Você está na página 1de 16

Anlise de Volume de Controle Diferencial Aula 10

Anlise de Volume de Controle Diferencial


At aqui, a equao de conservao da massa e a equao de conservao da quantidade de movimento foram aplicadas a volumes de controle finitos. Apliquemos agora estas equaes a volumes de controle diferenciais !igura do pr"#imo slide$. %ara tal, vamos fa&er algumas consideraes' (scoamento permanente, incompress)vel e sem atrito.
2

Anlise de Volume de Controle Diferencial

(quao da Continuidade
a$ (scoamento %ermanente, -$ (scoamento .ncompress)vel, c$ /o 0 escoamento atravs das lin0as de corrente.

VC

dV +

SC

V . dA = 0

Anlise de Volume de Controle Diferencial

(quao da Continuidade

Vs A) + ( (Vs + dVs )( A + dA) ) = 0

Vs dA + AdVs + dAdVs = 0 Vs dA + AdVs = 0


2

(quao da 4uantidade de 5ovimento


a$ (scoamento %ermanente, -$ (scoamento .ncompress)vel, c$ /o 0 escoamento atravs das lin0as de corrente.

FS s + FBs

= t

VC

V dV +

SC

V V . dA

!oras 7uperficiais
dp = pA ( p + dp )( A + dA) + p + dA 2

FS s

8 primeiro e o segundo termos so as foras de presso so-re as faces das e#tremidades e o terceiro termo a fora atuando so-re a superf)cie do tu-o de corrente.
6

!oras de Campo
FBs dA = g A + dz 2

!lu#o da 4uantidade de 5ovimento

SC

V V . dA = Vs ( Vs A) + (Vs + dVs )( Vs A)

SC

V V . dA = Vs AdVs
9

<etornando a equao da quantidade de movimento


1 1 Adp dpdA gAdz gdAdz = Vs AdVs 2 2

dividindo por A e considerando desprezveis os produtos de diferenciais, temos : dp gdz = Vs dVs


:;

%ara escoamentos .ncompress)veis


.ntegrando a equao do slide anterior temos a con0ecida equao de =ernoulli

p V + + gz = constante 2

::

1. gua escoa, em regime permanente, atravs de um bocal horizontal que a descarrega para a atmosfera. Na entrada, o dimetro do bocal D1e, na sada, D . Deduza uma e!press"o para a press"o manomtrica mnima necess#ria na entrada do bocal para produzir uma vaz"o volumtrica dada, $. %valie a press"o manomtrica para D1& ',( in e D &1,( in, quando a vaz"o volumtrica dese)a for (,* ft'+s

. ,onsidere um redutor em uma tubula-"o, sendo que na entrada tem.se um dimetro de (,/ m, velocidade de 'm+s e press"o manomtrica de 01,* 23a. 4 volume interno do redutor (, m5' e sua massa 06g. %valie a for-a total de rea-"o que deve ser feita pelos tubos ad)acentes para suportar o redutor. 4 fluido a gasolina e o dimetro de sada (, m e o fluido dei!a o redutor com velocidade de 1 m+s.