Você está na página 1de 2

Dilogos, Portugus, 9.

ano

Quadro geral de anlise (resoluo)


Argumentos Personagens Smbolos de defesa Um Pajem, um rabo (manto com longa cauda) e uma cadeira de espaldas. deixa em terra quem reze por ele; o seu estatuto social. de acusao os pecados que cometeu; a classe social a que pertence; a tirania e o desprezo pelo povo. avarento e ambicioso. Avarento (mesmo depois de morto, s pensa no dinheiro que deixou em terra). Irresponsvel, louco, simples, desbocado. Desonesto, falso. Condenado a embarcar no batel infernal. Vaidoso, presunoso, altivo, tirano, infiel. Condenado a embarcar no batel infernal. Caracterizao Sentena

Fidalgo

Um bolso.

traz o bolso vazio.

Onzeneiro

Parvo

Argumento de defesa do Anjo: sendo um pobre de esprito, os erros que cometeu no foram premeditados. Formas e um avental. cumpriu os preceitos religiosos: morreu confessado e comungado; ouviu missas; ofereceu donativos Igreja; orou pelos fiis defuntos. acredita que o hbito que veste o livrar do Inferno; fez o que todos os outros frades faziam; rezou muito salmo. roubou o povo; a sua devoo falsa.

autorizado a entrar na Barca do Anjo. Condenado a embarcar no batel infernal.

Sapateiro

Frade

Uma Moa, um broquel (escudo), uma espada e um casco (capacete).

levou uma vida mundana.

Folgazo, namorador, materialista.

Condenado a embarcar no batel infernal.

Dilogos, Portugus, 9. ano

Alcoviteira

As moas que vendia, seiscentos virgos postios, joias e vestidos roubados, uma casa movedia, um estrado de cortia e dois coxins. Um bode.

considera-se uma mrtir por ter sido aoitada vrias vezes; compara a sua misso dos apstolos; converteu muitas moas.

a acusao to evidente que nem o Anjo nem o Diabo precisam de a enunciar.

Mentirosa, hipcrita, descarada.

Condenada a embarcar no batel infernal.

Judeu

profanao de sepulturas; no cumprimento dos preceitos religiosos. o Corregedor alega que a mulher que recebia as prendas (o suborno), no ele. de acordo com o que lhe ter dito Garcia Moniz, o que ele sofreu em vida faz dele um santo canonizado. Argumento de defesa dos Cavaleiros: morreram a combater os Mouros, por Jesus Cristo. Argumento de defesa do Anjo: quem morre por Cristo merece paz eternal. corrupo, roubo, parcialidade; odiosos pera as almas; desrespeito pela Igreja.

Fantico, avarento.

Condenado a ir a reboque do batel infernal.

Corregedor e Procurador

Feitos (processos) e uma vara. Livros.

Corruptos, ladres, presunosos.

Condenados a embarcar no batel infernal.

Corda ao pescoo.

Ingnuo, confiante, influencivel.

Condenado a embarcar no batel infernal.

Enforcado

Cruz de Cristo. Quatro Cavaleiros

Desprendidos dos bens materiais, confiantes, seguros.

Embarcam n Barca do Anjo.

Você também pode gostar