Você está na página 1de 1
Há 10 milhões de anos atrás, surge na terra o homem na forma de “Australopitecus”,

Há 10 milhões de anos atrás, surge na terra o homem na forma de “Australopitecus”, a primeira forma autêntica de homem e posterior aos “Ramaphitecus”, que foram os últimos homens-macacos. Segundo a teoria da evolução de Charles Darwin, o homem se desenvolvera de um macaco, seu ancestral, o “Homo Sapiens”.

A espécie evoluiu e de lá para cá muita coisa mudou, principalmente, os métodos de

trabalho e os mecanismos de proteção do homem. Contudo, no cotidiano do trabalhador ainda persistem algumas controvérsias quando falamos da preservação de nossa espécie, afinal:

quando falamos da preservação de nossa espécie, afinal: Por que resistimos a reconhecer que nos encontramos
quando falamos da preservação de nossa espécie, afinal: Por que resistimos a reconhecer que nos encontramos

Por que resistimos a reconhecer que nos encontramos em risco diante de um perigo ?

E quando reconhecemos, acreditamos que este perigo é bem menor !

Portanto, o perigo quando reconhecido não é visto como uma ameaça verdadeira !

O que nos leva a agir sem considerar que o perigo é realmente uma ameaça ?

agir sem considerar que o perigo é realmente uma ameaça ? É claro que tudo isso

É claro que tudo isso não passa de uma grande metáfora. A grande verdade, é que não

precisamos refletir muito para entender que a segurança de nossa espécie depende diretamente de nossas ações, e que temos imensa dificuldade em reconhecer efetivamente uma situação de risco. Desde que o mundo é mundo, desafios e conquistas fazem parte da nossa história, assim como o comportamento seguro e o comportamento de risco, ambos, ficam esperando o desfecho da nossa conduta, das nossas atitudes, para saber qual sairá vitorioso. Ocorre que todas as respostas estão dentro de nós mesmos, esperando apenas por nossa iniciativa.

Talvez, seja hora de um novo recomeço, vamos resgatar dentro de nós a força interior capaz de ultrapassar os obstáculos do cotidiano e quebrar barreiras, se despir dos preconceitos onde permitíamos fazer as coisas sem nenhum cuidado e atenção. Talvez isso não seja um recomeço, mas sim a evolução do instinto de sobrevivência que está dentro de nós, em defesa de nossa espécie e de nosso maior patrimônio, a vida.

RECEITA DE MEGA PROTEÇÃO:

nosso maior patrimônio, a vida. RECEITA DE MEGA PROTEÇÃO: Pense nisso !!!, Boa semana a todos.

Pense nisso !!!, Boa semana a todos.

PERCEPÇÃO DE RISCO Consultoria e Gestão da Educação para a Segurança

Fale Conosco! e-mail: percepcao@percepcaoderisco.com.br Estamos na Web! Visite-nos em: www.percepcaoderisco.com.br

e-mail: percepcao@percepcaoderisco.com.br Estamos na Web! Visite-nos em: www.percepcaoderisco.com.br (41) 3372.9889

(41) 3372.9889