Você está na página 1de 2

PODER JUDICIÁRIO

Tribunal de Justiça do Estado da Bahia


Gabinete do Desembargador José Olegário Monção Caldas

QUARTA CÂMARA CÍVEL – Câmaras Cíveis Isoladas


PROCESSO N.º 70448-2/2007 - Agravo de Instrumento
Comarca: Salvador∕BA - Origem: 1ª Vara Cível
Agravante: VITALMED –SERVIÇOS DE EMERGÊNCIA MÉDICA LTDA
Advogado: MARCIO DORIA
Agravado: MULTICENTER´S DA VIDA COMPLEXO ASSOCIATIVO
Advogado: POTIGUARA PEREIRA CATÃO DE SOUZA
Relator: DES. JOSE OLEGÁRIO MONÇÃO CALDAS

D E C I S Ã O

Vistos.
VITALMED –SERVIÇOS DE EMERGÊNCIA MÉDICA
LTDA, pessoa jurídica de direito privado, interpôs Agravo
de Instrumento, em face de decisão proferida pelo Juízo
da 1ª Vara Cível, desta Comarca, nos autos da ação de
cobrança contra si ajuizada por MULTICENTER´S DA VIDA
COMPLEXO ASSOCIATIVO.
É que os embargos de declaração, opostos
pela agravante, restaram parcialmente acolhidos, tão-só
para determinar à Exeqüente a apresentação de novos
cálculos, afastando-se a incidência de multa de 10%,
previsão do art. 475-J, do CPC.
Diz, em seu favor, da impossibilidade de
proceder-se à liquidação da sentença, por simples
cálculos, ante a imprestabilidade dos documentos de fls.
20 usque 53, decorrência da ação do tempo, ensejando nova
perícia contábil, além da complexidade dos cálculos, para
efeito de apuração do crédito devido.
Requer a suspensão da ordem judicial, nos
termos do art. 527, III, da Lei Adjetiva, determinando-
se, a final, com o provimento do recurso, a liquidação se

1
(70448-2/2007 JB)
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado da Bahia
Gabinete do Desembargador José Olegário Monção Caldas

dê por arbitramento, consoante disciplina inserta no art.


475-C.
É o breve relatório.

Decido.
Examinados, não vislumbro a urgência ou o
perigo de lesão grave e de difícil reparação, pressuposto
consubstanciador do periculum in mora, a autorizar o
provimento liminar, até mesmo porque novos cálculos
deverão ser apresentados, pela parte Exeqüente,
oportunidade de oferecer-se impugnação se identificado
qualquer dos vícios tipificados no art. 475-I, da lei de
regência.
Outrossim, já afastada, pelo digno presidente
do feito, a incidência da multa processual, ora
reclamada, a teor do decisório de fls. 412.
Denego, pois, a suspensividade ao agravo.
Requisitem-se informações ao ilustre
magistrado, na forma de estilo.
Intime-se o agravado, facultando-lhe
oferecimento de contra-razões, no prazo de 10 (dez) dias.
Intimem-se.
Salvador, (BA) 20 de fevereiro de 2008.

Des. JOSÉ OLEGÁRIO MONÇÃO CALDAS


Relator.

2
(70448-2/2007 JB)