Você está na página 1de 2

1 Tratamento

Segundo Robbins e Cotran (2005), a LMA de difcil tratamento. Aproximadamente 60% dos pacientes atingem a remisso completa com quimioterapia, porm, apenas 25 a 50% destes permanecem sem reincidiva aps 5 anos do tratamento. O tratamento classico dividido em duas fases, sendo elas quimioterapia de induo da remisso e tratamento de consolidao ou psremisso (HARRISON, 2006). A primeira fase, ou fase de induo da remisso, consiste em sesses quimoterpicas sistmicas, com o objetivo de reduzir fracionalmente o nmero de clulas leucmicas at que no sejam mais detectadas clinicamente (INCA, 2012). O tratamento poliquimioterpico consiste na

aplicao de duas drogas, uma citarabina e uma antraciclina (ABRALE, 2012). De acordo com Harrison (2006), praticamente todos os pacientes que no so submetidos a um tratamento adicional sofrem reicidiva e, uma vez que isso ocorra, a LMA geralmente curada apenas com o transplante alognico de clulas-tronco. O tratamento ps-remisso tem por objetivo erradicar todas as clulas leucmicas residuais. Uma terapia intensiva e por curto tempo, como a de altas doses de citarabina utilizada atualmente, mostra-se o mais eficiente mtodo de tratamento.

1.1 Complicaes do tratamento


Como efeitos colaterais inevitaveis do tratamento est a dimnuio na produo de clulas vermelhas (anemia), de fagcitos (neutropenia e monocitopenia) e de plaquetas (trombocitopenia). Deve-se atentar possvel necessidade de transfuso de eritrcitos e plaquetas.

A deficincia de fagcitos frequentemente resulta em infeces fngicas ou bacterianas pela flora natural do indivduo ou por contato com agente externos. necessria a administrao de antibiticos aos sinais de infeco, assim como rigorosa ateno antissepsia das mos e materiais que entrem em contato com o paciente. (ABRALE, 2012)

Referncias
HARRISON, Tinsley Randolph; KASPER, Dennis L. Harrison medicina interna. 16. ed. Rio de Janeiro: McGraw-Hill, 2006. INCA (Instututo Nacional do Cncer). Disponvel Acesso em: em:

<http://www.inca.gov.br/conteudo_view.asp?id=344>. 30/09/2012. ABRALE Disponvel em: (Associao Basileira <

de Linfoma

Leucemia).

http://www.abrale.org.br/doencas/leucemia/lma.php>.

Acesso em: 11/10/2012. ROBBINS, Stanley L; COTRAN, Ramzi S.; KUMAR, Vinay; ARDAUC, Jos; FAUSTO, Nelson. Robbins e Cotran patologia: bases patolgicas das doenas. 7.ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005.