Você está na página 1de 1

Hotel Esplendor Que paredes j riram de tua solido H sempre um campo de batalha em cada corao Quem j teve medo

de rir numa hora absurda Quem se agarra s iluses pra escapar da loucura Quem viu a beleza e se fez escravo Quem conheceu a verdade e foi libertado Quem sobreviveu quando deu a outra face Quem, como eu, quer dinamitar esta cidade Quantas promessas voc conseguiu manter E quantos sonhos voc viu passar pela tv Que ptala te violenta, o que te arrasta e te acalma Pra voc ser sublime, quantas mentiras so necessrias Quem ruboriza o horizonte da garota tmida Quem partiu em silncio enquanto o amante dormia O que te arde no te consome Que amor no ousa dizer o seu nome Quem pode entender, quem pode explicar Eu achei que podia me controlar Quem pode esquecer, quem pode escapar Me diz quando isso vai terminar