Você está na página 1de 258

Torne-se um cidadãoeuropeu

Torne-se um cidadãoeuropeu Cidadania Italiana passo a passo economizando tempo e dinheiro no Brasil e na
Torne-se um cidadãoeuropeu Cidadania Italiana passo a passo economizando tempo e dinheiro no Brasil e na

Cidadania Italiana passo a passo economizando tempo e dinheiro no Brasil e na Itália (+ BONUS BOLSAS DE ESTUDOS E OPORTUNIDADES DE TRABALHO NA ITÁ LIA)

(+ BONUS BOLSAS DE ESTUDOS E OPORTUNIDADES DE TRABALHO NA ITÁ LIA) Manual atualizado 2013 Autor

Manual atualizado 2013

Autor Giuseppe Buonagente

Introdução

O reconhecimento da cidadania representa para muitas pessoas um resgate da própria identidade, uma

oportunidade de oficializar a ligação que sempre existiu com a Itália. Contudo, é difícil pensar que o

crescente número de solicitações de reconhecimento de cidadania italiana junto aos Consulados seja

motivado apenas pelo desejo de resgatar as próprias raízes.

A verdade éque possuir a cidadania italiana possibilita desfrutar de uma série de vantagens, que vão

desde a facilidade em viajar pelo mundo atéa abertura de muitas portas profissionais.

Quem possui a dupla cidadania italiana pode desfrutar de uma série de vantagens que um brasileiro

infelizmente não pode atualmente. Logo abaixo preparamos um pequeno elenco das vantagens mais

aparentes de se possuir a cidadania italiana que poderão talvez lhe demonstrar que o reconhecimento do

direito pode ser inclusive um investimento bastante vantajoso.

Principais vantagens de possuir a cidadania italiana

Quem tem a cidadania italiana possui trânsito livre em qualquer país que faça parte da Comunidade Européia

Quem possui a cidadania italiana poderá trabalhar livremente em qualquer um dos países da

Comunidade (França, Itália, Inglaterra, Alemanha, etc). Na hora de participar de um processo seletivo em uma empresa na Europa possuir a cidadania italiana éessencial. Para quem está no Brasil o duplo passaporte representa um abre portas na carreira, principalmente em grandes empresas.

Possuir a dupla cidadania italiana lhe daráo direito de se aposentar pela Europa, recebendo sua aposentadoria em euros.

Além da Comunidade Européia, o cidadão europeu tem facilidades para viajar sem visto para Estados

Unidos, Canadá, Autrália e Japão. Ter a cidadania italiana elimina a necessidade de precisar passar por longos procedimentos nas alfândegas e consulados.

Ter o passaporte europeu lhe daráa vantagem de ficar em filas especias nos aeroportos, viajar com tranquilidade e rapidez entre aeroportos de todo o mundo.

Possuir a cidadania italiana lhe daráa oportunidade de estudar em qualquer país da europa. Em muitos

dos quais ser cidadão europeu é fator determinante para desfrutar de bolsas-de-estudos que pagarão por toda a sua educação acadêmica ou de seus filhos.

Cada pessoa tem um objetivo diferente com o reconhecimento da cidadania italiana, algumas deixam o

passaporte italiano em uma gaveta e o utilizam apenas para viagens, outras vão estudar ou trabalhar na

Europa. Caberáa você decidir como desfrutar das oportunidades que se apresentarão.

Vale lembrar também que o serviço militar não é obrigatório na Itália e portanto você não precisará servir.

O pagamento de impostos acontece apenas se você gerar renda por exemplo trabalando na Itália com

sua cidadania italiana. O voto não éobrigatório.

Este manual lhe dará a possibilidade de realizar a cidadania italiana sozinho, economizando muito tempo

e dinheiro no processo. Apenas como exemplo, neste livro você encontrará em detalhes todas as

técnicas utilizadas por pesquisadores para encontrar os documentos na Itália que lhe farão economizar

pelo menos 500 euros no processo.

Seguindo as indicações deste livro a economia com o processo no Brasil pode chegar facilmente a 3 mil

reais e, se você for fazer o processo na Itália, este valor pode ser muito maior pois todo o processo é

explicado passo a passo. Em poucas linhas lhe daremos todas as dicas que evitarão a necessidade da

contratação de uma assessoria e lhe permitirão planejar com sucesso o seu requerimento na Itália.

Além disso no livro você vai encontrar informações que poucas pessoas têm acesso: como usufruir de

benefícios econômicos para descendentes de italianos. Cada região da Itália possui uma lei

específica de ajuda para o retorno dos descendentes de imigrantes e você pode utilizar este

benefício po r exemplo pa r a lh e a ju dar a fazer a cida da nia italiana na Itáli a de forma e co n ôm i ca .

Os benefícios incluem devolução do valor pago no bilhete aéreo, metade do valor do aluguel e despesas

da casa pelos primeiros 6 meses entre outros, algo que nenhum assessor irá lhe dizer. Em algumas

regiões está disponível inclusive uma ajuda de cerca 40 mil euros para comprar uma moradia.

Tudo isso não é uma ilusão, são leis bastante precisas e em vigor na Itália, apenas pouco conhecidas

pois talvez não seja de interesse divulgá-las. Neste livro você encontrará o número da lei, quais

benefícios, como fazer o pedido e como se não bastasse o nome, email e telefone a quem fazer a

requisição. Tudo éexplicado em detalhes.

Outras informações tratadas neste livro são oportunidades de estudos e trabalho na Itália. Depois que

você conseguir a sua cidadania você poderá desfrutar de uma série de direitos, basta saber como

acessá-los.

Se vocêdeseja estudar na Itália ou mesmo dar aos seus filhos a oportunidade de estudar na Europa,

aqui neste livro você vai descobrir tudo sobre a documentação

correta, sistema de ensino, elenco completo das universidades para graduação, máster e doutorado.

Além disso lhe será explicado em detalhes como conseguir uma bolsa-de-estudos na Itália indicando todos os documentos necessários para fazer o pedido com sucesso.

mesmo sem ter a cidadania italiana

Enfim para quem deseja trabalhar ou mesmo se aposentar pela Itália neste livro estarão presentes informações completas, desde como encontrar um emprego na Itália (com a lista de contatos de empresas italianas no Brasil que selecionam pessoal, modelo de curriculum em italiano e muito

até mesmo como solicitar sua aposentadoria na Itália

mais). Serão fornecidas informações precisas por velhice.

Meu nome é Giuseppe Buonagente, quero lhe falar porquê decidi escrever este livro

quero lhe falar porquê decidi escrever este livro O Brasil sempre esteve ligado a história da

O

Brasil sempre esteve ligado a história da minha família, desde menino escutava conversas sobre um

tio

de meu avôque imigrou ao Brasil no final de 1800.

A primeria vez que vim ao Brasil foi em agosto de

1987, acompanhado de 2 amigos desembarquei no Rio de Janeiro para uma viagem de 15 dias. Sempre tive interesse em conhecer o país e não podia deixar escapar esta oportunidade de fugir do inverno europeu.

Logo na chegada me encantei pelo país, pelo clima mas principalmente pelas pessoas do lugar. No Brasil descobri uma outra forma de viver e aqueles 15 dias iniciais se transformaram em quase 20 anos, hoje estou com 63 anos de idade.

Neste tempo trabalhei em São Paulo como consultor para empresas italianas e algumas brasileiras. Sou formado em Administração Pública na Itália mas sempre atuei na área de comércio exterior. No Brasil conheci o amor de minha vida, minha esposa Maiza, com a qual tive minhas duas filhas Valentina e Vittoria.

Logo após nosso casamento iniciamos os trâmites para conseguir a cidadania italiana para minha esposa e posteriormente também a cidadania italiana para minhas duas filhas. Minha esposa é descendente de italianos proveniente de uma família muito grande. Na década de 90 já percebi o grande interesse das pessoas em conseguir a cidadania italiana e lembro que sempre me impressionou o quanto as pessoas

se sentiam ligadas àItália.

Por játer auxiliado minha esposa e minhas filhas acabei auxiliando praticamente todos os familiares. O auxílio foi feito através de informações que possibilitavam economizar dinheiro no processo, encontrar documentos na Itália e realizar a prática com velocidade.

Nestes últimos 20 anos pude ajudar cerca de 30 pessoas a reconhecer o direito a cidadania italiana, inicialmente estes processsos foram concluídos no Brasil mas depois com a demora no atendimento dos consulados italianos participei de 9 processos na Itália, todos concluídos com sucesso.

Algumas vezes ao retornar à Itália para rever minha família aproveitávamos para levar alguns sobrinhos de minha esposa ou amigos para fazer o processo diretamente na Itália, auxiliando para encontrar uma moradia e na burocracia do processo.

Tive a oportunidade de acumular um grande conhecimento sobre toda a prática de cidadania italiana mas nunca tive interesse em trabalhar como assessor e não realizo este tipo de atividade. Gosto de minha profissão e para falar a verdade qualquer pessoa pode fazer o processo sozinha se tiver algumas instruções simples e corretas a serem seguidas.

Apesar de existirem pessoas sérias no mercado, infelizmente existem muitas mentiras nos sites dos assessores que acabam gerando medo nas pessoas e impedem que a prática seja realizada de forma autônoma.

Fazer o processo sozinho no Brasil transforma a experiência de reconhecer a cidadania italiana em um verdadeiro retorno às origens, um resgate da própria história e sem dúvida é uma experiência emocionante. São necessários 30 minutos por dia, não mais do que isso, e nem precisa todos os dias da semana. Vocênão possui este tempo para economizar 10 mil reais?

Sei que o processo pode apresentar algumas dificuldades e alguns obstáculos difíceis de serem superados. Por esta razão nasceu este livro, uma tentativa de dar a cada pessoa a possibilidade de fazer a cidadania italiana sozinha com informações passo a passo sobre como realizar o processo.

Este não é um roteiro passo a passo como você encontra em sites da internet, é um verdadeiro manual

com 250 páginas de muito conteúdo explicando realmente cada etapa em detalhes.

Para quem vai para a Itália realizei uma pesquisa sobre as leis de cada região na Itália para informar os direitos que os descendentes de italianos podem usufruir, como reembolso do valor do bilhete aéreo, ajuda econômica para pagar o aluguel e outras despesas. Em algumas regiões existe atémesmo ajuda para comprar uma casa o que me impressionou pois nem mesmo os italianos sabem destas leis.

Para fazer toda a cidadania italiana sozinho é muito importante ter em mãos as informações atualizadas. Vocêtem em mãos o manual completo passo a passo preparado para o ano de 2012. Este livro é essencial seja para quem faz sozinho que para quem faz com a ajuda de um assessor pois lhe daráa possibilidade de entender se estásendo bem orientado ou não.

Lembrando que apenas para poder consultar um advogado no Brasil e verificar que você possui ou não o direito a cidadania italiana você gastaria pelo menos 100 reias na consulta. Todas as preciosas informações deste livro poderão ser suas por menos da metade deste valor representando realmente uma ótima oportunidade e um investimento como poucos.

Quero dedicar este livro a todos os descendentes de italianos no Brasil que buscam pelo reconhecimento da cidadania italiana, e a todos os brasileiros que sempre me acolheram no Brasil com carinho e respeito. Também dedico o livro a minha família que sempre esteve ao meu lado mesmo nos momentos de muitas saudades da Itália.

Meus agradecimentos para minha filha Valentina que ajudou na correção dos textos e para meu amigo Rudy do Site Polentona que trabalhou em parceria na última edição deste texto e ajudou a atualizar as informações, fornecendo os modelos de cartas em italiano para requisições na Itália e parte de seus melhores textos como apoio a escritura deste manual.

Meu agradecimento final éa vocêleitor por ajudar a manter o projeto deste livro vivo. Desejo a vocêmuita sorte em seu processo, esperando de poder lhe ajudar no reconhecimento de sua cidadania italiana.

Boa sorte e Grazie Mille pela confiança na aquisição deste manual, tenho certeza seráum dos melhores investimentos que vocêjáfez para seu futuro. Nos veremos em breve na Itália!

Índice

O DIREITO A CIDADANIA ITALIANA

1.1 Quem tem direito à Cidadania italiana

11

1.2 Direito a cidadania italiana por linha materna (como conseguir reconhecer seu direito)

12

1.3 Direito àCidadania italiana por casamento

14

1.4 Diferença entre cidadania italiana e naturalização italiana

15

O PROCESSO DE CIDADANIA ITALIANA

2.1 Qual o valor para concluir o processo de cidadania italiana?

16

2.2 Dicas para economizar com o processo de cidadania italiana

17

2.3 Quanto tempo demora para obter a cidadania italiana

18

2.4 Tempo de espera no Brasil

19

2.5 Apresentar os documentos na Itália?

19

2.6 Qual a diferença entre apresentar os documentos no Brasil ou na Itália?

20

2.7 Vantagens em dar entrada no requerimento de cidadania italiana na Itália

20

2.8 Veja onde apresentar o processo de cidadania italiana no Brasil ou legalizar os documentos para

fazer na Itália

21

2.9 Elenco dos documentos necessários para reconhecer a cidadania italiana

24

2.10 Casos especiais em que os documentos para cidadania italiana podem variar um pouco

27

2.11 Veja como utilizar os documentos de um familiar que járeconheceu a cidadania italiana no Brasil

 

ou na Itália

28

CIDADANIA ITALIANA PASSO A PASSO

3.1

Monte sua árvore genealógica

31

3.2

Como organizar as informações coletadas

32

3.3

Cidadania italiana no Brasil passo a passo

33

3.3.1

Veja se vocêpossui ou não o direito a cidadania italiana

33

3.3.2

Confira a lista de documentos exigidos e monte sua árvore genealógica

34

3.3.3

Busca de certidões na Itália e nos cartórios e igrejas pelo Brasil

34

3.3.5

Como solicitar estas certidões?

35

3.3.6

Dicas importantes para encontrar as certidões italianas e economizar pelo menos 500 euros na

busca

36

 

3.3.7

Veja como os pesquisadores encontram os documentos

36

3.3.8

Modelos de cartas em italiano e como utilizá-los

39

3.3.9

A Certidão Negativa de Naturalização (CNN)

44

3.3.10

O que fazer se o antepassado italiano se naturalizou brasileiro?

45

3.3.11

O que fazer se não ocorreu o casamento civil de pais, avós, bisavós e você não pode dispor da

certidão de casamento?

46

3.3.12 O que fazer se as certidões são inexistentes?

47

3.3.13 Verificação e se necessário correção de erros em certidões

48

3.3.14 Quando retificar e quando não retificar suas certidões?

48

3.3.15 Como corrigir as certidões do processo de cidadania italiana com ou sem advogado

58

3.3.16 Reconhecimento de firmas

59

3.3.17 Tradução dos documentos para a língua italiana

59

3.3.18 Apresentar os documentos junto ao Consulado Italiano ou legalizá-los

60

CIDADANIA ITALIANA NA ITÁLIA

 

4.1

Lista dos documentos corretos para fazer a cidadania italiana na Itália

61

4.2

Conselhos úteis antes de viajar para a Itália para o reconhecimento da cidadania italiana

62

4.3

Assistência médica na Itália durante o seu pedido de cidadania italiana

63

4.4

Custo de vida na Itália

65

4.5

Alguns pequenos luxos

65

4.6

Possibilidade de trabalhar durante o requerimento de cidadania italiana na Itália

67

4.7

Roteiro passo a passo do processo de cidadania italiana na Itália

69

4.7.1

Declaração de presença na Itália

69

4.7.2

Encontrar uma casa facilmente e evitar o uso de assessores 4.7.3 Fazer o pedido de inscrição

anagráfica

71

4.7.4 Aguardar a visita do vigile do comune

73

4.7.5 Protocolo do pedido de reconhecimento de cidadania italiana

74

4.7.6 A espera pela Não Renúncia

75

4.7.7 Fazer o visto de permanência para a aguardar a conclusão do processo na Itália

75

4.8

Dúvidas sobre o processo na Itália

77

4.8.1 Como trazer junto algum familiar ou amigo que não faz o processo?

77

4.8.2 É possível reconhecer o direito a cidadania italiana para seus familiares sem que eles viajem para

a Itália?

78

4.8.3

Qual o tempo de espera na Itália para concluir o pedido de cidadania italiana?

79

4.8.4

Como escolher a cidade (comune) para fazer o processo na Itália

79

4.8.5

Como escolher um comune rápido

80

4.8.6

Como dirigir na Itália com a carteira de motorista brasileira

82

4.9

Benefícios econômicos para os descendentes de italianos

84

4.9.1

Ajuda de custo para quem decide retornar para a Itália e estabelecer moradia

84

4.9.2

Benefícios econômicos na Região Vêneto

84

4.9.3

Quais os documentos devem ser apresentados para obter os benefícios?

85

4.9.4

Benefícios econômicos em cada região da Itália e como obtê-los

83

TRABALHO NA ITÁLIA

5.1 Quanto ganha por mês um trabalhador italiano?

92

5.2 Quais os profissionais mais procurados para trabalhar na Itália?

93

5.3 Dicas para conseguir um emprego na Itália

95

5.4 Contatos das empresas italianas no Brasil que procuram por trabalhadores

96

5.5 Modelo de Curriculum em Italiano

100

5.6 Elenco das principais agências de emprego na Itália

104

5.7 Como conseguir o visto de trabalho para a Itália

105

5.8 Tipos de contratos de trabalho na Itália

106

5.9 O que ée como funciona o contrato de trabalho full time na Itália?

108

5.10 Contrato de trabalho part time

109

5.11 Contrato de trabalho a tempo determinato

110

5.12 Contrato de trabalho a tempo indeterminato

110

5.13 Como obter a aposentadoria italiana por velhice

111

5.14 Confira as regras para aposentadoria na Itália por tempo de serviço

113

5.15 Aposentadoria na Itália por invalidez

114

5.16 O abono por invalidez

115

5.18

A pensão social

118

5.19

Pensão Intenacional

119

ESTUDAR NA ITÁLIA

6.1 Boas razões para considerar seriamente estudar na Itália

123

6.2 Sistema de ensino na Itália

124

6.3 Como matricular seus filhos no 1°e 2°graus italianos

127

6.4 Como funciona a universidade na Itália

128

6.5 Elenco completo de universidades na Itália

129

6.6 Existe vestibular na Itália?

135

6.7 Como fazer o visto de estudos para a Itália

135

6.8 Quanto custa estudar na Itália

137

6.9 Como encontrar uma moradia econômica enquanto se estuda na Itália

138

6.10 Quanto se gasta com alimentação na Itália

138

6.11 Elenco de documentos para fazer a matrícula na Itália

142

6.12 O que ée como obter a dichiarazione di valore?

143

6.13 Como aproveitar na Itália as matérias universitárias que vocêjácursou no Brasil

144

6.14 O que éa láurea triennale?

145

6.15 Elenco completo de todos os cursos de láurea triennale na Itália

146

6.16 O que éa Laurea magistrale

148

6.17 Elenco completo de cursos de Laurea Magistrale na Itália

149

6.18 Na Itália não existe o mestrado, apenas o máster

152

6.19 Elenco completo de Masters na Itália

153

6.20 Doutorado de pesquisa na Itália com bolsa de estudos

171

6.21 Elenco completo de todos os cursos de doutorado na Itália

173

6.22 Como conseguir uma bolsa de estudos na Itália

174

ENDEREÇOS ÚTEIS

7.1 Consulados Italianos e Embaixada da Itália

178

7.2 Elenco dos vice-consulados italianos no Brasil

180

7.4

Elenco de tradutores juramentados no Brasil

191

7.5

Elenco de círculos trentinos no Brasil

215

LEIS SOBRE O RECONHECIMENTO DA CIDADANIA ITALIANA

8.1 Circular sobre o Reconhecimento de Cidadania italiana

237

8.2 Circular sobre Residência para fins de cidadania italiana

243

8.3 Circular italiana sobre o Permesso di Soggiorno

245

8.4 Lei sobre a Declaração de Presença em espaço europeu

247

8.5 Normas sobre cidadania italiana

248

8.6 Lei para o reconhecimento de cidadania italiana para trentinos

253

O DIREITO A CIDADANIA ITALIANA

1.1 Quem tem direito à Cidadania italiana

Muitas pessoas começam o processo sem antes verificar com exatidão se possuem ou não o direito a

cidadania italiana. O simples fato de possuir na família um antepassado italiano não é garantia de

reconhecimento da cidadania italiana, o importante é entender se o direito foi transmitido de geração para

geração atéchegar a você.

Lembramos que ao contrário do que muita gente pensa não é necessário possuir o sobrenome italiano em

seu nome completo para ter o direito a cidadania italiana já que o direito se transmite por sangue. Além

disso ao obter a sua cidadania italiana vocênão perde a sua cidadania brasileira.

Após estas considerações iniciais vamos voltar nossa atenção a como o direito a cidadania italiana é

transmitido de geração a geração.

Vocêjáse perguntou como épossível reconhecer a cidadania italiana depois de tanto tempo e sem mesmo ter nascido na Itália?

Isso é possível pois o critério que dá forma à lei italiana em matéria de transmissão de cidadania italiana é

o jus sanguinis, ou direito de sangue. Este critério especifica que o filho ou filha recebe sempre a mesma

cidadania do genitor, ou seja, mais importante do que o local de nascimento são os laços sanguíneos e é

o que possibilita aos brasileiros mesmo sem terem nascido na Itália conseguirem a cidadania italiana.

Este critério se contrapõe ao jus solis (existente no Brasil) que ao contrário especifica que a cidadania é

ligada ao território de nascimento.

Veja o que diz a lei italiana:

Possuem o direito àcidadania italiana todos os descendentes de italianos sem limite de gerações

se a linha de descendência ésempre paterna.

Ou seja, por exemplo se seu trisavônasceu na Itália e veio para o Brasil e a cidadania sempre passou

de homem para homem na família (trisavô bisavô avô pai você seja homem ou mulher)

então o direito está garantido. Veja que o direito àcidadania italiana sempre se transmite sem problemas

para os filhos do sexo masculino, não importando o número de gerações que tenha passado.

Outras linhagens por linha paterna com o direito sempre garantido:

Bisavô italiano avô pai você(homem ou mulher)

Avô italiano pai você(homem ou mulher)

11

Mas e no caso de existirem mulheres na linha de descendência, como fica o direito àcidadania italiana?

1.2 Direito a cidadania italiana por linha materna (como conseguir reconhecer seu direito)

Quando a descendência italiana passa pela linha materna o direito àdupla cidadania italiana precisa ser analisado com mais cuidado. Aqui estamos falando por exemplo de ter vindo seu antepassado italiano da Itália, chegou no Brasil e teve uma filha mulher ou mesmo nas gerações seguintes o direito passaria através de uma mulher e não homem. Mais fácil explicar com exemplos:

Veja estas linhagens em que na linha de descendência existe uma mulher (o ponto vermelho éonde existe o perigo de interrupção da transmissão do direito) Trisavô italiano Bisavó brasileira avô pai você Bisavô italiano avó brasileira pai você Avô italiano mãe brasileira - você

Somente após 01 de janeiro de 1948 com a entrada em vigor da Constituição Italiana que as mulheres conquistaram o direito de transmitir a cidadania italiana aos próprios descendentes. Antes daquela data se elas casassem com um estrangeiro o filho do casal sempre recebia apenas a cidadania italiana do marido (do homem), mas não da mulher. Portanto tudo depende da data de nascimento do filha ou filha da mulher, se foi antes ou depois de 1948.

Vamos estudar juntos esta linhagem:

Bisavô italiano avó brasileira pai você

o antepassado italiano passa o direito a cidadania italiana para a avó(o homem sempre transmite, não importa se o filho éhomem ou mulher ou a data de nascimento), jáa avónão necessariamente conseguiu passar para o pai e depois para você, tudo depende do ano de nascimento do pai.

No caso em que estamos estudando se o pai nasceu antes de 1948 (quando a mulher ainda não tinha o direito a transmitir a cidadania italiana) o pai não recebe o direito e não passa a você. Jáse o pai nasceu depois de 1948 (quando a mulher conquistou o direito) ele recebe a cidadania italiana e transmite a você.

O mais importante éentender que a linha de descendência se interrompe com a mulher se esta teve filhos ou filhas que nasceram antes de 1948.

Veja logo abaixo alguns exemplos em que mesmo possuindo linhagem que passa através de uma mulher

o direito existe:

Exemplos de linhagem de descendência materna

Exemplo 1

Bisavôitaliano

Avónascida no Brasil Pai ou mãe nascidos no Brasil a partir de 01 de janeiro de 1948 Você POSSUI O DIREITO

12

Exemplo 2

Avóitaliana Pai ou mãe nascidos no Brasil depois de 01 de janeiro de 1948 Você POSSUI O DIREITO

Exemplo 3

BisavôItaliano Avô Mãe Vocênascido depois de 01 de janeiro de 1948

POSSUI O DIREITO

Se ao analisar o direito àcidadania italiana vocêacabou vivendo a situação de ter o direito negado pelo fato de alguma mulher em sua família não poder transmitir o direito ao filho ou filha nascidos antes de 01 de janeiro de 1948 então não se desespere, atualmente épossível mover uma ação na justiça para poder ter o direito reconhecido.

Infelizmente, uma boa parte dos leitores ao pesquisar sobre o direito a cidadania italiana acaba descobrindo que o seu caso pertence a famosa " Lei de 1948", ou seja, o caso em que a cidadania italiana passa por via materna.

Pessoas que possuem a Itália no sangue e no coração, que cresceram em meio a cultura italiana acabam sofrendo uma grande injustiça, fruto de leis machistas que não davam igualdade de direitos às mulheres. Atualmente porém as coisas parecem estar tomando um rumo diferente e boas notícias são esperadas com ansiedade pela comunidade de descendentes de italianos pelo Brasil.

Veja o que é possível ser feito nesta situação para conseguir o reconhecimento

Depois de inúmeros esforços e de grande mobilização da comunidade de descendentes italianos, podemos dizer que é com grande satisfação que recebemos uma ótima notícia em 2009: com a promulgação da sentença de número 4466 de 25 de fevereiro de 2009, Suprema Corte de Cassação Italiana reconheceu o direito à trasmissão da cidadania italiana pelas mulheres ao seus filhos nascidos antes de 1948, ou seja, antes da entrada em vigor da Constituição Italiana.

Contudo, a decisão não possibilitou ainda aos descendentes de italianos que se encontram nesta situação a possibilidade de requererem seu direito à cidadania italiana junto aos consulados pelo Brasil ou direto na Itália fazendo o pedido no comune. Isso acontece pois para a decisão da Corte Italiana ser aplicada ela antes de mais nada precisa ser normatizada pelo Ministero Dell'Interno italiano, que até o momento não deu seu parercer sobre a questão.

Por enquanto, a única alternativa para todos aqueles que se encontram na situação de cidadania italiana por linha materna (lei de 1948) parece ser aquela de entrar com uma ação na justiça, existem já

13

alguns profissionais que realizam este procedimento, basta você fazer uma pesquisa no Google por processo de cidadania italiana por linha materna ou advogado cidadania italiana linha materna.

A ação não pode ser feita por um advogado no Brasil, precisa ser feita por um advogado inscrito na

Itália. Você precisa reunir os mesmos documentos do processo convencional (veja o elenco completo

dos documentos nas páginas seguintes) e depois dar entrada com a ação na justiça italiana.

A ação em si demora cerca de 18 meses para ser concluída e durante este tempo você não pode

aguardar a conclusão do processo na Itália pois não terá direito a um visto de permanência no país.

No final do processo em caso de sentença favorável você será declarado cidadão italiano, sendo possível incluir mais de uma pessoa da família na mesma ação.

Esta situação pelo menos atualmente é a única em que você dependerá de um advogado para concluir seu pedido, portanto o ideal neste caso é procurar por referências e solicitar orientação para que os documentos sejam preparados corretamente.

1.3 Direito à Cidadania italiana por casamento

A cidadania italiana pode ser obtida não apenas por direito sanguíneo mas também por casamento.

Confiras as regras que determinam quem possui e quem não possui o direito à cidadania italiana por casamento.

O homem nunca teráo direito a cidadania italiana pelo casamento, mas poderáse naturalizar italiano. A mulher possui automaticamente o direito à cidadania italiana por casamento se a união foi oficializada antes de 27 de abril de 1983, se a união for posterior a esta data a mulher não teráo direito a cidadania italiana por casamento, mas poderáassim como o homem se naturalizar italiana.

Se seu marido está iniciando o processo de cidadania italiana saiba que você terá a cidadania italiana concedida junto com a dele somente se o seu casamento foi antes da data indicada. Portanto mesmo que ele não tivesse ainda a cidadania italiana naquele tempo o fato de o casamento ter sido realizado

antes

do prazo é o que importa. No caso de óbito ou de divórcio (sentença transitado em julgado) occoridos depois de 24 de abril de 1983 a esposa conserva o direito à cidadania italiana. Em data precedente de óbito ou de divórcio a esposa perde o direito.

Se você casou depois daquela data ou está pensando em casar com um italiano ou italiana a única alternativa ése naturalizar.

14

1.4 Diferença entre cidadania italiana e naturalização italiana

Para os descendents de italianos que possuem os requisitos necessários previstos em lei a cidadania italiana éum direito que deve ser deferido pelo governo italiano.

A naturalização italiana não é um direito mas sim uma uma requisição feita ao governo italiano, e

portanto teoricamente pode ser negada. Apesar de muito difícil, a naturalização pode ser negada em

alguns casos, como na falta da documentação correta exigida, por motivos políticos ou mesmo caso o requerente possua antecedentes criminais.

Geralmente as pessoas não enfrentam problemas para obter a naturalização italiana, basta reunir os documentos corretos e preencher os requisitos mínimos exigidos por lei. Logo abaixo vamos analisar mais profundamente o assunto (artigo 5 da Lei nº91 de 05/02/1992), começando por uma dúvida frequente:

Ao se naturalizar italiano vocêadquire direitos ( e deveres ) como um cidadão italiano, e não perderáa sua cidadania brasileira se não por expressa renúncia.

Ou seja, você não perde a cidadania brasileira com a naturalização italiana. A perda da cidadania brasileira acontece somente se vocêrenunciá-la por escrito.

Outro fator importante é que as leis italianas não reconhecem as chamadas "uniões estáveis", portanto se você pretende se naturalizar o vínculo do casal precisa ser oficial. A partir do momento da união oficial, e

se

residindo em modo legal no país, depois de 3 anos de casados no Brasil jáé possível fazer o pedido

de

naturalização.

Para aqueles que decidem ir morar na Itália, depois da união oficial e de 2 anos de residência em modo legal no país o cônjuge teráa possibilidade de requerer a naturalização italiana.

Geralmente o processo de naturalização demora 2 anos para ser concluído, mas claro este prazo pode variar um pouco. Para poder morar legalmente na Itália durante este período inicialmente o cônjuge que não possuir a cidadania italiana poderá dispor de um visto por motivo de família, que lhe dará o direito de morar legalmente na Itália, de trabalhar e de estudar se assim desejar.

O pedido de naturalização italiana deverá ser feito à autoridade italiana competente por sua jurisdição, no caso do Brasil estamos falando do consulado italiano ou embaixada italiana mais próximo de sua residência. Para quem faz o pedido de naturalização italiana é essencial que o marido ou esposa já seja cidadão italiano, também lembramos que os documentos para quem faz a cidadania italiana por linha de sangue são diferentes, assunto que trataremos mais adiante neste manual.

Documentação necessária para o pedido de naturalização italiana:

Documentos expedidos no Brasil

15

- CERTIDÃO DE NASCIMENTO

Segunda via recente (máximo 180 dias) legalizado junto ao Escritório das Relações Exteriores ou Notaio

- CERTIDÃO DE ANTECEDENTES CRIMINAIS DA POLÍCIA FEDERAL

Solicitá-la junto a um Posto da Polícia Federal ou via Internet www.dpf.gov.br e legalizá-la junto ao Escritório das Relações Exteriores ou Notaio

Todos os documentos expedidos no Brasil deverão:

1. Ser entregues em original;

2. Ter a firma legalizada junto ao Escritório das relações exteriores ou Notaio

3. Ser traduzidos por tradutor juramentado;

APRESENTAÇÃO DO PEDIDO JUNTO AO CONSULADO

A entrevista será mediante hora marcada : é necessário agendar um horário através de link presente

no site do consulado italiano.

Na entrega do pedido, o requerente deverá pagar, além dos emolumentos consulares devidos, também

um valor correspondente a € 200,00 (duzentos Euros) como contribuição, assim como determinado pela

recente Lei 94/2009.

Ressaltamos a importância de não efetuar algum pagamento antes que este Consulado avalie a

documentação a ser anexada ao pedido. N.B.: A eventual aprovação do pedido de naturalização por

casamento se dáem 730 dias (art.3 DPR 362/1994).

JURAMENTO

O juramento serámediante hora marcada:

Quando o ato formal de concessão da cidadania (“Decreto di concessione”) chega ao Consulado Italiano,

cabe ao Consulado providenciar a entrega do mesmo por carta registrada A.R. e convidar a pessoa a

subscrever o juramento junto ao Registro em um prazo de 6 (seis) meses da data de intimação.

Portanto é indispensável manter atualizado o próprio cadastro, informando ao Consulado qualquer

mudança de endereço, mesmo se for dentro da mesma cidade.

Visite o site do consulado italiano para obter o formulário atualizado de pedido de naturalização italiana.

16

O PROCESSO DE CIDADANIA ITALIANA

2.1 Qual o valor para concluir o processo de cidadania italiana?

Neste livro iremos lhe ensinar a fazer tudo sozinho, apenas se vocêrealmente não possui tempo será necessário a contratação de um profissional.

O valor total de um processo de dupla cidadania italiana pode variar bastante, algumas pessoas gastam um pouquinho mais do que outras para organizar o processo de cidadania italiana. O preço total para concluir a cidadania italiana depende de alguns fatores que podem ser voluntários e atémesmo involuntários.

Dentre os fatores voluntários podemos citar como exemplo a preferência de muitas pessoas, seja por comodidade ou por falta de tempo mesmo, de contratar os serviços de algum profissional especialista na área de dupla cidadania italiana o que evidentemente acaba aumentando os custos do processo.

Um pouco de sorte sempre ajuda pois ter em mãos os documentos sem erros éalgo que facilita o processo e deixa tudo mais econômico. Vale lembrar que pela precariedade dos registros do passado existem muitos erros de grafia de nomes dos italianos, assim como nas datas e locais de nascimento o que em alguns casos torna necessário contratar um advogado para corrigir as certidões, mas iremos explicar isso em detalhes mais adiante.

Diretamente proporcional aos custos do processo de dupla cidadania italiana étambém o número de gerações do antepassado italiano atévocê pois maior o número de gerações maior a quantidade de certidões que vocêprecisa encontrar, traduzir, legalizar.

Como realizar todas estas etapas você vai poder conferir em detalhes aqui neste livro, escrevemos textos detalhados para lhe ajudar a concluir o processo de cidadania italiana.

2.2 Dicas para economizar com o processo de cidadania italiana

Logo abaixo visualize algumas situações que acabam afetando os custos do processo. Lembramos que através destes textos será possível economizar uma grande quantia de dinheiro e tempo, siga as instruções e boa sorte!

FATOR 1: POSSUIR OU NÃO A CERTIDÃO DO ANTEPASSADO ITALIANO NA ITÁLIA (NASCIMENTO E OU CASAMENTO)

17



O

primeiro passo do processo éa busca pela certidão do antepassado italiano na Itália. Nesta

etapa você vai precisar decidir se pesquisar sozinho ou se contratar algum profissional para fazer a

busca, sendo que o valor médio cobrado por este tipo de serviço éde cerca 500 euros. Neste livro

 

iremos lhe explicar como realizar a busca sozinho e conseguir o documento sem custos.

 

FATOR 2: CONTRATAR ALGUM PROFISSIONAL OU ORGANIZAR AS CERTIDÕES

BRASILEIRAS SOZINHO NO BRASIL

 


O

processo de cidadania italiana no Brasil écomposto por uma série de documentos, como por

exemplo certidões de nascimento, casamento e óbito do antepassado até você. Para obter estes documentos você poderácontratar um profissional se achar mais conveniente, mas na verdade você

pode fazer tudo sozinho pois é suficiente telefonar aos cartórios para receber as certidões. O custo de

   

contratar um profissional éde cerca 3000 reais, aqui neste livro vocêverácomo fazer tudo sozonho

gastando apenas

 

30 minutos alguns dias da semana.

FATOR 3: SE AS CERTIDÕES POSSUEM ERROS GRAVES VOCÊ PRECISARÁ CORRIGÍ-LAS

Um dos fatores que pode atrapalhar o processo e aumentar os custos é ter em mãos certidões que

possuam erros graves em nomes, datas e locais de nascimento. Isso émais comum do que se imagina e pode atrasar em 6 meses o processo além de ser necessário contratar um advogado para através de uma ação judicial corrigir os documentos. Esta etapa custa cerca de 2000 reais e não pode ser evitada, a não ser que o erro seja bastante simples, neste caso se pode tentar uma correção no cartório.

FATOR 4: QUANTIDADE DE CERTIDÕES PARA A TRADUÇÃO DE CERTIDÕES PARA O

ITALIANO E RECONHECIMENTO DE FIRMAS

Traduzir as certidões para o italiano e reconhecer as firmas em cartórios dos documentos éuma

etapa que não épossível escapar e o custo total édiretamente proporcional ao número de certidões do processo. O custo médio desta etapa éde cerca 1200 reias.

FATOR 5: APRESENTAR O PEDIDO PARA O RECONHECIMENTO DE CIDADANIA ITALIANA

NO BRASIL OU NA ITÁLIA

Esta éa etapa final, vocêpoderádecidir se apresentar seus documentos no Brasil ou na Itália.

Muitas pessoas optam por fazer o processo na Itália pela diferença enorme de velocidade para o reconhecimento da cidadania italiana. Na Itália demora cerca de 5 meses, no Brasil cerca de 10 anos. No Brasil não existem custos, na Itália vocêgastarácerca de 5000 euros no total se fizer

através de uma assessoria.

Aqui neste livro iremos lhe apresentar o processo passo a passo,

ficando ao seu critério contratar ou não um profissional.

18

O total para fazer a cidadania italiana sozinho no Brasil, se você não precisar retificar as certidões,

será de cerca 1800 reias se você fizer com este manual. Se fizer com a ajuda de profissionais

gastarácerca de 4500 reais.

Na Itália você pode evitar o gasto de pelo menos 2000 euros se seguir as informações deste manual.

2.3 Quanto tempo demora para obter a cidadania italiana

O processo de cidadania italiana não éum procedimento que vocêpoderáconcluir de um mês para

outro, geralmente desde a decisão para inicar a busca pelos documentos (ou mesmo utilizar

documentos de outros familiares que jáconcluíram o processo) atéter a sua cidadania italiana

reconhecida se passarão pelo menos 10 meses, isso é claro se vocêdecidir concluir o processo na

Itália pois no Brasil a demora é

de anos.

Atualmente os Consulados Italianos e a Embaixada da Itália no Brasil sofrem com a enorme

quantidade de pedidos de reconhecimento de cidadania italiana, criando uma fila imensa de

requisições. Por este motivo em alguns locais como São Paulo a expectativa para ter o direito

reconhecido éde 15 anos.

O tempo de espera pode variar e depende basicamente de 3 fatores:

1. sorte ou facilidade na obtenção dos documentos necessários ao processo

2. qual a autoridade italiana no Brasil competente para receber seus documentos (consulados italianos ou embaixada)

3. sua decisão de dar entrada no requerimento no Brasil ou na Itália

2.4 Tempo de espera no Brasil

Cada Consulado italiano (ou Embaixada da Itália) possui a sua própria jurisdição, ou seja, uma

determinada região em que seja o único responsável por atender interessados em obter a cidadania

italiana. Por exemplo, se vocêmora no Estado de São Paulo seráo Consulado Italiano de São Paulo o

órgão ao qual vocêdeveráse dirigir para apresentar os seus documentos.

Além de serem lentos, outra grande difiuldade éque alguns Consulados Italianos apresentam uma

demora muito maior no atendimento se comparados àoutros e vocênão pode trocar de consulado

sem trocar também o local de sua residência jáque o consulado irálhe exigir comprovantes de

endereço para aceitar receber seu processo ou mesmo legalizar seus documentos.

19

Os consulados italianos que apresentam o maior tempo de espera são o Consulado Italiano localizado em São Paulo e o Consulado Italiano de Curitiba, onde o requerente deve aguardar muitos anos atéver seu direito àcidadania italiana reconhecido.

De modo geral em todo o Brasil a espera éde pelo menos 5 anos e nos Consulados mais movimentados este número chega a 15 anos, como no caso de São Paulo.

2.5 Apresentar os documentos na Itália?

Depois de concluir a organização do processo no Brasil vocêpoderáoptar entre apresentar o seu requerimento junto ao Consulado Italiano no Brasil (ou Embaixada da Itália) e aguardar atéque seja chamado para assinar o ato de cidadania (o que demora muitos anos) ou então fazer como a maioria das pessoas faz atualmente reconhecendo o direito diretamente na Itália pois a demora fica entre 3 e 6 meses dependendo de qual cidade vocêescolher para dar entrada.

Vale lembrar que mesmo fazendo o requerimento na Itália é necessário antes organizar os documentos no Brasil e legalizá-los junto ao Consulado Italiano ou Embaixada da Itália que é responsável pela jurisdição de sua residência.

Quem deseja fazer o requerimento de cidadania italiana na Itália não deixa os documentos no Brasil, mas sim recebe uma legalização do Consulado para poder apresentar os documentos na Itália. Para legalizar os documentos épreciso fazer um agendamento.

A forma mais fácil para descobrir de modo preciso quanto tempo estádemorando o processo de cidadania italiana em cada localidade éfazendo parte de comunidades na Internet, como do Orkut ou mesmo o Polentona.

2.6 Qual a diferença entre apresentar os documentos no Brasil ou na Itália?

Quando vocêterminar de organizar seus documentos para o processo de ciadadania italiana no Brasil vocêteráduas opções:

A) Entrar na fila do Consulado Italiano (ou Embaixada da Itália) e aguardar alguns anos (muitos) atéser chamado para ter a cidadania reconhecida

B) Agendar um horário no Consulado e apenas legalizar os documentos para posteriormente apresentá-los na Itália junto ao Comune.

20

Algo que precisa ser dito portanto é que não existe a possibilidade de fazer o processo apenas na

Itália, vocêprecisará necessariamente primeiro preparar os documentos no Brasil para depois poder apresentá-los na Itália. A diferença éapenas quem recebe seus documentos, mas a preparação dos documentos brasileiros precisa sempre ser feita no Brasil e passar pela legalização do consulado italiano ou embaixada da Italia.

2.7 Vantagens em dar entrada no requerimento de cidadania italiana na Itália

Para aqueles que estão dispostos a levar seus documentos legalizados pelo consulado até a Itália e

fazer o pedido de cidadania junto ao Comune o tempo de espera até ver o próprio direito

reconhecido émuito menor, em poucos meses vocêseráum cidadão europeu. Este éo grande

atrativo, além de poder viver uma experiência rica de cultura e contato com a pátria da qual se

tornaráum cidadão.

Viajar atéa Itália e fazer o pedido de cidadania naquele país, sem falar o italiano,

sem conhecer as leis locais e os trâmites do processo pode se transformar em

caminhotortuoso sem uma ótima preparação. Estude muito bem este livro e siga

nossas dicas paraconcluir com sucesso seu processo de ciadadania italiana no

menor tempo possível e economizando dinheiro.

Outra vantagem de reconhecer o direito rapidamente na Itália éque ao obter seu passaporte italiano

vocêpoderátrabalhar na Europa ou mesmo poderáestudar em uma universidade italiana com bolsa

de estudos.

Realizar o processo na Itália para ter o próprio direito àcidadania italiana reconhecido rapidamente

pode ser visto como um investimento que abre portas na carreira profissional e possibilita ao

interessado morar em qualquer país da europa que paritcipe do acordo de livre circulação (França,

Alemanha, Espanha, etc).

2.8 Veja onde apresentar o processo de cidadania italiana no Brasil ou legalizar os documentos para fazer na Itália

Como dissemos anteriormente sobre o tempo de espera para reconhecer o direito, cada Consulado

italiano (ou Embaixada da Itália) possui a sua própria jurisdição, ou seja, uma determinada região em

que seja o único responsável por atender interessados em obter a cidadania italiana.

Por exemplo, se vocêmora no Estado de Santa Catarina seráo Consulado Italiano de Curitiba o órgão

ao qual vocêdeveráse dirigir para apresentar os seus documentos.

21

Vocênão pode apresentar seus documentos em qualquer consulado italiano, é necessário

que seja aquele responsável pelo seu Estado de residência.

Confira logo abaixo qual o consulado italiano (ou Embaixada) que éresponsável por receber seus

documentos no Brasil. Confira a circunscrição consular de cada consulado e verifique qual o

responsável pelo seu Estado de residência.

Consulado Italiano de São Paulo

Responsável pelos Estados de São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Acre

Av. Paulista, nº1963 CEP 01311-300, São Paulo (SP) Horário de atendimento: Segunda, Quarta, Quinta e Sexta-feira das 08:30 às 12:30. Terça-feira das

13:00 às 16:00 Telefone: 0055-11.35495699 Fax: 0055-11.32537763 / 0055-11.32538801

Consulado Italiano de Curitiba

Responsável pelos Estados de Santa Catarina e Paraná

Rua Marechal Deodoro, 630, Shopping Italia - 21ºandar CEP 80010-912, Curitiba (PR) Horário de atendimento: Segunda, Quarta, Quinta e Sexta-feira das 08:30 às 12:30. Terça-feira das

13:00 às 16:00 Telefone: 0055-41.38831750 Fax: 0055-41.38831773

Email: cittadinanza.curitiba@esteri.it

Consulado Italiano de Porto Alegre

Responsável pelo Estado do Rio Grande do Sul

Rua Joséde Alencar, 313 CEP 90880-481 - Porto Alegre (RS) Horário de atendimento: Segunda, Quarta, Quinta e Sexta-feira das 08:30 às 12:30. Terça-feira das

13:00 às 16:00

Telefone: 0055-51.32308200 Fax: 0055-51.32308222 / 0055-51.3230.8218

Email: cittadinanza.portoalegre@esteri.it

Consulado Italiano do Rio de Janeiro

Responsável pelos Estados do Rio de Janeiro, Bahia e Espírito Santo

Av. Presidente Antonio Carlos, 40 Castelo, CEP 20.020-010, Rio de Janeiro (RJ)

Horário: Terça e Quinta-feira das 08:30 às 12:30. Quarta e Sexta-feira das 08:30 às 11:30

Telefone: 0055-21.35341315

Email: cittadinanza.riodejaneiro@esteri.it

Fax: 0055-21.22626348

22

Consulado Italiano de Belo Horizonte

Responsável pelos Estados de Minas Gerais, Goiás e Tocantins

Rua Inconfidentes, 600 CEP 30140-120, Belo Horizonte (MG) Horário de atendimento: Segunda àSexta-feira das 09:00 às 12:00 Terça e Quinta-feira das

08:00 às 17:30.

Telefone: 0055-31.32814211

Email: cittadinanza.belohorizonte@esteri.it

Fax: 0055-31.32814408

Consulado Italiano de Recife

Responsável pelos Estados de Pernambuco Alagoas, Amapá, Amazonas, Ceará, Maranhão,

Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Roraima e Sergipe

Av.EngºDomingos Ferreira, 2222/2ºandar. Boa Viagem - CEP 51020-030, Recife

(PE)

Horário de atendimento: Segunda, Quarta e Sexta-feira das 09:30 às 12:00.

Telefone: 0055-81.34664200 Fax: 0055-81.34664320

Email: consolato.recife@esteri.it

Embaixada da Itália em Brasília

Responsável pelo Distrito Federal

Endereço: S.E.S. Av. das Nações, Quadra 807, Lote 30 CEP 70420-900 Brasilia - DF Horário: Segunda e Terça-Feira das 09:30 às 11:00 (para cidadania). Segunda, Quarta e Sexta-

feira das 09:00 às 12:30 (para vistos, registros civis e passaporte)

Telefone: 0055-61.34429900

Fax: 0055-61.34431231

Mesmo que vocêmore no exterior ou decida dar entrada em seu requerimento de cidadania

italiana na Itália você deverá antes apresentar os documentos junto ao órgão italiano no Brasil

responsável por seus documentos para poder utilizar as certidões no exterior.

As certidões brasileiras do processo precisam ser legalizadas pelo Consulado Italiano ou Embaixada da

Itália no Brasil para terem validade no exterior. Se as certidões estão corretas elas são legalizadas pelo

consulado italiano e podem ser apresentadas na Itália junto ao comune (a prefeitura da cidade) ou

mesmo junto a consulados italianos de outros países caso você seja residente de forma estável.

Portanto se houver certidões brasileiras então não existe o processo na Itália ou em consulados

italianos de outros países sem antes passar pelo Brasil.

23

2.9 Elenco dos documentos necessários para reconhecer a cidadania italiana

Logo abaixo você confere o elenco de documentos necessários para a conclusão de seu processo de

cidadania italiana. Quando você dispor de toda a documentação completa será então possível agendar

um horário para apresentar seus documentos junto ao consulado italiano ou embaixada da Itália

responsável por receber seus documentos.

Caso vocêqueira fazer o pedido pela Itália primeiro vocêorganiza estes documentos no Brasil, depois legaliza tudo junto ao consulado italiano ou embaixada italiana e posteriormente poderáfazer seu pedido na Itália.

A documentação para requerer a cidadania italiana seráaceita somente se estiver sem nenhum

documento faltando, ou seja, absolutamente completa.

Basicamente a documentação necessária é aquela que consegue comprovar a sua linha de ascendência,

ou seja, que consegue demonstrar através de documentos oficiais que o seu antepassado era italiano e

que portanto vocêtêm o direito a dupla cidadania italiana já que existem os laços de sangue.

Para efetuar este controle as autoridades italianas exigem as certidões de nascimento, casamento e óbito

desde seu antepassado até você, além de alguns outros documentos que você confere no elenco mais

abaixo.

Lembramos que os documentos que interessam são aqueles dos seus antepassados que

transmitiram o direito a cidadania italiana até você, os maridos e esposas de quem transmitiu

o direito irão aparecer apenas nas certidões de casamento ou divórcio, não precisa do

nascimento e óbito deles.

Logo abaixo você confere qual a documentação correta de forma detalhada. Mas adiante você poderá

visualizar o passo-a-passo do processo no Brasil para ver como conseguir todos os documentos.

24

Elenco de documentos para o processo de cidadania italiana

Lembramos que os documentos italianos (certidão de nascimento e casamento do antepassado

se realizado na Itália) são apresentados em original sem tradução para o italiano.

1. REGISTRO DE NASCIMENTO ou estratto dellatto di nascita relativo ao cidadão italiano que

deu origem à família do requerente. Este documento é a certidão de nascimento de seu antepassado

que se encontra na Itália.

Caso o Comune ( a cidadade onde nasceu seu antepassado ) informe à você que não há possibilidade de

emissão da certidão de nascimento ( pelo fato do ascendente ter nascido quando ainda não existiam

os registros de estado civil na Itália ) poderá ser apresentada a Certidão de Batismo, emitida pela

paróquia local na Itália, contendo o reconhecimento da Cúria Vescolvile.

2. CERTIDÃO DE CASAMENTO DO ANTEPASSADO, emitido pelo Comune italiano, o chamado

estratto dellatto di matrimonio. Este documento é necessário se o matrimônio tiver ocorrido na Itália,

caso tenha ocorrido no Brasil você deverá obter a certidão em inteiro teor brasileira e traduzí-la para o

italiano.

O documentos na Itália são os mais difíceis de serem obtidos (estamos falando da certidão de

nascimento e em alguns casos também a de casamento do nosso antepassado italiano) pois em

alguns casos é necessário realizar uma pesquisa genealógica para poder encontrar o local

exato de nascimento e casamento do antepassado. Aqui neste livro você encontrará todas as dicas

para realizar a pesquisa sem precisar pagar alguém.

3. CERTIDÕES DE REGISTRO CIVIL DE INTEIRO

TEOR

Certidões de Registro Civil de inteiro teor, (nascimento, casamento e óbito) desde o ascendente

italiano atéo requerente o reconhecimento da cidadania italiana e seus filhos menores de idade.

Exemplo: o cidadão italiano emigrou para o Brasil e casou-se aqui, então a documentação brasileira a

ser apresentada inicia-se com a Certidão de Casamento e de Óbito dele (a de nascimento deve ser

obtida na Itália). Na seqüência vem a Certidão de Nascimento, Casamento e Óbito do filho ou filha

dele nascido no Brasil, então as mesmas certidões do filho ou filha que recebe a cidadania e assim

por diante em seqüência de descendentes atéo requerente a cidadania e seus filhos menores de

idade.

Caso um de seus antepassados tenha nascido no Brasil antes de 01/01/1889, poderá ser

apresentada a relativa certidão da Paróquia. A mesma poderá ser apresentada também quando

tratar-se de casamento anterior a 21/05/1890. A partir destas datas serão aceitas somente as

certidões emitidas em cartório: as certidões das Paróquias poderão ser utilizadas, se for o

caso, para solicitar ao competente Juiz a “reinstauraçãodo documento faltante nos

Cartórios ou a transcrição do casamento religioso.

25

Todas as certidões deverão ser recentes (máximo de 1 ano), ter a firma reconhecida por um Tabelião de sua jurisdição ou pelo Escritório das Relações Exteriores de seu Estado (consulte o site de seu consulado pois cada um pode ter regras diferentes neste quesito). As certidões devem ser fornecidas em original e deverão ser traduzidas em língua italiana. As traduções para o italiano podem ser feitas nos patronatos ou através de tradutores juramentados.

Como os Consulados Italianos no Brasil exigem documentos recentes o ideal é antes encontrar a certidão do antepassado na Itália, ou documentos no Brasil são fáceis de serem obtidos, é possível inclusive telefonar aos cartórios solicitando a emissão das certidões.

No caso de separação ou divórcio estabelecidos por sentença, o requerente deverá apresentar cópia do processo, desde petição inicial até sentença final transitada em julgado. Em todas as páginas do processo deverá constar a rubrica do funcionário ou diretor do cartório do Tribunal de Justiça. A cópia integral deverá ser traduzida em língua italiana e ambos os documentos deverão ser acompanhados de fotocópia. Os pretendentes deverão assinar um pedido de reconhecimento de sentença de divórcio ou de separação na Itália

No caso de divórcio por via administrativa (Lei nº11.441 de 04/01/2007), o requerente deverá apresentar Certificado de Divórcio, em original, acompanhado de tradução em língua italiana. Ambos os documentos deverão ser acompanhados de fotocópia.

3. CERTIDÃO NEGATIVA OU POSITIVA DE NATURALIZAÇÃO, emitida pelo Ministério da Justiça brasileiro, Departamento de Estrangeiros. Será necessária para demonstrar que seu antepassado não se naturalizou brasileiro. Mais adiante iremos voltar a falar da Certidão Negativa de Naturalização para explicar como obter o documento.

Lembrando que no caso de seu antepassado for ainda vivo a Certidão Negativa de Naturalização poderáser substituída pela Carteira de Identidade para estrangeiros.

Importante: caso o ascendente italiano tenha se naturalizado brasileiro, o fato não prejudicará o direito ao reconhecimento da cidadania italiana aos próprios descendentes SOMENTE se seus filhos tiverem nascido antes do decreto de naturalização.

Veja logo abaixo alguns casos especiais em que a documentação pode variar um pouco. Lembramos também que vale a pena conferir o site do próprio consulado para maiores detalhes.

26

2.10 Casos especiais em que os documentos para cidadania italiana podem variar um pouco

1. Caso alguém da família já tenha obtido o reconhecimento da cidadania não é necessário fornecer todos

os documentos acima indicados mas apenas aqueles que ainda não foram apresentados e relativos ao próprio núcleo familiar (ex.: um primo já obteve o reconhecimento; isso significa que os documentos do avô já foram apresentados, e assim a documentação a ser entregue será a partir da Certidão de Nascimento do pai ou da mãe do requerente). O fato de alguém da sua família já ter conseguido a cidadania italiana não muda a sua situação na fila de espera para ver seu direito reconhecido.

2. Caso de esposas de cidadãos italianos que contraíram matrimônio antes de 27 de abril de 1983. As

interessadas podem obter o reconhecimento da cidadania italiana apresentando a certidão de nascimento com tradução em italiano.

3. Caso de filho nascido de união não matrimonial. Pela legislação italiana é definido filho naturale tal

condição não impede a transmissão da cidadania. Caso o pai (ou a mãe) não conste como declarante na certidão de nascimento do interessado, é necessário apresentar uma declaração de reconhecimento de filiação, emitida em cartório com escritura pública.

Se a declaração de reconhecimento foi feita pelo pai ou pela mãe que transmite a cidadania italiana quando o filho já completou a maior idade, esse, no prazo de um ano após o reconhecimento acima, poderá eleger a cidadania italiana, assinando um termo específico no Consulado, caso contrário não terádireito àcidadania italiana.

4. Caso de pessoas divorciadas ou separadas. No caso de separação ou divórcio estabelecidos por sentença, o requerente deverá apresentar cópia do processo, desde petição inicial até sentença final transitada em julgado. Em todas as páginas do processo deverá constar a rubrica do funcionário ou diretor do cartório do Tribunal de Justiça. A cópia integral deverá ser traduzida em língua italiana e ambos os documentos deverão ser acompanhados de fotocópia. Os pretendentes deverão assinar um pedido de reconhecimento de sentença de divórcio ou de separação na Itália

No caso de divórcio por via administrativa (Lei nº11.441 de 04/01/2007), o requerente deverá apresentar Certificado de Divórcio, em original, acompanhado de tradução em língua italiana. Ambos os documentos deverão ser acompanhados de fotocópia.

5. Caso de erros nos nomes e sobrenomes italianos nas certidões brasileiras.

Caso as certidões de registro civil contenham erros, ou os dados (nome e sobrenome) do ascendente italiano tenham sido alterados com o passar do tempo, não se deve solicitar a retificação desses registros

27

junto à Justiça brasileira. Entretanto, se nas certidões de registro civil da mesma pessoa existe divergência no nome ou no sobrenome que pode de algum modo trazer dúvida sobre a identidade da pessoa (ex. nascimento Evelina, casamento Eveline; nascimento Rossi, óbito Rozzi), ou ainda nas datas (ex. na certidão de nascimento e de casamento da mesma pessoa aparecem diferentes datas de nascimento) os registros deverão ser uniformizados com os dados corretos. Caso as alterações constantes na documentação suscitarem dúvidas quanto a identidade da pessoa, o Comune poderá solicitar documentação complementar. Logo adiante iremos expor algumas variações típicas que se deve ter atenção.

6. Apresentação dos documentos. A documentação para o reconhecimento da cidadania italiana deverá

ser enviada pelo correio a pedido deste Consulado Geral quando chegar a vez do interessado.

7. Caso de descendentes de pessoas nascidas e já residentes nos territórios que pertenceram ao Império

austro-húngaro (por exemplo, a província de Trento) e que emigraram para o exterior no período entre 25/12/1867 e 16/07/1920: os interessados devem se dirigir ao círculo trentino mais próximo, mas adiante vocêencontra o elenco completo de círculos trentinos no Brasil.

8. Caso de pessoas nascidas na Ístria, Fiume e em Dalmácia e de seus descendentes: os interessados

podem ler as instruções específicas disponíveis

2.11 Veja como utilizar os documentos de um familiar que já reconheceu a cidadania italiana no Brasil ou na Itália

Uma dúvida frequente ésobre a possibilidade de poder aproveitar o processo de algum outro parente que játeve a cidadania italiana reconhecida. Na maior parte dos casos ter algum familiar que jáconseguiu a cidadania italiana lhe ajuda apenas na parte de não precisar mais procurar os documentos (o que jáé uma grande vantagem, muitas pessoas passam anos e anos procurando a certidão na Itália).

Portanto conseguir uma cópia dos documentos com o seu parente lhe daráa possibilidade de solicitar com muita facilidade a emissão de novas certidões no Brasil e na Itália, agilizando o processo. Mas e para utilizar os mesmos documentos, como funciona?

28

Para poder utilizar os mesmos documentos de um familiar seu que jáconseguiu a cidadania

italiana o primeiro passo édescobrir com exatidão onde o processo foi realizado, ou seja, se

foi realizado no Brasil (em algum Consulado Italiano ou na Embaixada da Itália) ou mesmo se

foi realizado na Itália (junto ao comune)

Vamos analisar portanto as duas possibilidades para aproveitar o processo, ou seja, tendo sido realizado no Brasil ou tendo sido realizado na Itália.

Aproveitar processo de cidadania italiana de um familiar que foi realizado no Brasil (não é conveniente pois você precisará entrar na fila de espera novamente)

Se um familiar seu deu entrada no processo de cidadania italiana no Brasil (junto ao Consulado

Italiano ou Embaixada na Itália) vocêprecisarádescobrir com o seu parente o local exato onde foi feito

o processo (qual o consulado ou se na embaixada) e também precisarádescobrir o número do

protocolo

deste processo. Estas informações assim como a cópia dos documentos vocêprecisará obter com o

seu familiar, os órgãos italianos não irão lhe fornecer isso.

Depois de descobrir o número do protocolo do processo e onde foi realizado vocêpoderáanexar os

documentos referentes ao seu núcleo familiar. Conferindo os documentos exigidos para o

reconhecimento da cidadania italiana vocêpoderáverificar quais o seu familiar jáapresentou e quais

ainda falta

apresentar.

Por exemplo, se o seu familiar éum primo de primeiro grau vocêe ele possuem o mesmo avô, bisavô,

etc. Os documentos a serem apresentados por você serão a partir de seus pais (nascimento, casamento, óbito devidamente traduzidos e com firmas reconhecidas) pois os demais documentos relacionados a mesma linha familiar jáforam apresentados.

Algo importante a ser dito éque o fato de vocêestar anexando os seus documentos ao processo

não farácom que vocêtenha o direito a cidadania italiana reconhecido em tempo breve, você

infelizmente precisará entrar na fila do pedido que demora muitos anos no Brasil. Outra

dificuldade éque desde 2008 o consulado italiano passou a exigir certidões no formato inteiro

teor, esta mudança impossibilita aproveitar documentos do parente sendo possível em muitos

casos utilizar apenas a mesma certidão do antepassado italiano. O ideal portanto é tentar

c o ns e gui r u m a cóp i a d o s doc u me n t o s c o m se u s f a m ili a r es e o r g a ni z ar a s c e rt i d õe s pa r a

apresentar o processo na Itália, solicitando novas vias de tudo em formato inteiro teor e

legalizando junto ao consulado ou embaixada italiana.

29

Aproveitar o processo de cidadania italiana de um parente que foi realizado na Itália (mais fácil, não muda o tempo de espera mas é possível utilizar os mesmos documentos)

Jáno caso de processos que foram realizados na Itália vocêprecisarádescobrir com seu parente em

qual comune italiano ele fez a residência e deu entrada na prática. Além disso para poder aproveitar o

processo de cidadania italiana de seu familiar na Itália vocêprecisarácontar com a ajuda dele e solicita uma fotocópia de um documento de identidade italiano válido que ele possua, podendo ser a Carteira de

Identidade Italiana ou mesmo o passaporte Italiano.

Além da fotocópia de um documento de identidade italiano válido, seu parente deverálhe fornecer uma

autorização por escrito em italiano informando que você estáautorizado a dispor dos documentos para o

processo.

Na Itália você não precisará fazer o processo necessariamente no mesmo comune onde seu parente

reconheceu o direito a cidadania italiana no passado. Se vocêrealizar o processo no mesmo comune

vocêprecisaráapenas apresentar os documentos referentes ao seu núcleo familiar (nascimento,

casamento, óbito e Certidão Negativa de Naturalização) devidamente traduzidos, com firmas

reconhecidas e legalizados.

Caso queira dar entrada no processo em um outro comune serásuficiente se dirigir ao comune onde o

processo foi realizado e solicitar cópias autenticadas dos documentos. Estas cópias autenticadas têm

valor como as certidões originais, juntando-as aos documentos que você estará trazendo do Brasil você

terá em mãos os documentos completos para fazer o processo.

30

CIDADANIA ITALIANA PASSO A PASSO

3.1 Monte sua árvore genealógica

Além de lhe permitir conhecer melhor a história de sua família, montar uma árvore genealógica organizada émuito importante para poder concluir com sucesso o seu processo de cidadania italiana.Através dela épossível entender se vocêrealmente possui o direito àdupla cidadania ou não, além de saber onde procurar determinados documentos úteis ao processo.

Os próprios consulados italianos afirmam que a árvore genealógica pode acelerar o seu processo, pois ela possibilita ver de modo claro toda a sua linha de ascendência atéo italiano de sua família. Para começar bem a sua árvore genealógica o mais importante éfalar com os parentes mais idosos e assim conseguir as primeiras informações.

A base da tradição italiana éa família. Quem não lembra dos almoços de domingo, todos os familiares reunidos na casa da Nonna, quem sabe acompanhado de um belo prato de massa ou polenta? Para quem estápensando em montar o processo de cidadania italiana a família representa sempre a melhor fonte de informações!

Portanto para começar o melhor a se fazer ésolicitar o auxílio dos parentes mais idosos, converse com eles, peça informações e se for necessário contate também os ramos afastados da familia. Falando com os seus familiares vocêpoderádescobrir antes de mais nada se alguém da sua familia jáfez as pesquisas necessárias para obter a cidadania italiana.

Desta forma, vocêencurta o processo usando como base os antepassados comuns: não esqueça que vocêe aquele seu primo que vocênão fala faz tanto tempo possuem o mesmo avô, bisavôe assim por diante!

Vocêpoderátambém encontrar documentos importantes com os seus parentes: lánaquela caixa de fotos da nonna também podem estar guardadas certidões velhas, cartas, passaportes e muitos outros documentos que irão ajudar vocêa descobrir um pouco mais sobre o seus antepassados. Aproveite para dar um forte abraço na "nonna" e pedir que conte as histórias de família, hábitos e costumes que estão sendo perdidos.

Em muitos casos, possuimos informações vagas sobre as nossas origens pois infelizmente muito se

31

perde de geração a geração. Além do mais, para conseguir percorrer o caminho de volta atédescobrir de

onde o seu antepassado veio exatamente a estrada pode ser longa . Quando conversar com a família,

tente montar de forma simples e ordenada a sua árvore genealógica.

3.2 Como organizar as informações coletadas

Geralmente quando começamos a montar a nossa árvore genealógica para o processo de cidadania

italiana nós começamos por nós mesmos, depois escrevemos data e locais de nascimento de nossos pais,

de nossos avós. A partir deste momento montar a árvore genealógica para o processo de dupla cidadania

começa a ficar mais difícil, mas com informações simples épossível obter ótimos resultados na nossa

pesquisa.

Se ao falar com nossos parentes não conseguirmos descobrir a data e o local de nascimento do bisavô

uma alternativa simples édescobrir o local onde ele faleceu, algo que nossos parentes geralmente lembram. Ao descobrir o local de falecimento você poderá solicitar ao cartório da cidade a certidão de óbito onde consta o local de nascimento além da idade que possuía quando faleceu.

Outra dica importante éque o local de nascimento do filho mais velho geralmente éo local de casamento

dos pais. No mesmo cartório onde foi lavrada a certidão de casamento se encontra a Habilitação de

casamento, onde constam os documentos exigidos por lei para que o casamento possa ser validado

( como a certidão de nascimento, cédula de identidade e ainda em alguns casos uma autorização dos

pais no caso de o casamento ter sido realizado quando um membro do casal era menor de idade).

Nestes documentos podem estar contidas informações muito importantes, com um pouco de sorte

inclusive o nome exato de onde nasceu nosso antepassado italiano.

Tenha atenção também com possíveis variações de nomes, como por exemplo de Giuseppe para José,

de Giovanni para João. Para montar uma árvore genealógica em modo organizado épreciso anotar:

Nome completo de todas as pessoas pesquisadas

Datas e locais de nascimento

Datas e locais de casamento

Datas e locais de óbito

Ao descobrir estas informações vocêpoderáligar para os cartórios destas localidades e solicitar uma

pesquisa da certidão que vocêprocura. Veja que para encontrar os documentos no Brasil não étão

complicado assim, basta um pouquinho de pesquisa! A maior dificuldade realmente éencontrar os

32

documentos na Itália, mas neste livro iremos lhe explicar em detalhes como fazer a pesquisa de cada certidão.

3.3 Cidadania italiana no Brasil passo a passo

Organizar o processo no Brasil pode inclusive se transformar em uma bela experiência, pois a cada nova certidão que você consegue juntar você estará também juntando um pedacinho de sua história, conhecendo um pouco mais sobre a sua família.

Se você ficar com alguma dúvida ou encontrar algum obstáculo pelo caminho confira a parte do conteúdo dedicada a resolução de dúvidas.

Caso vocêpossua um parente que jáconseguiu reconhecer a cidadania italiana no Brasil ou na Itália vocêpoderáutilizar parte dos documentos que são iguais, mas isso não mudaráo fato de vocêprecisar preparar os seus documentos e a espera éa mesma.

Para mais informações sobre como aproveitar os documentos de seus familiares volte algumas páginas para verificar como realizar este procedimento.

Confira logo abaixo o roteiro passo-a-passo do processo de cidadania italiana no Brasil. Mesmo que você queira fazer seu pedido de cidadania italiana na Itália antes vocêteráque preparar os documentos no Brasil, portanto leia com atenção este texto e não deixe de conferir posteriormente também o passo a passo do processo na Itália.

3.3.1 Veja se você possui ou não o direito a cidadania italiana

O primeiro passo do processo de cidadania italiana éconferir se você possui o direito a cidadania italiana. Vale lembrar que mesmo para aqueles que possuem origem italiana o direito a cidadania não é garantido e existem algumas regras a serem respeitadas que podem ser lidas no início do livro.

33

3.3.2 Confira a lista de documentos exigidos e monte sua árvore genealó gica

O passo seguinte é conferir com cuidado os documentos necessários para completar com sucesso o

processo de cidadania italiana. Os documentos solicitados são basicamente as certidões de nascimento,

casamento e óbito desde o seu antepassado italiano até você e mais a Certidão Negativa de

Naturalização. Por este motivo organizar em modo claro as informações que você já possui sobre seus

familiares lhe ajudará a montar a sua árvore genealógica e servirá como guia para saber onde procurar os

documentos do processo.

3.3.3 Busca de certidõ es na Itália e nos cartó rios e igrejas pelo Brasil

Com as informações que você conseguiu reunir vai ficar mais fácil começar as suas buscas pelo Brasil e

pela Itália. Os cartórios e igrejas são os lugares onde você irá encontrar os documentos no Brasil, já para

os documentos que estão na Itália (certidão de nascimento e se realizado na Itália também a certidão de

casamento do italiano) vocêiráencontrar nas paróquias ou arquivos de comunes pela Itália.

o Ter montado a árvore genealógica foi importante para poder determinar os locais dos nascimentos,

casamentos e óbitos de seus antepassados. As certidões brasileiras se encontram nos cartórios ou igrejas das cidades onde estes fatos ocorreram, por exemplo na cidade onde seu bisavô faleceu está a certidão de óbito. Você não precisa ir até lá para obter o documento, pode solicitar a busca pelo telefone realizando um depósito. O cartório envia o documento para a sua casa.

3.3.4 Como encontrar as certidões brasileiras do processo

Os cartórios e igrejas são os lugares onde você irá encontrar a maior parte dos documentos necessários

para concluir com sucesso seu processo de cidadania italiana. Encontrar as certidões de

seus antepassados no Brasil é importante também para poder descobrir alguns dados

que serão extremamentes úteis para a pesquisa da certidão de nascimento de seu antepassado na

Itália, como por exemplo o nome dos pais, a data de nascimento dele e com um pouco de sorte o nome

da cidade onde ele nasceu (nome do comune)

Começar pelas próprias certidões e pelas de nossos pais ou avós é o modo mais fácil de iniciar bem a

sua pesquisa. O passo seguinte éaquele de concentrar nossos esforços na procura pelos documentos de

nosso bisavô.

34

Se conversando com a família você não conseguir descobrir a data e o local de nascimento de

seu bisavô você poderá tentar obter esta informação através da certidão de óbito dele onde constam estes dados. Geralmente seus pais ou tios sabem ou ainda lembram o local onde o avô deles faleceu, use esta informação para solicitar ao cartório desta cidade o documento.

No mesmo cartório onde foi lavrada a certidão de casamento se encontra a Habilitação de casamento,

onde constam os documentos exigidos por lei para que o casamento possa ser validado (como a certidão

de nascimento, cédula de identidade e ainda em alguns casos uma autorização dos pais no caso de o

casamento ter sido realizado quando um membro do casal era menor de idade). Outra dica importante é

que o local de nascimento do primeiro filho geralmente éo local de casamento dos pais.

Tenha atenção também com possíveis variações de nomes, como por exemplo de Giuseppe para José,

de Giovanni para João.

3.3.5 Como solicitar estas certidões?

Você poderá fazer a requisição de todas as certidões sem sair de casa: tendo em mãos as informações

dos seus antepassados nascidos no Brasil, telefone ao cartório ou igreja da cidade onde estes nasceram

e casaram-se e solicite uma pesquisa. O resultado poderá ser conhecido telefonicamente e será

necessário apenas que vocêsolicite o envio da certidão.

O pagamento poderá ser efetuado mediante SEDEX à cobrar ou através de um simples depósito

em conta corrente. Para descobrir os telefones dos cartórios e igrejas de todo o Brasil basta clicar nos

links abaixo:

o

Colocamos também o link para o elenco de Igrejas no Brasil pois caso um de seus antepassados tenha

nascido no Brasil antes de 01/01/1889 poderá ser apresentada a relativa certidão da Paróquia. O registro

religioso poderá ser apresentado também se houver um casamento que seja anterior a 21/05/1890.

A partir destas datas serão aceitas somente as certidões emitidas em cartório.

35

Vale lembrar que as certidões das Paróquias poderão ser utilizadas, se for o caso, para solicitar ao

competente Juiz a “reinstauraçãodo documento faltante nos Cartórios ou a transcrição do casamento

religioso. Mais adiante falaremos sobre reinstauração de registros.

TODAS AS CERTIDÕES BRASILEIRAS PRECISAM SER DE INTEIRO TEOR.

3.3.6 Dicas importantes para encontrar as certidõ es

italianas e economizar pelo menos 500 euros

Encontrar as certidões de seus antepassados no Brasil muitas vezes se torna necessário para

descobrir as informações relativas ao seu antepassado italiano e poder fazer a busca do

documento que se encontra na Itália.

Para fins de pesquisa na Itália é muito importante descobrir o nome completo, data de nascimento e

também o nome dos pais do seu antepassado italiano e isso é conseguido através das certidões que

estão no Brasil, portanto um dos segredos está em obter boas informações no Brasil. Veja quais são os

melhores documentos para obter informações:

Certidão de nascimento do filho do italiano no Brasil

A certidão de nascimento dos filhos do antepassado é o documento mais útil para a pesquisa pois além

do italiano estar presente e poder declarar com mais exatidão o local de origem na Itália poderá ser

conhecido também o nome dos pais dele já que o nome dos avós sempre consta nas certidões de

nascimento brasileras. Portanto através desta certidão você pode descobrir a origem do antepassado e o

nome dos pais do antepassado italiano.

Certidão de casamento do antepassado (se realizado no Brasil)

Verifique a certidão de casamento (se o casamento se realizou no Brasil) pois o italiano estava

presente e podia declarar sua origem com mais precisão.

Certidão de óbito do antepassado italiano

Outra dica é que através da certidão de óbito do italiano poderá ser conhecida a idade em que ele

faleceu, ficando fácil desta forma calcular o ano de nascimento. Na certidão de óbito sempre consta a

idade em que a pessoa faleceu. Por exemplo, se ele faleceu em 1960 com 80 anos você poderá

descobrir que ele nasceu provavelmente em 1880 (1960 80 = 1880).

Você pode ver que ir conseguindo as certidões necessárias ao processo é como ir montando um

quebra-cabeças, uma peça vai se encaixando com a outra até termos a totalidade dos dados e

documentos em mãos.

Se você conseguiu descobrir o nome dos pais, ano e local de nascimento de seu antepassado italiano (o

nome do comune) você poderá solicitar o documento diretamente ao comune ou paroquia na Italia onde

o documento se encontra. Infelizmente na maior parte dos casos descobrimos apenas informações

vagas, como o nome da região ou província onde o nosso antepassado italiano nasceu.

36

3.3.7 veja como os pesquisadores encontram os documentos

A busca pela certidão na Itália pode se tornar a parte mais difícil do processo de cidadania italiana

devido a dificuldade que muitas pessoas enfrentam para descobrir o nome da cidade de nascimento do

antepassado italiano. Não esqueça portanto que a busca pela certidão na Itália começa na verdade

pelorasil, buscando informações que possam nos indicar o local de nascimento e o nome dos pais do

italiano de nossa família.

O que fazer se as informações sobre a origem do antepassado não se encontram nas certidõ es?

Infelizmente o mais comum éencontrar uma mensagem Nao Consta ou Natural da Italia, que

acaba deixando um pouco preocupado quem está tentando encontrar a certidão.

Uma alternativa usada por pesquisadores de profissão éverificar as informações nas certidões

de óbito ou nascimento dos irmãos de seu antepassado italiano. Sendo da mesma família eles

(ou elas) provavelmente possuem o mesmo local de nascimento. Realizar a pesquisa pode ser uma

tarefa bastante complexa e demorada se vocênão possui familiaridade com o assunto, mas existem

algumas

ferramentas úteis.

Algumas dicas para pesquisas complexas em que não se encontra mais informações sobre a origem do antepassado italiano nas certidões

Você poderá inicialmente fazer uma pesquisa nos registros das hospedarias que abrigaram os

primeiros imigrantes ou pesquisar as listas de passageiros dos navios que os trouxeram ao Brasil

assim como o desembarque. Em todos os sites logo abaixo vocêprecisaráapenas buscar pelo seu

sobrenome. O ideal érealizar esta etapa depois de játer conseguido as certidões de casamento e

óbito do italiano assim como a de casamento. Se o antepassado veio ainda pequeno da Itália digite

nas pesquisas também o nome do pai dele (informação que pode ser obtida na certidão de

nascimento do filho do antepassado italiano)

37

Não deixe de pesquisar também os resgistros dos mórmons na tentativa de encontrar os microfilmes com as informações de seus familiares, para visitar o site clique no link logo abaixo

Ainda é possível pesquisar as informações sobre os imigrantes que desembarcarm no Rio de Janeiro clicando no link logo abaixo

mesmo no Arquivo Metropolitano da Arquidiocese de São Paulo e todos os outros arquivos dos estados. Logo abaixo verifique outros sites importantes para fazer a pesquisa.

O que fazer se você não conseguiu descobrir o nome do comune, apenas a provável região de nascimento?

Tendo o nome da região vocêconsequentemente terá também o nome das provincias em mãos (uma região na Itália éformada por provincias, e as provincias são formadas por comunes).Com estes dados será possível fazer uma requisição diretamente ao Lista di Leva de cada Provincia daquela região.

Vocêdeveráentrar em contato com o Archivio di Stato para solicitar se existem registros do seu antepassado e em qual Comune ele nasceu. Isto pode ser possível pois no Liste di Leva estão os registros dos habitantes de determinada provincia que teriam servido, serviram ou foram dispensados do serviço militar.

Para descobrir o endereço email do Ufficio Lista di leva da província de seu interesse visite esta página

Depois que vocêobtiver a resposta do Lista di Leva, indicando qual o nome do Comune de nascimento de seu antepassado, serásuficiente fazer uma requisição do documento ao Archivio di Stato do Comune (se o nascimento ocorreu depois de 1871) ou para a Paroquia do Comune ou Curia Vescovile no caso de os arquivos da Paroquia terem sido transferidos.

Estes procedimentos deveriam jábastar para que vocêconsiga a sua documentação, entretanto, se o Liste di Leva não lhe responder, ainda épossível fazer uma solicitação a Curia Vescovile da provincia.

Serásuficiente que vocêenvie uma carta endereçada a " Curia Vescovile di (nome da Provincia)" e depois coloque o número de CAP daquela provincia.

38

3.3.8 Modelos de cartas em italiano e como utilizá-los

Aqui você encontra gratuitamente alguns modelos de cartas em italiano gentilmente fornecidos pelo Site Polentona que vocêpoderáenviar às Igrejas e aos Archivio di Stato da Itália para solicitar as certidões de que precise para o seu processo de dupla cidadania italiana.

Todas as cartas podem ser enviadas por email, fax ou correio, sendo que os endereços dos Arquivos de

Estado ou Igrejas da Itália você confere logo abaixo

Igrejas da Itália http://www.parrocchie.it/

Ao preencher o modelo de carta em italiano com os seus dados não esqueça de escrever o seu nome e sobrenome e o de seu antepassado em ordem invertida, pois na Itália primeiro se escreve o sobrenome e depois o nome.

Por exemplo, se o nome de seu antepassado éGiovani Rossi ao preencher os modelos com os seus dados escreva Rossi Giovani.

Depois que vocêenviar a carta tenha em mente que a resposta não chega de um dia para o outro, pode demorar um pouco. Preparamos também uma carta para insistir um pouco, sempre com muita educação, na procura de suas certidões. Para os que desejarem, édisponível ainda uma carta de agradecimento para quando vocêreceber a sua certidão. Utilize o modelo de carta em italiano que melhor se enquadrar em sua situação atual.

Separamos os modelos de cartas em italiano em duas áreas: para quem ainda não encontrou o nome do comune de nascimento ou casamento do antepassado e para quem já dispõe desta informação. Se você jápossui o nome do comune vádireto ao passo 2, caso contrário o jeito écomeçar pelo lista di leva.

Passo 1

NÃO POSSUÍMOS O NOME DO COMUNE, SABEMOS APENAS A REGIÃO OU PROVÍNCIA DE

ORIGEM DO ANTEPASSADO

39

O que sabemos? sabemos apenas que o nosso antepassado italiano era proveniente de uma

determinada região da Itália (e portanto de uma das províncias que formam esta região) ou possuímos já o nome da província mas mesmo assim não sabemos o nome do Comune.

O QUE FAZER: É possível fazer uma requisição diretamente ao Lista di Leva (no Archivio di Stato) da

Provincia ou das Provincias da Região, solicitando se existem registros do seu antepassado e em qual Comune ele nasceu. Nestes arquivos estão os registros dos habitantes de determinada provincia que serviram ou foram dispensados do serviço militar, mesmo se ainda eram crianças quando deixaram a Itália. Veja o modelo de carta que pode ser usado

Archivio di Stato di NOME DA PROVINCIA

Dott. SOBRENOME E NOME DO FUNCIONARIO RESPONSAVEL

Oggetto: Ricerca Genealogica

Egregio Dott SOBRENOME E NOME DO FUNCIONARIO RESPONSAVEL

Sono SEU NOME e abito in Brasile, nell‟indirizzo sotto indicato.

Attualmente realizzo una ricerca sull‟origine della mia famiglia con l‟intuito di trovare i documenti che mi sono stati richiesti dal Consolato Italiano in Brasile quindi mi èsttao informato di rivolgermi a Lei.

Le scrivo per chiederle gentilmente di aiutarmi con la ricerca: sto cercando il luogo di provenienza di mio antenato NOME

DO ANTEPASSADO che credo sia nato nella Provincia di NOME DA PROVINCIA , tuttavia non so in quale comune.

A questo fine, vorrei chiederLe se puòfar consultare le liste di leva per la Provincia di ESCREVER NOME DA PROVINCIA, con la data di nascita intorno all‟anno ESCREVER ANO DE NASCIMENTO.

So che le chiedo molto, ma questa informazione èessenziale per continuare la mia ricerca. Le sarei veramente grato se potessi avere una fotocopia del documento nel caso venisse trovato.

La ringrazio in anticipo per la Sua gentilezza e premura, e chiedo che qualsiasispesa inerente alla ricerca mi sia

addebitata.

Vi ringrazio in anticipo per la vostra gentilezza e premura.

Distinti saluti,

SEU NOME COMPLETO

SEU TELEFONE E ENDEREÇO COMPLETOS

Passo 2

POSSUÍMOS O NOME DO COMUNE E SABEMOS O ANO DE NASCIMENTO OU CASAMENTO FOI

ANTERIOR A 1871 (1870, 1869,

)

Modelo de carta em Italiano para nascimentos anteriores a 1871 (Batesimo)

Possuímos o nome do Comune e estamos procurando a certidão de batismo do antepassado italiano. Sabemos que o nascimento foi anterior ao ano de 1871 e por isso enviamos a requisição a Parrocchia do

40

Comune ou mesmo àCuria Vescovile mais próxima caso de os arquivos da Paróquia terem sido

transferidos.

Veja o modelo de carta logo abaixo

Reverendo Parroco

Parrocchia di NOME DA PAROQUIA

Oggetto: Ricerca Genealogica

Reverendo Parroco,

Sono SEU NOME e abito in Brasile, nell‟indirizzo sotto indicato. Ho cominciato una ricerca sull‟origine della mia famiglia e avrei bisogno del suo aiuto. Ho già contattato l‟Ufficio di Stato Civile del Comune ma mi hanno detto di rovolgermi a Lei per i registri anteriori all‟anno di 1871.

Dispongo dell‟informazione che la mia famiglia proviene da NOME DO COMUNE in NOME DA PROVINCIA.

Vorrei chiederLe gentilmente di fornirmi la data di nascita del mio antenato NOME DO ANTEPASSADO che suppongo sia intorno all‟anno ESCREVER ANO PROVAVEL DE NASCIMENTO DO ANTEPASSADO.

Inoltre, vorrei chiederLe se puòessere cosìgentile da ricercare questi dati e transcriverli per esteso sui certificati parrochiali di nascita e di matrimonio che cortesemente chiedo di inviarmi, oppure se avesse la possibilitàe le fosse piùconveniente vorrei una fotocopia di ogni atto.

Questi documenti che Le chiedo mi sono stati richiesti dal Consolato Italiano in Brasile e secondo la legge dello Stato Italiano sono assolutamente necessari per poter completare la procedura di acquisto della cittadinanza italiana.

La ringrazio in anticipo per la sua gentilezza e premura.

Distinti saluti,

SEU NOME COMPLETO

SEU TELEFONE E ENDEREÇO COMPLETOS

Modelo de carta em italiano para casamentos anteriores a 1871 (Matrimonio)

Possuímos o nome do Comune e estamos procurando a certidão de casamento do antepassado italiano.

Sabemos que o casamento foi anterior ao ano de 1871 e por isso enviamos a requisição a Parrocchia do

Comune ou mesmo àCuria Vescovile mais próxima do Comune de origem de seu antepassado italiano

no caso de os arquivos da Paróquia terem sido transferidos.

Modelo de carta em italiano para solicitar o matrimonio

Reverendo Parroco

Parrocchia di NOME DA PAROQUIA

Oggetto: Ricerca Genealogica

Reverendo Parroco,Sono SEU NOME e abito in Brasile, nell‟indirizzo sotto indicato. Ho cominciato una ricerca sull‟origine della mia famiglia e avrei bisogno del suo aiuto. Ho già contattato l‟Ufficio di Stato Civile del Comune ma mi hanno detto di rovolgermi a Lei per i registri anteriori all‟anno di 1871.

41

Dispongo dell‟informazione che la mia famiglia proviene da NOME DO COMUNE in NOME DA PROVINCIA.

Vorrei chiederLe gentilmente di fornirmi la data di motrimonio del mio antenato NOME DO ANTEPASSADO e NOME DA ESPOSA DO ANTEPASSADO e la data di nascita di mio antenato NOME DO ANTEPASSADO che suppongo sia intorno all‟anno ESCREVER ANO PROVAVEL DE NASCIMENTO DO ANTEPASSADO.

Inoltre, vorrei chiederLe se puòessere cosìgentile da ricercare questi dati e transcriverli per esteso sui certificati parrochiali di nascita e di matrimonio che cortesemente chiedo di inviarmi, oppure se avesse la possibilitàe le fosse piùconveniente vorrei una fotocopia di ogni atto.

Questi documenti che Le chiedo mi sono stati richiesti dal Consolato Italiano in Brasile e secondo la legge dello Stato Italiano sono assolutamente necessari per poter completare la procedura di acquisto della cittadinanza italiana.

La ringrazio in anticipo per la sua gentilezza e premura.

Distinti saluti,

SEU NOME COMPLETO

SEU TELEFONE E ENDEREÇO COMPLETOS

POSSUÍMOS O NOME DO COMUNE E SABEMOS QUE O NASCIMENTO OU CASAMENTO

FOI POSTERIOR A 1871 (1872, 1873,

)

Modelo de carta em Italiano para nascimentos posteriores a 1871 (Atto di Nascita)

Possuímos o nome do Comune e estamos procurando a certidão de nascimento do antepassado

italiano. Sabemos que o nascimento foi posterior ao ano de 1871 e por isso enviamos a requisição ao

Archivio di Stato do Comune de origem do antepassado italiano

Ufficio di Stato Civile

Comune di NOME DO COMUNE

Oggetto: Ricerca Genealogica

Egregi Signori,

Sono SEU NOME e abito in Brasile, nell‟indirizzo sotto indicato. Ho cominciato la procedura per l‟acquisto della cittadinanza italiana e attualmente realizzo una ricerca sull‟origine della mia famiglia con l‟intuito di trovare i documenti che mi sono stati richiesti dal Consolato Italiano in Brasile.

Cerco delle informazioni sul mio antenato NOME DO ANTEPASSADO nato a NOME O COMUNE.

Vi sarei molto grato se poteste spedirmi, in carta libera, l‟estratto dell‟atto di nascita di mio antenato NOME DO ANTEPASSADO nato a NOME DO COMUNE il DATA DE NASCIMENTO DO ANTEPASSADO .Vi ringrazio in anticipo per la vostra gentilezza e premura.

Distinti saluti,

SEU NOME COMPLETO

SEU TELEFONE E ENDEREÇO COMPLETOS

42

Modelo de carta em italiano para casamentos posteriores a 1871 (Matrimonio)

Possuímos o nome do Comune e estamos procurando a certidão de casamento do antepassado

italiano. Sabemos que o casamento foi posterior ao ano de 1871 e por isso enviamos a requisição ao

Archivio di Stato do Comune de origem de seu antepassado italiano

Ufficio di Stato Civile

Comune di NOME DO COMUNE

Oggetto: Ricerca Genealogica

Egregi Signori,

Sono SEU NOME e abito in Brasile, nell‟indirizzo sotto indicato. Ho cominciato la procedura per l‟acquisto della cittadinanza italiana e attualmente realizzo una ricerca sull‟origine della mia famiglia con l‟intuito di trovare i documenti che mi sono stati richiesti dal Consolato Italiano in Brasile.

Cerco delle informazioni sul mio antenato NOME DO ANTEPASSADO che si èsposato a NOME O COMUNE nell‟anno di ESCREVER A DATA DO CASAMENTO.

Vi sarei molto grato se poteste spedirmi, in carta libera, l‟estratto dell‟atto di matrimonio di mio antenato

NOME DO ANTEPASSADO e NOME A ESPOSA .

Vi ringrazio in anticipo per la vostra gentilezza e premura.

Distinti saluti,

SEU NOME COMPLETO

SEU TELEFONE E ENDEREÇO COMPLETOS

Preparamos 2 modelos de cartas adicionais para nossos leitores, um para poder insistir

educadamente por uma resposta junto ao archivio ou paroquia que você solicitou a certidão e outro

para agradecer no caso de o documento ter sido enviado.

Modelo de carta em italiano para insistir com educação

O

CABEÇALHO SERÁ O MESMO DO MODELO DE CARTA ESCOLHIDO ANTERIORMENTE

Oggetto: Conferma la ricevuta della richiesta di ricerca genealogica

Gentile Sig. SOBRENOME E NOME DO FUNCIONARIO RESPONSAVEL OU PADRE

Sono SEU NOME e ho cominciato una ricerca sull‟origine della mia famiglia. Il giorno DATA DE ENVIO DA PRIMEIRA SOLICITAÇAO vi ho inviato una richiesta di ricerca genealogica sul mio antenato NOME DO ANTEPASSADO.

Fin‟ora non ho ricevuto un vostro riscontro, perciòvi scrivo.

Vorrei gentilmente richiedervi se avete ricevuto la mia richiesta di ricerca genealogica e nel caso aveste già trovato la documentazione vorrei richiedervi di addebitarmi le eventuali spese di invio.

Questi documenti mi sono stati richiesti dal Consolato Italiano in Brasile e mi èstato informato di rivolgermi a Lei per poter disporre di essa.

Vi ringrazio in anticipo per la vostra gentilezza e premura.

43

Distinti saluti,

SEU NOME COMPLETO

SEU TELEFONE E ENDEREÇO COMPLETOS

Modelo de carta em italiano para agradecer

O CABEÇALHO SERÁ O MESMO DO MODELO DE CARTA ESCOLHIDO ANTERIORMENTE

Oggetto: Conferma la ricevuta della richiesta di ricerca genealogica

Gentile Sig. SOBRENOME E NOME DO FUNCIONARIO RESPONSAVEL OU PADRE

La ringrazio per la sua gentile risposta. Lei mi ha fornito delle informazioni importantissime e oggi conosco un po di più sull‟origine della mia famiglia.

Grazie mille!

Distinti saluti,

SEU NOME COMPLETO

SEU TELEFONE E ENDEREÇO COMPLETOS

Ao mesmo tempo em que você faz a busca pelos documentos na Itália e no Brasil você vai precisar

providenciar a Certidão Negativa de Naturalização. Veja como conseguir este documento:

3.3.9

A

Certidão

Negativa

de

Naturalização

(CNN)

Com a certidão de nascimento de seu antepassado em mãos, você poderá solicitar outra

certidão necessária ao processo, a Certidão Negativa ou Positiva de Naturalização (mais

conhecida como CNN).

Este documento deverá ser requerido junto ao Ministério da Justiça e se torna necessário para

poder determinar se seu antepassado italiano se naturalizou ou não. O pedido do documento é

gratuito e poderá ser feito pela internet através do site do Ministério da Justiça, você pode ter

acesso direto a página de requisição clicando aqui

Veja

Naturalização

logo

abaixo

algumas

considerações

iimportantes

sobre

a

Certidão

Negativa

de

o

A CNN deverá conter todas as variações que o nome de seu antepassado sofreu no Brasil. No

próprio site onde fazer a requisição do documento existe um campo onde será possível incluir as variações presentes nas certidões brasileiras.

o

O documento deverá ser autenticado online, isso é possível através do próprio site onde o

documento ésolicitado.

44

Dú vidas e soluções

3.3.10 O que fazer se o antepassado italiano se naturalizou brasileiro?

Alguns imigrantes italianos optaram por se naturalizar brasileiros, o que acabou dificultando o

reconhecimento da cidadania italiana para seus descendentes. Além é claro de motivações como

amor ao

Brasil

naturalização?

e uma maior facilidade

para trabalhar,

por quê os imigrantes optaram pela

A maior parte dos pedidos de naturalização ocorreu durante os anos da segunda guerra mundial,

quando muitos imigrantes de italianos sofreu discriminações pelo fato de a Itália ter sido aliada da

Alemanha nazista durante a guerra.

Mesmo dificultando a sua possibilidade de obter a cidadania italiana, a naturalização não elimina as

suas chances por completo:

os descendentes diretos de naturalizados têm direito àcidadania italiana e a transmitir o direito aos

seus descendentes somente se tiverem nascido antes da data de naturalização.

Para descobrir se seu antepassado italiano se naturalizou brasileiro ou não seránecessário enviar

uma requisição ao Ministério da Justiça para obter a certidão negativa ou positiva de naturalização.

Para saber todos os detalhes sobre este documento por gentileza clique aqui

Se vocêpossui dúvidas talvez a forma mais fácil de poder obter informações seja fazendo parte de

nossa comunidade, onde vocêpoderáfazer amigos e trocar informações gratuitamente com pessoas

que como vocêestão iniciando o processo. O cadastro érápido e gratuito, inicie agora mesmo

45

3.3.11 O que fazer se não ocorreu o casamento civil de pais, avó s, bisavós e você não pode dispor da certidão de casamento?

Não são raros os casos em que o requerente a cidadania italiana descobre que alguém na sua

linha de ascendência nunca se casou no civil, ou mesmo atualmente éfácil encontrar pessoas filhas

de pais não

casados. Quando o filho ou filha do casal nasceu, quem foi o declarante da certidão?

O caso de filhos nascidos de união não matrimonial (entre conviventes) são definidos pela lei

italiana como filiação naturale isso não atrapalha o processo de cidadania italiana desde que o

declarante da certidão seja o genitor que transmite o direito a cidadania italiana.

Por exemplo, se seus pais não forem casados e for seu pai aquele que lhe transmite o direito à

cidadania italiana então éimportante que na sua certidão de nascimento esteja presente esta

informação, ou seja, declarante: O PAI. Da mesma forma, se éa sua mãe aquela que transmite o

direito àcidadania italiana

ela deve constar como declarante na sua certidão de nascimento.

Caso o pai ou a mãe não constem como declarante na certidão de nascimento do interessado,

é necessário apresentar uma Escritura Pública Declaratória de reconhecimento de

paternidade/maternidade emitida em tabelionato.Ou seja, seu pai ou sua mãe teráque ir até

um cartório e solicitar uma Escritura Pública de Reconhecimento de Maternidade.

Caso a declaração de reconhecimento seja do pai ou da mãe que transmite a cidadania italiana e seja feita quando o filho completou a maior idade, este possui o prazo de um ano do reconhecimento feito pelo

pai ou pela mãe para requerer sua cidadania italiana, caso contrário perderá o direito. Os filhos com 16

anos ou mais deverão comparecer como anuentes no ato do reconhecimento em tabelionato.

Mas como fica o caso dos antepassados que não podem mais serem reconhecidos pelos pais?

Se o genitor que transmite o direito a cidadania italiana não aparece como declarante na nossa certidão

de nascimento geralmente éfácil de realizar o procedimento necessário, mas pela linha natural da vida

algumas vezes nossos antepassados não estão mais em vida para reconhecer o filho, por exemplo

imagine que seus avós não são mais vivos e nunca foram casados ou declarantes da certidão de seu

pai

ou mãe.

46

Se este éo seu caso então infelizmente vocênão tem direito àcidadania italiana, pois ao não

reconhecer oficialmente o próprio filho ou filha o antepassado não passou o direito de cidadania italian

ao seu descendente.

a

A

lei italiana autoriza o reconhecimento tardio através de exames de DNA que comprovem o parentesco,

o

que poderia vir a ser uma luz no fim do túnel para quem vive a situação precedente. Uma análise mais

objetiva contudo deve ter em consideração o fato de o êxito de tal processo ser duvidoso, além de

gastar muito dinherio e provavelmente precisar esperar muitos anos por uma resposta.

3.3.12 O que fazer se as certidões são inexistentes?

No caso de vocêter estar procurando uma certidão e pareça não existir modo de encontrar o

registro tenha atenção: ele pode realmente não existir. Mas caso a certidão não exista, o que fazer?

A primeira coisa a ser feita éuma busca em todos os serviços registrais, eclesiásticos e cemitérios

vizinhos ao local do fato (nascimento casamento ou óbito). Não constando nada sobre o registro, você

deve solicitar negativas por escrito, contendo o nome (com suas variações de tradução e grafia), filiação,

data e local do acontecimento.

Algumas vezes como que por milagre éexatamente no momento de fornecer a negativa que o cartório

acaba encontrando o documento. Se mesmo assim o documento não for encontrado, obtidas as

certidões

negativas em todos os registros, paróquias e cemitérios das redondezas ou então obtida uma certidão de queima ou extravio (lhe seráfornecida no caso for descoberto que os registros de uma das possíveis localidades foram perdidos durante uma calamidade como por exemplo um incêndio, inundação ou mesmo guerra), pode-se então, através de uma reconstrução mediante prova documental, refazer o assento inexistente ou extraviado.

Também constituem prova documental fotos de lápides, impressos e publicações sobre o

nascimento, casamento ou óbito e outros documentos, de qualquer natureza, onde estejam

declarados os dados referentes aos mesmos. Então, devidamente documentados, podemos partir

para a hipótese de restauração ou suprimento de registro civil.

A restauração do registro será autorizada em 2 casos:

comprovação da inexistência do registro (neste caso suprem-se os registros de nascimento e óbito)

comprovação do extravio ou inutilização do registo causados por incêndio, inundação, guerra ou

outra calamidade como tal reconhecida (neste caso restauram-se os registros de nascimento,

casamento e óbito)

47

Para requerer a restauração ou suprimento de um assento deve-se em primeiro lugar demonstrar documentalmente (fazendo uso das negativas obtidas) que o mesmo não foi feito ou, se feito, que foi extraviado ou inutilizado por ocasião de uma calamidade.

Os pedidos de restauração ou suprimento de assentamentos no Registro Civil serão processados judicialmente, na forma legal, e se farão através de mandado que indique com precisão os fatos ou circunstâncias que deverão ser objeto de novo assentamento. Tendo juiz pronunciado sentença favorável ao pedido serão emitidos mandados de averbação que deverão ser levados aos cartórios competentes e assim poderão ser feitos os assentos e emitidas novas certidões.

3.3.13 Verificação e se necessário correção de erros em certidõ es

Revise com muita atenção os nomes, sobrenomes, datas e locais de nascimento em todas as certidões exigidas pelo consulado, desde o seu antepassado italiano até você. As certidões não podem apresentar contradições entre si pois isso poderia criar dúvidas sobre a identidade dos titulares dos documentos inviabilizando o processo. o Dependendo da gravidade dos erros

processo de retificação judicial de certidões, algo

que éfeito através de um advogado.

em suas certidões

será necessário

fazer

um

Erros em datas e locais de nascimento são considerados erros graves, veja:

3.3.14 Quando retificar e quando não retificar suas certidõ es?

Algo muito comum entre os descendentes de origem italiana épossuir o próprio sobrenome com uma pequena variação em relação ao sobrenome original, o que acaba criando uma diferença entre o sobrenome do requerente àcidadania italiana e o sobrenome original do antepassado italiano.

Esta mudança na grafia do nome, em alguns casos, pode atrapalhar o seu processo de cidadania italiana pois dependendo do tipo de variação que o seu sobrenome sofreu pode ter sido criada uma dúvida sobre a identidade do titular da certidão, ficando difícil determinar se uma pessoa era realmente o seu ascendente ou não.

48

confira algumas variaçõ es frequentes de nomes de italianos que encontramos nas certidõ es e

para

processos no Brasil

que

não

necessitam

de

retificação

Logo abaixo vocêconfere um elenco em ordem alfabética de possíveis variações de nomes de nossos antepassados italianos. Não esqueça que era comum ter o nome traduzido para o português no momento de fazer registros.

traduzido para o português no momento de fazer registros. Ter o nome ou sobrenome traduzido para

Ter o nome ou sobrenome traduzido para o português geralmente não afeta o processo de cidadania italiana. Entretanto se os erros podem trazer dúvidas quanto a identidade de nossos antepassados as certidões deverão ser retificados através de uma ação judicial, o que pode consumir tempo e dinheiro.

Elenco de nomes em ordem alfabética

A

Adamo - Adão Adele - Adeles Adelino - variações constantes para Avelino

Adelmo - Delmo Adolfo - Adolpho - Rodolfo Agenore - Agenor Agostino - Agostinho ou Augusto Alberico - Alderico Alceo - Alceu Alcino - Alcindo Alessandro - Alexandre ou Alecsandro Alessio - Alex Almerigo - Américo Ambrogio - Ambrósio Amedeo - Amadeo, Amadeu, Amadeus Amerigo - Américo Amilcare - Amílcar Andrea - André Angelo - Angelin Angelino Angiolo Angiolino

49

Annibale - Aníbal Haníbal Antonella/o - Antonelo Lello Antonia/o - Apollinare - Apolinário Archimede - Arquimedes Aristide - Aristides Arturo - Artur Arthur Arthuro Attila - Átila Attilio - Atílio Aureliano - Aurelio - Aurélio

B

Baldassarre - Baltasar Baltazar Balthasar Balthazar Baldovino - Balduíno Bartolo Bortolo Bartolomeo - Bartolomeu Bartholomeu Bortolomeo Battista - Baptista Batista Benedetto - Benedito Benedeto Bento Beniamino - Benjamin Beijamin Benigno - Benvenuto - Benevenuto Bernardo - Bernardino Nino Brigida - Brigitta - Bruno -

C

Camillo - Camilo Candido - Carlo - Carlos Carlotta - Carla Carmelo - Carmine - Casimiro - Casemiro Catterino - Catarino Catharino Catterina - Catterina Cattina Catharina Catarina Celeste - Cesare - Cesario César Cézar Chiara - Clara Costante - Costanzo Constante Constantino Cristoforo - Cristovão

D

Daniele - Daniel Davide - Davi David Decimo - Diogene Diógenes Diomede Diomédes Dionigi Dionísio Domenico - Domingos Doroteo Dorotéu Dorothéu Duilio - Duvilio

E

Edgardo - Edgar Edmondo - Edmundo Edoardo - Eduardo Edvige - Edviges Elio - Hélio Emanuele - Emanuel Manuel Emilio - Emiliano Enrico - Henrique Enzo Ercolano - Herculano Erculano

51

Ercole - Hércules Ércules Ettore - Heitor Euclide - Euclídes Eugenio Ezechiele - Esequiel Ezio

F

Fabrizio - Fabrício Fausto Fedele Federico - Frederico Felice - Feliciano - Feliz Félix Ferdinando - Fernando Filippo - Felipe Filipe Felipo Fortunato - Francesco - Francisco Cesco

G

Gabriele - Gabriel Gaetano - Caetano Gaspare - Gaspar Gastone - Gastão Gedeone - Gideão Genoveffa - Genoveva Gentile Gentil Geremia - Jeremias Gerolamo - Girolamo Geronimo - Jeronimo Giacobbe - JacóJacob Jacobe Giacomo - JacóJacob Jacobe Giambattista - Gio Batta - João Batista João Baptista Giobatta Giovanni Battista Gianbattista - João Batista João Baptista Giobatta Giovanni Battista Gilberto Gino - Dino Gioacchino - Joaquim Giona - Jonas

52

Gionata - Jonatas Giorgio - Jorge Giosuè- Giosuele - Josué Giovanni - João nino Girardo Girolamo Giulio - Júlio Giuliano - Juliano Giuseppe - JoséBeppe Beppino Nino Giuseppina - Josefina - Josephina Beppina Pina Gottardo Graziano - Graciano Gregorio - Guerrino - Guerino Gerino Guglielmo - Guilherme Guido

I

Iacopo - Jacó Jacob Jacobe Iacopone - JacóJacob Jacobe Ignazio - Inácio Ignácio Ilario Innocente - Inocente Innocenzo - Inocêncio Ippocrate - Hipocrátes Ippolito - Hipólito Ireneo Irineu

L

Leonardo Libero Lodovico - Ludovico Lorenzo - Lourenço Lucio - Lúcio Ludovico - Ludovico Luigi - Luís Luíz Luigino Gino

M

Manuele Manuel Emanuel Marcello - Marcelo Marciano Marco - Marcos Martino - Martin Martinho Marzio - Márcio Massimo Máximo Massimiliano - Maximiliano Matteo - Mateus Mtheus Mattia - Matias Mathias Maurizio - Maurício Mauro Michelangelo - Miguel Angelo Michele - Miguel Mosè - Moisés

N

Napoleone - Napoleão Narciso Natale - Natal - Natalino Nestore - Nestor Nico - Nicola Nicolau Nicolas Nicolino Nino - É nome próprio ou diminutivo de outros

O

Oliviero - Oliver Olivio Onofrio - Onófre Orazio - Horácio Orácio Oreste - Orestes Orlando Oscar Osvaldo

Otello - Otelo Ottaviano - Ottavio - Otávio Octávio

P

Pantaleone - Pantaleão Paolo - Paulo Paulino Paride - Páris Pasquale - Pasqual Paschoale Paschoal Paschoalino Patrizio - Patrício Pietro - Piero - Pier - Pedro Pio Ponziano - Ponciano Ponzio - Poncio Porfirio Prassede - Praxedes Procopio Prospero

R

Raffaele - Rafael Raimondo - Raimundo Rainaldo - Reinaldo Ramiro Reginaldo Renato Renzo Riccardo - Ricardo Roberto Rocco - Roque Rodolfo Romeo - Romeu Romero Romolo - Romulo

S

Salvatore - Salvo - Salvador Samuele - Samuel Sandro Sansone - Sansão Sebastiano - Sebastião Secondiano - Secondo - Segundo Senofonte - Xenofontes Serafino - Serafim Sergio Severino - Zeferino Silvano Silvestro - Silvestre Silvio Simeone - Simão Simone - Simão Siro - Ciro Socrate - Sócrates Spartaco - Espartacos Stanislao - Estanislau Stefano - Estevão

T

Tancredi - Tancredo Tarcisio Tarso Temistocle Teobaldo Teodoro Teodosio Timoteo Tiziano - Ticiano Tobia - Tobias Tommaso - Tomás Thomás Tomaz Thomaz Tranquillo - Tranquilo Tulliano - Tullio - Túlio

U

Uberto - Umberto Humberto Ugo - Hugo Ugolino - Hugolino Hugo Ulderico - Alberico Alderico Ulisse - Ulisses Umberto - Humberto

V

Valente - Valentino - Valentim Valeriano Valerio Valério Valerico Valter - Walter Vasco Venanzio - Venâncio Venceslao - Wenceslau Venerando Venerio Vespasiano Vincenzo - Vicente Vicenzo Virgilio - Vergilio Virginio - Verginio Vitale - Vital Vidal Vito - Vitor Victor Vittore - Vitor Victor Vittorio - Vitório Vladimiro - Vladimir

Z

Zaccaria - Zacarias

Os consulados italianos no Brasil adotam o seguinte princípio: se o sobrenome sofreu uma pequena modificação que não cria nenhuma dúvida em determinar a linha de descendência, a retificação não énecessária.

57

Infelizmente, talvez pela precariedade dos registros feitos em cartório no passado, muitas certidões

possuem também erros em datas e locais de nascimento. Quando o caso éeste a retificação se faz

necessária pois o processo de cidadania italiana com certidões erradas não seráaceito nem pelo

consulado italiano e nem pelo comune na Itália caso seja sua decisão fazer o requerimento na Itália.

Preparamos alguns exemplos que podem ajudar vocêa entender se você precisaráou não retificar as

suas certidões.

NÃO É NECESSÁRIO RETIFICAR A CERTIDÃO

o

Se a sua certidão possui erros na grafia, tradução e alteração de nomes e sobrenomes que não os

transformam completamente Ex.: Giovanni Baptista Tedesche na Itália virou Giovane Batista Todesque no Brasil.

o

Quando falta na certidão o segundo nome do antepassado: Ex.: Giovanni Baptista Tedesche na Itália virou Giovanni Tedesque no Brasil, sem o segundo nome Baptista.

o

Quando existe uma alteração na ordem do sobrenome do antepassado.Ex. Giovanni Baptista Tedesche na Itália virou Tedesque Giovanni Baptista no Brasil.

QUANDO É NECESSÁRIO RETIFICAR A CERTIDÃO

Quando na certidão falta o primeiro nome do antepassado. Ex.: Giovanni Baptista Tedesche na Itália

virou Baptista Tedesche no Brasil.

Quando houve uma alteração na ordem dos nomes próprios Ex.: Giovanni Baptista Tedesche na Itália virou Baptista Giovanni Tedesche no Brasil.

Se as suas certidões possuem erros em datas ou locais de nascimento

3.3.15 Como corrigir as certidõ es do processo de cidadania italiana com ou sem advogado

Se as suas certidões possuem erros em datas ou locais de nascimento, a retificação é obrigatória e

necessária para não inviabilizar o seu processo de cidadania italiana. A solução serácontratar um

advogado de sua confiança para fazer um processo de averbação de certidões que se dáportanto

através de uma ação judicial.

Existe também no Brasil uma forma de evitar a retificação dos documentos através de um advogado, ou

seja, ao invés de realizar o procedimento de retificação por via judicial é possível realizar a correção do

erros por via administrativa, mas apenas nos casos de erros óbvios e simples.

58

Segundo o artigo 110 da LRP, em alguns casos épossível fazer a retificação por via administrativa através de uma petição assinada pelo interessado endereçada diretamente ao cartório onde o registro foi lavrado. Entretanto como dissemos anteriormente isto serápossível somente no caso de erros evidentes, como por exemplo nos casos de mudança da grafia de nomes que não altera a pronúncia. Este procedimento não tem efeitos automáticos, será necessário esperar pela manifestação do MInistério Público.

Para aqueles que desejam fazer o seu pedido de cidadania italiana diretamente na Itália sem assessoria este manual aconselha fortemente a consultar o Comune para saber se os documentos serão aceitos sem a retificação, mesmo no caso de erros de grafia de sobrenomes.

3.3.16 Tradução dos documentos para a língua italiana

Com todos os documentos corretos em mãos o passo seguinte é a tradução dos documentos, procedimento obrigatório para concluir com sucesso o seu processo de cidadania italiana. Os documentos a serem traduzidos são as certidões de nascimento, casamento, óbito e a CNN. As certidões italianas já se encontram em italiano.

A

tradução para a língua italiana poderá

ser feita por um tradutor juramentado ou

mesmo em

um

patronato italiano.

Uma dica é procurar pelo Patronato italiano mais

menor. Para facilitar nas próximas páginas disponibilizamos aos nossos leitores um elenco completo

de tradutores juramentados e patronatos italianos pelo Brasil que são mais econômicos, verifique a área

Endereços úteis no final deste livro.

próximo de sua residência já que o preço é

3.3.17 Reconhecimento de firmas

Depois que você conferiu muito bem as suas certidões e se necessário corrigiu os erros através de um processo de retificação judicial vocêpoderáiniciar o procedimento de reconhecimento de firmas.

Reconhecer firmas é o processo pelo qual um Cartório de Ofícios e Notas ou um Notário Público reconhece, por autenticidade ou semelhança, a assinatura do responsável pela emissão de um documento.

A maior parte dos Consulados Italianos no Brasil exigem a legalização em uma representação do Ministério das Relações Exteriores (MRE) e não através de Ofício de Notas. A legalização por parte do Ministério das Relações Exteriores no Brasil é o reconhecimento de assinatura aposta em documento emitido ou reconhecido em Cartório brasileiro.

Para conferir se em seu caso énecessária a legalização do Ofício de Notas ou do MRE o ideal éque você visite o site do consulado italiano ou embaixada italiana responsável por receber o seu processo e verifique a página sobre cidadania italiana. Ali você encontra sempre um texto básico porém atualizado sobre a regra vigente.

59

Todos estes cuidados são tomados para evitar fraudes em certidões. Vale lembrar que as

certidões italianas (nascimento e se houver casamento do antepassado na Itália) não passam

por nenhum procedimento no Brasil e devem chegar da Itália já prontas para serem utilizadas

no processo de

cidadania

italiana.

3.3.18 Apresentar os documentos junto ao Consulado Italiano ou legalizá-los

Depois de preparar os documentos você poderá apresentá-los ao Consulado Italiano para solicitar o

reconhecimento de sua cidadania italiana. Existe uma fila muito grande, seja para apresentar os

documentos que para ter o direito reconhecido. Estamos falando de muitos anos, para o

Consulado Italiano de São Paulo a estimativa é de 20 anos.

Se você decidir requerer o seu pedido na Itália você deverá legalizar os documentos no

Consulado Italiano de sua jurisdição.

No site do prórpio consulado existe um link para agendar um horário porém o procedimento em si foi

terceirizado e atualmente éadministrado por uma empresa contratada pelo consulado.

Para conseguir legalizar os documentos siga as informações presentes aqui nesta página

verifique as diferentes opções presentes na página indicada:

Reconhecimento de cidadania por descendência é para quem deseja fazer o processo de cidadania

italiana através do consulado italiano, já Legalização de documentos para cidadania italina é para

quem deseja fazer o pedido pela Itália.

Se você for fazer o pedido pelo Brasil você irá preencher uma ficha de cadastro, já se você vai fazer seu

pedido pela Itália então no dia marcado traga sua documentação completa para receber o carimbo da

legalização consular. Somente depois de passar por esta etapa seus documentos estarão prontos para

serem utilizados na Itália.

60

CIDADANIA ITALIANA NA ITÁ LIA

4.1 Lista dos documentos corretos para fazer a cidadania italiana na Itália

Se vocêdecidir vir atéa Itália para fazer o seu pedido de cidadania italiana diretamente no Comune então

émelhor ter certeza de estar trazendo consigo a documentação correta.

Se os documentos estão incompletos ou apresentam erros talvez o seu sonho de conseguir a cidadania

italiana rapidamente na Itália pode acabar se tornando um pesadelo, com perda de tempo e de dinheiro.

Mesmo com os documentos completos em mãos aconselhamos nossos leitores a realizarem uma consulta prévia junto ao comune.

Apesar da clareza do texto da Circular K28 que especifica os documentos necessários para quem

pretende fazer o pedido de cidadania italiana na Itália, a verdade éque alguns Comuni na Itália são

mais exigentes que outros, solicitando ceridões de óbito, comprovantes de seu estado civil, entre

outros.

Siga atentamente o que diz a Circolare K28 , retifique todos os erros de suas certidões e não esqueça

de legalizar os documentos no consulado italiano de sua jurisdição. Vamos analisar diretamente o texto da lei italiana para ter certeza sobre quais documentos são necessários ao processo. Conforme a Circular K28 os documentos corretos para fazer o processo são:

Elenco de documentos para fazer a cidadania italiana na Itália

Certidão de Nascimento estratto dell'atto di nascita do antepassado italiano, enviado pelo comune italiano de sua origem ou battesimo com a devida autenticação da Curia Vescovile

Certidões de nascimento, com as respectivas traduções juramentadas em italiano de todos os

descendentes do italiano, em linha reta, inclusive do solicitante. Atenção: as certidões devem ser de inteiro teor, com todos os erros em datas e locais de nascimento retificados. Em caso de variação de nome que possa trazer dúvida quanto a identidade do titular da certidão mesmo os nomes devem ser retificados.

Certidão de casamento do italiano com tradução em italiano (se ele tenha se casou na Itália o documento correto éo estratto dell'atto di matrimonio e a Certidão de óbito se jáfalecido). Veja bem: a

61

Certidão de óbito énecessária somente se o Italiano nasceu depois de 17/03/1861 - só o óbito do Italiano, dos demais na linha de descendência ésempre necessário apresentar;

Certidões de casamento de todos os descendentes em linha reta do antepassado, inclusive a sua se

vocêfor casado(a); Se vocêésolteiro então émelhor ir ao cartório em que vocêfoi registrado acompanhado de duas testemunhas (não podem ser seus familiares) e que possam atestar que vocêé solteiro. Solicite uma "Escritura publica declaratória". Nela vai constar que não háaverbações de casamento na sua certidão de nascimento. Reconheça a firma do escrevente no tabelionato. Alguns comuni exigem este documento, outros não. Onde trabalhamos o documento não é exigido.

Certidão Negativa de Naturalização do antepassado italiano com as devidas variações do nome se existentes e com a autenticação do MJ

Todas as certidões brasileiras devem estar devidamente legalizadas pela autoridade italiana competente por sua jurisdição no Brasil (o Consulado Italiano ou a Embaixada da Itália)

Certificato Di Non Rinuncia ("dichiarazione di non rinuncia alla cittadinanza italiana" ou "dichiarazione di

mancata rinuncia alla cittadinanza italiana") - compete ao Comune em que vocêdeu entrada no pedido de cidadania italiana a responsabilidade de solicitar ao consulado italiano no Brasil este documento. Através deste épossível comprovar que nem vocênem qualquer um de seus ascendentes renunciou à cidadania italiana nos termos do art. 7 della legge 13 giugno 1912, n. 555 e também o art. 11 legge 5 febbraio 1992, n.91 per il periodo di residenza all-estero sucesivo al 15 agosto 1992

O comune iráexigir o Certificato di residenza - inscrição anagrafica, ou seja, a comprovação de que

vocêéresidente no Comune italiano. Vocêteráeste documento quando concluir o procedimento de residência junto ao Comune.

Estes são os documentos que vocêdeve obrigatoriamente ter consigo para realizar o processo de

cidadania italiana na Itália. Após fazer seu pedido de residência e dar entrada em seu processo de

cidadania italiana no Comune, o funcionário vai analisar a sua documentação e dar inínicio ao

procedimento.

Na Itália não são exigidas as certidões de óbito mas o problema éque no Brasil alguns consulados

italianos podem se negar a legalizar os documentos antes de sua viagem se não existir o óbito. Na dúvida

entre em contato com o consulado italiano.

4.2 Conselhos úteis antes de viajar para a Itália para o reconhecimento da cidadania italiana

Faça seu planejamento baseado em informações corretas e atualizadas, muitas vezes um pequeno detalhe pode representar a diferença entre o sucesso ou fracasso de seus objetivos.

grande diferença para aqueles que desejam economizar tempo e dinheiro na conclusão de seu

processo!

.

Não esqueça que saber um pouco de italiano ajuda bastante em todos os momentos do processo, portanto procure um curso na sua cidade ou visite na internet algum curso de italiano gratuito

Faça uma consulta junto ao Comune para saber se seus documentos estão corretos ( especialmente se vocênão retificou erros em nomes de certidões ).

Antes de viajar faça cópias de todos os seus documentos! Tire uma outra via da sua certidão de nascimento e reconheça a firma do escrevente no tabelião.

Solicite ao cartório uma declaração do seu estado civil e depois faça a tradução através de um tradutor juramentado e reconheça a firma. Na Itália, para quem se declara solteiro existem casos de alguns Comuni que no final do processo requerem este documento.

Tenha sempre consigo as leis sobre cidadania italiana e estude-as muito bem antes de viajar, algumas vezes serápreciso mostrar as leis aos funcionários dos comunes caso exista algum problema

Peça um cartão de crédito internacional e tenha consigo além de um pouco de dinheiro alguns traveller cheques. Os funcionários da imigração italiana geralmente insistem em saber se vocêpossui os meios econômicos para se manter. Possuir também um cartão adicional ésempre bom.

Se ao chegar na Itália vocêdeve ainda procurar uma casa para morar então faça a reserva em um hotel ou albergue da juventude econômicos e não esqueça de imprimir o comprovante de sua reserva!

Antes de alugar um apartamento confira se o número máximo de inscrições anagraficas não foi atingido

para aquele imóvel. Caso isso tenha ocorrido vocênão poderáfazer a residência e precisaráencontrar novo apartamento, perdendo muito dinherio.

Planeje bem os seus gastos: não esqueça que na Itália no momento de alugar um imóvel éprática

comum pedir como "cauzione" 3 meses de aluguel antecipados. O valor do aluguel mensal de um apartamento de 2 quartos gira em torno de 500 euros em comunes pequenos.

Enquanto vocêaguarda a conclusão do processo não épermitido trabalhar legalmente na Itália, apesar da prática de trabalhos informais ser bastante comum.

Faça um seguro saúde. Informe-se sobre o convênio existente entre o Brasil e a Itália (mais informações logo adiante)

Durante todas as fases do processo de cidadania italiana na Itália consulte sempre as informações aqui para ter em mente quais os próximos passos a seguir.

4.3 Assistência médica na Itália durante o seu pedido de cidadania italiana

Se você está pensando em viajar para a Itália para fazer o seu pedido de cidadania italiana diretamente

no comune, ou seja passar cerca de 3 meses na Itália, éimportante pensar em uma forma de assistência

63

sanitária no caso de vocêprecisar de um hospital. Vocêpode comprar uma assistência médica facilmente

em uma agência de viagens, que poderálhe oferecer diferentes tipos de coberturas médicas e preços.

Contudo, uma dica importante éque os cidadãos brasileiros com permanência breve na Itália, por

motivo de turismo, estudo, trabalho ou mesmo para aqueles que viajam para fazer o pedido de

dupla cidadania italiana na Itália, podem usufruir de assistência médico-hospitalar italiana, se

contribuintes ou beneficiários do INSS

Isso épossível em virtude de acordo previdenciário assinado pelo Brasil e pela Itália, em 30 de janeiro de 1974, Aplicação do Protocolo Adicional ao Acordo de Migração, em Brasília - DF.

Se vocêquiser usufruir deste serviço gratuito é necessário trazer do Brasil o formulário IB-2, que éobtido

no posto autorizado do INSS brasileiro. É possível, também, inscrever-se no INSS na qualidade de

contribuinte autônomo no Brasil para posteriormente, após três meses de carência, usufruir de assistência

médico-hospitalar na Itália, sempre mediante a obtenção do denominadoformulário IB-2 ou Certificado de

Direito a Assistência Médica (CDAM) no Posto autorizado do INSS brasileiro.

De posse do Formulário IB-2, o ciddão brasileiro que estána Itália deverádirigir-se àASL - Azienda

Sanitaria Locale da jurisdição competente do bairro ou quartiere em que reside para a aposição de

carimbos no documento original brasileiro, registro em computador, expedição de formulários especiais

para receitas médicas, pedidos de exames clínicos e internamentos caso sejam necessários.

Lembramos que podem usufruir de assistência médico-hospitalar na Itália também os brasileiros

residentes em território italiano, com "permesso di soggiorno" com validade mínima de um ano,

que se inscreveram no Serviço Sanitário Nacional italiano, o qual garante assistência médica

O inscrito terá direito a uma carteira (libretto ou tessera sanitaria), indispensável à escolha do médico de

família, aos tratamentos, aos exames clínicos, aos pagamento parcial de medicamentos (tickets),

aos internamentos hospitalares, etc. Após conseguir a cidadania italiana e fazer a sua tessera sanitaria,

você poderá usufruir gratuitamente dos serviços do medico di famiglia, que geralmente é um

médico que possui um consultório próximo àsua residência na Itália.

Em possesso da tessera sanitaria se você não se sentir bem você poderá procurá-lo gratuitamente

para uma consulta e, no caso seja necessário, ele lhe encaminhará para um hospital ou um

especialista na área de seu interesse. Diferentemente do Brasil, na Itália as pessoas procuram os

hospitais para atendimento apenas no caso de emergências ou somente após uma pré-avaliação do

médico de base.

64

4.4 Custo de vida na Itália

A vida na Itália com certeza não é barata. Mesmo ganhando em euros, uma típica família de classe média

italiana precisa economizar para poder manter as despesas dentro do orçamento familiar. Se você ganha em reais e precisa gastar seu dinherio na Itália então prepare-se para o choque ao fazer a conversão de

preços! Podemos citar como os grandes vilões do custo de vida na Itália os preços da alimentação e da

moradia. Especialmente nas cidades turísticas, o valor destes ítens pode ser extremamente alto.

Alugar um apartamento pequeno no centro de Roma pode ser um luxo reservado à poucos endinheirados,

dispostos talvez a gastar 2000 euros para apreciarem de suas janelas o sol que ilumina o Coliseu.

Para uma análise um pouco mais realista do custo de vida na Itália vamos usar como exemplo uma cidade de tamanho médio, localizada no norte da Itália.

O sul da Itália oferece um custo de vida inferior em relação ao norte do país mas, infelizmente, além da

oferta de trabalho ser menor os salários também são mais baixos: se um trabalhador de classe média

recebe cerca de 1100 euros por mês na região norte, na região sul da Itália este valor pode ser até 30 %

menor.

O aluguel de um apartamento de 2 quartos em um bom quartiere da cidade geralmente fica na faixa de

600 euros por mês. Na Itália o valor do aluguel é sempre adiantado e deve ser feito um depósito de garantia no valor de 3 meses do aluguel antes de poder ocupar o imóvel. Este valor fica retido até

que vocêdeixe o imóvel e lhe serárestituito integralmente caso o apartamento não tenha sofrido danos.

Contas de luz, água e gás geralmente consomem 150 euros do orçamento familiar, valor que pode ser superior nos meses de inverno. Para despesas de telefone e de internet existem algumas companhias

que oferecem planos de ligações locais gratuitas e internet por cerca de 50 euros.

Ligações de celular na Itália são mais econômicas que no Brasil! o valor do minuto de ligação de

um celular para outro celular geralmente custa 7 centavos de euro e celulares de cartão são amplamente utilizados pelos italianos. Com 5 euros você pode comprar um chip de telefone, ou

mesmo recarregar seus créditos.

4.5 Alguns pequenos luxos

Muitas despesas estão longe de serem econômicas : refeições em restaurantes são caríssimas, e pelo menos quando se trata de carne não adianta nem mesmo tentar economizar preparando em casa,

pois o valor do produto no supermercado é alto. Quando os italianos saem juntos para jantar a coisa

65

geralmente acaba em pizza : muitas pizzarias oferecem menus prontos, como coca-cola e pizza por 10 euros!

Os italianos têm o hábito de tomar o café da manhã no bar, com 2 euros você pode pedir o café da manhã típico: cappuccino e brioche per favore! Ah, mas tome seu café e coma sua brioche de pé, porque se vocêocupar uma mesa custa mais caro!

uma corrida rápida não sai por menos de 15 euros. Talvez o melhor seja

pegar um ônibus que custa algo como 1, 20 euro nas grandes cidades. Um carro não custa muito,

entre seguro e impostos você pode gastar cerca de 600 euros

por ano. A gasolina não é cara, mas ao viajar prefira um trem e se possívelregionale que é aquele que custa mais barato porque pára em tudo quanto é lugar! Mas isso já não é um problema tão grande assim, afinal a Itália élindíssima!

o problema são as taxas pra pagar

Pegar um taxi é melhor evitar

Logo abaixo vocêconfere a lista de preços de uma supermercado econômico no norte da Itália.

Preços de alguns produtos de limpeza e alimentação

Vassoura + pano de chão

4,81

Produto para limpar o chão 1 litro

0,99

Sabão para lavar roupas

3,14

Esponja para lavar louça Pacote com 3 peças

0,45

Detergente para lavar louça

0,48

Bombril (com sabão)

0,49

Papel higiênico embalagem com 12 rolos

1,56

Óleo de cozinha 1 litro

0,95

Água natural 1,5 litro

0,36

Pacote de massa de 1 kg

1,10

Leite desnatado em caixinha 1 litro

0,55

Lata de atum embalagem com 3 unides

0,91

Sal fino 1 kg

0,89

Suco de laranja 1,5 litro

0,99

Banana 1kg

2,40

Sucrilhos

3,39

Pão de forma para sanduíches

0,74

Margarina

1,23

Presunto 100 gr.

1,69

Biscoito 1kg

0,69

Yogurt embalagem 6 unidades

2,39

Açúcar 1 kg

0,70

66

Café1kg.

6,96

Ricota 100 gr

0,35

Cebola 1kg

0,82

Alho 3 cabeças:

1,32

Ovos caixa com 6 unidades:

0,67

Arroz 1kg

0,99

Feijão cozido 250gr

0,41

Maionese 500 gr.

0,89

Carne moída kg

4,25

Linguiça suína kg.

6,90

Peito de frango kg

5,90

Coxa de peru

2,90

Peito de peru

5,90

Salsicha 3 unid.

0,59

Oleo de Oliva 1 L

3,29

Nuggets de Frango congelado

3,13

4.6 Possibilidade de trabalhar durante o requerimento de cidadania italiana na Itália

Para quem veio até a Itália ter o direito àcidadania italiana reconhecido uma etapa natural do processo é

fazer um permesso, que lhe daráo direito de permanecer no páis enquanto vocêespera perlo

reconhecimento de sua cidadania italiana. Ou seja, aquele prazo inicial de 90 dias deixa de existir e, se

antes a resposta sobre a possibilidade de trabalhar ou não era evidente, a partir da nova situação

geralmente a dúvida aparece: afinal, épossível ou não trabalhar enquanto aguarda a conclusão do

processo de cidadania italiana na Itália?

Ao chegar na Itália e ter seu passaporte carimbado ou fazer a sua declaração de presença você

teráo direito de permanecer por 90 dias em território italiano. Se vocêveio àItália a turismo ou

mesmo para fazer o seu pedido de cidadania italiana a situação ésempre a mesma : não épossível

trabalhar legalmente no país enquanto a sua cidadania italiana não fica pronta.

Em um primerio momento a resposta àesta pergunta parece variar de província a província, dando a idéia de que no futuro talvez exista um orientamento diferente sobre a matéria, mas atualmente na

prática não se pode trabalhar.

67

No seu permesso di soggiorno in attesa di riconoscimento di cittadinanza italiana, ou seja, no visto que vocêsolicitou à Questurapara poder permancer na Itália enquanto aguarda pelo reconhecimento de sua cidadania italiana provavelmente vocêvai encontrar a frase divieto di lavoro, que em uma tradução para

o português poderia significar "proibido trabalhar".

Apesar disto, em algumas províncias a Questura pode emitir o permesso sem a frase divieto di lavoro, como no caso da