Você está na página 1de 3

Gmail - Autoridade sem Autoridade é “Festa no AP”

https://mail.google.com/mail/u/0/?ui=2&ik=3a6f17a4aa&view=pt&sea

Plinio Marcos Moreira da Rocha

Plinio Marcos Moreira da Rocha <pliniomarcosmr@gmail.com>

Autoridade sem Autoridade é “Festa no AP”

"Plinio Marcos Moreira da Rocha" <pliniomarcosmr@terra.com.br>

Responder a: pliniomarcosmr@gmail.com Para: imprensa.prefeituradorio@gmail.com, jacostaesilva@yahoo.com.br, sedes@rio.rj.gov.br, comunicacao.sedes@gmail.com, comunicacaosesqv@gmail.com, imprensa@proconcarioca.org.br, imprensa.cvl@gmail.com, ascomsmpd@gmail.com, acs.cgm@pcrj.rj.gov.br, acs.pgm@rio.rj.gov.br, comunicacaoseab@gmail.com, ouvidoria_sect@sect.rio.rj.gov.br, imprensa.spmrio@gmail.com, csocial.sma@rio.rj.gov.br, imprensa.conservacao@gmail.com, robertamattoso.culturario@gmail.com, vinicius@staffcompany.com.br, imprensasmds.rj@gmail.com, assessoriasme@rioeduca.net, acs.smf@pcrj.rj.gov.br, acs.fazendamunicipal@gmail.com, anapauladomin@gmail.com, lucianabarc@gmail.com, secretariamunicipaldegoverno@gmail.com, smhacs@pcrj.rj.gov.br, daniella.raj@gmail.com, smac.ascom@yahoo.com.br, thalac@pcrj.rj.gov.br, ascom.smo@gmail.com, carladelecrode@gmail.com, asscom- seop@pcrj.rj.gov.br, asscom.seop@gmail.com, ascomsms@rio.rj.gov.br, aurea.lemos84@gmail.com, imprensa.smtr@gmail.com, csocial.smu@pcrj.rj.gov.br, ouvidoria.riotur@pcrj.rj.gov.br, "saolimpica.rio.rj.gov.br" <contatoeom@empre>, imprensa@empresaolimpica.rio.rj.gov.br Cc: "\"pliniomarcosmr\"" <pliniomarcosmr@gmail.com>, cidhdenuncias@oas.org, cidhoea@oas.org

7 de março de 2014 21:44

Autoridade sem Autoridade é “Festa no AP”

Acontecimentos recentes nos permitem afirmar que as Autoridades Institucionais, da Cidade do Rio de Janeiro, estão DESPREPARADAS para lidar com o ILEGAL, tendo em vista a mesmisse, a própria fragilidade, identificada pela “mendicância”, frente ao movimento de garis, auto-proclamado de “GREVE”, quando então, ressaltamos que por estar o mesmo em situação de total desrespeito ao Legal Estabelecido foi considerado movimento ILEGAL , sem qualquer reconhecimento de “GREVE”, pela Justiça Trabalhista.

Independentemente de qualquer outra avaliação, a ILEGALIDADE do citado movimento é tão flagrante, é tão significativa, é tão desrespeitosa, que além de não atender aos preceitos LEGAIS de GREVE, ocorre em momento muito INOPORTUNO, onde de forma indecorosa, imoral, expõe TODOS os Cidadãos Cariocas, natos ou não, ao ridículo internacional de conviver com o LIXO do LUXO do Carnaval Carioca.

Esta situação toma vulto exarcerbado, quando notícias, e a própria manifestação do Prefeito da Cidade do Rio de Janeiro, solicita ESCOLTA POLICIAL para garantir aos Garis, que não compactuam com o “movimento”, condições e integridade física.

Nossa expectativa incial, em concordãncia com o Direito Constituído, era a de que o Presidente da COMLURB agisse rapidamente com a DEMISSÃO SUMÁRIA daqueles que pararam todos os dias, e continuando com a DEMISSÃO SUMÁRIA, daqueles que somente trabalharam 1 dia, seguindo com a DEMISSÃO SUMÁRIA daqueles que somente trabalharam 2 dias, e assim sucessivamente até que a ORDEM e o RESPEITO ao Legal Estabelecido fossem RESTAURADOS.

Da mesma forma, nossa expectativa estava calcada na possibilidade do Prefeito da Cidade do Rio de Janeiro decretar estado de calamidade, e em função

Gmail - Autoridade sem Autoridade é “Festa no AP”

https://mail.google.com/mail/u/0/?ui=2&ik=3a6f17a4aa&view=pt&sea

disto, solicitar, por exemplo, às Forças Armadas ajuda no sentido de manter a Cidade LIMPA.

Tais colocações, nos apresentam o SURREALISMO de que a Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, através da COMLURB estão com a campanha de LIXO ZERO, onde qualquer Cidadão Carioca, nato ou não, deverá ser MULTADO caso seja flagrado jogando Lixo na Rua.

Portanto, a Cidade do Rio de Janeiro é CAPAZ de MULTAR qualquer um que jogue Lixo na Rua, contudo, mendiga aos seus Funcionários CLTistas para voltarem ao trabalho, com a garantia de NÂO PUNIÇÃO, apesar do “movimento”, característico de "politicagem", ter sido RECONHECIDO como ILEGAL pelo Judiciário Trabalhista.

Como Republicano e Democrata reconheço TODOS os Direitos Legítimos de reinvindicações, inclusa as de melhoras salariais, mas acima de tudo, reconheço que a Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, deve ATUAR de forma EQUÂNIME, onde a REVISÃO de Todos os Planos de Cargos e Salários deve ocorrer em contexto de Justiça, onde Categorias Profissionais devem ser ENQUADRADAS de acordo com a sua Importância e Relevância, na distribuição do MIGUADO recurso disponível para Remuneração Laboral, com especial atenção aos Profissionais da Educação, e da Saúde.

Atenciosamente,

Dr. Plinio Marcos Moreira da Rocha

Colando(copiando) gráu de Doutor, com Doutorado em Direito de Merda(inexistente), em Estabelecimento de “Merda” (inexistente), reconhecido pelo Ministério de Estado da Educação de “Merda” (que tudo assiste, em duplo sentido), de um Estado Democrático de Direito de “Merda” (que tudo permite), conforme o documento “A Luz do que aí esta sou Doutor – Publicada”, http://pt.scribd.com/doc/ 142004947/A-Luz-do-que-ai-esta-sou-Doutor-Publicada .

Penso, Não só EXISTO, Me FAÇO Presente

A Despreocupação Responsável em mudar Conceitos e Valores

De regerende Verantwoordelijk in snel evoluerende concepten en Waarden

The lack Responsible Change in Values and Concepts

Le responsable régnant en changeant Concepts et valeurs

Il regnante responsabile nel cambiare Concetti e Valori

Analista de Sistemas, presumivelmente, único Brasileiro COMUM, que mesmo não tendo nível superior completo (interrompi o Curso de Executivo, com o primeiro semestre completo, em 1977), portanto, não sendo Advogado, nem Bacharel, nem Estudante de Direito, teve suas práticas inscritas na 6ª e 7ª edições do Prêmio INNOVARE, ambas calcadas no CAOS JURÍDICO que tem como premissa base o PURO FAZER DE CONTAS, reconhecidas, e DEFERIDAS pelo Conselho Julgador,

Gmail - Autoridade sem Autoridade é “Festa no AP”

https://mail.google.com/mail/u/0/?ui=2&ik=3a6f17a4aa&view=pt&sea

conforme documento INNOVARE Um Brasileiro COMUM No Meio Juridico II,

http://www.scribd.com/doc/46900172/INNOVARE-Um-Brasileiro-COMUM-No-Meio-

Juridico-II