P. 1
Insígnias de Interesse Especial - Escoteiros do Brasil

Insígnias de Interesse Especial - Escoteiros do Brasil

|Views: 872|Likes:
Publicado porPublio Athayde
Algumas das Insígnias apresentadas pelos Escoteiros do Brasil e que não necessariamente têm ligação com o sistema de progressão, mas ainda assim possuem caráter educativo; outras estão ligadas à progressão, sendo requisito para conquista de determinado distintivo especial.
Algumas das Insígnias apresentadas pelos Escoteiros do Brasil e que não necessariamente têm ligação com o sistema de progressão, mas ainda assim possuem caráter educativo; outras estão ligadas à progressão, sendo requisito para conquista de determinado distintivo especial.

More info:

Published by: Publio Athayde on Feb 26, 2014
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/01/2015

pdf

text

original

Algumas das Insígnias apresentadas em nosso POR não necessariamente tem ligação com o sistema de progressão, mas ainda

assim possuem caráter educativo; outras estão ligadas com a progressão, sendo requisito para conquista de determinado distintivo especial. A proposta é que estas Insígnias permaneçam com seu caráter de complementar o programa educativo, tornando-se alternativas para que os jovens possam personalizar a conquista dos Distintivos Especiais (Cruzeiro do Sul, Lis de Ouro e Escoteiro da Pátria) de acordo com seu centro de interesse. Outras “Insígnias de Interesse” podem ser criadas pela DEN, para celebrar ocasiões especiais, datas específicas, eventos ou projetos de relevância.

INSÍGNIAS DE INTERESSE ESPECIAL

Envolvimento comunitário
Proposta de criação desta Insígnia específica que estimule os jovens a desenvolverem atividades em suas comunidades. Os antigos projetos para Lis de Ouro e Escoteiro da Pátria se transformam nesta Insígnia e passam a ser opcionais. No caso do Ramo Lobinho a boa ação coletiva é desvinculada do Cruzeiro do Sul e ganha maior amplitude.
3,5 cm

Ramo Lobinho
INSÍGNIA DA BOA AÇÃO Explorar a sua comunidade: a) Conhecer e indicar no mapa de seu bairro, a localização dos principais postos de saúde, postos policiais e Corpo de Bombeiros; b) Conhecer os principais telefones em caso de emergência: Bombeiros, Polícia, Pronto-Socorro, etc; c) Conhecer e saber descrever os principais problemas sociais de sua comunidade. Lobinho em atividade: a) Participar com sua Alcateia de uma visita em uma das seguintes organizações de serviço à comunidade: Corpo de Bombeiros, Hospital ou Posto de Saúde, Posto Policial ou outro. Descrever como podemos auxiliá-los em seu trabalho; b) Participar de pelo menos uma edição do Mutirão Nacional Escoteiro de Ação Comunitária com sua Alcateia. Lobinho em ação: a) Participar de pelo menos três boas ações coletivas com sua Alcateia; b) Realizar pelo menos duas boas ações individuais, em sua escola ou em seu bairro; c) Participar de uma campanha de arrecadação de alimentos ou agasalhos.

3,5 cm

Ramo Lobinho

Ramo Escoteiro
INSÍGNIA DA AÇÃO COMUNITÁRIA 1) Participar, como Escoteiro, de um Mutirão Nacional de Ação Comunitária. 2) Participar de um projeto, sozinho, com outro companheiro ou companheiros de Patrulha, ou com sua Patrulha, nas seguintes condições: • Que seja idealizado e concebido pelo próprio jovem, companheiro(s) ou Patrulha; • Cujo conteúdo seja resultado de uma necessidade apresentada por sua comunidade próxima (Tropa, Grupo, Bairro, etc.); • Que seja desenvolvido seguindo todas as etapas de diagnóstico, organização, execução e avaliação; com acompanhamento de um adulto aprovado pela Chefia de Tropa; • Cuja execução ocupe um período mínimo de 3 meses de duração; • Cujo conteúdo esteja relacionado a uma das áreas seguintes: Ciência e Tecnologia, Saúde e Meio Ambiente, Cultura e Artes, e Paz e Compreensão; • Que seja apresentado relatório final com todos os dados e resultados do projeto.

Ramo Escoteiro

Ramo Sênior
INSÍGNIA DO DESAFIO COMUNITÁRIO 1) Participar, como Sênior, de um Mutirão Nacional de Ação Comunitária. 2) Participar de um projeto, que pode ser realizado sozinho, com sua Patrulha ou equipe de interesse, nas seguintes condições: • Que seja idealizado e concebido pelo próprio jovem, Patrulha ou Equipe de Interesse; • Cujo conteúdo seja resultado de uma necessidade apresentada por uma comunidade diferente daquela em que reside, estuda, trabalha ou está localizado seu Grupo Escoteiro; • Que seja desenvolvido seguindo todas as etapas de diagnóstico, organização, execução e avaliação; com acompanhamento de um adulto designado pelo Chefe de Tropa; • Cuja execução ocupe um período mínimo de 4 meses de duração; • Cujo conteúdo esteja relacionado a uma das Prioridades do Milênio definidas pela Organização das Nações Unidas; • Que seja apresentado relatório final com todos os dados e resultados do projeto.

Ramo Sênior

Cone Sul
Proposta de criação desta insígnia específica que estimule os jovens a conhecerem os demais países integrantes do Cone Sul. Demanda solicitada pela CNRI.

4 cm

3,2 cm Ramo Lobinho

Ramo Escoteiro

Ramo Sênior

Ramo Pioneiro

Insígnias de interesse Cone Sul
Ramo Lobinho
Escotismo Realizar pelo menos duas dentre as opções abaixo: a) Descobrir quais distintivos poderia conquistar se fosse de outro país do Cone Sul; b) Ensinar a Alcateia a cantar uma canção escoteira de outro país do Cone Sul; c) Conhecer as principais terminologias do Ramo Lobinho (Alcateia, Matilha, acampamento, etc) em outro idioma falado no Cone Sul (espanhol, português, guaraní, etc) diferente do seu; d) Conhecer o símbolo das Associações Escoteiras que integram o Conesul. Cultura Realizar pelo menos duas dentre as opções abaixo: a) Degustar pelo menos um prato típico de outro país do Cone Sul, conhecendo sua história e origem. b) Visitar exposições ou feiras culturais referentes a outros países do Cone Sul. c) Conhecer uma lenda ou conto de outro país do Cone Sul e contá-la para Alcateia. d) Conhecer o nome das principais danças típicas dos países do Cone Sul; e) Ir a uma peça de teatro cujo roteiro seja de outro país do Cone Sul e não esteja adaptado. Linguagem e Comunicação Realizar pelo menos duas dentre as opções abaixo: a) Assistir uma animação ou filme nacional de outro país do Cone Sul; b) Enviar e receber uma correspondência ou e-mail contendo uma foto de sua Alcateia para um lobinho de outro país do Cone Sul; c) Entrevistar alguém que esteja morando ou tenha morado em algum país do Cone Sul. Geografia Realizar as duas atividades abaixo: a) Indicar, no mapa mundi, onde estão localizados os demais países do Cone Sul, sabendo reconhecer suas bandeiras e explicar o significado das cores de cada uma delas; b) Pesquisar utensílios e invenções utilizadas no Brasil que tem origem em países do Cone Sul.

Ramo Sênior
Escotismo Realizar pelo menos duas dentre as opções abaixo: a) Participar de um Jamboree Panamericano ou outra atividade com escoteiros de outros países do Cone Sul; b) Organizar uma coleção de distintivos, com pelo menos 30 peças, contendo distintivos de pelo menos 3 países diferentes do seu; c) Entrar em contato com um escoteiro de outro país do Cone Sul, programar um mês de atividades que sejam totalmente típicas naquele país e aplicá-las em sua ou em outra seção do grupo. Cultura Realizar pelo menos duas dentre as opções abaixo: a) Participar de um evento cultural em conjunto com outros cidadãos de países do Cone Sul; b) Organizar um Jantar típico para sua Seção, de um país do Cone Sul, a sua livre escolha. O jantar poderá ser organizado pela Patrulha ou Equipe de Interesse. Neste jantar deverá ser servido um menú típico (bebida típica, prato principal, acompanhamentos e sobremesa), os participantes deverão estar usando trajes típicos, música típica e deverá ser realizada uma apresentação artística. O jantar poderá ser organizado pela Patrulha ou Equipe de Interesse; c) Escrever uma peça com um escoteiro de outro país do Cone Sul e apresenta-la para a seção, considerando cenário e caracterização dos personagens. Linguagem e Comunicação Realizar pelo menos duas sendo obrigatória a primeira: a) Participar ativamente de um debate (pessoal ou via internet) com, pelo menos, mais duas pessoas de outro país do Cone Sul; sobre um tema de abrangência global da atualidade; b) Criar uma comunidade em alguma rede social, com jovens e adultos de outros países do Cone Sul e mantê-la atualizada com notícias e informações úteis por pelo menos seis meses; c) Criar um “Jornal Mural” na Sede de seu Grupo Escoteiro e mantê-lo atualizado com notícias úteis do Cone Sul por pelo menos seis meses. Geografia Realizar pelo menos duas dentre as opções abaixo: a) Preparar um roteiro de viagem para outro país do Cone Sul, considerando os pontos turísticos a serem visitados, transporte, orçamento e campanha financeira, segurança e cronograma de ações; b) Visitar um outro país do Cone Sul, fazendo uma apresentação posterior a sua seção, mostrando fotos e vídeos dos locais visitados, principais traços culturais, gastronomia, curiosidades, etc; c) Fazer uma apresentação áudio visual sobre o Mercosul para sua Tropa, explicando os principais objetivos, países que o integram e seu ponto de vista quanto a sua importância; d) Elaborar um projeto de atividade aventureira em outro país do Cone Sul.

Ramo Escoteiro
Escotismo Realizar pelo menos duas dentre as opções abaixo: a) Apresentar para sua Tropa como é o Escotismo em pelo menos 3 países do Cone Sul (traje/uniforme, distintivos, idades para ingresso, símbolo da associação, estrutura, etc); b) Participar de um Jamboree Panamericano ou outra atividade com escoteiros de outros países do Cone Sul; c) Preparar um prato típico da culinária mateira, que seja popular em outro país do Cone Sul, e não usual dos Escoteiros do Brasil; d) Aprender uma técnica de campo (pioneiria, amarra, confecção de forno, etc) que seja diferente ou não usual dos Escoteiros do Brasil, e aplica-la em uma atividade. Cultura Realizar pelo menos três dentre as opções abaixo: a) Explorar a música e a dança em pelo menos 3 países do Cone Sul, destacando quais os principais ritmos, cantores e instrumentos; b) Fazer uma esquete baseada em uma lenda ou conto de um outro país do Cone Sul; c) Elaborar um jantar completo (prato principal, acompanhamento, bebida e sobremesa) para sua Patrulha; d) Ler um livro originário de outro país do Cone Sul e apresentar um resumo para sua Seção; e) Participar de uma festa típica relativa à cultura de outro país do Cone Sul. Linguagem e Comunicação Realizar as atividades abaixo: a) Acompanhar as principais notícias de um site de notícias ou jornal de outro país do Cone Sul, por pelo menos duas semanas, e apresentar uma coletânea para a sua Seção; b) Entrar em contato com um jovem (escoteiro ou escoteira) de um outro país do Cone Sul, e produzir uma notícia sobre uma atividade realizada por ele. Geografia Realizar pelo menos duas dentre as opções abaixo: a) Organizar um mural sobre os países do Cone Sul e divulgar para a seção ou para o Grupo Escoteiro; b) Pesquisar locais em outro país do Cone Sul, indicando onde poderiam ser realizadas atividades como: trilhas, acampamentos, escaladas, travessias, etc e divulgar no site da seção ou do Grupo Escoteiro; c) Pesquisar os principais pontos turísticos de pelo menos dois países do Cone Sul; d) Montar um quadro comparativo contendo as principais diferenças de clima, flora, fauna e relevo de pelo menos 3 países do Cone Sul.

Ramo Pioneiro
Elaborar e executar um projeto de viagem para outro país do Cone Sul, considerando todos os aspectos operacionais, tais como: • Roteiro; • Transporte; • Documentos e vacinas necessárias; • Pontos a serem visitados; • Segurança; • Locais de hospedagem; • Contato com outros escoteiros; • Entre outros. Após a viagem, deverá ser apresentado por meio audiovisual todos os detalhes da aventura, indicando os principais aspectos culturais e geográficos do local visitado.

Insígnia Mundial do Meio Ambiente
Os ítens abaixo representam os requisitos utilizados atualmente para a conquista desta insígnia. Nossa proposta é que esta insígnia passe por um processo de revisão de forma e linguagem, de modo que seja equilibrada e não destoe das demais insígnias de interesse. A proposta de redução de tamanho para adequação de espaço com os demais distintivos que se encontram na mesma posição.

3,5 cm

3,5 cm Ramo Lobinho

Ramo Escoteiro

Ramo Sênior

Lusofonia
Proposta de criação desta insígnia específica que estimule os jovens a conhecerem os demais países lusófonos. Demanda solicitada pela CNRI.

4 cm 1,85 cm Ramo Lobinho

Ramo Escoteiro

Ramo Sênior

Ramo Pioneiro

Insígnias de interesse Lusofonia
Ramo Lobinho
Linguagem e Comunicação: Realizar pelo menos duas dentre as opções abaixo: 1) Entrevistar alguém que tenha morado, ou esteja morando, em um país lusófono; 2) Ver um filme nacional ou animação de outro país Lusófono, ou uma animação lusófona; 3) Enviar e receber uma correspondência, ou e-mail, contendo uma foto de sua Alcateia, para um lobinho de outro país Lusófono. Escotismo: Realizar pelo menos duas das opções abaixo: 1) Descobrir quais distintivos o Lobinho poderia conquistar se fosse de outro país lusófono; 2) Fazer uma lista de termos escoteiros utilizados em outro país lusófono; 3) Conhecer o símbolo das Associações Escoteiras dos países lusófonos. Cultura: Realizar pelo menos três das opções abaixo: 1) Visitar exposições ou feiras culturais referentes a outros países lusófonos; 2) Degustar pelo menos uma refeição típica de outro país lusófono, conhecendo sua história e origem; 3) Ir a uma peça de teatro cujo roteiro seja de outro país lusófono e não esteja adaptado; 4) Assistir um espetáculo (circo, show musical etc) que seja originário de outro país lusófono; 5) Conhecer uma lenda ou conto de um outro país lusófono, e conta-la para sua Alcateia. Geografia: Realizar pelo menos duas das opções abaixo: 1) Pesquisar os temperos e especiarias de origem lusófona presentes no Brasil; 2) Pesquisar a fauna e flora de origem lusófona presentes no Brasil; 3) Pesquisar utensílios e invenções utilizadas no Brasil que tem origem lusófona; 4) Indicar, no mapa mundi, onde estão localizados os países lusófonos e reconhecer suas respectivas bandeiras.

Ramo Sênior
Linguagem e Comunicação Realizar pelo menos duas, sendo obrigatória à primeira: a) Participar ativamente de um debate (pessoal ou via internet) com, pelo menos, mais duas pessoas de outro país lusófono; sobre um tema de abrangência global da atualidade. b) Criar uma comunidade em alguma rede social, com jovens e adultos de outros países Lusófonos e mantê-la atualizada com notícias e informações úteis por pelo menos seis meses. c) Criar um “Jornal Mural” na Sede de seu Grupo Escoteiro e mantê-lo atualizado com informações úteis por pelo menos seis meses. Escotismo Realizar pelo menos duas, dentre as opções abaixo: a) Participar de um Encontro Lusófono em alguma atividade internacional. b) Organizar uma coleção de distintivos, com pelo menos 50 peças, contendo distintivos lusófonos de pelo menos 3 países diferentes do seu. c) Entrar em contato com um escoteiro de outro país Lusófono, programar um mês de atividades que sejam totalmente típicas naquele país e aplicálas em sua ou em outra seção do grupo; Cultura Realizar pelo menos duas, dentre as opções abaixo: a) Participar de um evento cultural em conjunto com outros cidadãos de países Lusófonos. b) Organizar um Jantar típico para sua Seção, de um país Lusófono, a sua livre escolha. Neste jantar deverá ser servido um menú típico (bebida típica, prato principal, acompanhamentos e sobremesa), os participantes deverão estar usando trajes típicos, música típica e deverá ser realizada uma apresentação artística. c) Escrever uma peça com um escoteiro de outro país Lusófono e apresentala para a seção, considerando cenário e caracterização dos personagens. Geografia Realizar pelo menos duas, dentre as opções abaixo: a) Preparar um roteiro de viagem para outro país lusófono, considerando os pontos turísticos a serem visitados, transporte, orçamento e campanha financeira, segurança e cronograma de ações. b) Visitar um outro país lusófono, fazendo uma apresentação posterior a sua seção, mostrando fotos e vídeos dos locais visitados, principais traços culturais, gastronomia, curiosidades, etc. c) Elaborar um projeto de atividade aventureira em outro país lusófono.

Ramo Escoteiro
Linguagem e Comunicação Realizar pelo menos duas, dentre as opções abaixo: 1) Acompanhar as principais notícias de um site de notícias ou jornal de outro país Lusófono, por pelo menos duas semanas, e apresentar uma coletânea para a sua Seção; 2) Ler um livro originário de outro país Lusófono e apresentar um resumo para sua Seção; 3) Entrar em contato com um jovem escoteiro ou escoteira de outro país da CEL (através da escrita) para produzir uma notícia de uma atividade que ele tenha realizado. Escotismo Realizar pelo menos duas, dentre as opções abaixo: 1) Aprender uma canção e ensiná-la à seção (via internet ou pessoalmente); 2) Preparar um prato típico da culinária mateira, que seja popular em outro país Lusófono, e que seja desconhecido dos Escoteiros do Brasil; 4) Participar de um Encontro Lusófono em um Jamboree; 5) Apresentar para sua Tropa como é o Escotismo em pelo menos 3 países Lusófonos (traje/uniforme, distintivos, idades para ingresso, símbolo da associação, estrutura, etc). Cultura Realizar pelo menos três, dentre as opções abaixo: 1) Fazer uma peça de artesanato de outro país; 2) Fazer um jantar completo para a sua Patrulha com comidas típicas de outro país lusófono; 3) Fazer uma esquete baseada em uma lenda ou conto de um outro país Lusófono; 4) Fazer um recital de poemas, poesias e declamações de outro país lusófono na seção; 5) Promover um sarau com músicas de bandas e artistas de outros países lusófonos que sejam cantadas em português; 6) Editar um vídeo com canções ou danças populares de outro país e divulgar para o Grupo Escoteiro. Geografia Realizar pelo menos duas, dentre as opções abaixo: 1) Organizar um mural sobre os países lusófonos e divulgar para a seção ou para o Grupo Escoteiro; 2) Pesquisar locais em outro país lusófono onde poderiam fazer trilhas, acampamentos, escaladas, travessias, etc e divulgar no site da seção ou do Grupo Escoteiro; 3) Pesquisar pontos turísticos em outro país lusófono e apresentar à seção; 4) Montar um quadro comparativo contendo as principais diferenças de clima, flora, fauna e relevo de pelo menos 3 países Lusófonos.

Ramo Pioneiro
Elaborar e executar um projeto de viagem para outro país Lusófono, considerando todos os aspectos operacionais, tais como: • Roteiro; • Transporte; • Documentos e vacinas necessárias; • Pontos a serem visitados; • Segurança; • Locais de hospedagem; • Contato com outros escoteiros; • Entre outros; Após a viagem, deverá ser apresentado por meio audiovisual todos os detalhes da aventura, indicando os principais aspectos culturais e geográficos do local visitado.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->