Você está na página 1de 8
tine “ase 2? ; CAMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERA\ a pee m2 0m ___ FROJETO.DE LEIN” rovisto a D2 ,_|ceino*Proeo DF Altabetzado” ed AB Je ——_ontras providéncias. amanda ihe CAMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL decreta: Art. 1° Fica criado 0 “Projeto DF Alfabetizado” com a finalidade de promover a alfabetizagio e inclusio escolar de todas as pessoas acima de daze anos no alfbetizadas do Distrito Fea ah q Art. 2° A Secretatia de Estado de Educagdo do Distrito Federal capacitaré estudantes universitirios beneficiados com o Programa Renda Universidade para atuarem como alfabetizadores do “Projeto DF Alfubetizado” Fis, N°. Pardgrafo Unico. Os universitirios atuario como alfabetizadores do “Projeto DF Alfabetizado” enquanto permanecerem vinculados ao Programa Renda Universidade, Art. 3° O “Projeto DF Alfabetizado” serd implantado e executado pela Secretaria de Estado de Educagio do Distrito Federal, diretamente ou por meio de convénios © parcerias com insttuigBes piblicas e privadas de ensino ou com 0 Goveno Federal 201.0 Z00 Sidra y a SDibp GT Lo, ‘CAMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL GABINETE DO DEPUTADO REGUFFE § 1° Para o desenvolvimento das atividades do “Projeto DF Alfabetizado” sero utilizados os espagos disponiveis em todas as unidades da Secretaria de Estado da Educago do Distito Federal, ou nas instituigbes piblicas ou privadas cconveniadas. § 2° Poderdo ser estabelecidas medidas tributérias de incentivo as instiuigdes privadas participantes do “Projeto DF Alfabetizado”, ou que se dediquem alfabetizayio dos seus funcionérios. Art. 4° A Secretaria de Estado de Educagdo do Distrito Federal procedert 20 ccadastramento ¢ recrutamento dos participantes do “Projeto DF Alfabetizado” (que atendam aos seguintes requisitos: 1 tenham doze anos ou mais; I~ residam, estudem ou trabalhem no Distrito Federal. Art. 5° Por ocasido da conclusto das atividades do “Projeto DF Alfaoetizado”, os alfabetizados receberio um salério minimo e serio encaminhados & rede piblica oficial de ensino do Distrito Federal Art. 6° Os custos de implementagdo deste Projeto correrdo por conte de dotagies orgamentirias préprias, podendo ser utilizados recursos oriundos do Fundo de Apoio ao Programa de Alfabetizacio e Educa¢do Basica para Jovens € Adultos, insttufdo pela Lei n° 1.51/97. Ait. Dé nova Redagio ao art. * da Lei n® 3.150, de 20 de abril de 2003, que © “Programa Renda Universidade” passando a vigorar com a seguinte ew PROTOCOLO LEGISLATIVO | No, a is. CAMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL GABINETE DO DEPUTADO REGUFFE. “Art, 8° Para 0 recebimento das bolsas de estudo corcedidas pelo Programa Renda Universidade 0 aluno deveré comprovarfreitncta «em curso de formacao de alfabetizador ou a sua efetiva etuagio como afbetizador do “Projto DF Afabetizado”’.” Art. 8° Esta Lei entra em vigor 60 (sessenta) dias ap6s sua publicasto. Art. Y Revogamse as disposigdes em contri, JUSTIFICAGAO Como se sabe, a educagdo € direto de todos e dever do Estado, como estabelece 0 caput do art. 205 da Consttuigdo Federdl, constante também do art, 221 « pardgrafos da Lei Organica do Distrito Federal. O § 5° do art, 221 da Carta Distrital vai além ¢ assevera que 0 “acesso ao ensino obrigatério gratuito é direito piblico subjetivo”. Contrariamente 40 mandamento constitucional, 0 Distrito Federal costenta um niimero preocupante de analfabetos, por volta de 120.000. 0 Projeto proposto anseia erradicar totalmente o analfabetismo no Distrito Federal. Para isso, prope a utilizagdo dos universtirios beneficiérios do Programa Renda Universtiia,financiado pelo Governo do Distito Federal, ppartindo do seguinte raciocinio: hodiemamente 1.100 estudantes recebem bolsas de estudo do Programa Renda Universiéria, conforme 0 Decreto n.° 26.748/2006. Pois bem, se 1.000 destes alunos, devidamente capacitados pela Secretaria de Educaglo, alfubetizarem 30 pessoas a0 ano, teremos 30.000 ie