Você está na página 1de 2

Chuva de granizo na Paraba deixa rastros de destruio e pessoas feridas

Vendaval interrompeu ainda a energia em 6 cidades; chove no Cariri mais do que o previsto para o ms Jornal Correio da Paraba
Reproduo/ Jornal Correio da Paraba

Uma das casas atingidas

O Cariri paraibano registrou ontem, o maior volume de chuvas deste ano. Quinze das 69 cidades onde a Agncia Estadual de Gesto das guas (Aesa) verificou a ocorrncia de precipitaes so da regio. O municpio de Coxixola teve o maior ndice pluviomtrico: 82 milmetros, e em menos de duas horas, choveu mais do que a mdia prevista para o ms (55,4mm). Nas regies do Agreste e Brejo, as chuvas cadas na noite da ltima segunda-feira e madrugada de ontem vieram acompanhadas de raios,

ventos fortes e granizo. A chuva de gelo e o vendaval, alm de causarem surpresa a quem est acostumado com a seca e o calor de 28 graus, destruram telhado, arrancaram rvores centenrias, feriram pessoas, isolaram comunidades e interromperam o fornecimento de energia eltrica em seis municpios, por mais de quatro horas. O fenmeno pode ocorrer, de novo, com maior probabilidade nas regies do Cariri e Curimata. De acordo com a prefeita de Massaranduba, Joana Darc Queiroga, o cenrio deixado pelas chuvas, nos stios Cachoeira do Gama, Caiana, Embiras e So Miguel, foi de destruio. Segundo ela, os fortes ventos derrubaram cerca de 100 rvores, nas quatro comunidades rurais. A fora do granizo tambm derrubou o telhado o telhado de 10 residncias de quatro igrejas. Cenrio destruidor Quando me contaram pensei que fosse exagero e fui at os stios para acompanhar a situao. Me surpreendi com o cenrio que vi. Muitas rvores inclusive algumas delas centenrias, cadas estrada impossibilitando o acesso s comunidades. A vegetao incluindo as bananeiras e cajueiros estavam como tivessem sido cortadas de foice. As casas mais atingidas chegaram a ter todo o telhado destrudo e as famlias esto abrigadas nas casas dos parentes. Quatro igrejas, sendo trs evanglicas e uma catlica tambm tiveram o teto danificado, disse a prefeita. As telhas caram sobre elas A secretria de sade do municpio, Maria Rogrio, disse que seis pessoas ficaram feridas e precisaram ser atendidas por uma equipe mdica. Elas estavam com hematomas no corpo por conta das pancadas que sofreram quando as pedras de gelo danificaram as telhas e caram sobre elas. Todas foram medicadas e liberadas. S uma criana precisou ficar em observao por conta das escoriaes, disse.