P. 1
A VÍRGULA E O QUE

A VÍRGULA E O QUE

5.0

|Views: 13.567|Likes:
Publicado porarnaldo

More info:

Published by: arnaldo on Feb 25, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/11/2013

pdf

text

original

A VÍRGULA E O “QUE”

No interior de uma frase, a colocação da vírgula – ou não – junto de “que” dá azo a algumas dúvidas, em boa parte devidas às diversas funções morfo-sintácticas que a palavra pode assumir. Vejamos apenas as duas ocorrências mais frequentes. Assim, quando o “que” é uma conjunção subordinativa completiva (dita também “integrante”), a menos que se intercale alguma expressão ou oração antes ou depois, a colocação da vírgula é uma incorrecção grave. Quando o “que” é um pronome relativo, se a oração introduzida pelo pronome for adjectiva restritiva, não se coloca qualquer vírgula; pelo contrário, se a oração for adjectiva explicativa, exige-se o emprego da vírgula, ou das vírgulas, no caso de esta oração estar intercalada. Seguem-se frases que apresentam a palavra “que” com diversas funções morfo-sintácticas e em diversos tipos de construção frásica, exigindo, ou não, o uso da vírgula ( que / ,que / que, / ,que, ). Coloca a(s) vírgula(s) estritamente necessária(s) à correcta pontuação das frases: 1. A Olga sugeriu, com uma ênfase que logo tomámos por uma ordem que todos deveriam colaborar no sarau da escola. 2. Só para os colegas não pensarem que estava amuado, o Heitor interveio logo em primeiro lugar. 3. A chuva foi tanta que ficámos totalmente encharcados. 4. Os alunos desta escola que é uma das mais modernas do país, têm computadores à disposição em todas as salas de aula. 5. Entre o senhor que se segue. 6. Só os alunos que reprovaram é que vão ter aulas de recuperação no mês de Julho. 7. Vou voltar para casa que se está a fazer tarde. 8. Os meus pais disseram-me que o meu tio Ramiro que é emigrante na Venezuela há muitos anos, vem este Verão passar férias a Portugal. 9. O grande obreiro da recuperação dos colegas foi o Jorge que para além de os ajudar nos intervalos, ainda lhes esclarecia as dúvidas através do correio electrónico.

10. A situação por que passámos foi tão absurda que ainda agora estamos incrédulos. 11. O presidente da empresa garantiu-nos que bem vistas as coisas, todos os trabalhadores serão necessários.
12. Para o mês que vem, veremos que género de trabalhos teremos que fazer. 13. Resolvi não ir ao cinema com eles, visto que sempre que os convido para irem ao teatro comigo, eles nunca se mostram disponíveis. 14. Resolvi não ir ao cinema com eles, visto que eles também nunca aceitam o meu convite para irem ao teatro comigo. 15. No próximo Verão, conto visitar o México que é um país que sempre me suscitou imensa curiosidade. 16. O júri do concurso acabou por atribuir o prémio ao trabalho sobre a reciclagem que embora pouco inovador na apresentação, foi o que se apresentava mais bem estruturado sob o ponto de vista científico.

SOLUÇÕES
1. A Olga sugeriu, com uma ênfase que logo tomámos por uma ordem, que todos deveriam colaborar no sarau da escola. 2. Só para os colegas não pensarem que estava amuado, o Heitor interveio logo em primeiro lugar. 3. A chuva foi tanta que ficámos totalmente encharcados. 4. Os alunos desta escola, que é uma das mais modernas do país, têm computadores à disposição em todas as salas de aula. 5. Entre o senhor que se segue. 6. Só os alunos que reprovaram é que vão ter aulas de recuperação no mês de Julho. 7. Vou voltar para casa, que se está a fazer tarde. 8. Os meus pais disseram-me que o meu tio Ramiro, que é emigrante na Venezuela há muitos anos, vem este Verão passar férias a Portugal. 9. O grande obreiro da recuperação dos colegas foi o Jorge, que, para além de os ajudar nos intervalos, ainda lhes esclarecia as dúvidas através do correio electrónico.

10. A situação por que passámos foi tão absurda que ainda agora estamos incrédulos. 11. O presidente da empresa garantiu-nos que, bem vistas as coisas, todos os trabalhadores serão necessários.
12. Para o mês que vem, veremos que género de trabalhos teremos que fazer. 13. Resolvi não ir ao cinema com eles, visto que, sempre que os convido para irem ao teatro comigo, eles nunca se mostram disponíveis. 14. Resolvi não ir ao cinema com eles, visto que eles também nunca aceitam o meu convite para irem ao teatro comigo. 15. No próximo Verão, conto visitar o México, que é um país que sempre me suscitou imensa curiosidade. 16. O júri do concurso acabou por atribuir o prémio ao trabalho sobre a reciclagem , que, embora pouco inovador na apresentação, foi o que se apresentava mais bem estruturado sob o ponto de vista científico.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->