Você está na página 1de 5
WUIULULU LewioLarin ASSES Recebi 05103 0 Camara Legislativa do Distrito Federal Gabinete Pariamentar do Deputado Pedro Passos PL 183 /2007 minora DE LEI N° DE 2007 (Do Senhor Deputado PEDRO PASSOS - PMDB) isiro 8, em Dispde sobre a incluséo de clausula xreferente 4 acessibilidade e desenho universal em editais de concursos de projetos de arquitetura, urbanismo, engenharia, desenho industrial, arquitetura de interiores, paisagismo, programagéo visual e criagéo de portais e sitios eletrénicos, ‘Ao Protocolo Legislative para re promovidos no Distrito Federal. A CAMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL decreta: Art. 1° Os editais de concursos de projetos de arquitetura, urbanismo, engenharia, desenho industrial, arquitetura de interiores, paisagismo, programacdo visual e criagéo de portais e sitios eletrénicos, promovidos no Distrito Federal conterao, obrigatoriamente, clausula que determine a observacdo dos parametros de acessibilidade e de desenho universal previstos nesta Lei, em legislacdo especifica e nas normas técnicas brasileir Art. 2° Para os efeitos desta Lei, considera-se: I - acessibilidade: conjunto de alternativas de acesso que possibilitem a utilizacdo, com seguranga e autonomia, das edificacées, dos espacos, equipamentos e mobilidérios urbanos, dos transportes e dos sistemas e meios de comunicagéo, por pessoa portadorg } de deficiéncia ou com mobilidade reduzida; RIO V ‘ShIN- Parga Rr CLDF- Gta 2 -BanliOF-CEPTODSSSOD- Tw HORT Far weezg | COLO LEGISLATIVO: No_ 2? |x No.2 ROTOL XL. lz Gabinete Pariamentar do Deputado Pedro Passos II - desenho universal: modo de concepcdéo de espacos e produtos que: a) permitam a acomodacdo de pessoas de diversos padrées antropométricos, ou com diferentes condigdes fisicas, sensoriais e mentais; b) permitam a utilizacéo pelo mais amplo espectro de usuarios; c)reduzam a quantidade de energia fisica necessaria para a utilizagdo de produtos ou ambientes; a) adequem ambientes e produtos para que sejam mais compreensiveis, considerando, inclusive, portadores de deficiéncia visual, auditiva, mental ou miltipla; e) inter-relacionem produtos e ambientes, que devem ser concebidos como sistemas e nao mais como partes isoladas. Art. 3° Cabe ao promotor do concurso divulgar, para os concorrentes, a legislacdo, as normas parametros de acessibilidade e de desenho universal a os demais serem observados nos projetos. Art. 4° Esta Lei entra em publicagao. na data de sua Art. 5° Revogam-se as disposicées em contrario. JUSTIFICAGAO Nossas cidades - aqui entendidas como o conjunto de ambientes e servicos oferecidos a populagéo e como espacgo de realizagéo plena dos direitos e obrigagdes de cidadania - ainda sao pensadas com quase total desconsideragéo da diversidade de tipos humanos que compéem a sociedade e das diferentes capacjdhdes fisicas e sens6rias Pes CEPT MSGR SEERE | 77” Fis, Nog Camara Legislativa do Distrito Federal Gabinete Pariamentar do Deputado Pedro Passos Muitas pessoas acham, por exemplo, que em sua cidade nao ha pessoas com deficiéncia ou que ha poucas nessa condicéo, j& que n&éo séo vistas. Ocorre que, segundo a Organizacéo Mundial de Saude (OMS), essas pessoas representam muito mais de 10% da populacao do planeta e 14,5% da populacdéo brasileira. Assim, os portadores de deficiéncia nao sao vistos porque o espaco urbano, as edificagées, o transporte, os servicos, e 0 préprio comportamento da sociedade geral, os impedem de circular, trabalhar e viver, com conforto, seguranca e autonomia. vale lembrar que ha inimeros outros grupos que encaram dificuldades de locomocéo nos espacos, construidos ou nao, e de utilizacaéo de servicos e produtos. Ai incluem-se as gestantes, as lactantes, as criangas, as pessoas obesas e, sobretudo, os idosos. Ressalte-se que, segundo o censo realizado em 2000 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatistica (IBGE), © conjunto da populacéo brasileira esta envelhecendo, com uma expectativa de vida aumentada. Em 1999, as pessoas com mais de 60 anos representavam 8% da populagéo, ou seja, havia cerca de 13,5 milhées de idosos no Pais. A projecéo do IBGE para 2020 estima em 12% a porcentagem de idosos. Na Gltima reunido da Ctpula dos Chefes de Estado dos Paises Ibero-americanos, realizada em Santa Cruz de La Sierra, Bolivia, em novembro de 2003, o Brasil foi signatario de acordo que reconhece a “inclusdo social como mola propulsora do desenvolvimento da Comunidade Ibero-americana” e declara 2004 0 “Ano Ibero-americano das Pessoas com Deficiéncia” Em 24 de marco tltimo, Brasilia foi o palco do langamento do “Ano TIbero-americano da Pessoa com Deficiéncia”. 0 evento marcou a abertura deste ano simb6lico que tem como marco a promogdéo de uma or ‘SAIN: Pars Riral-OLOF Gabinete 2 -BrasiaIOF- CEP TO086.000- Tl: SHEEDT2 Fax HB BRIS ( V) PROTOCOLO LEGISLATIVO EAN, La _Ip2_