Cinderela ................................................................. 121
4. Filhos obstinados .......................................................................... 123
5. Estresse financeiro ...................................................................... 125
6. Abatido, mas não vencido ............................................................. 127
7. Olhando para trás ......................................................................... 129
8. Deus conosco ............................................................................... 131
9. Solteiro com Jesus ........................................................................ 133
10. Comunicar é a missão ................................................................... 135
11. Cristão em tempo integral ............................................................. 137
12. Compromisso ................................................................................ 140
13. Aprendendo a escolher ................................................................. 143

Índice

Expediente:

Presidente:

Pr. Moisés Moacir

Secretário:

Pr. Eliezer Júnior

Tesoureiro:

Pr. Flávio André

Ministério Pessoal:

Pr. Manoel Chaves

Projeto Gráfico:

Neide Lima

Revisão:

Rute Souza

Ministério Pessoal - Campos

Pr. José Alberto - ACN
Pr. Nilton Lima - ACN, PI
Pr. Cleber Aragão - APe
Pr. Israel Messias - APeC
Pr. Raymundo Nonato - MisAL
Pr. Paulo Correia - MN

Pequenos Grupos

13

QUEBRA-GELO: No trabalho de casa, o que menos você gosta de fazer?

OBJETIVO: Entender que fomos chamados para servir ao nosso semelhante.

TEXTO BÍBLICO: João 13:1-17

INTRODUÇÃO: “Quem não vive para servir não serve para viver”. Este
dito popular enfatiza o espírito que deve nortear nossa vida no lar, no trabalho,
na sociedade e na igreja. Jesus foi chamado o Servo dos servos. Sua vida foi

marcada por intenso serviço em prol do semelhante. Ele mesmo afirmou: “Não

vim para ser servido, mas para servir (Mc 10:45). Em sua última ceia antes da

sua morte ele exemplificou esto ao seus discípulos.

O que jesus quis dizer quando afirmou: “Se eu não o lavar, você

não tem parte comigo”?

a) Não quero ficar numa sala com alguém que tenha os pés sujos.

b) Para ter parte comigo você precisa aprender a receber.

c) Você precisa deixar que meu sacrifício vindouro o purifique do seu pecado.
d) Enquanto viver, você precisará de purificação e perdão

e) Se não for um servo como eu, não poderá ser meu discípulo.
f) Outros ______________________

Por que Jesus lavou os pés dos discípulos?

a) Para humilhá-los.
b) Para ser um exemplo de servo.
c) Para ilustrar sua missão.
d) Para mostrar-lhes verdadeira liderança.
e) Para mostrar seu grande amor por eles antes de morrer.
f) Outros ______________________

Comunhão

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->