Você está na página 1de 1

Entrevista ANTÔNIO ABREU

No caminho da Copa
BRUNO BRASIL E RAFAEL FRANÇA

O
O Secretario Municipal de Desenvo lvimento Urbano de Salvador fala sobre os


problemas que a cidade enfrenta e os futuros projeto s necessários para a Co pa.

Teremos quatro
atual Secretário Municipal de

anos para
Desenvolvimento Urbano, Ha-
bitação e Meio Ambiente, An-
tônio Abreu, fala sobre a vinda
de eventos mundiais do esporte para

desenvolvermos os
o Brasil e, sobretudo para Salvador.
Antigo coordenador-técnico de
Transportes, o consultor de educação

projetos que a
e professor aposentado da Faculdade
de Administração pela Universidade


Federal da Bahia é responsável pela

cidade precisa
elaboração dos projetos de infra-es-
trutura, transportes e saneamento
que serão elaborados para a Copa de
2014. No final de semana recebeu os
estudantes de Jornalismo Bruno Bra-
sil e Rafel França em uma conversa
informal sobre o otimismo e a pers-
pectiva dos dirigentes da capital
Baiana para a Copa do Mundo
O Brasil tem se destacado por ser
o País escolhido a receber os
maiores eventos esporti vos do
mundo. O que representa este
momento? Representa uma credi-
bilidade muito grande do Brasil em
nível mundial. Hoje nós somos a
10ª economia do Mundo e com
perspectiva de daqui a bem pouco
tempo estarmos numa posição mais
confortável.
O evento promov ido pela capital
do Rio é um exemplo a ser se-
guido? O Pan do Rio foi uma prova
inequívoca de competência do go-
verno carioca, do governo federal.
Um projeto de grande sucesso.
Salvador está preparada para se-
diar a Copa? Hoje, não. Vamos
pontuar. A Copa será realizada em
2014 e nós já estamos quase em
2010. Então, teremos aí quatro
anos para desenvolvermos os pro-
jetos que a cidade precisa.
Projetos sobre saneamento básico
BRUNO BRASIL

e sobre segurança pública serão


prioridades? Salvador tem hoje um

FACOM | 13 DE OUTUBRO, 2009

Interesses relacionados