Você está na página 1de 10
Lips TO. ‘Basossaria ws CAMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL Gabinete do deputado Pedro Passe pt 7/2001 PROJETO DE LEI N° DE (Do Senhor Deputado PEDRO PASSOS - PMDB) fro @, j t _dnstieai a Politica de Medicamentos do Distrito Federal e da outras providéncias. A CAMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL decreta: Art. 1° A Politica de Medicamentos do Distrito Federal tem por objetivo garantir a seguranca, a eficdcia e a I. ISLATIYO 2. e qualidade dos medicamentos produzidos ou adquiridos 0 pelo Distrito Federal, promover seu uso racional e COLO No. chk possibilitar 0 acesso da populacéo aos medicamentos essenciais. Parégrafo unico - A Politica de Medicamentos do Distrito Federal obedeceré ao estabelecido nesta Lei, sem prejuizo do disposto em outras normas vigentes. Art. 2° Para os efeitos desta Lei, considera-se assisténcia farmacéutica o conjunto de atividades destinadas a apoiar as agdes de satide e de vigilancia sanitéaria e epidemiologica relacionadas com os processos de selecao, produgao, aquisicao, armazenamento, distribuicdo, prescric&éo e dispensacao de medicamentos, bem como com o acompanhamento do uso destes e o controle de sua qualidade. Assen ds Plena SAIN Parque Rena jot ay an Ox fonds as fe 232, Sastnat binete 21 - CEP: 70086-900 - Brasilia - DF - Fone: 3348.8212 kax: 33484213, E-mail: dep.pedro.passos@cldf.gov.br | Site: www pedropassos.com.br CAMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL vy Gabinete do deputado Pedro Passos (PMDB) Art. 3° Na implementagdo da Politica de Medicamentos do Distrito Federal, serdo observadas as seguintes diretrizes: I - prioridade para o atendimento das nosologias prevalentes e de grande impacto epidemioldgico; II - utilizacéo prioritéria da capacidade instalada dos laboratérios oficiais para a produgdo de medicamentos, com vistas ao suprimento das necessidades do Distrito Federal; III - programagio da aquisicéo e da produgéo de medicamentos conforme as necessidades definidas nos Plano de Assisténcia Farmacéutica do Distrito Federal; ef IV - incentivo a producdo e a aquisica&o de medicamentos a5 genéricos; S Vv - integracdo entre universidades, instituicdes de |o pesquisa e empresas piblicas ou privadas do setor |B | 3 produtivo com o objetivo de promover o desenvolvimento mo e€ © aprimoramento das tecnologias de producao farmacéutica e das metodologias analiticas de controle da qualidade; VI - aproveitamento do potencial terapéutico da flora e da fauna nacionais. Art. 4° Para a implementacéo da Politica de Medicamentos, cabe ao Poder Executivo: I - coordenar e executar a assisténcia farmacéutica, por meio da Secretaria de Estado de Satide; II - coordenar o processo de articulacéo dos diversos setores ptblicos e privados envolvidos; III - coordenar e monitorar a ac&éo das instituicdes responsdveis pela implementacdo, no Distrito mer SAIN - Parque Rural - Gabinete 21 - CEP: 70086-900 - Brasilia - DF - Fone: 3348.8212 Fax: 348.8213 E-mail: dep.pedro.passos@cl.df.gov.r Site: www.pedropassos.com.br CAMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL “FGabinele do depuiado Pedro Passos (PMDB) dos sistemas nacionais basicos para a politica de medicamentos; Iv - elaborar o Plano de Assisténcia Farmacéutica do Distrito Federal; Vv - desenvolver, coordenar e implementar o sistema de farmacovigilancia do Distrito Federal; VI - apoiar, por meio das instituicéSes de fomento a pesquisa, iniciativas de desenvolvimento tecnolégico na area de producdo de medicamentos e farmacoquimicos; VII - criar as condicédes necessdrias para que a compra de insumos e medicamentos no Distrito Federal seja processada mediante sistema de registro de precos, nos termos da legislacdo federal; VIII - implementar as acdes de vigilancia sanitaéria sob sua responsabilidade e criar condigées favordveis 4a efetiva fiscalizacéo e ao controle da matéria-prima, da produgio, do transporte, da distribuicdo, da comercializacdo e do uso de medicamentos; IX - promover o uso racional de medicamentos pela’ comunidade, pelos prescritores e pelos dispensadores; X - adquirir, preferencialmente, medicamento genérico para seus estoques e adotar a Denominacdo Comum Brasileira - DCB ou, na falta desta, a Denominacdo Comum Internacional - DCI na prescricéo médica e odontolégica feita no Ambito do Sistema Unico de Satde - sus; XI - desenvolver a estrutura dos laboratérios e das instituicdes de ensino e pesquisa do Distrito Federal que atuam no setor, com o objetivo de realizar estudos epidemiolégicos, otimizar o controle da qualidade, dos SAIN - Parque Rural - Gabinete 21 - CEP: 70086-900 - Brastia - DF - Fone: 3348.8212 Fax| 3348.22} Email: dep. pedro.passos@cl.df.gov.br Site: www.pedropassos.com.br