Você está na página 1de 6
CAMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL :s:01 19 Pionina GABINETO DO DEPUTADO PAULO TADEU PL 190 /2007 PROJETO DE LEIN®, vevistre 9, es (Do Deputado Paulo Tadeu) siseclo Legislative 2% se, 3 CES, CEOF € CCN. OP OF BOF : Dispoe sobre a aplicagao de recursos na manutencao e desenvolvimento do ensino no Distrito Federal. A CAMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL decreta: CAPITULO 1 DAS DISPOSICOES GERAIS 24g s Art. 1.° A aplicagdo no Distrito Federal de, no mfnimo, vinte ¢ cinco por cento, | 4 da receita resultante de impostos, compreendidas as transferéncias constitucionais, na | Ut ‘manutencio e desenvolvimento do ensino, rege-se por esta lei. an S } CAPITULO 1 4 g i DA FORMACAO DA BASE DE CALCULO = Zi 8 2! BI / 82 oy Art. 2.° A base de célculo para definigao do limite minimo a sel aplicado em 5 = | ‘manutengao ¢ desenvolvimento do ensino serd composta de: Za] 4 aa I - imposto sobre a propriedade predial ¢ territorial urbana, de acordo com 0 previsto no art, 156, I, da Constituigao Federal; IL - imposto sobre renda ¢ proventos de qualquer natureza, de acordo com 0 previsto no art. 157, 1, da Constituicdo Federal; III - imposto sobre a propriedade de vefculos automotores, de acordo com 0 previsto no art. 155, IT, da Constituigio Federal; IV - imposto sobre a transmissdo "causa mortis" ou doago de quaisquer bens ou direitos, de acordo com o previsto no art. 155, I, da Constituicao Federal; V - imposto sobre a transmissio inter vivos, a qualquer titulo, por ato oneroso, de bens iméveis, por natureza ou acessio fisica, e de direitos reais sobre iméveis, exceto os de garantia, bem como cessdo de direitos a sua aquisicao, de acordo com o previsto no art. 156, Il, da Constituigao Federal; VI - imposto sobre operacdes relativas a circulagdo de mercadorias ¢ sobre * prestacdo de servicos de transportes interestadual ¢ intermunicipal e de comunicacao, de acordo com o previsto no art. 155, Il, da Constituigao Federal; VII - imposto sobre servico de qualquer natureza, de acordo c isto no art. 156, Ill, da Constituigao Federal; CAMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL, GABINETO DO DEPUTADO PAULO TADEU. VIII - regime tributario simplificado do Distrito Federal, de acordo com 0 previsto no art. 146, IIL, “d’, da Constitui¢ao Federal; IX — imposto sobre a propriedade territorial rural, de acordo com o previsto no art, 158, II, da Constituicao Federal; X ~ imposto sobre operagdes de crédito, cimbio e seguro, ou relativas a titulos ou valores mobiliarios relativo a0 ouro quando definido em lei como ativo financeiro, de acordo com o art. 153, § 5°, da Constituigio Federal; XI — cota-parte pertencente a0 Distrito Federal do Fundo de Participacao dos Estados e do Distrito Federal, de acordo com o art. 159, I, ‘a’, da Constituicio Federal; TIVO (CS XII — cota-parte pertencente ao Distrito Federal do Fundo de Participagio dos Municipios, de acordo com o art. 159, II, b’, da Constituicao Federal; SLAY XII — cota-parte pertencente ao Distrito Federal do imposto sobre produtos industrializados devido aos Estados exportadores, de acordo com o art. 159, II, da C Bo Constituigéo Federal; oF) | XIV — imposto sobre operagdes relativas A circulagio de mercadorias © sobre | s Zi prestagdo de servigos de transports interestadual¢ intermunicipal e de comunicagio na | \ forma da desoneracao financeira prevista na Lei Complementar n° 87; 15 dl a XV — recursos do Fundo Constitucional do Distrito Federal, previsto no art. 21, [&-(4 %j XIV, da Constituigao Federal; § 1° As receitas da divida ativa, bem como multas, juros de mora e outros encargos, relativos aos impostos previstos no caput deste artigo integram a base de cflculo para o limite minimo a ser aplicado em manutencao ¢ desenvolvimento do ensino. § 2° Os recursos do Fundo Constitucional do Distrito Federal serio contabilizadas na sua integralidade. § 3.° Serio consideradas excluidas das receitas de impostos mencionadas no caput deste artigo as operagbes de crédito por antecipagéo de receita orcamentaria de impostos. Art. 3.° Para fixacio inicial dos valores correspondents aos mfnimos estatufdos no art. 1.°, seré considerada a receita originalmente prevista na lei do orcamento anual do Distrito Federal, ajustada, quando for o caso, por lei que autorizar a abertura de créditos adicionais, com base no eventual excesso de arrecadacao. Art.4.° O repasse dos valores referidos no art. 2.° do caixa do Distrito Federal ocorreré imediatamente ao 6rgo responsdvel pela educagdo, observados os seguintes prazos: - recursos arrecadados do primeiro ao décimo dia de cada més, até o vigésimo dia; IL- recursos arrecadados do décimo primeiro ao vigésimo dia de cada més, até o trigésimo dia; IIL - recursos arrecadados do vigésimo primeiro dia ao final de-cada més, décimo dia do més subseqiiente. CAMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL GABINETO DO DEPUTADO PAULO TADEU Pardgrafo tinico. O atraso da liberagao sujeitaré os recursos a correcao ‘monetéria e a responsabilizacao civil e criminal das autoridades competentes. CAPITULO IL DAS DESPESAS EM MANUTENCAO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO Art.5.° Considerar-se-4o como de manutencdo e desenvolvimento do ensino as despesas realizadas com vistas a consecucio dos objetivos basicos das instituicies educacionais de todos os niveis, compreendendo as que se destinam a I remuneracao ¢ aperfeigoamento do pessoal docente e demais profissionais da educacio; TI ~ aquisigao, manutengio, construgio © conservacao de instalagées ¢ equipamentos necessérios ao ensino; III - uso € manutengao de bens e servicos vinculados ao ensino; IV - levantamentos estatisticos, estudos e pesquisas visando precipuamente 20 aprimoramento da qualidade e & expansio do ensino; V - realizacdo de atividades - meio necessérias ao funcionamento dos sistemas de ensino; VI- concessio de bolsas de estudo a alunos de escolas ptblicas e privadas; VII - amortizacéo e custeio de operagées de crédito destinadas a atender a0 osto nos incisos deste artigo; io de material didético-escolar ¢ manutengio de programas de VIIT - aquisi transporte escolar. Parégrafo tinico. As despesas previstas no inciso I referem-se & remunerago ¢ aperfeigoamento dos profissionais da érea de educagio em efetivo exercfcio em suas, reas de atuacio. Art.6.° Nao constituirio despesas de manutengéo e desenvolvimento do ensino aquelas realizadas com: I ~ pesquisa, quando nao vinculada as instituig6es de ensino, ou, quando efetivada fora dos sistemas de ensino, que nao vise, precipuamente, ao aprimoramento de sua qualidade ou a sua expansio; TI - subvengio a instituigdes piblicas ou privadas de cardter assistencial, desportivo ou cultural; III - formacdo de quadros especiais para a administracao piblica, sejam militares ou civis, inclusive diplomaticos; IV - programas suplementares de alimentagio, assisténcia médico-odontolégica, farmacéutica e psicolégica, e outras formas de assisténcia social; V = obras de infra-estrutura, ainda que realizadas péra jciar Witeta ou indiretamente a rede escolar; AWS (Zs PROTOCOLO LEGISLATIVO Ben |